Reitor-mor
Sexta, 01 Setembro 2017 11:05

Celebremos a vida!

Escrito por
Todos os meses, o Reitor-mor dos Salesianos, padre Ángel Fernández Artime, escreve um artigo para os leitores do Boletim Salesiano. Neste mês de setembro, o tema é o Tempo: “Cada novo início é uma página em branco. Há uma quantidade ilimitada de possibilidades que se apresentam no horizonte cotidiano da vida. É este o dom inestimável a que chamamos tempo”, afirma o Reitor-mor.  
Terça, 04 Julho 2017 14:29

Nossas férias em nome de Maria

Escrito por
  Todos os meses, o Reitor-mor dos Salesianos escreve um artigo para os leitores do BS. O artigo de julho trata da presença de Maria nas atividades de férias: No hemisfério Norte, os meses de julho e agosto são os das “férias de verão”. Penso assim nos muitos salesianos e nos seus colaboradores que neste período organizam atividades de tempo livres, acampamentos e colônias de férias. E é ótimo saber que no centro deste período há uma lindíssima festa de Maria: a Assunção de Nossa Senhora ao Céu.  
Todos os meses, o Reitor-mor dos Salesianos escreve um artigo para os leitores do Boletim Salesiano. Na edição de junho, ele fala da visita realizada ao Campo de Refugiados de Kakuma, no Quênia.
Terça, 09 Mai 2017 14:35

Sob o manto de Maria

Escrito por
Em sua mensagem aos leitores do Boletim Salesiano no mês de maio, o Reitor-mor afirma: "Somos família e Maria Auxiliadora é nossa Mãe atenta e consoladora. Pegou Dom Bosco pela mão e nos toma a todos para nos guiar pelos caminhos deste mundo".
Segunda, 10 Abril 2017 10:23

Para que tenhamos vida em abundância

Escrito por
Todos os meses, o Reitor-mor escreve um artigo para a Família Salesiana. Neste mês de abril, o tema é a Páscoa e as presenças salesianas no mundo como fontes de vida e de esperança.
Quarta, 08 Fevereiro 2017 16:07

A família nunca sai de moda

Escrito por
Nesse campo, todos temos uma “bússola do coração” que não falha: a nossa experiência pessoal. A família foi o ninho em que nos sentimos amados, acolhidos, protegidos e sustentados enquanto não tínhamos condições de voar com as nossas asas. 
Reitor-mor
Sexta, 01 Setembro 2017 11:05

Celebremos a vida!

Escrito por
Todos os meses, o Reitor-mor dos Salesianos, padre Ángel Fernández Artime, escreve um artigo para os leitores do Boletim Salesiano. Neste mês de setembro, o tema é o Tempo: “Cada novo início é uma página em branco. Há uma quantidade ilimitada de possibilidades que se apresentam no horizonte cotidiano da vida. É este o dom inestimável a que chamamos tempo”, afirma o Reitor-mor.  
Terça, 04 Julho 2017 14:29

Nossas férias em nome de Maria

Escrito por
  Todos os meses, o Reitor-mor dos Salesianos escreve um artigo para os leitores do BS. O artigo de julho trata da presença de Maria nas atividades de férias: No hemisfério Norte, os meses de julho e agosto são os das “férias de verão”. Penso assim nos muitos salesianos e nos seus colaboradores que neste período organizam atividades de tempo livres, acampamentos e colônias de férias. E é ótimo saber que no centro deste período há uma lindíssima festa de Maria: a Assunção de Nossa Senhora ao Céu.  
Todos os meses, o Reitor-mor dos Salesianos escreve um artigo para os leitores do Boletim Salesiano. Na edição de junho, ele fala da visita realizada ao Campo de Refugiados de Kakuma, no Quênia.
Terça, 09 Mai 2017 14:35

Sob o manto de Maria

Escrito por
Em sua mensagem aos leitores do Boletim Salesiano no mês de maio, o Reitor-mor afirma: "Somos família e Maria Auxiliadora é nossa Mãe atenta e consoladora. Pegou Dom Bosco pela mão e nos toma a todos para nos guiar pelos caminhos deste mundo".
Segunda, 10 Abril 2017 10:23

Para que tenhamos vida em abundância

Escrito por
Todos os meses, o Reitor-mor escreve um artigo para a Família Salesiana. Neste mês de abril, o tema é a Páscoa e as presenças salesianas no mundo como fontes de vida e de esperança.
Quarta, 08 Fevereiro 2017 16:07

A família nunca sai de moda

Escrito por
Nesse campo, todos temos uma “bússola do coração” que não falha: a nossa experiência pessoal. A família foi o ninho em que nos sentimos amados, acolhidos, protegidos e sustentados enquanto não tínhamos condições de voar com as nossas asas.