Padre Pascual Chávez oferece seu último boa noite à Família Salesiana

Tuesday, 25 March 2014 11:25 Written by  InfoANS / Inspetoria Salesiana de São Paulo
Padre Pascual Chávez oferece seu último boa noite à Família Salesiana InfoANS
Nesta segunda-feira, 24 de março, durante a assembleia capitular, na Casa Geral, em Roma, padre Pascual Chávez ofereceu o seu último “Boa Noite” como reitor-mor da Congregação Salesiana.  Em seu discurso, ouvido pelos capitulares que participam da assembleia, ele agradeceu pelo carinho de toda a Família Salesiana ao longo dos seus 12 anos de reitorado. Leia a mensagem na íntegra.

Queridos irmãos e irmãs,

 

Não podeis imaginar a profunda alegria que senti, quando na tarde do passado dia 30 de janeiro pude acompanhar, junto do monsenhor Cesare Nosiglia, arcebispo de Turim, e de numerosos salesianos e jovens do Movimento Juvenil Salesiano (MJS), a urna de Dom Bosco pelas ruas de Turim no seu regresso a Valdocco, onde o esperavam os jovens que enchiam a Basílica e cantavam “Don Bosco ritorna”. O regresso de Dom Bosco à casa, depois de visitar os seus filhos nos lugares onde eles se encontram, em todo o mundo, fez-me pensar em vós e em escrever-vos esta carta pessoal. De novo em Valdocco, Dom Bosco quer chegar a todos os jovens, de preferência aos mais necessitados, através de cada um de nós, chamados a representá-lo hoje.
 

Estou para deixar o ministério de reitor-mor que me foi confiado pela primeira vez no já longínquo dia 2 de abril de 2002. Naquele dia o Senhor chamou-me a representar Dom Bosco diante de vós e da Família Salesiana. Uma graça, creio, imerecida, que, posso confidenciar-vos, me animou a identificar-me cada vez mais com o nosso Pai, com a sua preocupação pela Congregação, com a sua paixão pelos jovens. Sei que, por muito que agradeça durante a vida que me resta, nunca saldarei esta dívida de amor para com Deus. Bendito Ele seja para sempre!
 

O meu agradecimento estende-se a todos e a cada um de vós, caríssimos irmãos. Senti-me aceito e muito amado, embora saiba muito bem que todas as demonstrações de respeito e de amor que recebi eram expressão do vosso afeto e filial devoção a Dom Bosco. A adesão e a compreensão de todos, a disponibilidade e a obediência que encontrei em tantos de vós foram um apoio eficaz no exercício do meu ministério. Que Deus vos abençoe, como, de todo o coração, eu faço!
 

Não vos escondo que durante estes doze anos de Reitorado não faltaram penas e sofrimentos, alguns mais dolorosos ainda por serem inexplicáveis ou imprevistos. Também eu, como Dom Bosco, no sonho do caramanchão de rosas, caminhei entre espinhos… Mas a dor sentida e a solidão vivida ajudaram-me a ver com maior clareza o bem que Deus, através de cada um de vós, está a realizar. Posso dizer-vos que hoje me sinto mais orgulhoso de ser salesiano, não só por ter como Pai o nosso santo Fundador, mas também por vos ter como irmãos.
 

Estou certo que quem for eleito depois de mim cuidará “de vós e da vossa salvação”. Como Dom Bosco um dia fez, peço-vos encarecidamente: “escutai-o, amai-o, obedecei-lhe, rezai por ele, como fizestes por mim”. E que Maria Auxiliadora, Mãe e mestra de Dom Bosco e de cada um de nós, vos guie e acompanhe na vivência da vossa consagração. Obrigado de todo o coração.
 

 

Roma, 24 de março 2014

Padre Pascual Chávez Villanueva - reitor-mor
 

InfoANS / Inspetoria Salesiana de São Paulo

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 26 March 2014 13:41

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Padre Pascual Chávez oferece seu último boa noite à Família Salesiana

Tuesday, 25 March 2014 11:25 Written by  InfoANS / Inspetoria Salesiana de São Paulo
Padre Pascual Chávez oferece seu último boa noite à Família Salesiana InfoANS
Nesta segunda-feira, 24 de março, durante a assembleia capitular, na Casa Geral, em Roma, padre Pascual Chávez ofereceu o seu último “Boa Noite” como reitor-mor da Congregação Salesiana.  Em seu discurso, ouvido pelos capitulares que participam da assembleia, ele agradeceu pelo carinho de toda a Família Salesiana ao longo dos seus 12 anos de reitorado. Leia a mensagem na íntegra.

Queridos irmãos e irmãs,

 

Não podeis imaginar a profunda alegria que senti, quando na tarde do passado dia 30 de janeiro pude acompanhar, junto do monsenhor Cesare Nosiglia, arcebispo de Turim, e de numerosos salesianos e jovens do Movimento Juvenil Salesiano (MJS), a urna de Dom Bosco pelas ruas de Turim no seu regresso a Valdocco, onde o esperavam os jovens que enchiam a Basílica e cantavam “Don Bosco ritorna”. O regresso de Dom Bosco à casa, depois de visitar os seus filhos nos lugares onde eles se encontram, em todo o mundo, fez-me pensar em vós e em escrever-vos esta carta pessoal. De novo em Valdocco, Dom Bosco quer chegar a todos os jovens, de preferência aos mais necessitados, através de cada um de nós, chamados a representá-lo hoje.
 

Estou para deixar o ministério de reitor-mor que me foi confiado pela primeira vez no já longínquo dia 2 de abril de 2002. Naquele dia o Senhor chamou-me a representar Dom Bosco diante de vós e da Família Salesiana. Uma graça, creio, imerecida, que, posso confidenciar-vos, me animou a identificar-me cada vez mais com o nosso Pai, com a sua preocupação pela Congregação, com a sua paixão pelos jovens. Sei que, por muito que agradeça durante a vida que me resta, nunca saldarei esta dívida de amor para com Deus. Bendito Ele seja para sempre!
 

O meu agradecimento estende-se a todos e a cada um de vós, caríssimos irmãos. Senti-me aceito e muito amado, embora saiba muito bem que todas as demonstrações de respeito e de amor que recebi eram expressão do vosso afeto e filial devoção a Dom Bosco. A adesão e a compreensão de todos, a disponibilidade e a obediência que encontrei em tantos de vós foram um apoio eficaz no exercício do meu ministério. Que Deus vos abençoe, como, de todo o coração, eu faço!
 

Não vos escondo que durante estes doze anos de Reitorado não faltaram penas e sofrimentos, alguns mais dolorosos ainda por serem inexplicáveis ou imprevistos. Também eu, como Dom Bosco, no sonho do caramanchão de rosas, caminhei entre espinhos… Mas a dor sentida e a solidão vivida ajudaram-me a ver com maior clareza o bem que Deus, através de cada um de vós, está a realizar. Posso dizer-vos que hoje me sinto mais orgulhoso de ser salesiano, não só por ter como Pai o nosso santo Fundador, mas também por vos ter como irmãos.
 

Estou certo que quem for eleito depois de mim cuidará “de vós e da vossa salvação”. Como Dom Bosco um dia fez, peço-vos encarecidamente: “escutai-o, amai-o, obedecei-lhe, rezai por ele, como fizestes por mim”. E que Maria Auxiliadora, Mãe e mestra de Dom Bosco e de cada um de nós, vos guie e acompanhe na vivência da vossa consagração. Obrigado de todo o coração.
 

 

Roma, 24 de março 2014

Padre Pascual Chávez Villanueva - reitor-mor
 

InfoANS / Inspetoria Salesiana de São Paulo

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 26 March 2014 13:41

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.