Editorial
Segunda, 04 Mai 2015 21:39

No colo da Mãe

Escrito por
Existe algo muito comum em todos os filhos e filhas: nas horas difíceis, sempre buscamos o colo da mãe. Quando pequenos, essa busca é manifestada na aproximação física. Com o passar do tempo, buscamos afetiva e racionalmente a segurança básica para as tomadas de decisões. A referência materna é incontestável em todas as idades. Isto não significa infantilização eterna. Mas humildade diante de alguém que personifica o maior dos valores e dons humanos: o amor!
Segunda, 16 Março 2015 21:56

Igreja e sociedade

Escrito por
Este tema ou relação entre instituições é algo recorrente em inúmeras publicações. Muitas vezes, Igreja e sociedade são tratadas como opostos; outras vezes como sinônimos. A Campanha da Fraternidade 2015 apresenta-o como um desafio para a Igreja.
Segunda, 05 Janeiro 2015 17:22

Sentimentos de festa e de gratidão

Escrito por
Celebrar o aniversário de vida do próprio pai sempre é um motivo de festa e gratidão. Em relação ao aniversariante, Dom Bosco, esta comemoração adquire um sentido e uma amplitude universais.
Terça, 04 Novembro 2014 21:12

E Deus é luz!

Escrito por
Caminhando para o final de mais um ano, o sentimento comum entre as pessoas, em geral, é marcado pelo misto de gratidão e saudade. O Dia Mundial de Ação de Graças, celebrado em 28 de novembro, confirma essa legítima sensação que invade o coração de todas as pessoas de boa vontade.
Segunda, 15 Setembro 2014 17:22

Votar ou não votar: eis a questão!

Escrito por
Mais uma vez, todos os eleitores brasileiros estão sendo convocados e “motivados” pelos órgãos públicos para votar. Também, mais uma vez, inúmeros eleitores expressam claramente o desejo de não votar. Votar por quê? Nada parece mudar! Esse sentimento de desânimo e decepção encontra razões objetivas e subjetivas de todos os tipos: ideológicas, religiosas, econômicas etc. Renunciar a esse direito é uma possibilidade.
Terça, 08 Julho 2014 10:52

Por conta e risco de uma Copa!

Escrito por
Uma importante contribuição que o torneio mundial de futebol, promovido pela Fifa, trouxe para a sociedade brasileira foi a desmistificação do clima de euforia e ilusão, ou de fetiche, a que durante décadas a nação esteve submetida. A beleza e a importância dos eventos esportivos são inquestionáveis. O papa Francisco não perdeu a ocasião de lembrar que este evento poderia potencializar uma “cultura do encontro” e favorecer o sentido de solidariedade, no qual os “fominhas individualistas” não deveriam ser prestigiados.
Editorial
Segunda, 04 Mai 2015 21:39

No colo da Mãe

Escrito por
Existe algo muito comum em todos os filhos e filhas: nas horas difíceis, sempre buscamos o colo da mãe. Quando pequenos, essa busca é manifestada na aproximação física. Com o passar do tempo, buscamos afetiva e racionalmente a segurança básica para as tomadas de decisões. A referência materna é incontestável em todas as idades. Isto não significa infantilização eterna. Mas humildade diante de alguém que personifica o maior dos valores e dons humanos: o amor!
Segunda, 16 Março 2015 21:56

Igreja e sociedade

Escrito por
Este tema ou relação entre instituições é algo recorrente em inúmeras publicações. Muitas vezes, Igreja e sociedade são tratadas como opostos; outras vezes como sinônimos. A Campanha da Fraternidade 2015 apresenta-o como um desafio para a Igreja.
Segunda, 05 Janeiro 2015 17:22

Sentimentos de festa e de gratidão

Escrito por
Celebrar o aniversário de vida do próprio pai sempre é um motivo de festa e gratidão. Em relação ao aniversariante, Dom Bosco, esta comemoração adquire um sentido e uma amplitude universais.
Terça, 04 Novembro 2014 21:12

E Deus é luz!

Escrito por
Caminhando para o final de mais um ano, o sentimento comum entre as pessoas, em geral, é marcado pelo misto de gratidão e saudade. O Dia Mundial de Ação de Graças, celebrado em 28 de novembro, confirma essa legítima sensação que invade o coração de todas as pessoas de boa vontade.
Segunda, 15 Setembro 2014 17:22

Votar ou não votar: eis a questão!

Escrito por
Mais uma vez, todos os eleitores brasileiros estão sendo convocados e “motivados” pelos órgãos públicos para votar. Também, mais uma vez, inúmeros eleitores expressam claramente o desejo de não votar. Votar por quê? Nada parece mudar! Esse sentimento de desânimo e decepção encontra razões objetivas e subjetivas de todos os tipos: ideológicas, religiosas, econômicas etc. Renunciar a esse direito é uma possibilidade.
Terça, 08 Julho 2014 10:52

Por conta e risco de uma Copa!

Escrito por
Uma importante contribuição que o torneio mundial de futebol, promovido pela Fifa, trouxe para a sociedade brasileira foi a desmistificação do clima de euforia e ilusão, ou de fetiche, a que durante décadas a nação esteve submetida. A beleza e a importância dos eventos esportivos são inquestionáveis. O papa Francisco não perdeu a ocasião de lembrar que este evento poderia potencializar uma “cultura do encontro” e favorecer o sentido de solidariedade, no qual os “fominhas individualistas” não deveriam ser prestigiados.