Os sacramentos da Igreja e a vivência cristã Destaque

Quinta, 10 Junho 2021 16:29 Escrito por  padre Valdemar Pereira dos Santos, SDB
Os sacramentos da Igreja e a vivência cristã imagem ilustrativa - Inspetoria Salesiana São Pio X
Em seu cordel deste mês, o Salesiano padre Valdemar Pereira dos Santos reflete sobre a missão de catequizar em tempos modernos.

 

Fazer catequese, hoje
Com o tema sacramental
Não é simples, nem é fácil,
É desafio sem igual.
Precisa se adaptar
À verdade, e falar
Numa linguagem atual.

Os sacramentos são sete:
Não vamos esquecer, não.
Primeiro é o BATISMO,
Depois CRISMA e CONFISSÃO.
O quarto é a EUCARISTIA,
Presente noite e dia!
O quinto é a UNÇÃO.

O Sacramento da ORDEM,
Na lista é o penúltimo
O MATRIMÔNIO,enfim,
Fecha a lista é o último.
São fontes que purificam
Geram forças, santificam
Pra combater o tumultuo...

Tumulto das tentações,
Quero isto bem frisar.
Pois a vida do cristão
É um contínuo lutar.
Transcorrida a inocência
É necessária a penitência,
Para se purificar.

Os sacramentos nasceram
Do lado aberto de Cristo
Ao jorrar sangue e água,
Conforme está escrito,
Nas páginas do livro santo
Causando profundo espanto
Fenômeno nunca visto!

Há bastante semelhança
Entre a vida natural
E as etapas da existência
Da vida espiritual.
Ambas têm os seus momentos
Do nascer ao crescimento
Na construção do ideal.


O papel dos sacramentos
Na vida espiritual
Assemelha ao do alimento
Na vida do ser carnal.
Se a gente não comer
Está fadado a morrer
Eis o destino fatal!

Se o pássaro na gaiola,
Um canário ou um cancão,
Ficar preso, sem comida,
O “bichim” não vive não.
Assim também a pessoa
Que se prende à coisa atoa,
Vira um farrapo cristão!

O sacramento que abre
As portas para os demais,
É sem dúvida, o BATISMO,
Sem ele ninguém, jamais,
Poderá receber outro....
Tentarei, daqui a pouco,
Explicar um pouco mais

Por exemplo, jamais posso
Construir uma mansão
Sem antes ter o alicerce,
Feito para a construção.
Também eu para viver
Na santidade e crescer,
Devo antes ser cristão.

E ser cristão significa
Deixar de ser pagão
Através do sacramento,
Recebido co’a unção,
Do Batismo,que imprime
Um caráter tão sublime
Na alma e no coração.

É daí que vêm os frutos
Que cada cristão produz,
Como ramos da videira,
Cujo tronco é Jesus.
E a meta é a santidade
Fruto da capacidade
De ser vida, amor e luz!

A santa Igreja é amada
Pelo Espírito Santo, esposo.
E o fruto desse amor
Em benefício do povo,
É força e vitalidade,
Virtude e santidade
E prêmio do eterno gozo.

Catequizar é preciso
Para que os sacramentos
Sejam inseridos na vida
Com fé e discernimento.
Para unir os companheiros,
Cristãos vivo, verdadeiros
Num elo de engajamento.

Valorizemos as coisas
Nos seus devidos lugares.
Amemos os sacramentos,
Alimentos salutares.
Sejamos membros da Igreja
Praticantes... Assim seja!
E “bons cristão” exemplares!

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quinta, 10 Junho 2021 16:55

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


Os sacramentos da Igreja e a vivência cristã Destaque

Quinta, 10 Junho 2021 16:29 Escrito por  padre Valdemar Pereira dos Santos, SDB
Os sacramentos da Igreja e a vivência cristã imagem ilustrativa - Inspetoria Salesiana São Pio X
Em seu cordel deste mês, o Salesiano padre Valdemar Pereira dos Santos reflete sobre a missão de catequizar em tempos modernos.

 

Fazer catequese, hoje
Com o tema sacramental
Não é simples, nem é fácil,
É desafio sem igual.
Precisa se adaptar
À verdade, e falar
Numa linguagem atual.

Os sacramentos são sete:
Não vamos esquecer, não.
Primeiro é o BATISMO,
Depois CRISMA e CONFISSÃO.
O quarto é a EUCARISTIA,
Presente noite e dia!
O quinto é a UNÇÃO.

O Sacramento da ORDEM,
Na lista é o penúltimo
O MATRIMÔNIO,enfim,
Fecha a lista é o último.
São fontes que purificam
Geram forças, santificam
Pra combater o tumultuo...

Tumulto das tentações,
Quero isto bem frisar.
Pois a vida do cristão
É um contínuo lutar.
Transcorrida a inocência
É necessária a penitência,
Para se purificar.

Os sacramentos nasceram
Do lado aberto de Cristo
Ao jorrar sangue e água,
Conforme está escrito,
Nas páginas do livro santo
Causando profundo espanto
Fenômeno nunca visto!

Há bastante semelhança
Entre a vida natural
E as etapas da existência
Da vida espiritual.
Ambas têm os seus momentos
Do nascer ao crescimento
Na construção do ideal.


O papel dos sacramentos
Na vida espiritual
Assemelha ao do alimento
Na vida do ser carnal.
Se a gente não comer
Está fadado a morrer
Eis o destino fatal!

Se o pássaro na gaiola,
Um canário ou um cancão,
Ficar preso, sem comida,
O “bichim” não vive não.
Assim também a pessoa
Que se prende à coisa atoa,
Vira um farrapo cristão!

O sacramento que abre
As portas para os demais,
É sem dúvida, o BATISMO,
Sem ele ninguém, jamais,
Poderá receber outro....
Tentarei, daqui a pouco,
Explicar um pouco mais

Por exemplo, jamais posso
Construir uma mansão
Sem antes ter o alicerce,
Feito para a construção.
Também eu para viver
Na santidade e crescer,
Devo antes ser cristão.

E ser cristão significa
Deixar de ser pagão
Através do sacramento,
Recebido co’a unção,
Do Batismo,que imprime
Um caráter tão sublime
Na alma e no coração.

É daí que vêm os frutos
Que cada cristão produz,
Como ramos da videira,
Cujo tronco é Jesus.
E a meta é a santidade
Fruto da capacidade
De ser vida, amor e luz!

A santa Igreja é amada
Pelo Espírito Santo, esposo.
E o fruto desse amor
Em benefício do povo,
É força e vitalidade,
Virtude e santidade
E prêmio do eterno gozo.

Catequizar é preciso
Para que os sacramentos
Sejam inseridos na vida
Com fé e discernimento.
Para unir os companheiros,
Cristãos vivo, verdadeiros
Num elo de engajamento.

Valorizemos as coisas
Nos seus devidos lugares.
Amemos os sacramentos,
Alimentos salutares.
Sejamos membros da Igreja
Praticantes... Assim seja!
E “bons cristão” exemplares!

 

 

 

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quinta, 10 Junho 2021 16:55

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.