5 de junho: Dia Mundial do Meio Ambiente

Thursday, 02 June 2016 12:48 Written by  Simone Mendonça, Gigliola Sena e Brasil Escola
A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, que passou a ser comemorado todo dia 5 de junho. A data tem como objetivo principal chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

Atenta ao apelo da ONU, a aluna Laís Ferreira Nazareth, do 5º ano do Instituto Nossa Senhora da Glória (INSG), de Macaé, RJ,  criou o projeto “O Nosso Planeta”, para estimular toda a comunidade educativa na conscientização para a preservação do meio ambiente.

 

A ideia da Laís surgiu após o lançamento da Campanha da Fraternidade deste ano, que tem como tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e por ficar sensibilizada pelo conteúdo apresentado no vídeo “A carta de 2070”, exibido na aula de Ensino Religioso, pelo professor Júnior Guzzo.

 

“Vimos que o mundo estará em péssimas condições no futuro, se continuarmos destruindo a natureza. Então me deu vontade de fazer alguma coisa para ajudar a melhorar o mundo”,  explicou a estudante, de 9 anos.

 

Preocupada com as questões ambientais e as mudanças em nosso planeta, Laís convidou seus amigos de classe para organizar o projeto, que foi divulgado durante a acolhida na escola. Para mobilizar os colegas, pais e professores, a aluna confeccionou uma caixinha e um mural, que foram instalados no pátio, onde as pessoas registram dicas ou experiências que tenham como objetivo a preservação do planeta.  Regularmente a aluna olha os bilhetes que são depositados a fim de descobrir uma ação inédita, que possa ser compartilhada com os colegas.

 

“A água é muito importante para todos e temos de economizá-la para não acabar. Devemos incentivar os pequenos a fazerem o que é certo”, disse a colega de turma, Júlia Magalhães.

 

Para Laís, a adesão dos colegas é uma conquista. “Estou muito feliz de ver que as pessoas estão participando. Elas geralmente contam o que estão fazendo em casa para melhorar nosso planeta. Fico satisfeita que assim também estou conseguindo colaborar”.

 

Em casa, a aluna recebe o apoio dos pais, que veem na escola uma grande incentivadora de boas ações. “Gostaríamos de agradecer pelo apoio à iniciativa da Laís. Incentivar a prática de boas ideias aumenta a autoestima e a produtividade das pessoas, tornando-as bons cristãos e virtuosos cidadãos”, afirmaram Victor e Gabrielle, pais da Laís.

 

Para a coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental I, Patrícia Certório, “é gratificante incentivar e vivenciar a participação dos alunos no projeto. As crianças estão contribuindo para a conscientização das pessoas sobre a importância de desenvolver, acompanhar e assumir a educação ambiental e sustentável, pensando em soluções para os problemas atuais e para construção de um futuro mais digno para todos. Essa conscientização é uma urgência, de responsabilidade individual e coletiva para melhoria das condições vitais do nosso planeta, da nossa “casa comum”, mas a semente da conscientização e da ação precisa ser bem cultivada em cada coração, pois assim germinará e colheremos frutos bons, conclui a coordenadora.

 

Outras iniciativas

 

Em Salvador, BA, o Colégio Salesiano Dom Bosco (Paralela) promoveu nesta sexta-feira, 3 de junho, uma palestra para estimular a consciência crítica dos estudantes em prol do desenvolvimento sustentável. A ação faz parte da culminância da Semana do Meio Ambiente e inclui uma exposição de lançamento de um aplicativo indicando os locais de descarte responsável em Salvador. O ensino sobre materiais recicláveis tem a culminância na Semana do Meio Ambiente com a exposição de objetos (poltronas, luminárias, mesas confeccionadas pelos estudantes com apoio dos professores e da equipe de marcenaria, com a utilização da técnica papietagem (forro com papel)).

 

O coordenador do Departamento de Educação Ambiental (DAE), Milton Nascimento, destaca que a iniciativa do colégio une-se à ideia de um aprendizado pautado por uma consciência ambiental como exercício da cidadania. Dentro do projeto de educação ambiental e sustentabilidade do Salesiano Dom Bosco (Paralela), a Trilha Ecológica e a Sala Verde são dois pontos fortes. Desde o ano de 2010, ações de educação e reestruturação são desenvolvidas com passos programados até o ano de 2018, quando a instituição pretende se tornar o primeiro colégio da Bahia a ter a Certificação Ambiental.

 

Simone Mendonça, Gigliola Sena e Brasil Escola

 

 

 

 

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 06 June 2016 14:08

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


5 de junho: Dia Mundial do Meio Ambiente

Thursday, 02 June 2016 12:48 Written by  Simone Mendonça, Gigliola Sena e Brasil Escola
A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente, em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo, que passou a ser comemorado todo dia 5 de junho. A data tem como objetivo principal chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

Atenta ao apelo da ONU, a aluna Laís Ferreira Nazareth, do 5º ano do Instituto Nossa Senhora da Glória (INSG), de Macaé, RJ,  criou o projeto “O Nosso Planeta”, para estimular toda a comunidade educativa na conscientização para a preservação do meio ambiente.

 

A ideia da Laís surgiu após o lançamento da Campanha da Fraternidade deste ano, que tem como tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e por ficar sensibilizada pelo conteúdo apresentado no vídeo “A carta de 2070”, exibido na aula de Ensino Religioso, pelo professor Júnior Guzzo.

 

“Vimos que o mundo estará em péssimas condições no futuro, se continuarmos destruindo a natureza. Então me deu vontade de fazer alguma coisa para ajudar a melhorar o mundo”,  explicou a estudante, de 9 anos.

 

Preocupada com as questões ambientais e as mudanças em nosso planeta, Laís convidou seus amigos de classe para organizar o projeto, que foi divulgado durante a acolhida na escola. Para mobilizar os colegas, pais e professores, a aluna confeccionou uma caixinha e um mural, que foram instalados no pátio, onde as pessoas registram dicas ou experiências que tenham como objetivo a preservação do planeta.  Regularmente a aluna olha os bilhetes que são depositados a fim de descobrir uma ação inédita, que possa ser compartilhada com os colegas.

 

“A água é muito importante para todos e temos de economizá-la para não acabar. Devemos incentivar os pequenos a fazerem o que é certo”, disse a colega de turma, Júlia Magalhães.

 

Para Laís, a adesão dos colegas é uma conquista. “Estou muito feliz de ver que as pessoas estão participando. Elas geralmente contam o que estão fazendo em casa para melhorar nosso planeta. Fico satisfeita que assim também estou conseguindo colaborar”.

 

Em casa, a aluna recebe o apoio dos pais, que veem na escola uma grande incentivadora de boas ações. “Gostaríamos de agradecer pelo apoio à iniciativa da Laís. Incentivar a prática de boas ideias aumenta a autoestima e a produtividade das pessoas, tornando-as bons cristãos e virtuosos cidadãos”, afirmaram Victor e Gabrielle, pais da Laís.

 

Para a coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental I, Patrícia Certório, “é gratificante incentivar e vivenciar a participação dos alunos no projeto. As crianças estão contribuindo para a conscientização das pessoas sobre a importância de desenvolver, acompanhar e assumir a educação ambiental e sustentável, pensando em soluções para os problemas atuais e para construção de um futuro mais digno para todos. Essa conscientização é uma urgência, de responsabilidade individual e coletiva para melhoria das condições vitais do nosso planeta, da nossa “casa comum”, mas a semente da conscientização e da ação precisa ser bem cultivada em cada coração, pois assim germinará e colheremos frutos bons, conclui a coordenadora.

 

Outras iniciativas

 

Em Salvador, BA, o Colégio Salesiano Dom Bosco (Paralela) promoveu nesta sexta-feira, 3 de junho, uma palestra para estimular a consciência crítica dos estudantes em prol do desenvolvimento sustentável. A ação faz parte da culminância da Semana do Meio Ambiente e inclui uma exposição de lançamento de um aplicativo indicando os locais de descarte responsável em Salvador. O ensino sobre materiais recicláveis tem a culminância na Semana do Meio Ambiente com a exposição de objetos (poltronas, luminárias, mesas confeccionadas pelos estudantes com apoio dos professores e da equipe de marcenaria, com a utilização da técnica papietagem (forro com papel)).

 

O coordenador do Departamento de Educação Ambiental (DAE), Milton Nascimento, destaca que a iniciativa do colégio une-se à ideia de um aprendizado pautado por uma consciência ambiental como exercício da cidadania. Dentro do projeto de educação ambiental e sustentabilidade do Salesiano Dom Bosco (Paralela), a Trilha Ecológica e a Sala Verde são dois pontos fortes. Desde o ano de 2010, ações de educação e reestruturação são desenvolvidas com passos programados até o ano de 2018, quando a instituição pretende se tornar o primeiro colégio da Bahia a ter a Certificação Ambiental.

 

Simone Mendonça, Gigliola Sena e Brasil Escola

 

 

 

 

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 06 June 2016 14:08

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.