Salesianos Cooperadores: Vocação leiga na Congregação Salesiana

Wednesday, 26 August 2020 15:08 Written by  SC Evanio Antonio Santinon
Salesianos Cooperadores: Vocação leiga na Congregação Salesiana Em 20 de junho, o Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, presidiu o encontro do Conselho Mundial dos Salesianos Cooperadores, que aconteceu de forma online Foto: ANS
Todo católico batizado, em qualquer condição cultural ou social, pode percorrer um caminho formativo como aspirante, participando por dois anos das atividades apostólicas em um grupo de Salesianos Cooperadores.  

Em todos os tempos, julgou-se necessária a união entre os bons a fim de se ajudarem reciprocamente para fazer o bem e afastar o mal. Foi dessa forma que Dom Bosco iniciou o primeiro regulamento de vida para os Salesianos Cooperadores: homens e mulheres e também os membros do clero diocesano, chamados por Deus a trabalhar pela salvação da juventude.

 

Como surgiu o grupo dos Salesianos Cooperadores?

Iniciando com a citação de Arthur Lenti, no volume 3 de “Dom Bosco: História e Carisma”: “Sempre se quis ver os salesianos cooperadores como a realização da ideia dos membros externos, descrita nas Constituições de 1860 a 1873, e suprimida no texto final ao ser recusada por Roma. Contudo, examinando em profundidade o pensamento e os escritos de Dom Bosco, considera-se que os cooperadores são os continuadores, de forma nova e criativa, dos colaboradores que, desde o início, o ajudaram na obra do oratório. A origem dos salesianos cooperadores remonta a 1841, quando se começou a reunir os meninos pobres e abandonados na cidade de Turim”.

Logo após o reconhecimento da Congregação Salesiana, pela Santa Sé, a congregação se dividiu em duas categorias: os que eram livres se reuniram em vida comum (religiosos) e os demais, ou seja, os externos, continuavam a viver no mundo com as suas próprias famílias. Mas ambos com uma vocação e missão comum: trabalhar pela juventude pobre. Reconhecida em 1852, surgiu a Associação dos Salesianos Cooperadores.

 

Uma Regra de Vida escrita por Dom Bosco aos seus Salesianos Leigos

Dom Bosco escreveu regulamentos próprios para os Salesianos Cooperadores entre 1874 até 1876. Hoje esse regulamento, atualizado para as necessidades do nosso tempo, chama-se Projeto de Vida Apostólica. Nele, o Salesiano Cooperador encontra uma bússola para guiar o seu projeto pessoal de vida.

O artigo 2º do regulamento resume o chamado à vocação salesiana: “Comprometer-se como Salesiano Cooperador é responder à vocação apostólica salesiana, dom do Espírito, assumindo um modo específico de viver o Evangelho e de participar na missão da Igreja. É uma escolha livre, que qualifica a existência”.

 

Quem pode ser Salesiano Cooperador?

Todo católico batizado, em qualquer condição cultural ou social, pode percorrer um caminho formativo como aspirante, participando por dois anos das atividades apostólicas em um grupo de Salesianos Cooperadores e, após um discernimento vocacional, o aspirante realiza a promessa apostólica. É através da promessa que o(a) leigo(a) é acolhido(a) como membro da Família Salesiana, na Associação dos Salesianos Cooperadores.

Convido você a nos conhecer de perto. Faça contato em sua comunidade com um grupo de Salesianos Cooperadores ou peça informações para um Salesiano, padre ou irmão, ou com uma irmã Filha de Maria Auxiliadora.

 

Evanio Antonio Santinon é coordenador Provincial dos SSCC da Província N. Sra. Auxiliadora e formador dos Salesianos Cooperadores para a Região Brasil. É casado com a Marcia, pai da Beatriz e residente na cidade de São Carlos, SP. Trabalha em uma empresa metalúrgica na área de Recursos Humanos e é professor universitário.

 

Agosto Vocacional

Os Salesianos Cooperadores do Brasil lançam no YouTube um programa diário para o mês de agosto, com orações vocacionais. Assista em bit.ly/sscc8vocate

 

Veja as histórias de vida e vocação de alguns Salesianos Cooperadores

 

SC Alzira Marães Ferreira

“Sou Salesiana Cooperadora compromissada há 23 anos e, de coração, salesiana há mais de 40 anos”

 

 

SC Luciana Reis Cruz

“Deus vai mostrando o caminho e me moldando para aquilo que Ele quer que eu faça”

 

 

SC Kátia Moura

“Hoje sei que se não tivesse tido exemplos desta salesianidade em minha vida, com certeza não estaria firme no meu propósito”

 

 

SC Marta Maria Galvão de Sousa Magalhães

“Procuro viver minha vida de Salesiana Cooperadora com coerência, com paz de espírito, com alegria”

 

SC Eva Marlene Tulchaski

“Como leiga, vivo minha vocação no cotidiano. Já dizia Dom Bosco que não seria fácil, mas que valeria a pena”

 

SC Maria Amélia Alves de Carvalho

“Criatividade redobrada para formar bons cristãos e honestos cidadãos”

 

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Salesianos Cooperadores: Vocação leiga na Congregação Salesiana

Wednesday, 26 August 2020 15:08 Written by  SC Evanio Antonio Santinon
Salesianos Cooperadores: Vocação leiga na Congregação Salesiana Em 20 de junho, o Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, presidiu o encontro do Conselho Mundial dos Salesianos Cooperadores, que aconteceu de forma online Foto: ANS
Todo católico batizado, em qualquer condição cultural ou social, pode percorrer um caminho formativo como aspirante, participando por dois anos das atividades apostólicas em um grupo de Salesianos Cooperadores.  

Em todos os tempos, julgou-se necessária a união entre os bons a fim de se ajudarem reciprocamente para fazer o bem e afastar o mal. Foi dessa forma que Dom Bosco iniciou o primeiro regulamento de vida para os Salesianos Cooperadores: homens e mulheres e também os membros do clero diocesano, chamados por Deus a trabalhar pela salvação da juventude.

 

Como surgiu o grupo dos Salesianos Cooperadores?

Iniciando com a citação de Arthur Lenti, no volume 3 de “Dom Bosco: História e Carisma”: “Sempre se quis ver os salesianos cooperadores como a realização da ideia dos membros externos, descrita nas Constituições de 1860 a 1873, e suprimida no texto final ao ser recusada por Roma. Contudo, examinando em profundidade o pensamento e os escritos de Dom Bosco, considera-se que os cooperadores são os continuadores, de forma nova e criativa, dos colaboradores que, desde o início, o ajudaram na obra do oratório. A origem dos salesianos cooperadores remonta a 1841, quando se começou a reunir os meninos pobres e abandonados na cidade de Turim”.

Logo após o reconhecimento da Congregação Salesiana, pela Santa Sé, a congregação se dividiu em duas categorias: os que eram livres se reuniram em vida comum (religiosos) e os demais, ou seja, os externos, continuavam a viver no mundo com as suas próprias famílias. Mas ambos com uma vocação e missão comum: trabalhar pela juventude pobre. Reconhecida em 1852, surgiu a Associação dos Salesianos Cooperadores.

 

Uma Regra de Vida escrita por Dom Bosco aos seus Salesianos Leigos

Dom Bosco escreveu regulamentos próprios para os Salesianos Cooperadores entre 1874 até 1876. Hoje esse regulamento, atualizado para as necessidades do nosso tempo, chama-se Projeto de Vida Apostólica. Nele, o Salesiano Cooperador encontra uma bússola para guiar o seu projeto pessoal de vida.

O artigo 2º do regulamento resume o chamado à vocação salesiana: “Comprometer-se como Salesiano Cooperador é responder à vocação apostólica salesiana, dom do Espírito, assumindo um modo específico de viver o Evangelho e de participar na missão da Igreja. É uma escolha livre, que qualifica a existência”.

 

Quem pode ser Salesiano Cooperador?

Todo católico batizado, em qualquer condição cultural ou social, pode percorrer um caminho formativo como aspirante, participando por dois anos das atividades apostólicas em um grupo de Salesianos Cooperadores e, após um discernimento vocacional, o aspirante realiza a promessa apostólica. É através da promessa que o(a) leigo(a) é acolhido(a) como membro da Família Salesiana, na Associação dos Salesianos Cooperadores.

Convido você a nos conhecer de perto. Faça contato em sua comunidade com um grupo de Salesianos Cooperadores ou peça informações para um Salesiano, padre ou irmão, ou com uma irmã Filha de Maria Auxiliadora.

 

Evanio Antonio Santinon é coordenador Provincial dos SSCC da Província N. Sra. Auxiliadora e formador dos Salesianos Cooperadores para a Região Brasil. É casado com a Marcia, pai da Beatriz e residente na cidade de São Carlos, SP. Trabalha em uma empresa metalúrgica na área de Recursos Humanos e é professor universitário.

 

Agosto Vocacional

Os Salesianos Cooperadores do Brasil lançam no YouTube um programa diário para o mês de agosto, com orações vocacionais. Assista em bit.ly/sscc8vocate

 

Veja as histórias de vida e vocação de alguns Salesianos Cooperadores

 

SC Alzira Marães Ferreira

“Sou Salesiana Cooperadora compromissada há 23 anos e, de coração, salesiana há mais de 40 anos”

 

 

SC Luciana Reis Cruz

“Deus vai mostrando o caminho e me moldando para aquilo que Ele quer que eu faça”

 

 

SC Kátia Moura

“Hoje sei que se não tivesse tido exemplos desta salesianidade em minha vida, com certeza não estaria firme no meu propósito”

 

 

SC Marta Maria Galvão de Sousa Magalhães

“Procuro viver minha vida de Salesiana Cooperadora com coerência, com paz de espírito, com alegria”

 

SC Eva Marlene Tulchaski

“Como leiga, vivo minha vocação no cotidiano. Já dizia Dom Bosco que não seria fácil, mas que valeria a pena”

 

SC Maria Amélia Alves de Carvalho

“Criatividade redobrada para formar bons cristãos e honestos cidadãos”

 

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.