CG28: a “Opção Valdocco”

Tuesday, 28 April 2020 20:19 Written by  Com informações: Agência Info Salesiana – ANS
Realizado com o tema “Que Salesianos para os jovens de hoje?”, o Capítulo Geral 28 (CG 28) aponta as diretrizes para a Congregação Salesiana nos próximos seis anos.  

“Um Capítulo Geral que lembraremos como verdadeiramente ‘especial’ por tudo que nos levou a viver [...]. Creio que acerca do CG 28 se possa dizer que foi uma grande experiência de graça e de permanente presença do Espírito Santo, que nos acompanhou nesse admirável momento de fraternidade e de mútua partilha”, afirmou o Reitor-mor dos Salesianos, padre Ángel Fernández Artime, no vídeo de encerramento do Capítulo Geral dos Salesianos de Dom Bosco.

Realizado a cada seis anos, com representantes de todos os países e regiões em que estão presentes os Salesianos, o Capítulo Geral é a instância máxima para a avaliação da caminhada e decisão sobre as diretrizes a serem tomadas pela Congregação no próximo período. Devido à pandemia do coronavírus, a 28ª edição foi encerrada bem antes do previsto. Mesmo assim, como ressalta o Reitor-mor, conseguiu cumprir seus objetivos de refletir sobre o tema “Que Salesianos para os jovens de hoje?” e de indicar os caminhos sobre como responder na prática a essa questão.

Clique AQUI para assistir à vídeo-mensagem do Reitor-mor

 

A voz dos jovens

Um dos momentos importantes do Capítulo, como ressalta o padre Ángel, foi a participação dos jovens. “Foi estupendo encontrar com os jovens e ouvi-los: ‘caríssimos Salesianos, nós vos amamos! Nós precisamos da vossa presença no meio de nós, precisamos ser acompanhados, por vós e por tantos da nossa Família Salesiana’. Não nos pediram atividades, não pediram mais construções. Só pediram que lhes mostremos o amor de Deus por eles”.

Em suas falas, os jovens pediram aos Salesianos que fossem pessoas simples, sem imposições e dispostas a caminhar ao lado deles, como aconteceu com os primeiros jovens que, em Turim, com Dom Bosco, deram à luz a Congregação. Entre as referências mais fortes das quais foram porta-vozes: maior abertura ao dom que as mulheres têm na Igreja e na Família Salesiana; ecologia não como uma tarefa extra entre outras, mas como o único futuro para todos e especialmente para os jovens; estar com os jovens e ao lado dos jovens, começando por aqueles que se orientam para a vida salesiana.

Leia AQUI a matéria sobre a participação dos jovens no CG 28

 

Carta do Papa Francisco

Outro ponto destacado pelo Reitor-mor foi o fato do Capítulo ter retomado fortemente às origens da Congregação, inspirando-se em Dom Bosco e em seu amor pelos jovens: “Foi muito presente esta opção de dizer: cada salesiano deve levar no coração particularmente os meninos, as meninas, os jovens, sobretudo os mais pobres, os mais necessitados, os mais explorados e excluídos. Isso foi realmente uma voz muito poderosa”.

Esta atitude foi chamada pelo Papa Francisco, em uma mensagem dirigida aos participantes do CG 28, de “Opção Valdocco”, em uma referência ao local em que se iniciou a obra salesiana: “A ‘opção Valdocco’ do vosso 28º Capítulo Geral é uma boa ocasião para se confrontar com as fontes e pedir ao Senhor: ‘Da mihi animas, coetera tolle’ (Dai-me almas e ficai com o resto). Isto pede, da nossa parte, superar os medos e as apreensões que podem surgir por ter acreditado que o carisma se reduzisse ou identificasse com determinadas obras ou estruturas”, sublinhou o Pontífice.

Na carta, tomando Dom Bosco como exemplo, o Papa aponta aos salesianos um modelo de religioso incapaz de se manter neutro ou imóvel perante a realidade que o rodeia. “Dom Bosco não só não escolhe separar-se do mundo para procurar a santidade, mas deixa-se interpelar e escolhe como e que mundo habitar. Escolhendo e acolhendo o mundo das crianças e dos jovens abandonados, sem trabalho, nem formação, permitiu-lhes experimentar de modo tangível, a paternidade de Deus e deu-lhes os instrumentos para narrar a sua vida e a sua história à luz de um amor incondicional”.

Por sua vez, ressalta o Papa Francisco, os jovens tiveram um papel ativo na edificação da obra de Dom Bosco e continuam hoje a ser protagonistas na missão salesiana: “Os interlocutores de Dom Bosco ontem e do salesiano hoje não são meros destinatários de uma estratégia antecipadamente projetada, mas protagonistas vivos do oratório a realizar. Por meio deles e com eles o Senhor mostra-nos a sua vontade e os seus sonhos”.

Leia AQUI a íntegra da carta do Papa Francisco

 

Brasileiro é eleito para o Conselho Geral

A Congregação Salesiana reelegeu o padre Ángel Fernández Artime como Reitor-mor dos Salesianos para o sexênio 2020-2026.  Ele é o décimo sucessor de Dom Bosco, e permanecerá no comando das instituições que compõem a Família Salesiana.

O Capítulo também indicou os nomes para compor o Conselho Geral dos Salesianos. Entre eles está o padre Gildásio Mendes dos Santos, brasileiro, que foi nomeado como conselheiro geral para o Dicastério (Setor) de Comunicação Social. Padre Gildásio Mendes dos Santos havia tomado posse em fevereiro como superior da Inspetoria São João Bosco (ISJB) e, antes disso, foi inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT).

Como vigário do reitor-mor foi eleito o padre Stefano Martoglio e, como ecônomo geral, foi confirmado o salesiano irmão Jean Paul Muller. Para o Dicastério da Formação foi confirmado para um segundo sexênio o padre Ivo Coelho. Como conselheiro para a Pastoral Juvenil foi eleito o padre Miguel Angel García Morcuende e, para as Missões Salesianas, foi indicado o padre Alfred Maravilla, antes superior da Visitadoria da Papua Nova Guiné-Ilhas Salomão (PGS). O padre Stefano Vanoli é o secretário-geral.

Compõem o Conselho Geral ainda os conselheiros regionais. Para a Região América Cone Sul, da qual fazem parte as inspetorias do Brasil, foi eleito o padre Gabriel Romero, antes inspetor do Norte da Argentina (ARN). Os demais conselheiros regionais são: padre Alphonse Owoudou (África-Madagascar), padre Michael Biju (Ásia Sul), padre Giuseppe Nguyen Thinh Phuoc (Ásia Leste), padre Roman Jachimowicz (Europa Centro e Norte), padre Hugo Orozco Sánchez (Interamérica) e padre Juan Carlos Pérez Godoy (Mediterrânea).

Clique AQUI e saiba mais sobre o Conselho Geral dos Salesianos

 

Quantos são os Salesianos e onde estão presentes?

Atualmente, são 14.063 Salesianos (entre salesianos sacerdotes e salesianos irmãos), além de 3.314 jovens em formação.

Os Salesianos estão presentes em 134 países, em sete regiões salesianas espalhadas pelos cinco continentes.

Há um total de 90 inspetorias e 1.802 obras (entre escolas, obras sociais, centros de formação profissional, faculdades etc.).

Clique AQUI e assista ao vídeo sobre o trabalho realizado pelos Salesianos no mundo.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


CG28: a “Opção Valdocco”

Tuesday, 28 April 2020 20:19 Written by  Com informações: Agência Info Salesiana – ANS
Realizado com o tema “Que Salesianos para os jovens de hoje?”, o Capítulo Geral 28 (CG 28) aponta as diretrizes para a Congregação Salesiana nos próximos seis anos.  

“Um Capítulo Geral que lembraremos como verdadeiramente ‘especial’ por tudo que nos levou a viver [...]. Creio que acerca do CG 28 se possa dizer que foi uma grande experiência de graça e de permanente presença do Espírito Santo, que nos acompanhou nesse admirável momento de fraternidade e de mútua partilha”, afirmou o Reitor-mor dos Salesianos, padre Ángel Fernández Artime, no vídeo de encerramento do Capítulo Geral dos Salesianos de Dom Bosco.

Realizado a cada seis anos, com representantes de todos os países e regiões em que estão presentes os Salesianos, o Capítulo Geral é a instância máxima para a avaliação da caminhada e decisão sobre as diretrizes a serem tomadas pela Congregação no próximo período. Devido à pandemia do coronavírus, a 28ª edição foi encerrada bem antes do previsto. Mesmo assim, como ressalta o Reitor-mor, conseguiu cumprir seus objetivos de refletir sobre o tema “Que Salesianos para os jovens de hoje?” e de indicar os caminhos sobre como responder na prática a essa questão.

Clique AQUI para assistir à vídeo-mensagem do Reitor-mor

 

A voz dos jovens

Um dos momentos importantes do Capítulo, como ressalta o padre Ángel, foi a participação dos jovens. “Foi estupendo encontrar com os jovens e ouvi-los: ‘caríssimos Salesianos, nós vos amamos! Nós precisamos da vossa presença no meio de nós, precisamos ser acompanhados, por vós e por tantos da nossa Família Salesiana’. Não nos pediram atividades, não pediram mais construções. Só pediram que lhes mostremos o amor de Deus por eles”.

Em suas falas, os jovens pediram aos Salesianos que fossem pessoas simples, sem imposições e dispostas a caminhar ao lado deles, como aconteceu com os primeiros jovens que, em Turim, com Dom Bosco, deram à luz a Congregação. Entre as referências mais fortes das quais foram porta-vozes: maior abertura ao dom que as mulheres têm na Igreja e na Família Salesiana; ecologia não como uma tarefa extra entre outras, mas como o único futuro para todos e especialmente para os jovens; estar com os jovens e ao lado dos jovens, começando por aqueles que se orientam para a vida salesiana.

Leia AQUI a matéria sobre a participação dos jovens no CG 28

 

Carta do Papa Francisco

Outro ponto destacado pelo Reitor-mor foi o fato do Capítulo ter retomado fortemente às origens da Congregação, inspirando-se em Dom Bosco e em seu amor pelos jovens: “Foi muito presente esta opção de dizer: cada salesiano deve levar no coração particularmente os meninos, as meninas, os jovens, sobretudo os mais pobres, os mais necessitados, os mais explorados e excluídos. Isso foi realmente uma voz muito poderosa”.

Esta atitude foi chamada pelo Papa Francisco, em uma mensagem dirigida aos participantes do CG 28, de “Opção Valdocco”, em uma referência ao local em que se iniciou a obra salesiana: “A ‘opção Valdocco’ do vosso 28º Capítulo Geral é uma boa ocasião para se confrontar com as fontes e pedir ao Senhor: ‘Da mihi animas, coetera tolle’ (Dai-me almas e ficai com o resto). Isto pede, da nossa parte, superar os medos e as apreensões que podem surgir por ter acreditado que o carisma se reduzisse ou identificasse com determinadas obras ou estruturas”, sublinhou o Pontífice.

Na carta, tomando Dom Bosco como exemplo, o Papa aponta aos salesianos um modelo de religioso incapaz de se manter neutro ou imóvel perante a realidade que o rodeia. “Dom Bosco não só não escolhe separar-se do mundo para procurar a santidade, mas deixa-se interpelar e escolhe como e que mundo habitar. Escolhendo e acolhendo o mundo das crianças e dos jovens abandonados, sem trabalho, nem formação, permitiu-lhes experimentar de modo tangível, a paternidade de Deus e deu-lhes os instrumentos para narrar a sua vida e a sua história à luz de um amor incondicional”.

Por sua vez, ressalta o Papa Francisco, os jovens tiveram um papel ativo na edificação da obra de Dom Bosco e continuam hoje a ser protagonistas na missão salesiana: “Os interlocutores de Dom Bosco ontem e do salesiano hoje não são meros destinatários de uma estratégia antecipadamente projetada, mas protagonistas vivos do oratório a realizar. Por meio deles e com eles o Senhor mostra-nos a sua vontade e os seus sonhos”.

Leia AQUI a íntegra da carta do Papa Francisco

 

Brasileiro é eleito para o Conselho Geral

A Congregação Salesiana reelegeu o padre Ángel Fernández Artime como Reitor-mor dos Salesianos para o sexênio 2020-2026.  Ele é o décimo sucessor de Dom Bosco, e permanecerá no comando das instituições que compõem a Família Salesiana.

O Capítulo também indicou os nomes para compor o Conselho Geral dos Salesianos. Entre eles está o padre Gildásio Mendes dos Santos, brasileiro, que foi nomeado como conselheiro geral para o Dicastério (Setor) de Comunicação Social. Padre Gildásio Mendes dos Santos havia tomado posse em fevereiro como superior da Inspetoria São João Bosco (ISJB) e, antes disso, foi inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT).

Como vigário do reitor-mor foi eleito o padre Stefano Martoglio e, como ecônomo geral, foi confirmado o salesiano irmão Jean Paul Muller. Para o Dicastério da Formação foi confirmado para um segundo sexênio o padre Ivo Coelho. Como conselheiro para a Pastoral Juvenil foi eleito o padre Miguel Angel García Morcuende e, para as Missões Salesianas, foi indicado o padre Alfred Maravilla, antes superior da Visitadoria da Papua Nova Guiné-Ilhas Salomão (PGS). O padre Stefano Vanoli é o secretário-geral.

Compõem o Conselho Geral ainda os conselheiros regionais. Para a Região América Cone Sul, da qual fazem parte as inspetorias do Brasil, foi eleito o padre Gabriel Romero, antes inspetor do Norte da Argentina (ARN). Os demais conselheiros regionais são: padre Alphonse Owoudou (África-Madagascar), padre Michael Biju (Ásia Sul), padre Giuseppe Nguyen Thinh Phuoc (Ásia Leste), padre Roman Jachimowicz (Europa Centro e Norte), padre Hugo Orozco Sánchez (Interamérica) e padre Juan Carlos Pérez Godoy (Mediterrânea).

Clique AQUI e saiba mais sobre o Conselho Geral dos Salesianos

 

Quantos são os Salesianos e onde estão presentes?

Atualmente, são 14.063 Salesianos (entre salesianos sacerdotes e salesianos irmãos), além de 3.314 jovens em formação.

Os Salesianos estão presentes em 134 países, em sete regiões salesianas espalhadas pelos cinco continentes.

Há um total de 90 inspetorias e 1.802 obras (entre escolas, obras sociais, centros de formação profissional, faculdades etc.).

Clique AQUI e assista ao vídeo sobre o trabalho realizado pelos Salesianos no mundo.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.