Encontro reúne referentes de escola da CIB

Thursday, 16 July 2020 15:24 Written by  Portal das FMA
A reunião on-line foi organizada pelo âmbito da Pastoral Juvenil com as FMA referentes da escola e da pastoral da Conferência Interinspetorial do Brasil (CIB).


A irmã Runita Borja, conselheira para a Pastoral Juvenil das FMA, e algumas colaboradoras do âmbito para a Pastoral Juvenil, animaram, no dia 13 de julho, a videoconferência com as referentes da escola e da pastoral da Conferência Interinspetorial do Brasil (CIB). O tema abordado foi: “A pandemia da Covid-19 está reformulando a educação: o que se espera das instituições educativas das FMA em seus respectivos países e inspetorias”.

Os objetivos da reunião, na qual estavam presentes 27 participantes de nove inspetorias, foram: se preparar para o pós-Covid-19, para enfrentar e assumir os desafios, como comunidade educativa, a fim de garantir o direito à educação, especialmente às categorias mais vulneráveis; e desenvolver diretrizes para o acompanhamento das inspetorias e trabalhar em rede no compromisso de uma missão educativa atual, criativa e inovadora.

 “Esta reunião é um espaço significativo, para que possamos ajudar uns aos outros a encontrar soluções concretas, ousadas e criativas para garantir educação para todos, especialmente para crianças, adolescentes e jovens em situação de privações e exclusão”, disse a irmã Runita Borja no início da reunião, afirmando que um dos maiores desafios da situação atual é – e será – ‘como garantir a educação para todos’.

Após uma breve introdução de cada participante, seguiu-se a apresentação da realidade do trabalho em rede, da Rede Salesiana Brasil de Escolas (RSB-Escolas). A irmã Adair Sberga, diretora-executiva da RSB-Escolas, compartilhou o cenário das escolas salesianas neste tempo de pandemia e as ações desenvolvidas pela instituição neste primeiro semestre de 2020. Ilustrou a situação geral das escolas no Brasil, com os problemas e desafios, incluindo desigualdades de acesso entre escolas públicas e privadas; a falta de matrículas no jardim da infância; o desafio da formação para o ensino presencial e via plataforma; o retorno às aulas presenciais, mas com a situação da Covid-19 ainda preocupante no Brasil. 

A Rede Salesiana Brasil de Escolas (RSB-Escolas) empenha-se em oferecer suporte para a formação das escolas associadas.  Em particular, por meio de uma página em seu site, oferece diretrizes para o uso da plataforma Edebê, além de assistência aos estudantes e indicação de cursos e subsídios de formação para os educadores.

Ainda no encontro, as referentes das inspetorias falaram sobre as próprias realidades, explicando as ações tomadas para salvaguardar a educação, tanto durante a pandemia da Covid-19 quanto no futuro. Todas as escolas da CIB buscaram reinventar, com criatividade, produtividade e dinamismo, as ações formativas oferecidas a diversos públicos, promovendo a formação contínua da equipe, dos estudantes e famílias, neste tempo que exige transformar desafios em possibilidades.  Estão também trabalhando em rede, compartilham seus recursos e conhecimentos a fim de desenvolver estratégias comuns para enfrentar a situação de crise e percorrer novas formas de educar e evangelizar crianças e jovens.

Como RSB-Escolas, expressou-se a intenção de trabalhar sobre os Objetivos da  “Laudato Si’” (OLS), com especial atenção ao Objetivo 5: Educação Ecológica (revisar e redefinir os programas de ensino, reformar as instituições educacionais à luz da ecologia integral, com o objetivo de criar consciência ecológica, estimular a ação concreta e promover a vocação ecológica dos jovens, professores, líderes em educação etc.).

Durante sua intervenção, a irmã Runita Borja destacou os lados positivos dessa situação – incluindo a introdução de tecnologias e soluções inovadoras, o aumento da autonomia dos alunos na aprendizagem pessoal, a cooperação dos pais, a melhoria da coordenação multissetorial, fortalecendo o aprendizado sobre questões globais e de cidadania – e forneceu aos participantes um “lembrete” de vários pontos, para concretizar uma resposta educativa à situação da pandemia da Covid-19.  Por fim, pediu às referentes de escola das inspetorias que trabalhassem para a mudança de mentalidade, com vistas a uma necessária renovação no estilo de vida e nas estruturas.


Fonte: Portal das FMA

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Thursday, 16 July 2020 15:39

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Encontro reúne referentes de escola da CIB

Thursday, 16 July 2020 15:24 Written by  Portal das FMA
A reunião on-line foi organizada pelo âmbito da Pastoral Juvenil com as FMA referentes da escola e da pastoral da Conferência Interinspetorial do Brasil (CIB).


A irmã Runita Borja, conselheira para a Pastoral Juvenil das FMA, e algumas colaboradoras do âmbito para a Pastoral Juvenil, animaram, no dia 13 de julho, a videoconferência com as referentes da escola e da pastoral da Conferência Interinspetorial do Brasil (CIB). O tema abordado foi: “A pandemia da Covid-19 está reformulando a educação: o que se espera das instituições educativas das FMA em seus respectivos países e inspetorias”.

Os objetivos da reunião, na qual estavam presentes 27 participantes de nove inspetorias, foram: se preparar para o pós-Covid-19, para enfrentar e assumir os desafios, como comunidade educativa, a fim de garantir o direito à educação, especialmente às categorias mais vulneráveis; e desenvolver diretrizes para o acompanhamento das inspetorias e trabalhar em rede no compromisso de uma missão educativa atual, criativa e inovadora.

 “Esta reunião é um espaço significativo, para que possamos ajudar uns aos outros a encontrar soluções concretas, ousadas e criativas para garantir educação para todos, especialmente para crianças, adolescentes e jovens em situação de privações e exclusão”, disse a irmã Runita Borja no início da reunião, afirmando que um dos maiores desafios da situação atual é – e será – ‘como garantir a educação para todos’.

Após uma breve introdução de cada participante, seguiu-se a apresentação da realidade do trabalho em rede, da Rede Salesiana Brasil de Escolas (RSB-Escolas). A irmã Adair Sberga, diretora-executiva da RSB-Escolas, compartilhou o cenário das escolas salesianas neste tempo de pandemia e as ações desenvolvidas pela instituição neste primeiro semestre de 2020. Ilustrou a situação geral das escolas no Brasil, com os problemas e desafios, incluindo desigualdades de acesso entre escolas públicas e privadas; a falta de matrículas no jardim da infância; o desafio da formação para o ensino presencial e via plataforma; o retorno às aulas presenciais, mas com a situação da Covid-19 ainda preocupante no Brasil. 

A Rede Salesiana Brasil de Escolas (RSB-Escolas) empenha-se em oferecer suporte para a formação das escolas associadas.  Em particular, por meio de uma página em seu site, oferece diretrizes para o uso da plataforma Edebê, além de assistência aos estudantes e indicação de cursos e subsídios de formação para os educadores.

Ainda no encontro, as referentes das inspetorias falaram sobre as próprias realidades, explicando as ações tomadas para salvaguardar a educação, tanto durante a pandemia da Covid-19 quanto no futuro. Todas as escolas da CIB buscaram reinventar, com criatividade, produtividade e dinamismo, as ações formativas oferecidas a diversos públicos, promovendo a formação contínua da equipe, dos estudantes e famílias, neste tempo que exige transformar desafios em possibilidades.  Estão também trabalhando em rede, compartilham seus recursos e conhecimentos a fim de desenvolver estratégias comuns para enfrentar a situação de crise e percorrer novas formas de educar e evangelizar crianças e jovens.

Como RSB-Escolas, expressou-se a intenção de trabalhar sobre os Objetivos da  “Laudato Si’” (OLS), com especial atenção ao Objetivo 5: Educação Ecológica (revisar e redefinir os programas de ensino, reformar as instituições educacionais à luz da ecologia integral, com o objetivo de criar consciência ecológica, estimular a ação concreta e promover a vocação ecológica dos jovens, professores, líderes em educação etc.).

Durante sua intervenção, a irmã Runita Borja destacou os lados positivos dessa situação – incluindo a introdução de tecnologias e soluções inovadoras, o aumento da autonomia dos alunos na aprendizagem pessoal, a cooperação dos pais, a melhoria da coordenação multissetorial, fortalecendo o aprendizado sobre questões globais e de cidadania – e forneceu aos participantes um “lembrete” de vários pontos, para concretizar uma resposta educativa à situação da pandemia da Covid-19.  Por fim, pediu às referentes de escola das inspetorias que trabalhassem para a mudança de mentalidade, com vistas a uma necessária renovação no estilo de vida e nas estruturas.


Fonte: Portal das FMA

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Thursday, 16 July 2020 15:39

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.