Salesianos do Instituto Salesiano São Vicente celebram Corpus Christi

Friday, 12 June 2020 16:10 Written by  Vinícius Martins, SDB
No curatorium do Pós-noviciado, em Campo Grande, MS, a alegria, criatividade e piedade envolveram os corações dos salesianos presentes na casa.



 “Seja adorado e seja amado, nesta terra de Santa Cruz!” Ao som de louvores entoados pelos salesianos pós-noviços, ocorreu a solenidade e tradicional procissão de Corpus Christi. A grande festa do Corpo e Sangue do Senhor foi comemorada pelo Curatorium de maneira muito especial. Em anos anteriores, os salesianos de votos temporários e perpétuos, residentes no Instituto São Vicente, celebravam a solenidade litúrgica junto ao povo de Deus – local ou em outras realidades que estivessem. Desta vez, atentos a todas as indicações das instituições civis quanto ao isolamento social, a opção foi por celebrar a grande festa na própria comunidade religiosa.

Os 35 salesianos presentes na casa contribuíram na organização. Ao todo, foram confeccionados mais de 100 metros de tapetes, nas suas diversas formas, que representavam as realidades de uma comunidade orante e cativada pela alegria do Cristo Ressuscitado. Não faltaram expressões que pudessem apresentar a fé, a piedade, o carinho à Mãe de Deus, o amor pela juventude; componentes essenciais, que reforçassem também as devoções da Sociedade Salesiana: a eucaristia, Maria e o Papa, tanto recomendadas por São João Bosco.

Diante da impossibilidade de saídas constantes para aquisição de materiais secundários às necessidades da comunidade religiosa, foi estabelecido o compromisso de utilizar recursos que pudessem ser encontrados dentro da própria comunidade religiosa. E, assim, somente alguns quilos de pó-de-serra foram conseguidos por meio de mãos generosas. Areia vermelha, areia branca, areia lavada, areia molhada, areia vermelha com areia branca, areia branca com pó-de-serra: foram umas das diversas tonalidades conseguidas para a ornamentação. Alguns resquícios de tintas guache também colaboraram para tonalizar os ladrilhos e as cerâmicas oriundas de reformas e manutenções da casa, que também foram utilizados na confecção dos tapetes. Capas de revistas juvenis, ícones, folhagens fizeram os últimos detalhes.

Os preparativos começaram na tarde da véspera e duraram quase 12 horas. A celebração começou na Capela da Luz, presidida pelo padre Ademir Lima, junto aos salesianos residentes no pós-noviciado.

Após a comunhão, foi feita a procissão cantante até a Capela São Francisco de Sales, onde ocorreu a adoração e a bênção do Santíssimo Sacramento.


Fonte: Vinícius Martins, SDB

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 12 June 2020 16:19

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Salesianos do Instituto Salesiano São Vicente celebram Corpus Christi

Friday, 12 June 2020 16:10 Written by  Vinícius Martins, SDB
No curatorium do Pós-noviciado, em Campo Grande, MS, a alegria, criatividade e piedade envolveram os corações dos salesianos presentes na casa.



 “Seja adorado e seja amado, nesta terra de Santa Cruz!” Ao som de louvores entoados pelos salesianos pós-noviços, ocorreu a solenidade e tradicional procissão de Corpus Christi. A grande festa do Corpo e Sangue do Senhor foi comemorada pelo Curatorium de maneira muito especial. Em anos anteriores, os salesianos de votos temporários e perpétuos, residentes no Instituto São Vicente, celebravam a solenidade litúrgica junto ao povo de Deus – local ou em outras realidades que estivessem. Desta vez, atentos a todas as indicações das instituições civis quanto ao isolamento social, a opção foi por celebrar a grande festa na própria comunidade religiosa.

Os 35 salesianos presentes na casa contribuíram na organização. Ao todo, foram confeccionados mais de 100 metros de tapetes, nas suas diversas formas, que representavam as realidades de uma comunidade orante e cativada pela alegria do Cristo Ressuscitado. Não faltaram expressões que pudessem apresentar a fé, a piedade, o carinho à Mãe de Deus, o amor pela juventude; componentes essenciais, que reforçassem também as devoções da Sociedade Salesiana: a eucaristia, Maria e o Papa, tanto recomendadas por São João Bosco.

Diante da impossibilidade de saídas constantes para aquisição de materiais secundários às necessidades da comunidade religiosa, foi estabelecido o compromisso de utilizar recursos que pudessem ser encontrados dentro da própria comunidade religiosa. E, assim, somente alguns quilos de pó-de-serra foram conseguidos por meio de mãos generosas. Areia vermelha, areia branca, areia lavada, areia molhada, areia vermelha com areia branca, areia branca com pó-de-serra: foram umas das diversas tonalidades conseguidas para a ornamentação. Alguns resquícios de tintas guache também colaboraram para tonalizar os ladrilhos e as cerâmicas oriundas de reformas e manutenções da casa, que também foram utilizados na confecção dos tapetes. Capas de revistas juvenis, ícones, folhagens fizeram os últimos detalhes.

Os preparativos começaram na tarde da véspera e duraram quase 12 horas. A celebração começou na Capela da Luz, presidida pelo padre Ademir Lima, junto aos salesianos residentes no pós-noviciado.

Após a comunhão, foi feita a procissão cantante até a Capela São Francisco de Sales, onde ocorreu a adoração e a bênção do Santíssimo Sacramento.


Fonte: Vinícius Martins, SDB

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 12 June 2020 16:19

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.