Museu Casa Dom Bosco é inaugurado na Itália

Monday, 05 October 2020 14:36 Written by  Agência Info Salesiana
Evento contou com a presença do Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, da superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora, madre Yvonne Reungoat, e do Reitor-mor Emérito padre Pascual Chávez.

 

O Capítulo Geral 27 havia solicitado ao Reitor-mor e seu conselho que assumissem os lugares salesianos e fizessem deles algo especial para o mundo salesiano. Aquela solicitação deu origem a uma nova realidade: ao Museu Casa Dom Bosco, inaugurado solenemente, com três dias de eventos, em Turim-Valdocco, no último final de semana.

 

No lugar das «Camerette di Don Bosco» (alojamentos de Dom Bosco), onde era possível observar a presença de Dom Bosco em Valdocco, hoje os visitantes podem conhecer em detalhes a realidade da Casa Pinardi, primeira instalação do Oratório de Dom Bosco. “Por estes corredores passaram 11 pessoas que hoje a Igreja reconhece como veneráveis, bem-aventurados ou santos: significa que Valdocco foi uma escola de humanidade e de santidade, e queremos transmitir ao mundo essa herança”, disse o Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, na coletiva de imprensa de lançamento do novo museu.

 

O Reitor-mor anunciou também que, com o objetivo de valorizar Valdocco como guardião da memória histórica salesiana, os documentos mais importantes sobre as origens da Congregação Salesiana serão transferidos do arquivo central para o Museu Casa Dom Bosco.

 

A coletiva de imprensa também contou com a participação do crítico de arte Vittorio Sgarbi, ex-aluno do instituto salesiano de Este. “Existem vários tipos de santos. Em muitos deles, a dimensão humana é sublimada pela canonização, mas Dom Bosco permanece humano; fica difícil chamá-lo ‘São João Bosco’...". Em relação à nova exposição "com soluções eficazes", ele observou: "não existem apenas Tiepolo, Picasso ou Giotto; existem histórias: de vida, educação, dos livros lidos, dos santinhos, da adoração..."

 

O sábado, 3 de outubro, segundo dia do encontro, foi dedicado às autoridades institucionais. Além do Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, também participaram Anna Laura Orrico e os responsáveis ​​pelas obras arquitetônicas e pelos projetos museográficos e museológicos.  Também marcaram presença no evento os embaixadores de alguns países da América Latina fortemente marcados pela presença salesiana, como: Equador, Panamá, Costa Rica, Colômbia, Guatemala, Brasil, México e El Salvador.

 

No domingo, dia 4, após solene concelebração eucarística, presidida pelo Reitor-mor na Basílica de Maria Auxiliadora, o Museu Casa Dom Bosco foi aberto ao público.

 

“Procuramos representar este longo caminho de santidade juvenil, que começou em 1846, no Museu da Casa Dom Bosco... A comunidade salesiana de Valdocco tem o prazer de colocar à disposição de todos vocês, e do mundo, esta pérola preciosa que testemunha a grandeza de Dom Bosco”, disse o padre Cristian Besso, responsável pelo projeto museológico, junto com a diretora do museu, Stefania De Vita.

 

Em seguida, o Reitor-mor cortou a fita simbólica, acompanhado pela madre Yvonne Reungoat, superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora, e por seu antecessor à frente da Congregação, padre Pascual Chávez.

 

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 05 October 2020 14:41

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Museu Casa Dom Bosco é inaugurado na Itália

Monday, 05 October 2020 14:36 Written by  Agência Info Salesiana
Evento contou com a presença do Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, da superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora, madre Yvonne Reungoat, e do Reitor-mor Emérito padre Pascual Chávez.

 

O Capítulo Geral 27 havia solicitado ao Reitor-mor e seu conselho que assumissem os lugares salesianos e fizessem deles algo especial para o mundo salesiano. Aquela solicitação deu origem a uma nova realidade: ao Museu Casa Dom Bosco, inaugurado solenemente, com três dias de eventos, em Turim-Valdocco, no último final de semana.

 

No lugar das «Camerette di Don Bosco» (alojamentos de Dom Bosco), onde era possível observar a presença de Dom Bosco em Valdocco, hoje os visitantes podem conhecer em detalhes a realidade da Casa Pinardi, primeira instalação do Oratório de Dom Bosco. “Por estes corredores passaram 11 pessoas que hoje a Igreja reconhece como veneráveis, bem-aventurados ou santos: significa que Valdocco foi uma escola de humanidade e de santidade, e queremos transmitir ao mundo essa herança”, disse o Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, na coletiva de imprensa de lançamento do novo museu.

 

O Reitor-mor anunciou também que, com o objetivo de valorizar Valdocco como guardião da memória histórica salesiana, os documentos mais importantes sobre as origens da Congregação Salesiana serão transferidos do arquivo central para o Museu Casa Dom Bosco.

 

A coletiva de imprensa também contou com a participação do crítico de arte Vittorio Sgarbi, ex-aluno do instituto salesiano de Este. “Existem vários tipos de santos. Em muitos deles, a dimensão humana é sublimada pela canonização, mas Dom Bosco permanece humano; fica difícil chamá-lo ‘São João Bosco’...". Em relação à nova exposição "com soluções eficazes", ele observou: "não existem apenas Tiepolo, Picasso ou Giotto; existem histórias: de vida, educação, dos livros lidos, dos santinhos, da adoração..."

 

O sábado, 3 de outubro, segundo dia do encontro, foi dedicado às autoridades institucionais. Além do Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, também participaram Anna Laura Orrico e os responsáveis ​​pelas obras arquitetônicas e pelos projetos museográficos e museológicos.  Também marcaram presença no evento os embaixadores de alguns países da América Latina fortemente marcados pela presença salesiana, como: Equador, Panamá, Costa Rica, Colômbia, Guatemala, Brasil, México e El Salvador.

 

No domingo, dia 4, após solene concelebração eucarística, presidida pelo Reitor-mor na Basílica de Maria Auxiliadora, o Museu Casa Dom Bosco foi aberto ao público.

 

“Procuramos representar este longo caminho de santidade juvenil, que começou em 1846, no Museu da Casa Dom Bosco... A comunidade salesiana de Valdocco tem o prazer de colocar à disposição de todos vocês, e do mundo, esta pérola preciosa que testemunha a grandeza de Dom Bosco”, disse o padre Cristian Besso, responsável pelo projeto museológico, junto com a diretora do museu, Stefania De Vita.

 

Em seguida, o Reitor-mor cortou a fita simbólica, acompanhado pela madre Yvonne Reungoat, superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora, e por seu antecessor à frente da Congregação, padre Pascual Chávez.

 

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 05 October 2020 14:41

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.