Papa Francisco visita as crianças da colônia de férias no Vaticano

Wednesday, 22 July 2020 12:55 Written by  Agência Info Salesiana
Durante a visita surpresa, realizada no dia 20 de julho, o Papa encorajou as crianças a fazerem novos amigos.


“Façam novos amigos. Para divertir-se é preciso fazer isto juntos”. Esta foi a indicação do Papa Francisco, no dia 20 de julho, quando se encontrou com as crianças e seus animadores que participam do “Estate Ragazzi” (colônia de férias), no Vaticano, desde o começo de julho. O Papa os visitou enquanto tomavam o café da manhã e respondeu a algumas de suas perguntas.

No dia 20 de julho, pouco depois das 9 horas, o Pontífice visitou os pequenos enquanto tomavam o café da manhã no átrio da Aula Paulo VI. “Depois de passar pelas mesas, o Papa visitou os espaços para os jogos e se entreteve com os participantes". Retornou a Santa Marta, pelas 10, depois de agradecer, individualmente, a todos os animadores, por seu trabalho”, contou o diretor da sala de imprensa da Santa Sé, Mateus Bruni.

Juntos para fazer amigos

Durante a visita, Francisco sentou-se entre as crianças e "as encorajou a fazerem novos amigos". "As pessoas que somente sabem divertir-se sozinhas são egoístas: para divertir-se, disse o Papa, é preciso estar juntos, com os amigos".

O centro de férias, criado para ajudar os pais que trabalham no Vaticano, organizou para o mês de julho atividades educativas e lúdicas entre os jardins, o heliporto e a Aula Paulo VI. Cerca de 100 crianças e adolescentes participam, respeitando os protocolos contra a Covid-19.

O centro é animado pelos salesianos junto com a Associação Tudo numa festa. As atividades incluem momentos de lazer e praticas esportivas, além de visitas guiadas pelos jardins do Vaticano.

Os meninos maravilhados pela simplicidade do Papa

“Uma grande surpresa para nós! Eu não estava aqui, mas me avisaram da chegada do Papa e por isso voltei atrás. Ele tinha saído sozinho da Casa Santa Marta e dirigiu-se para a Aula Paulo VI a fim de saudar os meninos que estavam terminando de tomar o café da manhã. Passou por entre as mesas: primeiro entreteve-se com os mais pequenos, depois com os do primário e do médio. Interessou-se por saber o que fazem, como passam o dia, perguntou se estavam contentes”. Assim o coordenador da colônia de férias, padre Franco Fonte, salesiano, Capelão da Gendarmaria e dos Museus Vaticanos, conta sobre a visita do Papa Francisco.

“Os meninos ficaram tão maravilhados que permaneceram totalmente sem palavras, em silêncio. Três deles, explica, fizeram as perguntas que tínhamos formulado durante a semana passada, porque a nossa intenção era escrever-lhe. Ele respondeu as perguntas e finalmente dirigiu-nos uma saudação geral e também agradeceu calorosamente aos 22 animadores. Tiramos uma foto todos juntos. E Ele voltou, a pé, a Santa Marta”, relata o padre Franco.

O que mais impressionou o padre Franco foi a atitude das crianças que colheram em Francisco “a  familiaridade, a simplicidade e a paternidade com que desejou viver esse momento”.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Papa Francisco visita as crianças da colônia de férias no Vaticano

Wednesday, 22 July 2020 12:55 Written by  Agência Info Salesiana
Durante a visita surpresa, realizada no dia 20 de julho, o Papa encorajou as crianças a fazerem novos amigos.


“Façam novos amigos. Para divertir-se é preciso fazer isto juntos”. Esta foi a indicação do Papa Francisco, no dia 20 de julho, quando se encontrou com as crianças e seus animadores que participam do “Estate Ragazzi” (colônia de férias), no Vaticano, desde o começo de julho. O Papa os visitou enquanto tomavam o café da manhã e respondeu a algumas de suas perguntas.

No dia 20 de julho, pouco depois das 9 horas, o Pontífice visitou os pequenos enquanto tomavam o café da manhã no átrio da Aula Paulo VI. “Depois de passar pelas mesas, o Papa visitou os espaços para os jogos e se entreteve com os participantes". Retornou a Santa Marta, pelas 10, depois de agradecer, individualmente, a todos os animadores, por seu trabalho”, contou o diretor da sala de imprensa da Santa Sé, Mateus Bruni.

Juntos para fazer amigos

Durante a visita, Francisco sentou-se entre as crianças e "as encorajou a fazerem novos amigos". "As pessoas que somente sabem divertir-se sozinhas são egoístas: para divertir-se, disse o Papa, é preciso estar juntos, com os amigos".

O centro de férias, criado para ajudar os pais que trabalham no Vaticano, organizou para o mês de julho atividades educativas e lúdicas entre os jardins, o heliporto e a Aula Paulo VI. Cerca de 100 crianças e adolescentes participam, respeitando os protocolos contra a Covid-19.

O centro é animado pelos salesianos junto com a Associação Tudo numa festa. As atividades incluem momentos de lazer e praticas esportivas, além de visitas guiadas pelos jardins do Vaticano.

Os meninos maravilhados pela simplicidade do Papa

“Uma grande surpresa para nós! Eu não estava aqui, mas me avisaram da chegada do Papa e por isso voltei atrás. Ele tinha saído sozinho da Casa Santa Marta e dirigiu-se para a Aula Paulo VI a fim de saudar os meninos que estavam terminando de tomar o café da manhã. Passou por entre as mesas: primeiro entreteve-se com os mais pequenos, depois com os do primário e do médio. Interessou-se por saber o que fazem, como passam o dia, perguntou se estavam contentes”. Assim o coordenador da colônia de férias, padre Franco Fonte, salesiano, Capelão da Gendarmaria e dos Museus Vaticanos, conta sobre a visita do Papa Francisco.

“Os meninos ficaram tão maravilhados que permaneceram totalmente sem palavras, em silêncio. Três deles, explica, fizeram as perguntas que tínhamos formulado durante a semana passada, porque a nossa intenção era escrever-lhe. Ele respondeu as perguntas e finalmente dirigiu-nos uma saudação geral e também agradeceu calorosamente aos 22 animadores. Tiramos uma foto todos juntos. E Ele voltou, a pé, a Santa Marta”, relata o padre Franco.

O que mais impressionou o padre Franco foi a atitude das crianças que colheram em Francisco “a  familiaridade, a simplicidade e a paternidade com que desejou viver esse momento”.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.