Oratoriano é morto a caminho da catequese

Monday, 06 January 2014 14:22 Written by  InfoANS
Oratoriano é morto a caminho da catequese InfoANS
  A guerra civil na Síria continua destruindo casas, vidas humanas e obrigando o povo a viver em clima de total insegurança por causa das frequentes explosões e descargas. Em meio a esses conflitos, um aluno do oratório salesiano de Alepo foi morto, depois de ser atingido por uma bomba.

Sexta-feira, 3 de janeiro, às 14h30 – enquanto um grupo de meninos esperava pelo ônibus do oratório para ir ao catecismo, na parada do “Midàn”, região de Alepo, de onde provêm muitos dos meninos que frequentam o oratório salesiano – caíram duas bombas. Alguns dos jovens oratorianos ficaram feridos e foram levados pelos salesianos ao hospital. Um deles recebeu um estilhaço na cabeça, que foi possível remover. Outro menino, ao invés, Jack Salloum, aluno da sexta elementar, foi morto.
 

Padre Georges Fattal, diretor da obra salesiana, junto com a diretora da catequese, Rania Selukji, e mais Georgina Balli, foram à casa do Jack para informar a triste notícia aos seus pais. Feitos os comunicados, disse a Mãe: “Como Domingos Sávio, foi logo para o céu!”.
 

O reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, após ser informado sobre o triste acontecimento, manifestou  sua proximidade com estas palavras: “Enquanto confiamos a Deus este novo ‘Domingos Sávio', que foi, sem dúvida, transplantado para o 'Jardim Salesiano', pedimos conceda o maior conforto espiritual aos seus caríssimos pais e a todos os seus familiares, e o dom da paz a essa dilacerada terra da Síria”.
 

À noite, no oratório de Alepo, os amigos de Jack participaram de uma velada de oração.
 

Em 33 meses, já se somam 11.000 crianças vitimadas por essa guerra cruel e absurda.
 

InfoANS

 

Leia também: Encontro internacional no Vaticano sobre a questão Síria

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 06 January 2014 19:41

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Oratoriano é morto a caminho da catequese

Monday, 06 January 2014 14:22 Written by  InfoANS
Oratoriano é morto a caminho da catequese InfoANS
  A guerra civil na Síria continua destruindo casas, vidas humanas e obrigando o povo a viver em clima de total insegurança por causa das frequentes explosões e descargas. Em meio a esses conflitos, um aluno do oratório salesiano de Alepo foi morto, depois de ser atingido por uma bomba.

Sexta-feira, 3 de janeiro, às 14h30 – enquanto um grupo de meninos esperava pelo ônibus do oratório para ir ao catecismo, na parada do “Midàn”, região de Alepo, de onde provêm muitos dos meninos que frequentam o oratório salesiano – caíram duas bombas. Alguns dos jovens oratorianos ficaram feridos e foram levados pelos salesianos ao hospital. Um deles recebeu um estilhaço na cabeça, que foi possível remover. Outro menino, ao invés, Jack Salloum, aluno da sexta elementar, foi morto.
 

Padre Georges Fattal, diretor da obra salesiana, junto com a diretora da catequese, Rania Selukji, e mais Georgina Balli, foram à casa do Jack para informar a triste notícia aos seus pais. Feitos os comunicados, disse a Mãe: “Como Domingos Sávio, foi logo para o céu!”.
 

O reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, após ser informado sobre o triste acontecimento, manifestou  sua proximidade com estas palavras: “Enquanto confiamos a Deus este novo ‘Domingos Sávio', que foi, sem dúvida, transplantado para o 'Jardim Salesiano', pedimos conceda o maior conforto espiritual aos seus caríssimos pais e a todos os seus familiares, e o dom da paz a essa dilacerada terra da Síria”.
 

À noite, no oratório de Alepo, os amigos de Jack participaram de uma velada de oração.
 

Em 33 meses, já se somam 11.000 crianças vitimadas por essa guerra cruel e absurda.
 

InfoANS

 

Leia também: Encontro internacional no Vaticano sobre a questão Síria

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 06 January 2014 19:41

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.