Existe uma profissão...

Thursday, 15 October 2020 11:01 Written by  João Cavalcante Filho e Nilton Paulo Ponciano
Existe uma profissão... freeimages
Neste Dia do Professor, compartilhamos o poema em homenagem a esta profissão, escrito por um ex-aluno salesiano e agora também professor.    

Existe uma profissão marcada pela coragem, pela criatividade

e alegria de viver...

 

Sem que, com isso,

se considere a melhor profissão...

Mas é o gérmen que forma, define e enobrece

as demais profissões.

 

Existe uma profissão que se assemelha

às miúdas sementes, pois cresce em silêncio transformando-se em frutífera árvore...

 

Uma profissão que transforma pessoas comuns

em seres inacreditáveis

pelo saber que já possuem...

 

Existe uma profissão que se dela eu não falasse seria totalmente leviano

e sem fé na vida.

Porque é uma profissão em que o entusiasmo,

o amor

e oconhecimento

estão sempre presentes.

 

Existe, enfim, uma profissão que nos torna mais humanos e menos máquinas

movidas a dinheiro.

 

Esta profissão faz parte

do nosso sentido para viver e amar bem intensamente...

 

Ser professor(a) é a minha,

a sua,

a nossa paixão, que nos leva para o infinito.

 

Professor(a),

Que na sua vida não falte a verdade,

o otimismo e a alegria profunda

(sempre ao lado de seus alunos/as).

 

 

João Cavalcante Filho é professor na rede pública de ensino estadual de Manaus, AM, participou do Oratório salesiano São Domingos Sávio como oratoriano, coordenação de pastoral juvenil e catequese (1981-2002) e recentemente realizou o mestrado em ensino tecnológico no Instituto Federal do Amazonas (IFAM, 2018), com estudo sobre os percursos de vida e formação de professores (www.ifam.edu.br/mpet/dissertacoes)

Nilton Paulo Ponciano é doutor em educação, orientador no curso de mestrado em ensino tecnológico (IFAM), desenvolveu estudos sobre o papel da Igreja Católica em Fátima do Sul, MS.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Existe uma profissão...

Thursday, 15 October 2020 11:01 Written by  João Cavalcante Filho e Nilton Paulo Ponciano
Existe uma profissão... freeimages
Neste Dia do Professor, compartilhamos o poema em homenagem a esta profissão, escrito por um ex-aluno salesiano e agora também professor.    

Existe uma profissão marcada pela coragem, pela criatividade

e alegria de viver...

 

Sem que, com isso,

se considere a melhor profissão...

Mas é o gérmen que forma, define e enobrece

as demais profissões.

 

Existe uma profissão que se assemelha

às miúdas sementes, pois cresce em silêncio transformando-se em frutífera árvore...

 

Uma profissão que transforma pessoas comuns

em seres inacreditáveis

pelo saber que já possuem...

 

Existe uma profissão que se dela eu não falasse seria totalmente leviano

e sem fé na vida.

Porque é uma profissão em que o entusiasmo,

o amor

e oconhecimento

estão sempre presentes.

 

Existe, enfim, uma profissão que nos torna mais humanos e menos máquinas

movidas a dinheiro.

 

Esta profissão faz parte

do nosso sentido para viver e amar bem intensamente...

 

Ser professor(a) é a minha,

a sua,

a nossa paixão, que nos leva para o infinito.

 

Professor(a),

Que na sua vida não falte a verdade,

o otimismo e a alegria profunda

(sempre ao lado de seus alunos/as).

 

 

João Cavalcante Filho é professor na rede pública de ensino estadual de Manaus, AM, participou do Oratório salesiano São Domingos Sávio como oratoriano, coordenação de pastoral juvenil e catequese (1981-2002) e recentemente realizou o mestrado em ensino tecnológico no Instituto Federal do Amazonas (IFAM, 2018), com estudo sobre os percursos de vida e formação de professores (www.ifam.edu.br/mpet/dissertacoes)

Nilton Paulo Ponciano é doutor em educação, orientador no curso de mestrado em ensino tecnológico (IFAM), desenvolveu estudos sobre o papel da Igreja Católica em Fátima do Sul, MS.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.