O bem não pode esperar

Monday, 11 May 2020 15:03 Written by  Com informações: ANS, Inspetorias salesianas e RSB
O bem não pode esperar ISECENSA
Em meio à pandemia do coronavírus, a Família Salesiana se mobiliza em todo o mundo em ações de solidariedade e apoio aos mais necessitados, de desenvolvimento científico e de fortalecimento da fé e da esperança.  

Em recente entrevista à publicação católica espanhola Alfa y Omega, o Reitor-mor dos Salesianos, padre Ángel Fernández Artime, afirmou que, embora a pandemia do coronavírus tenha revelado o egoísmo e o individualismo de muitas nações, também “está trazendo à tona o melhor de muitas pessoas e grupos sociais”. Os exemplos desse “melhor” dentro da própria Família Salesiana, no Brasil e no mundo, são inúmeros.

 

Por isso, ao produzirmos esta edição do Boletim Salesiano no final de abril, quando ainda vigora o isolamento social na maioria dos países e há uma grande incerteza quanto às consequências do COVID-19, nossa opção é por falar no bem que aflorou dessa terrível situação.

 

Solidariedade internacional

A solidariedade com certeza é uma das expressões do “bem” que se pode ver com muita força durante a pandemia, e a Família Salesiana está à frente de ações sociais nos cinco continentes. Em um contexto no qual todos os países foram, em maior ou menor grau, afetados pelo coronavírus, destaca-se a ajuda internacional salesiana.

 

Um exemplo significativo de solidariedade internacional foi a campanha ‘O essencial não deveria ser um luxo’. Duas ONGs salesianas da Espanha – um dos países europeus que mais sofreram com a pandemia –arrecadaram e distribuíram mais de 200 mil Euros para 12 países da América e da África, buscando oferecer alimentos e produtos de higiene a milhares de pessoas que não têm acesso a eles. Segundo as ONGs Missões Salesianas e Jovens e Desenvolvimento, o objetivo foi mostrar que em uma situação emergencial tão grave não há espaço para o egoísmo e, sem acesso ao básico, pessoas carentes em outros países teriam menos chances de combater a doença.

 

Essa mesma solidariedade foi demonstrada no final de março, quando o número de casos de COVID-19 começava a baixar na China, mas estava em forte expansão pela Europa. Quatro diferentes realidades da Família Salesiana na China se ofereceram para enviar auxílio material à Itália, a fim de apoiar o enfrentamento da fase mais dura da epidemia.

 

Afeto e atenção aos mais carentes

São inúmeras também as ações solidárias e de preocupação com a população mais carente no âmbito de cada país e de cada realidade social. A Família Salesiana se desdobra no atendimento às pessoas em situação de rua, aos migrantes e refugiados, aos jovens em vulnerabilidade e suas famílias, em particular nos bairros e nas regiões em que salesianos e salesianas já atuam na ação social. No Brasil não é diferente. Mesmo seguindo a orientação de suspender as atividades para evitar aglomerações, as obras sociais salesianas mantiveram e mantêm o auxílio aos jovens atendidos e suas famílias.

 

Um exemplo é a Cidade Dom Bosco, de Corumbá, MS, que realizou a campanha #MãosQueAjudam, com arrecadação de alimentos e materiais de higiene e limpeza destinados às famílias dos jovens atendidos pela obra social. Já os colaboradores do Instituto Salesiano de Assistência Social (ISAS- PROVIM) de Curitiba, PR, vivenciaram uma Sexta-feira Santa atípica. Eles foram até os bairros Parolin e Vila Guaíra para realizar a entrega de cartões de alimentação digital, com crédito de R$ 100,00 ao mês (por três meses) para cerca de 120 famílias dos educandos da instituição. E em Itajaí, SC, a Paróquia São João Bosco lançou uma campanha contínua de arrecadação de alimentos e produtos de higiene para famílias carentes, através da Pastoral Social, Anjos da Rua, com a parceria da obra social Parque Dom Bosco e do Colégio Salesiano Itajaí.

 

Nas obras da Inspetoria Salesiana do Nordeste, há uma mobilização conjunta para arrecadar alimentos e produtos de higiene e limpeza para as famílias e comunidades carentes. A campanha ‘Ação Solidária Salesiana’ envolve as diversas presenças salesianas em Pernambuco, e também os vários grupos da Família Salesiana. Campanhas de solidariedade se estenderam por Juazeiro do Norte, CE; Salvador, BA; Natal, RN; entre outras presenças salesianas do Nordeste.

 

Razão: ciência a serviço da vida

Também no ensino superior, as unidades salesianas se desdobram, não apenas para atender o seu público específico, mas para colocar o conhecimento científico a serviço da sociedade. Entre as tantas ações realizadas, destacamos algumas, como a participação da equipe do laboratório de Biotecnologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), de Campo Grande, MS, na pesquisa de fármacos que possam combater o novo coronavírus. Ou o “Atendimento Psicológico Online” direcionado aos profissionais de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde) de Araçatuba, SP, desenvolvido pela faculdade de Psicologia do UniSalesiano.

 

Já o Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), iniciou a produção de máscaras de proteção para serem doadas a policiais e a população em situação de vulnerabilidade nas cidades de Americana e Santa Bárbara d´Oeste, SP. O projeto “Máscara solidária” é desenvolvido no curso de Moda, por estudantes, professores e técnicos voluntários.

 

Projeto semelhante é realizado pelos Institutos Superiores do Centro Educacional de Nossa Senhora Auxiliadora (ISECENSA), em Campos dos Goytacazes, RJ. Os professores dos cursos de Enfermagem e Fisioterapia, de forma voluntária, uniram-se para a produção de roupões e máscaras faciais, doados aos profissionais de saúde da região.

 

Juventude 4.0

A exigência do isolamento social como forma de conter o coronavírus fez com que as aulas fossem suspensas em todo o país. As mais de 100 unidades da Rede Salesiana Brasil de Escolas tiveram de se adaptar, de acordo com cada realidade local. “Sabemos que o contexto de pandemia envolve desafios inéditos, que exigem respostas inéditas. As escolas, com seus gestores, professores, colaboradores, as famílias e os estudantes têm mobilizado seus saberes para lidar com as diversas situações do ‘novo’ cotidiano”, afirma Ana Paula Costa e Silva, diretora-executiva da RSB-Escolas.

 

O uso de recursos digitais, que já é uma marca da RSB-Escolas, tem sido fundamental nesse contexto. “A utilização de Materiais Didáticos Digitais e das funcionalidades da Plataforma Edebê Edu contribuem para maior familiarização dos estudantes e professores com as tecnologias educacionais digitais, que têm sido amplamente utilizadas neste período, para viabilizar o ensino remoto, o acompanhamento dos estudantes e a comunicação com as famílias”, completa Ana Paula.

 

A internet é a grande aliada também para o trabalho com os grupos e movimentos juvenis. Como aconteceu com o projeto “Líderes 4.0”, que permitiu a continuidade das atividades formativas e celebrativas com os jovens que já são acompanhados pelos Salesianos nos oratórios, obra social, colégio e centro universitário de Lorena, SP. Além de formarem um grupo em uma plataforma de mensagens instantâneas, os jovens participam de encontros por videoconferência, aos sábados, e da transmissão da Santa Missa aos domingos pela manhã, através da Rádio Dom.

 

A quarentena fez com que a Articulação da Juventude Salesiana (AJS) juntamente com a Pastoral Juvenil Salesiana da Inspetoria São João Bosco (ISJB) lançassem, no dia 19 de março, o projeto Peregrinando com Dom Bosco. Os objetivos são oportunizar novos modos de vivenciar a fé e a espiritualidade juvenil salesiana, proporcionar um lugar virtual de encontro e fazer com que os jovens se sintam amados e acompanhados diante desta crise.

 

Foi por meio da internet que os jovens da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Campo Grande, MS, criaram uma novena virtual, no final de março, com o objetivo de motivar os participantes das pastorais juvenis a rezarem mesmo durante a quarentena. Cerca de 100 jovens participaram da novena, rezaram o Terço da Divina Misericórdia e a intenção é de, quando terminar a epidemia do coronavírus, continuar rezando todos os dias em agradecimento.

 

Religião: fé e esperança

Com a suspensão das missas, para evitar aglomeração de pessoas, a rotina de milhares de católicos foi modificada. Aqui também não faltou a criatividade, com a transmissão das missas e a reunião de grupos de oração e pastorais pelas redes sociais. Além da internet, o rádio é outro aliado das comunidades cristãs.

 

Um exemplo singelo, mas que teve grande repercussão, é o da Rádio Comunitária Dom Bosco FM, em Abreu de Lima, PE. Em comunhão com a Arquidiocese de Olinda e Recife, e em parceria com as Pastorais de Comunicação (Pascom) de quatro paróquias, a emissora passou a transmitir celebrações eucarísticas para o povo de Deus do município.

 

E se iniciamos esta matéria com exemplos de solidariedade internacional, o final também é com uma expressão de fé e de esperança que ultrapassa as fronteiras nacionais. Em vista da disseminação do coronavírus em diversos países, o Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, convidou a Família Salesiana a renovar sua confiança em Maria Auxiliadora, seguindo o exemplo de Dom Bosco em circunstâncias semelhantes. Ele propôs viver uma novena extraordinária a Maria Auxiliadora de 15 a 23 de março e concluí-la no dia 24, comemoração mensal de Maria Auxiliadora, com uma oração de entrega. A novena foi rezada em todo o mundo salesiano e o ato de entrega, acompanhado ao vivo pelas redes sociais, reuniu milhares de pessoas para expressar a confiança em Maria Santíssima e a certeza de que, sob sua proteção e auxílio, será possível superar esse momento de provação e sofrimento.

 

Leia também

Seja viveiro de esperança e luz

Hospital Nossa Senhora Auxiliadora: Na linha de frente

Reitor-mor: "A pandemia revela o melhor de muitas pessoas"

 

Mensagem da Rede Salesiana Brasil

Estamos vivendo momentos nunca imaginados em todo o mundo. Os países, os governos e a sociedade “em guerra” contra um inimigo invisível, o COVID-19. Uma pandemia que trouxe mudanças significativas no nosso modo de ser, de estar e de agir. Isolados(as) em nossas casas, impossibilitados(as) de trabalhar, de conviver e em alguns casos até de nos comunicar.

 

Uma pergunta nos vem à mente é: o que fazer neste momento de um indefinido amanhã? Se não conseguimos dar uma resposta para o amanhã, precisamos dar uma resposta para o hoje, o aqui e agora. E o que podemos ver é uma forte corrente do bem acontecendo nos mais diferentes lugares. Ações solidárias que buscam ser uma resposta à dor de muita gente. Se, por um lado, o vírus nos separou fisicamente, por outro nos uniu em gestos de atenção e cuidado, conosco, com os outros e com o mundo.

 

As iniciativas assumidas pelas unidades da Rede Salesiana Brasil em todo o território vêm demostrando na prática que somos filhos e filhas do “sonho e da audácia” de Dom Bosco e Madre Mazzarello e que temos uma certeza: vai passar!

Ir. Sílvia Aparecida da Silva, FMA, e Pe. Waldomiro Bronakowisk, diretores-executivos da Rede Salesiana Brasil.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 11 May 2020 15:10

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


O bem não pode esperar

Monday, 11 May 2020 15:03 Written by  Com informações: ANS, Inspetorias salesianas e RSB
O bem não pode esperar ISECENSA
Em meio à pandemia do coronavírus, a Família Salesiana se mobiliza em todo o mundo em ações de solidariedade e apoio aos mais necessitados, de desenvolvimento científico e de fortalecimento da fé e da esperança.  

Em recente entrevista à publicação católica espanhola Alfa y Omega, o Reitor-mor dos Salesianos, padre Ángel Fernández Artime, afirmou que, embora a pandemia do coronavírus tenha revelado o egoísmo e o individualismo de muitas nações, também “está trazendo à tona o melhor de muitas pessoas e grupos sociais”. Os exemplos desse “melhor” dentro da própria Família Salesiana, no Brasil e no mundo, são inúmeros.

 

Por isso, ao produzirmos esta edição do Boletim Salesiano no final de abril, quando ainda vigora o isolamento social na maioria dos países e há uma grande incerteza quanto às consequências do COVID-19, nossa opção é por falar no bem que aflorou dessa terrível situação.

 

Solidariedade internacional

A solidariedade com certeza é uma das expressões do “bem” que se pode ver com muita força durante a pandemia, e a Família Salesiana está à frente de ações sociais nos cinco continentes. Em um contexto no qual todos os países foram, em maior ou menor grau, afetados pelo coronavírus, destaca-se a ajuda internacional salesiana.

 

Um exemplo significativo de solidariedade internacional foi a campanha ‘O essencial não deveria ser um luxo’. Duas ONGs salesianas da Espanha – um dos países europeus que mais sofreram com a pandemia –arrecadaram e distribuíram mais de 200 mil Euros para 12 países da América e da África, buscando oferecer alimentos e produtos de higiene a milhares de pessoas que não têm acesso a eles. Segundo as ONGs Missões Salesianas e Jovens e Desenvolvimento, o objetivo foi mostrar que em uma situação emergencial tão grave não há espaço para o egoísmo e, sem acesso ao básico, pessoas carentes em outros países teriam menos chances de combater a doença.

 

Essa mesma solidariedade foi demonstrada no final de março, quando o número de casos de COVID-19 começava a baixar na China, mas estava em forte expansão pela Europa. Quatro diferentes realidades da Família Salesiana na China se ofereceram para enviar auxílio material à Itália, a fim de apoiar o enfrentamento da fase mais dura da epidemia.

 

Afeto e atenção aos mais carentes

São inúmeras também as ações solidárias e de preocupação com a população mais carente no âmbito de cada país e de cada realidade social. A Família Salesiana se desdobra no atendimento às pessoas em situação de rua, aos migrantes e refugiados, aos jovens em vulnerabilidade e suas famílias, em particular nos bairros e nas regiões em que salesianos e salesianas já atuam na ação social. No Brasil não é diferente. Mesmo seguindo a orientação de suspender as atividades para evitar aglomerações, as obras sociais salesianas mantiveram e mantêm o auxílio aos jovens atendidos e suas famílias.

 

Um exemplo é a Cidade Dom Bosco, de Corumbá, MS, que realizou a campanha #MãosQueAjudam, com arrecadação de alimentos e materiais de higiene e limpeza destinados às famílias dos jovens atendidos pela obra social. Já os colaboradores do Instituto Salesiano de Assistência Social (ISAS- PROVIM) de Curitiba, PR, vivenciaram uma Sexta-feira Santa atípica. Eles foram até os bairros Parolin e Vila Guaíra para realizar a entrega de cartões de alimentação digital, com crédito de R$ 100,00 ao mês (por três meses) para cerca de 120 famílias dos educandos da instituição. E em Itajaí, SC, a Paróquia São João Bosco lançou uma campanha contínua de arrecadação de alimentos e produtos de higiene para famílias carentes, através da Pastoral Social, Anjos da Rua, com a parceria da obra social Parque Dom Bosco e do Colégio Salesiano Itajaí.

 

Nas obras da Inspetoria Salesiana do Nordeste, há uma mobilização conjunta para arrecadar alimentos e produtos de higiene e limpeza para as famílias e comunidades carentes. A campanha ‘Ação Solidária Salesiana’ envolve as diversas presenças salesianas em Pernambuco, e também os vários grupos da Família Salesiana. Campanhas de solidariedade se estenderam por Juazeiro do Norte, CE; Salvador, BA; Natal, RN; entre outras presenças salesianas do Nordeste.

 

Razão: ciência a serviço da vida

Também no ensino superior, as unidades salesianas se desdobram, não apenas para atender o seu público específico, mas para colocar o conhecimento científico a serviço da sociedade. Entre as tantas ações realizadas, destacamos algumas, como a participação da equipe do laboratório de Biotecnologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), de Campo Grande, MS, na pesquisa de fármacos que possam combater o novo coronavírus. Ou o “Atendimento Psicológico Online” direcionado aos profissionais de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde) de Araçatuba, SP, desenvolvido pela faculdade de Psicologia do UniSalesiano.

 

Já o Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), iniciou a produção de máscaras de proteção para serem doadas a policiais e a população em situação de vulnerabilidade nas cidades de Americana e Santa Bárbara d´Oeste, SP. O projeto “Máscara solidária” é desenvolvido no curso de Moda, por estudantes, professores e técnicos voluntários.

 

Projeto semelhante é realizado pelos Institutos Superiores do Centro Educacional de Nossa Senhora Auxiliadora (ISECENSA), em Campos dos Goytacazes, RJ. Os professores dos cursos de Enfermagem e Fisioterapia, de forma voluntária, uniram-se para a produção de roupões e máscaras faciais, doados aos profissionais de saúde da região.

 

Juventude 4.0

A exigência do isolamento social como forma de conter o coronavírus fez com que as aulas fossem suspensas em todo o país. As mais de 100 unidades da Rede Salesiana Brasil de Escolas tiveram de se adaptar, de acordo com cada realidade local. “Sabemos que o contexto de pandemia envolve desafios inéditos, que exigem respostas inéditas. As escolas, com seus gestores, professores, colaboradores, as famílias e os estudantes têm mobilizado seus saberes para lidar com as diversas situações do ‘novo’ cotidiano”, afirma Ana Paula Costa e Silva, diretora-executiva da RSB-Escolas.

 

O uso de recursos digitais, que já é uma marca da RSB-Escolas, tem sido fundamental nesse contexto. “A utilização de Materiais Didáticos Digitais e das funcionalidades da Plataforma Edebê Edu contribuem para maior familiarização dos estudantes e professores com as tecnologias educacionais digitais, que têm sido amplamente utilizadas neste período, para viabilizar o ensino remoto, o acompanhamento dos estudantes e a comunicação com as famílias”, completa Ana Paula.

 

A internet é a grande aliada também para o trabalho com os grupos e movimentos juvenis. Como aconteceu com o projeto “Líderes 4.0”, que permitiu a continuidade das atividades formativas e celebrativas com os jovens que já são acompanhados pelos Salesianos nos oratórios, obra social, colégio e centro universitário de Lorena, SP. Além de formarem um grupo em uma plataforma de mensagens instantâneas, os jovens participam de encontros por videoconferência, aos sábados, e da transmissão da Santa Missa aos domingos pela manhã, através da Rádio Dom.

 

A quarentena fez com que a Articulação da Juventude Salesiana (AJS) juntamente com a Pastoral Juvenil Salesiana da Inspetoria São João Bosco (ISJB) lançassem, no dia 19 de março, o projeto Peregrinando com Dom Bosco. Os objetivos são oportunizar novos modos de vivenciar a fé e a espiritualidade juvenil salesiana, proporcionar um lugar virtual de encontro e fazer com que os jovens se sintam amados e acompanhados diante desta crise.

 

Foi por meio da internet que os jovens da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Campo Grande, MS, criaram uma novena virtual, no final de março, com o objetivo de motivar os participantes das pastorais juvenis a rezarem mesmo durante a quarentena. Cerca de 100 jovens participaram da novena, rezaram o Terço da Divina Misericórdia e a intenção é de, quando terminar a epidemia do coronavírus, continuar rezando todos os dias em agradecimento.

 

Religião: fé e esperança

Com a suspensão das missas, para evitar aglomeração de pessoas, a rotina de milhares de católicos foi modificada. Aqui também não faltou a criatividade, com a transmissão das missas e a reunião de grupos de oração e pastorais pelas redes sociais. Além da internet, o rádio é outro aliado das comunidades cristãs.

 

Um exemplo singelo, mas que teve grande repercussão, é o da Rádio Comunitária Dom Bosco FM, em Abreu de Lima, PE. Em comunhão com a Arquidiocese de Olinda e Recife, e em parceria com as Pastorais de Comunicação (Pascom) de quatro paróquias, a emissora passou a transmitir celebrações eucarísticas para o povo de Deus do município.

 

E se iniciamos esta matéria com exemplos de solidariedade internacional, o final também é com uma expressão de fé e de esperança que ultrapassa as fronteiras nacionais. Em vista da disseminação do coronavírus em diversos países, o Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, convidou a Família Salesiana a renovar sua confiança em Maria Auxiliadora, seguindo o exemplo de Dom Bosco em circunstâncias semelhantes. Ele propôs viver uma novena extraordinária a Maria Auxiliadora de 15 a 23 de março e concluí-la no dia 24, comemoração mensal de Maria Auxiliadora, com uma oração de entrega. A novena foi rezada em todo o mundo salesiano e o ato de entrega, acompanhado ao vivo pelas redes sociais, reuniu milhares de pessoas para expressar a confiança em Maria Santíssima e a certeza de que, sob sua proteção e auxílio, será possível superar esse momento de provação e sofrimento.

 

Leia também

Seja viveiro de esperança e luz

Hospital Nossa Senhora Auxiliadora: Na linha de frente

Reitor-mor: "A pandemia revela o melhor de muitas pessoas"

 

Mensagem da Rede Salesiana Brasil

Estamos vivendo momentos nunca imaginados em todo o mundo. Os países, os governos e a sociedade “em guerra” contra um inimigo invisível, o COVID-19. Uma pandemia que trouxe mudanças significativas no nosso modo de ser, de estar e de agir. Isolados(as) em nossas casas, impossibilitados(as) de trabalhar, de conviver e em alguns casos até de nos comunicar.

 

Uma pergunta nos vem à mente é: o que fazer neste momento de um indefinido amanhã? Se não conseguimos dar uma resposta para o amanhã, precisamos dar uma resposta para o hoje, o aqui e agora. E o que podemos ver é uma forte corrente do bem acontecendo nos mais diferentes lugares. Ações solidárias que buscam ser uma resposta à dor de muita gente. Se, por um lado, o vírus nos separou fisicamente, por outro nos uniu em gestos de atenção e cuidado, conosco, com os outros e com o mundo.

 

As iniciativas assumidas pelas unidades da Rede Salesiana Brasil em todo o território vêm demostrando na prática que somos filhos e filhas do “sonho e da audácia” de Dom Bosco e Madre Mazzarello e que temos uma certeza: vai passar!

Ir. Sílvia Aparecida da Silva, FMA, e Pe. Waldomiro Bronakowisk, diretores-executivos da Rede Salesiana Brasil.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 11 May 2020 15:10

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.