Madre Yvonne Reungoat visita Inspetoria ‘Nossa Senhora Rainha da Irlanda’

Tuesday, 03 March 2020 13:56 Written by  Portal das FMA
Visita foi motivada pela celebração de 100 anos da presença das Filhas de Maria Auxiliadora na Irlanda (1920-2020).


De 24 de fevereiro a 1 de março de 2020, a superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora, madre Yvonne Reungoat, visitou a Inspetoria Irlandesa de Nossa Senhora Rainha da Irlanda (IRL), que celebra, em 2020, 100 anos da presença das Filhas de Maria Auxiliadora na Irlanda (1920-2020) .

A madre foi recebida no dia 24 de fevereiro na Casa Inspetorial de St. Joseph e, nos dias seguintes, visitou as outras comunidades de Dublin.

Em 25 de fevereiro, ela visitou a comunidade NS del Rosario, com uma parada na comunidade Laura Vicuña.

Em 26 de fevereiro, ela foi ao bairro de Bawnogue. O padre diocesano Brian Starken mostrou a madre a Igreja da Transfiguração e a sala dedicada a São João Bosco. A madre também esteve em duas escolas: a Nano Nagle Junior School, onde conversou com as crianças, e a Talbot Senior School, onde expressou palavras de incentivo ao gerente e aos professores, destacando o trabalho que estão fazendo no espírito salesiano.

Após essas reuniões, ela partiu para Limerick, onde foi recebida pela comunidade e almoçou com uma representação dos grupos paroquiais. À tarde, madre Yvonne visitou as irmãs mais velhas da comunidade NS Regina da Irlanda. Já à noite, o bispo de Limerick, dom Brendán Leahy, juntou-se à comunidade para encontrar madre Yvonne.

No dia 27 de fevereiro, madre Yvonne encontrou professores e alunos da Escola Primária da diocese de Limerick, dirigida pelas FMA. Posteriormente, foi visitar as Casas de Santa Lile e a Comunidade de São Francisco de Sales, engajada no ministério da juventude.

No dia 28 de fevereiro, no final da celebração eucarística na igreja paroquial de Nossa Senhora do Rosário, madre Yvonne encontrou os paroquianos. O dia continuou com a visita da Escola Primária Fernbank, com mais de 400 alunos e com a visita da Comunidade Maria Auxiliadora.

Na noite de 28 de fevereiro, madre Yvonne foi para Halla Íde, a primeira escola criada pelas FMA em 1920 em Limerick, onde participou de um evento comemorativo dos 100 anos da presença das FMA na Irlanda : o lançamento do livro "Against the Odds", que conta a história da primeira casa aberta na Irlanda.

Em 1 de março, a madre Geral encerrou a visita e retornou a Roma.

100 anos de chegada na Irlanda

 

Quando as quatro primeiras FMA chegaram à Irlanda em 1920, não havia escola obrigatória e muitos jovens abandonavam o colégio antes dos 14 anos de idade, sem atingir a educação básica. A pedido do bispo Denis Hallinan, as FMA realizavam aulas noturnas em Halla Íde, Thomas Street, para 250 meninas que trabalhavam principalmente em fábricas. O programa consistia em leitura, escrita, matemática, culinária, lavanderia e bordado. As freiras incentivavam as meninas a cantar, dançar e atuar. Também foi oferecida instrução religiosa. As Filhas de Maria Auxiliadora contribuíram em várias escolas e colaboraram no ministério de jovens da região de várias formas, com capelanias, centros juvenis, retiros para jovens e adultos, arte-terapia e guia espiritual.

 

Quatro anos depois, em setembro de 1924, as FMA instalaram-se no que se tornou a Casa Mãe das FMA na Irlanda. A missa de abertura foi em 8 de dezembro de 1924.

 

Fonte: Portal das FMA

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Madre Yvonne Reungoat visita Inspetoria ‘Nossa Senhora Rainha da Irlanda’

Tuesday, 03 March 2020 13:56 Written by  Portal das FMA
Visita foi motivada pela celebração de 100 anos da presença das Filhas de Maria Auxiliadora na Irlanda (1920-2020).


De 24 de fevereiro a 1 de março de 2020, a superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora, madre Yvonne Reungoat, visitou a Inspetoria Irlandesa de Nossa Senhora Rainha da Irlanda (IRL), que celebra, em 2020, 100 anos da presença das Filhas de Maria Auxiliadora na Irlanda (1920-2020) .

A madre foi recebida no dia 24 de fevereiro na Casa Inspetorial de St. Joseph e, nos dias seguintes, visitou as outras comunidades de Dublin.

Em 25 de fevereiro, ela visitou a comunidade NS del Rosario, com uma parada na comunidade Laura Vicuña.

Em 26 de fevereiro, ela foi ao bairro de Bawnogue. O padre diocesano Brian Starken mostrou a madre a Igreja da Transfiguração e a sala dedicada a São João Bosco. A madre também esteve em duas escolas: a Nano Nagle Junior School, onde conversou com as crianças, e a Talbot Senior School, onde expressou palavras de incentivo ao gerente e aos professores, destacando o trabalho que estão fazendo no espírito salesiano.

Após essas reuniões, ela partiu para Limerick, onde foi recebida pela comunidade e almoçou com uma representação dos grupos paroquiais. À tarde, madre Yvonne visitou as irmãs mais velhas da comunidade NS Regina da Irlanda. Já à noite, o bispo de Limerick, dom Brendán Leahy, juntou-se à comunidade para encontrar madre Yvonne.

No dia 27 de fevereiro, madre Yvonne encontrou professores e alunos da Escola Primária da diocese de Limerick, dirigida pelas FMA. Posteriormente, foi visitar as Casas de Santa Lile e a Comunidade de São Francisco de Sales, engajada no ministério da juventude.

No dia 28 de fevereiro, no final da celebração eucarística na igreja paroquial de Nossa Senhora do Rosário, madre Yvonne encontrou os paroquianos. O dia continuou com a visita da Escola Primária Fernbank, com mais de 400 alunos e com a visita da Comunidade Maria Auxiliadora.

Na noite de 28 de fevereiro, madre Yvonne foi para Halla Íde, a primeira escola criada pelas FMA em 1920 em Limerick, onde participou de um evento comemorativo dos 100 anos da presença das FMA na Irlanda : o lançamento do livro "Against the Odds", que conta a história da primeira casa aberta na Irlanda.

Em 1 de março, a madre Geral encerrou a visita e retornou a Roma.

100 anos de chegada na Irlanda

 

Quando as quatro primeiras FMA chegaram à Irlanda em 1920, não havia escola obrigatória e muitos jovens abandonavam o colégio antes dos 14 anos de idade, sem atingir a educação básica. A pedido do bispo Denis Hallinan, as FMA realizavam aulas noturnas em Halla Íde, Thomas Street, para 250 meninas que trabalhavam principalmente em fábricas. O programa consistia em leitura, escrita, matemática, culinária, lavanderia e bordado. As freiras incentivavam as meninas a cantar, dançar e atuar. Também foi oferecida instrução religiosa. As Filhas de Maria Auxiliadora contribuíram em várias escolas e colaboraram no ministério de jovens da região de várias formas, com capelanias, centros juvenis, retiros para jovens e adultos, arte-terapia e guia espiritual.

 

Quatro anos depois, em setembro de 1924, as FMA instalaram-se no que se tornou a Casa Mãe das FMA na Irlanda. A missa de abertura foi em 8 de dezembro de 1924.

 

Fonte: Portal das FMA

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.