Projeto Colônia de Férias – Piauí 2020

Tuesday, 17 March 2020 18:18 Written by  Amós Santiago, SDB
Projeto realizado em duas comunidades do Piauí, estado onde não há obras ou comunidades dos Salesianos de Dom Bosco, é um exemplo da importância e da amplitude alcançadas pelas Colônias de Férias Salesianas no Nordeste.  

No mês de janeiro, as já tradicionais Colônias de Férias Salesianas no Nordeste possibilitaram a milhares de crianças, adolescentes e jovens a oportunidade de participar de atividades recreativas, culturais e religiosas. Trata-se de um projeto muito significativo, seja pela atenção aos atendidos, pelo envolvimento dos voluntários, pela amplitude territorial que alcança ou pela profunda vivência dos valores salesianos.

 

Um exemplo dessa ação foi a Colônia de Férias realizada no Piauí, estado onde não existem obras ou comunidades dos Salesianos de Dom Bosco, mas no qual o espírito salesiano se fez presente nas colônias de férias em duas comunidades, nos municípios de Picos e Campinas do Piauí.   

 

Imbuídos do amor que brota do carisma salesiano, o mesmo ardor que moveu Dom Bosco a viver e trabalhar pela juventude, estiveram diretamente comprometidos neste projeto quatro formandos da Inspetoria do Nordeste: Emanoel Sabino (pré-noviço), Jhonantan Ferreira (noviço), Amós Santiago de Carvalho Mendes (estudante de Filosofia) e Fabiano Bernardino (estudante de Teologia), além do padre salesiano Francisco Inácio Vieira Júnior, delegado da Pastoral Juvenil da Inspetoria.

 

Preparação

O Projeto Colônias de Férias – Piauí 2020 assomou como um estímulo à ludicidade e à educação, por meio de diversificadas vivências, à motivação e à consciência pueril, leitura de mundo e, sobretudo à necessidade de se assumir o protagonismo positivo da própria história, levando em conta a vida em todas as suas dimensões.

 

Como subsídios para as reflexões e atividades foram utilizados a Exortação Apostólica Cristus Vivit (Cristo Vive), do Papa Francisco; Estreia Salesiana 2020, com o tema “Bons cristãos e honestos cidadãos”; e as orientações da Pastoral Juvenil da Inspetoria. O projeto assumiu como tema geral a frase de Dom Bosco: “Nossa vida é um presente de Deus e o que fazemos dela é o nosso presente a Ele”.

 

Em diversos momentos, esse tema se traduziu num reiterado esforço de percepção da vida como algo precioso, único, irrenunciável e pleno de valor. Desde as reuniões de preparação (três em dezembro e uma em janeiro, com as diversas equipes de atuação nas duas paróquias), em tudo foi considerada a presença de Deus e a vida foi abordada como um dom, diante de uma sociedade marcada pela injustiça, pela indiferença, pela violência e pela negação da dignidade humana, em especial das crianças e adolescentes.

 

Além das equipes já organizadas (a Associação de Desenvolvimento Comunitário Construindo Alianças, no Bairro Parque de Exposição, e em Campinas do Piauí os diversos grupos pastorais da Paróquia de São Francisco de Assis), de forma inédita, juntaram-se aos trabalhos alunos e professores do Instituto Federal do Piauí. Também colaboraram os mestres da Academia de Letras da Região de Picos – ALERP e os jovens voluntários do grupo LEO CLUBE e do grupo Desbravadores.

 

As duas colônias contaram ainda com um grupo fixo de voluntários, a grande maioria formada por jovens. Em Picos, contabilizamos 44 voluntários e em Campinas do Piauí, 31.

 

Atividades

Em Picos, as inscrições chegaram à marca de 190 (das quais 154 crianças) e em Campinas do Piauí, embora uma realidade interiorana, chegou-se ao número de 138 inscritos (dos quais 107 crianças), totalizando 328 destinatários. Frisa-se que não houve cobrança de nenhuma espécie de taxa ou colaboração financeira às crianças e seus familiares. Tudo foi “de graça”, pois tudo foi graça de Deus!

 

O dia a dia de cada colônia iniciava com a acolhida das crianças e dos adolescentes, com animação, danças, dinâmicas e brincadeiras de convivência. Cerca de 8h30, dava-se início ao “bom dia”, com abordagem do tema geral e tema do dia, em geral de forma lúdica (teatro, poesia, dinâmicas). Depois, separados por faixa etária, os participantes realizavam as atividades disponíveis no dia, em cinco salas temáticas. Ao final da manhã, era servido o lanche.

 

O encerramento das colônias, tanto em Picos como em Campinas do Piauí, teve oratório festivo – com uma programação especial de brincadeiras e jogos -, almoço e banho de piscina para as crianças, os jovens e os voluntários.

 

Houve também diversas atividades formativas. Em Picos, as jovens Carol Ferreira e Bárbara Gomes, em nome do conselho regional da AJS de Juazeiro do Norte, cuidaram do trabalho com os jovens e realizaram momentos de oração e partilha à noite. Para a colônia de férias em Campinas do Piauí, o diferencial foi a presença integral do jovem Héricles Silva, músico profissional de Picos.

 

As colônias de férias no Piauí, além de serem uma ação de serviço e animação, possibilitaram um grande processo educativo para todos os participantes. Para além de um trabalho de excelência com as crianças – sendo visível a melhora no comportamento e na entrega daquelas que participam desde a primeira colônia de férias em Picos, em 2016 – o que se percebe é que os jovens envolvidos têm se tornado verdadeiros agentes transformadores de sua vida e das situações ao seu redor. Serão eles os futuros protagonistas desta missão salesiana em terras piauienses.

 

Colônias de Férias Salesianas

Desde 2005, a Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil, juntamente com a Família Salesiana, amigos, parceiros e animadores, propõe a iniciativa das Colônias de Férias, que ‘oferece a centenas de crianças, adolescentes e jovens a oportunidade de viver o período de férias de modo produtivo e construtivo, participando de diferentes atividades de caráter religioso, cultural e de tempo livre’.

Com o tema “Nossa vida é um presente de Deus e o que fazemos dela é nosso presente a Ele” (Dom Bosco), em sintonia com a CF 2020 - Fraternidade e vida: dom e compromisso, mais uma vez, com o coração agradecido a Deus, podemos dizer que foi de grande proveito.

Alguns destaques desta iniciativa salesiana, missionária e vocacional:

Os animadores!

São jovens e adultos sensíveis ao nosso carisma que conseguimos articular nas diversas atividades. Um grupo precioso de quase 1.000 pessoas que, nas 23 colônias de férias, juntamente com os jovens salesianos, levou a alegria do carisma de Dom Bosco.

Onde Dom Bosco chegou!

Neste ano, foram 13 as comunidades que organizaram a colônia de férias em lugares onde nós, salesianos, não estamos como presença. Foi bonito perceber que muitas vidas foram tocadas pela experiência espiritual de Dom Bosco.

Um oratório – um compromisso!

A experiência oratoriana vivida nestes dias abre um apelo a cada irmão da Inspetoria Salesiana do Nordeste, pois valorizar, apoiar e promover tal atividade realça nosso sentido de pertença à Família Salesiana, garante nossa fidelidade evangélica e agrega a tantos para este vasto movimento em favor da juventude.

Padre Francisco Inácio Vieira Júnior, SDB, delegado para a Pastoral Juvenil Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 17 March 2020 18:38

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Projeto Colônia de Férias – Piauí 2020

Tuesday, 17 March 2020 18:18 Written by  Amós Santiago, SDB
Projeto realizado em duas comunidades do Piauí, estado onde não há obras ou comunidades dos Salesianos de Dom Bosco, é um exemplo da importância e da amplitude alcançadas pelas Colônias de Férias Salesianas no Nordeste.  

No mês de janeiro, as já tradicionais Colônias de Férias Salesianas no Nordeste possibilitaram a milhares de crianças, adolescentes e jovens a oportunidade de participar de atividades recreativas, culturais e religiosas. Trata-se de um projeto muito significativo, seja pela atenção aos atendidos, pelo envolvimento dos voluntários, pela amplitude territorial que alcança ou pela profunda vivência dos valores salesianos.

 

Um exemplo dessa ação foi a Colônia de Férias realizada no Piauí, estado onde não existem obras ou comunidades dos Salesianos de Dom Bosco, mas no qual o espírito salesiano se fez presente nas colônias de férias em duas comunidades, nos municípios de Picos e Campinas do Piauí.   

 

Imbuídos do amor que brota do carisma salesiano, o mesmo ardor que moveu Dom Bosco a viver e trabalhar pela juventude, estiveram diretamente comprometidos neste projeto quatro formandos da Inspetoria do Nordeste: Emanoel Sabino (pré-noviço), Jhonantan Ferreira (noviço), Amós Santiago de Carvalho Mendes (estudante de Filosofia) e Fabiano Bernardino (estudante de Teologia), além do padre salesiano Francisco Inácio Vieira Júnior, delegado da Pastoral Juvenil da Inspetoria.

 

Preparação

O Projeto Colônias de Férias – Piauí 2020 assomou como um estímulo à ludicidade e à educação, por meio de diversificadas vivências, à motivação e à consciência pueril, leitura de mundo e, sobretudo à necessidade de se assumir o protagonismo positivo da própria história, levando em conta a vida em todas as suas dimensões.

 

Como subsídios para as reflexões e atividades foram utilizados a Exortação Apostólica Cristus Vivit (Cristo Vive), do Papa Francisco; Estreia Salesiana 2020, com o tema “Bons cristãos e honestos cidadãos”; e as orientações da Pastoral Juvenil da Inspetoria. O projeto assumiu como tema geral a frase de Dom Bosco: “Nossa vida é um presente de Deus e o que fazemos dela é o nosso presente a Ele”.

 

Em diversos momentos, esse tema se traduziu num reiterado esforço de percepção da vida como algo precioso, único, irrenunciável e pleno de valor. Desde as reuniões de preparação (três em dezembro e uma em janeiro, com as diversas equipes de atuação nas duas paróquias), em tudo foi considerada a presença de Deus e a vida foi abordada como um dom, diante de uma sociedade marcada pela injustiça, pela indiferença, pela violência e pela negação da dignidade humana, em especial das crianças e adolescentes.

 

Além das equipes já organizadas (a Associação de Desenvolvimento Comunitário Construindo Alianças, no Bairro Parque de Exposição, e em Campinas do Piauí os diversos grupos pastorais da Paróquia de São Francisco de Assis), de forma inédita, juntaram-se aos trabalhos alunos e professores do Instituto Federal do Piauí. Também colaboraram os mestres da Academia de Letras da Região de Picos – ALERP e os jovens voluntários do grupo LEO CLUBE e do grupo Desbravadores.

 

As duas colônias contaram ainda com um grupo fixo de voluntários, a grande maioria formada por jovens. Em Picos, contabilizamos 44 voluntários e em Campinas do Piauí, 31.

 

Atividades

Em Picos, as inscrições chegaram à marca de 190 (das quais 154 crianças) e em Campinas do Piauí, embora uma realidade interiorana, chegou-se ao número de 138 inscritos (dos quais 107 crianças), totalizando 328 destinatários. Frisa-se que não houve cobrança de nenhuma espécie de taxa ou colaboração financeira às crianças e seus familiares. Tudo foi “de graça”, pois tudo foi graça de Deus!

 

O dia a dia de cada colônia iniciava com a acolhida das crianças e dos adolescentes, com animação, danças, dinâmicas e brincadeiras de convivência. Cerca de 8h30, dava-se início ao “bom dia”, com abordagem do tema geral e tema do dia, em geral de forma lúdica (teatro, poesia, dinâmicas). Depois, separados por faixa etária, os participantes realizavam as atividades disponíveis no dia, em cinco salas temáticas. Ao final da manhã, era servido o lanche.

 

O encerramento das colônias, tanto em Picos como em Campinas do Piauí, teve oratório festivo – com uma programação especial de brincadeiras e jogos -, almoço e banho de piscina para as crianças, os jovens e os voluntários.

 

Houve também diversas atividades formativas. Em Picos, as jovens Carol Ferreira e Bárbara Gomes, em nome do conselho regional da AJS de Juazeiro do Norte, cuidaram do trabalho com os jovens e realizaram momentos de oração e partilha à noite. Para a colônia de férias em Campinas do Piauí, o diferencial foi a presença integral do jovem Héricles Silva, músico profissional de Picos.

 

As colônias de férias no Piauí, além de serem uma ação de serviço e animação, possibilitaram um grande processo educativo para todos os participantes. Para além de um trabalho de excelência com as crianças – sendo visível a melhora no comportamento e na entrega daquelas que participam desde a primeira colônia de férias em Picos, em 2016 – o que se percebe é que os jovens envolvidos têm se tornado verdadeiros agentes transformadores de sua vida e das situações ao seu redor. Serão eles os futuros protagonistas desta missão salesiana em terras piauienses.

 

Colônias de Férias Salesianas

Desde 2005, a Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil, juntamente com a Família Salesiana, amigos, parceiros e animadores, propõe a iniciativa das Colônias de Férias, que ‘oferece a centenas de crianças, adolescentes e jovens a oportunidade de viver o período de férias de modo produtivo e construtivo, participando de diferentes atividades de caráter religioso, cultural e de tempo livre’.

Com o tema “Nossa vida é um presente de Deus e o que fazemos dela é nosso presente a Ele” (Dom Bosco), em sintonia com a CF 2020 - Fraternidade e vida: dom e compromisso, mais uma vez, com o coração agradecido a Deus, podemos dizer que foi de grande proveito.

Alguns destaques desta iniciativa salesiana, missionária e vocacional:

Os animadores!

São jovens e adultos sensíveis ao nosso carisma que conseguimos articular nas diversas atividades. Um grupo precioso de quase 1.000 pessoas que, nas 23 colônias de férias, juntamente com os jovens salesianos, levou a alegria do carisma de Dom Bosco.

Onde Dom Bosco chegou!

Neste ano, foram 13 as comunidades que organizaram a colônia de férias em lugares onde nós, salesianos, não estamos como presença. Foi bonito perceber que muitas vidas foram tocadas pela experiência espiritual de Dom Bosco.

Um oratório – um compromisso!

A experiência oratoriana vivida nestes dias abre um apelo a cada irmão da Inspetoria Salesiana do Nordeste, pois valorizar, apoiar e promover tal atividade realça nosso sentido de pertença à Família Salesiana, garante nossa fidelidade evangélica e agrega a tantos para este vasto movimento em favor da juventude.

Padre Francisco Inácio Vieira Júnior, SDB, delegado para a Pastoral Juvenil Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 17 March 2020 18:38

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.