Educadores e alunos destacam vantagens no uso do Material Didático Digital

Thursday, 13 March 2014 12:15 Written by  RSE Informa e Assessoria de Imprensa Rede Salesiana de Escolas
Educadores e alunos destacam vantagens no uso do Material Didático Digital RSE Informa
  Nos colégios da Rede Salesiana de Escolas (RSE) em todo o Brasil, alunos começam neste ano a trocar os cadernos e livros impressos por conteúdos digitais e tablets. A mudança faz parte de um momento de transição da RSE, com grande investimento em novas tecnologias. Produzido pela Edebe-Brasil, o Material Didático Digital (MDD) é composto pelo livro digital e o caderno interativo. Os recursos apresentam navegação fácil e intuitiva, incorporam várias linguagens e favorecem o estudo colaborativo.

A novidade está movimentando os colégios da Rede e promete alterar o modo como alunos e educadores enxergam a sala de aula e o próprio processo de ensino e aprendizagem, como resume Cintia Lapa, assessora do Editorial Digital da RSE: “Estamos passando por um momento de mudança de cultura nas unidades da Rede Salesiana de Escolas. O uso do MDD traz uma nova dinâmica para as aulas, sendo que o laboratório de informática deixa de existir e a sala de aula passa a ser um ambiente multimídia em que a tecnologia é incorporada às demais ferramentas de forma natural. Os conceitos podem ser explorados pelos educadores usando tanto o conteúdo que é apresentado no livro digital, quanto todo o conteúdo que é oferecido pela web. Não existem mais fronteiras para o acesso à informação”, ressalta.
 

Mesmo estando no começo da implantação, o projeto já alcança milhares de estudantes salesianos, com retorno muito positivo das comunidades. “Nestes dois primeiros meses de uso do MDD, tivemos mais de 40 mil downloads dos livros digitais entre os educandos e educadores. Hoje o projeto conta com aproximadamente 12 mil alunos e 2 642 educadores, coordenadores e diretores utilizando o material”, informa Edevaldo Gaudencio, coordenador de TI da RSE.
 

As primeiras impressões das CEPs

O bom uso de ferramentas tecnológicas em sala de aula aprimora a prática pedagógica, facilita o aprendizado e instiga os alunos na busca do conhecimento, além de ressaltar o valor do professor como mediador desse processo. É o que observam educadores e alunos da Rede Salesiana de Escolas (RSE) após a implantação do Material Didático Digital nas unidades da Rede.
 

“Nossos alunos vivenciam muito cedo a utilização dos recursos tecnológicos. Desta forma, buscamos transformar a sala de aula em um ambiente estimulador e a utilização do MDD fica como apoio ao processo de ensino e aprendizagem. O auxílio do ambiente computacional facilita a compreensão e a construção do conhecimento”, considera Jane Monteiro, supervisora do ensino fundamental II no Colégio Salesiano Região Oceânica, unidade da RSE em Niterói, RJ.
 

A opinião é reforçada por Alencar André David, coordenador pedagógico do ensino fundamental II na Escola Salesiana São José, em Campinas, SP: “Acreditamos que esta nova ferramenta facilitará o trabalho dos professores, dinamizando as aulas, entrando em sintonia com a linguagem dos alunos e enriquecendo o processo de ensino e aprendizagem”.
 

Outro colégio da Rede que iniciou o uso do MDD neste ano é o INSG Castelo, em Macaé, RJ. Para a diretora do Instituto Nossa Senhora da Glória (INSG), instituição mantenedora da escola, irmã Ana Teresa Pinto, a iniciativa corresponde a uma necessidade de inserir os alunos no contexto das novas tecnologias. “Essas ferramentas, quando bem utilizadas, podem facilitar o trabalho dos educadores e dinamizar as aulas. Os alunos passam a refletir sobre as informações e analisam de forma crítica o contexto que é apresentado”, afirma a diretora.
 

Preparação de Norte a Sul do país

Desde o ano passado, as unidades da Rede Salesiana de Escolas em todo o país estão se preparando para iniciar o uso do Material Didático Digital. Essa preparação foi feita tanto no âmbito das escolas, em cursos específicos e semanas pedagógicas; quanto em eventos programados pelos seis polos da RSE (com sedes em Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte, Campo Grande, Recife e Manaus).
 

No Polo Manaus, em todas as 11 escolas que estão adotando o projeto digital foi realizado o trabalho de divulgação no segundo semestre de 2013 e início de 2014. As ações incluíram palestras, oficinas e encontros com alunos, professores, famílias, funcionários e comunidade religiosa, de maneira a sanar as dúvidas sobre o Material Didático Digital, incentivar sua utilização e facilitar a implantação do projeto.
 

No outro extremo do país, em Itajaí, SC, aconteceu um encontro de treinamento para o novo material no Colégio Salesiano, reunindo os professores de Santa Catarina e Paraná nos dias 30 e 31 de janeiro. Carlos Machado, professor de Língua Portuguesa que faz parte do grupo de formadores que já visitou 16 cidades do Brasil promovendo o mesmo treinamento, afirmou que os professores aprovaram as novidades: “O professor percebe que o MDD possibilitará um envolvimento maior do aluno no conteúdo e fica mais tranquilo ao ver as possibilidades que tem para trabalhar nas aulas”.
 

O Polo Recife enfatizou a formação dos educadores para utilizar o MDD como parte das semanas pedagógicas realizadas nas escolas. O Colégio Salesiano de Aracaju, SE, por exemplo, teve entre os temas da Semana Pedagógica realizada em 23 de janeiro os debates “Práxis pedagógica: educadores refletem sobre a proposta pedagógica da RSE e o uso do Material Didático Digital” e “Material Didático Digital e as novas abordagens na formação integral do educando”.
 

Investimento em tecnologia

Além da questão pedagógica, a implantação do MDD envolve também um forte investimento das unidades da Rede em equipamentos e qualificação profissional para utilizá-los. Os colégios adquiram, com o apoio da RSE, todo equipamento necessário à implantação do projeto.
 

Um exemplo é o Colégio Dom Bosco de Piracicaba, SP. Cerca de 30 salas de aula foram equipadas com projetores multimídia/interativos, computadores Dell i5, tela de projeção, amplificador e caixas de som e colocação de cortinas black out, além da instalação de infraestrutura de rede (garantindo o acesso à rede interna e à internet). O diretor geral do colégio, o padre salesiano Marco Biaggi, comentou que o investimento reflete o interesse da instituição em priorizar o acompanhamento da tecnologia para favorecer o aprendizado dos alunos. “Que esses equipamentos auxiliem na qualificação dos nossos alunos e que sigamos os ensinamentos de Dom Bosco de formar bons cristãos e honestos cidadãos para melhorarem nossa sociedade”, ressaltou o diretor.
 

O Colégio Salesiano de Belo Horizonte, MG, também investiu em salas climatizadas com lousas interativas, kits áudio visuais e projeto de rede wirelles para o acesso aos recursos digitais. As primeiras aulas utilizando esses recursos e o novo MDD foram além das expectativas: “Os educandos das turmas de 6º ano se apaixonaram pela atividade de transformação dos ditados populares; ficaram maravilhados com a nova tecnologia e extrapolaram de forma lúdica os ensinamentos populares e tradicionais da oralidade”, contam as professoras de Língua Portuguesa, Ana Elisa Ribeiro e Marlize Barcelos.
 

A opinião é reforçada por Maria Idalina Bezerra Mendonça, professora de Matemática do Colégio Salesiano de Belo Horizonte: “A implantação do sistema digital constitui um marco histórico na educação e, certamente, em nossa escola. A prática pedagógica, atrelada ao aparato tecnológico, tem sido instigante aos nossos alunos, otimizando o aprendizado e favorecendo o acesso ao conhecimento”, considera.

Na Escola Salesiana Padre Rinaldi, em Carpina, PE, a mudança não atingiu apenas as turmas que dispõem do MDD. A utilização do livro digital foi essencial para a instalação de wi-fi em todos os setores da instituição, “algo que trouxe muitos benefícios a pais, alunos e professores. Hoje as turmas que desfrutam do Material Didático Digital são as mais preenchidas da escola, comprovando que o projeto foi bem aceito por todos”, afirma Amilton Fontes. E completa: “Alunos de outras classes estão ansiosos para começarem a usar o MDD.
 

Opinião dos alunos

Os alunos da RSE também ressaltam a qualidade do MDD, que já é sentida no início do ano letivo. O Colégio Salesiano Região Oceânica, em Niterói, RJ, colheu os depoimentos de alguns educandos que refletem bem essa realidade. Para Luiz Guimarães Pixinine, do 1º ano do ensino médio, com o computador e a lousa interativa a aula ficou mais dinâmica. O educando destaca que essa experiência vaivalorizar ainteração entre aluno e professor, justamente por dar mais tempo à troca de informação e ao diálogo. Sem contar que o uso dos recursos tecnológicos deixa a aula mais interessante!
 

Para Mateus Castro de Oliveira, aluno do 6º ano do ensino fundamental, essa ferramenta será ótima, pois as crianças e jovens de hoje já estão acostumadas aos novos instrumentos tecnológicos e trazer essas ferramentas para dentro da escola deixará a aula mais divertida. “Eu vejo que o Salesiano está acompanhando o mundo dos jovens! O computador e a internet vão revolucionar o futuro da escola. Então, isso aumenta o nível de qualidade do colégio”, completa Luana Vieira de Alcântara Garcia, também do 6º ano.
 

Na Escola Salesiana São José, de Campinas, SP, alunos e educadores também estão entusiasmados com a nova ferramenta de aprendizagem. “Os alunos estão curtindo muito aprender com a linguagem que já é própria do século XXI!”, comenta Renata Ferreira, orientadora do ensino fundamental II.
 

Para Verônica Moraes de Oliveira, aluna do 1º ano do ensino médio no Colégio Auxiliadora de Ribeirão Preto, SP, essa forma de ensinar com uso da tecnologia permite que os estudantes tenham uma visão mais ampla de todo o conteúdo que o professor quer trabalhar. “Por meio de vários canais e ferramentas conseguimos entender a matéria. Temos, normalmente, mais curiosidade sobre diferentes assuntos. Agora é mais fácil estudar e aprender”, comemora.
 

O MDD se destina aos alunos do fundamental (anos finais) e ensino médio. A implantação será gradativa. Neste ano, foram disponibilizados para as unidades da RSE o material para o 6º ano do ensino fundamental II e 1º ano do ensino médio. Em 2015, será oferecido para o 7º ano do fundamental e 2º ano do ensino médio, fechando o projeto em 2016 para o 8º, o 9º ano do ensino fundamental II e 3º ano do ensino médio.
 

RSE Informa e Assessoria de Imprensa Rede Salesiana de Escolas

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 19 March 2014 13:49

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Educadores e alunos destacam vantagens no uso do Material Didático Digital

Thursday, 13 March 2014 12:15 Written by  RSE Informa e Assessoria de Imprensa Rede Salesiana de Escolas
Educadores e alunos destacam vantagens no uso do Material Didático Digital RSE Informa
  Nos colégios da Rede Salesiana de Escolas (RSE) em todo o Brasil, alunos começam neste ano a trocar os cadernos e livros impressos por conteúdos digitais e tablets. A mudança faz parte de um momento de transição da RSE, com grande investimento em novas tecnologias. Produzido pela Edebe-Brasil, o Material Didático Digital (MDD) é composto pelo livro digital e o caderno interativo. Os recursos apresentam navegação fácil e intuitiva, incorporam várias linguagens e favorecem o estudo colaborativo.

A novidade está movimentando os colégios da Rede e promete alterar o modo como alunos e educadores enxergam a sala de aula e o próprio processo de ensino e aprendizagem, como resume Cintia Lapa, assessora do Editorial Digital da RSE: “Estamos passando por um momento de mudança de cultura nas unidades da Rede Salesiana de Escolas. O uso do MDD traz uma nova dinâmica para as aulas, sendo que o laboratório de informática deixa de existir e a sala de aula passa a ser um ambiente multimídia em que a tecnologia é incorporada às demais ferramentas de forma natural. Os conceitos podem ser explorados pelos educadores usando tanto o conteúdo que é apresentado no livro digital, quanto todo o conteúdo que é oferecido pela web. Não existem mais fronteiras para o acesso à informação”, ressalta.
 

Mesmo estando no começo da implantação, o projeto já alcança milhares de estudantes salesianos, com retorno muito positivo das comunidades. “Nestes dois primeiros meses de uso do MDD, tivemos mais de 40 mil downloads dos livros digitais entre os educandos e educadores. Hoje o projeto conta com aproximadamente 12 mil alunos e 2 642 educadores, coordenadores e diretores utilizando o material”, informa Edevaldo Gaudencio, coordenador de TI da RSE.
 

As primeiras impressões das CEPs

O bom uso de ferramentas tecnológicas em sala de aula aprimora a prática pedagógica, facilita o aprendizado e instiga os alunos na busca do conhecimento, além de ressaltar o valor do professor como mediador desse processo. É o que observam educadores e alunos da Rede Salesiana de Escolas (RSE) após a implantação do Material Didático Digital nas unidades da Rede.
 

“Nossos alunos vivenciam muito cedo a utilização dos recursos tecnológicos. Desta forma, buscamos transformar a sala de aula em um ambiente estimulador e a utilização do MDD fica como apoio ao processo de ensino e aprendizagem. O auxílio do ambiente computacional facilita a compreensão e a construção do conhecimento”, considera Jane Monteiro, supervisora do ensino fundamental II no Colégio Salesiano Região Oceânica, unidade da RSE em Niterói, RJ.
 

A opinião é reforçada por Alencar André David, coordenador pedagógico do ensino fundamental II na Escola Salesiana São José, em Campinas, SP: “Acreditamos que esta nova ferramenta facilitará o trabalho dos professores, dinamizando as aulas, entrando em sintonia com a linguagem dos alunos e enriquecendo o processo de ensino e aprendizagem”.
 

Outro colégio da Rede que iniciou o uso do MDD neste ano é o INSG Castelo, em Macaé, RJ. Para a diretora do Instituto Nossa Senhora da Glória (INSG), instituição mantenedora da escola, irmã Ana Teresa Pinto, a iniciativa corresponde a uma necessidade de inserir os alunos no contexto das novas tecnologias. “Essas ferramentas, quando bem utilizadas, podem facilitar o trabalho dos educadores e dinamizar as aulas. Os alunos passam a refletir sobre as informações e analisam de forma crítica o contexto que é apresentado”, afirma a diretora.
 

Preparação de Norte a Sul do país

Desde o ano passado, as unidades da Rede Salesiana de Escolas em todo o país estão se preparando para iniciar o uso do Material Didático Digital. Essa preparação foi feita tanto no âmbito das escolas, em cursos específicos e semanas pedagógicas; quanto em eventos programados pelos seis polos da RSE (com sedes em Porto Alegre, São Paulo, Belo Horizonte, Campo Grande, Recife e Manaus).
 

No Polo Manaus, em todas as 11 escolas que estão adotando o projeto digital foi realizado o trabalho de divulgação no segundo semestre de 2013 e início de 2014. As ações incluíram palestras, oficinas e encontros com alunos, professores, famílias, funcionários e comunidade religiosa, de maneira a sanar as dúvidas sobre o Material Didático Digital, incentivar sua utilização e facilitar a implantação do projeto.
 

No outro extremo do país, em Itajaí, SC, aconteceu um encontro de treinamento para o novo material no Colégio Salesiano, reunindo os professores de Santa Catarina e Paraná nos dias 30 e 31 de janeiro. Carlos Machado, professor de Língua Portuguesa que faz parte do grupo de formadores que já visitou 16 cidades do Brasil promovendo o mesmo treinamento, afirmou que os professores aprovaram as novidades: “O professor percebe que o MDD possibilitará um envolvimento maior do aluno no conteúdo e fica mais tranquilo ao ver as possibilidades que tem para trabalhar nas aulas”.
 

O Polo Recife enfatizou a formação dos educadores para utilizar o MDD como parte das semanas pedagógicas realizadas nas escolas. O Colégio Salesiano de Aracaju, SE, por exemplo, teve entre os temas da Semana Pedagógica realizada em 23 de janeiro os debates “Práxis pedagógica: educadores refletem sobre a proposta pedagógica da RSE e o uso do Material Didático Digital” e “Material Didático Digital e as novas abordagens na formação integral do educando”.
 

Investimento em tecnologia

Além da questão pedagógica, a implantação do MDD envolve também um forte investimento das unidades da Rede em equipamentos e qualificação profissional para utilizá-los. Os colégios adquiram, com o apoio da RSE, todo equipamento necessário à implantação do projeto.
 

Um exemplo é o Colégio Dom Bosco de Piracicaba, SP. Cerca de 30 salas de aula foram equipadas com projetores multimídia/interativos, computadores Dell i5, tela de projeção, amplificador e caixas de som e colocação de cortinas black out, além da instalação de infraestrutura de rede (garantindo o acesso à rede interna e à internet). O diretor geral do colégio, o padre salesiano Marco Biaggi, comentou que o investimento reflete o interesse da instituição em priorizar o acompanhamento da tecnologia para favorecer o aprendizado dos alunos. “Que esses equipamentos auxiliem na qualificação dos nossos alunos e que sigamos os ensinamentos de Dom Bosco de formar bons cristãos e honestos cidadãos para melhorarem nossa sociedade”, ressaltou o diretor.
 

O Colégio Salesiano de Belo Horizonte, MG, também investiu em salas climatizadas com lousas interativas, kits áudio visuais e projeto de rede wirelles para o acesso aos recursos digitais. As primeiras aulas utilizando esses recursos e o novo MDD foram além das expectativas: “Os educandos das turmas de 6º ano se apaixonaram pela atividade de transformação dos ditados populares; ficaram maravilhados com a nova tecnologia e extrapolaram de forma lúdica os ensinamentos populares e tradicionais da oralidade”, contam as professoras de Língua Portuguesa, Ana Elisa Ribeiro e Marlize Barcelos.
 

A opinião é reforçada por Maria Idalina Bezerra Mendonça, professora de Matemática do Colégio Salesiano de Belo Horizonte: “A implantação do sistema digital constitui um marco histórico na educação e, certamente, em nossa escola. A prática pedagógica, atrelada ao aparato tecnológico, tem sido instigante aos nossos alunos, otimizando o aprendizado e favorecendo o acesso ao conhecimento”, considera.

Na Escola Salesiana Padre Rinaldi, em Carpina, PE, a mudança não atingiu apenas as turmas que dispõem do MDD. A utilização do livro digital foi essencial para a instalação de wi-fi em todos os setores da instituição, “algo que trouxe muitos benefícios a pais, alunos e professores. Hoje as turmas que desfrutam do Material Didático Digital são as mais preenchidas da escola, comprovando que o projeto foi bem aceito por todos”, afirma Amilton Fontes. E completa: “Alunos de outras classes estão ansiosos para começarem a usar o MDD.
 

Opinião dos alunos

Os alunos da RSE também ressaltam a qualidade do MDD, que já é sentida no início do ano letivo. O Colégio Salesiano Região Oceânica, em Niterói, RJ, colheu os depoimentos de alguns educandos que refletem bem essa realidade. Para Luiz Guimarães Pixinine, do 1º ano do ensino médio, com o computador e a lousa interativa a aula ficou mais dinâmica. O educando destaca que essa experiência vaivalorizar ainteração entre aluno e professor, justamente por dar mais tempo à troca de informação e ao diálogo. Sem contar que o uso dos recursos tecnológicos deixa a aula mais interessante!
 

Para Mateus Castro de Oliveira, aluno do 6º ano do ensino fundamental, essa ferramenta será ótima, pois as crianças e jovens de hoje já estão acostumadas aos novos instrumentos tecnológicos e trazer essas ferramentas para dentro da escola deixará a aula mais divertida. “Eu vejo que o Salesiano está acompanhando o mundo dos jovens! O computador e a internet vão revolucionar o futuro da escola. Então, isso aumenta o nível de qualidade do colégio”, completa Luana Vieira de Alcântara Garcia, também do 6º ano.
 

Na Escola Salesiana São José, de Campinas, SP, alunos e educadores também estão entusiasmados com a nova ferramenta de aprendizagem. “Os alunos estão curtindo muito aprender com a linguagem que já é própria do século XXI!”, comenta Renata Ferreira, orientadora do ensino fundamental II.
 

Para Verônica Moraes de Oliveira, aluna do 1º ano do ensino médio no Colégio Auxiliadora de Ribeirão Preto, SP, essa forma de ensinar com uso da tecnologia permite que os estudantes tenham uma visão mais ampla de todo o conteúdo que o professor quer trabalhar. “Por meio de vários canais e ferramentas conseguimos entender a matéria. Temos, normalmente, mais curiosidade sobre diferentes assuntos. Agora é mais fácil estudar e aprender”, comemora.
 

O MDD se destina aos alunos do fundamental (anos finais) e ensino médio. A implantação será gradativa. Neste ano, foram disponibilizados para as unidades da RSE o material para o 6º ano do ensino fundamental II e 1º ano do ensino médio. Em 2015, será oferecido para o 7º ano do fundamental e 2º ano do ensino médio, fechando o projeto em 2016 para o 8º, o 9º ano do ensino fundamental II e 3º ano do ensino médio.
 

RSE Informa e Assessoria de Imprensa Rede Salesiana de Escolas

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 19 March 2014 13:49

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.