Jovens e migração: as respostas salesianas

Thursday, 24 October 2013 12:07 Written by  ANS - Nova Iorque
Na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, o evento intitulado “Jovens e Migração”, apresentou a contribuição salesiana sobre o tema, realizado nesta segunda-feira, 21/10. Presente também estava o Cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga SDB.

Depois de acolher os participantes, o Presidente do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), Néstor Osorio, introduziu o tema das migrações e da importância de ter colaboradores na sociedade civil, como os Salesianos. Sucessivamente o P. Thomas Brennan SDB, Consultor do ECOSOC, agradeceu ao Dr. Osorio e convidou os participantes não só a debater sobre as migrações mas também a enfrentar abertamente os desafios que isso implica.

Dom Francis Assis Chullikatt, Observador Permanente da Santa Sé nas Nações Unidas, e  Dra. Mary E. Flores, Representante Permanente de Honduras, país que patrocinou o evento junto com a Colômbia e os Salesianos também estiveram presentes.

O P. Juan Carlos QuirarteSDB, Diretor da Associação‘Desarrollo Juvenil del Norte , em Ciudad Juarez, México, falou da realidade dos jovens que vivem ao longo da fronteira México-EUA, e apresentou algumas das iniciativas desenvolvidas pelos Salesianos, presentes em seis cidades de fronteira.

A exposição central esteve a  cargo do Cardeal Rodríguez Maradiaga SDB Arcebispo de Tegucigalpa, Honduras, Presidente da Caritas Internationalis e do Conselho de Cardeais, no Vaticano. Depois de reconhecer o importante trabalho levado a termo pelas Nações Unidas sobre o tema das migrações, o Cardeal citou o Reitor-Mor dos Salesianos, que afirma ver os migrantes “não tanto como um problema, mas como um recurso; mas não só um recurso econômico e sim um recurso humano”.

O Cardeal Rodríguez Maradiaga explicou a seguir que a resposta de Dom Bosco aos jovens migrantes é a mesma que os Salesianos dão ainda hoje:

  1. um lugar certo em que viver, fornecendo acolhida, alimento e um clima de família
  2. formação de habilitações para preparar ao mundo do trabalho e para mantê-los distantes do crime
  3. ocasiões para o tempo livre e o desenvolvimento de capacidades artísticas
  4. formação religiosa/espiritual

“Dirigimo-nos a eles para oferecer-lhes uma casa, uma escola, uma paróquia e um lugar onde os jovens possam reunir-se e partilhar a vida como amigos” – sintetizou, sublinhando a importância dessa multidimensionalidade.

O Cardeal aplaudiu enfim, a presença em sala de jovens, encorajando-os a trabalhar nas suas comunidades para mudar as mentes e os corações das pessoas, e a acolher os migrantes em seu meio.

O evento pode-se rever em Internet através de webcast.

 

Fonte: ANS - Nova Iorque

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Jovens e migração: as respostas salesianas

Thursday, 24 October 2013 12:07 Written by  ANS - Nova Iorque
Na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, o evento intitulado “Jovens e Migração”, apresentou a contribuição salesiana sobre o tema, realizado nesta segunda-feira, 21/10. Presente também estava o Cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga SDB.

Depois de acolher os participantes, o Presidente do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), Néstor Osorio, introduziu o tema das migrações e da importância de ter colaboradores na sociedade civil, como os Salesianos. Sucessivamente o P. Thomas Brennan SDB, Consultor do ECOSOC, agradeceu ao Dr. Osorio e convidou os participantes não só a debater sobre as migrações mas também a enfrentar abertamente os desafios que isso implica.

Dom Francis Assis Chullikatt, Observador Permanente da Santa Sé nas Nações Unidas, e  Dra. Mary E. Flores, Representante Permanente de Honduras, país que patrocinou o evento junto com a Colômbia e os Salesianos também estiveram presentes.

O P. Juan Carlos QuirarteSDB, Diretor da Associação‘Desarrollo Juvenil del Norte , em Ciudad Juarez, México, falou da realidade dos jovens que vivem ao longo da fronteira México-EUA, e apresentou algumas das iniciativas desenvolvidas pelos Salesianos, presentes em seis cidades de fronteira.

A exposição central esteve a  cargo do Cardeal Rodríguez Maradiaga SDB Arcebispo de Tegucigalpa, Honduras, Presidente da Caritas Internationalis e do Conselho de Cardeais, no Vaticano. Depois de reconhecer o importante trabalho levado a termo pelas Nações Unidas sobre o tema das migrações, o Cardeal citou o Reitor-Mor dos Salesianos, que afirma ver os migrantes “não tanto como um problema, mas como um recurso; mas não só um recurso econômico e sim um recurso humano”.

O Cardeal Rodríguez Maradiaga explicou a seguir que a resposta de Dom Bosco aos jovens migrantes é a mesma que os Salesianos dão ainda hoje:

  1. um lugar certo em que viver, fornecendo acolhida, alimento e um clima de família
  2. formação de habilitações para preparar ao mundo do trabalho e para mantê-los distantes do crime
  3. ocasiões para o tempo livre e o desenvolvimento de capacidades artísticas
  4. formação religiosa/espiritual

“Dirigimo-nos a eles para oferecer-lhes uma casa, uma escola, uma paróquia e um lugar onde os jovens possam reunir-se e partilhar a vida como amigos” – sintetizou, sublinhando a importância dessa multidimensionalidade.

O Cardeal aplaudiu enfim, a presença em sala de jovens, encorajando-os a trabalhar nas suas comunidades para mudar as mentes e os corações das pessoas, e a acolher os migrantes em seu meio.

O evento pode-se rever em Internet através de webcast.

 

Fonte: ANS - Nova Iorque

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.