A vida como dom e compromisso

Tuesday, 21 January 2020 16:58 Written by  Com informações: CNBB
A Campanha da Fraternidade em 2020 traz como tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e, como lema, “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34).  

Uma das mais conhecidas frases atribuídas a Dom Bosco afirma que “a vida é dom de Deus, e o que fazemos dela é o nosso presente a Ele”. A próxima Campanha da Fraternidade (CF 2020), convocada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), traz um tema que vai no mesmo sentido: “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. A proposta, segundo a CNBB, é justamente “conscientizar, à luz da palavra de Deus, para o sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, casa comum”.

 

A Campanha da Fraternidade é realizada há mais de cinco décadas, sempre durante a Quaresma, ou seja, entre a Quarta-feira de Cinzas (este ano, o dia 26 de fevereiro) e o Domingo de Ramos (o domingo anterior ao da Páscoa, que em 2020 será em 5 de abril). A cada ano, a CNBB convida os católicos e todas as pessoas de boa vontade a olharem de modo especial para um tema social, a analisarem esta questão à luz do Evangelho e a agirem efetivamente na superação do problema.

 

Em 2020, com o tema acima citado e sob o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34), o desafio, de acordo com a CNBB, é “olhar transversalmente as diversas realidades, interpelando a todos ao respeito do sentido que, na prática, se atribui à vida, nas suas diversas dimensões: pessoal, comunitária, social e ecológica”. “Não se pode viver a vida passando ao largo das dores dos irmãos e irmãs”, diz um trecho do Texto Base, o principal subsídio de preparação para viver a Campanha da Fraternidade.

 

Subsídios da Campanha da Fraternidade

A Campanha da Fraternidade concentra-se no período da Quaresma, mas perpassa todo o ano, nas reflexões e atividades propostas em centenas de paróquias, escolas, obras sociais e comunidades católicas. Para que todos possam vivenciar a CF, a Conferência dos Bispos do Brasil disponibiliza uma série de subsídios, produzidos pelas Edições CNBB.

 

O Texto Base é o documento que norteia a Campanha. Ele é dividido em três partes e “convida que cada pessoa, cada grupo pastoral, movimento, associação, Igreja Particular e o Brasil inteiro, motivados pela Campanha da Fraternidade, possam ver fortalecida a revolução do cuidado, do zelo, da preocupação mútua e, portanto, da fraternidade”.

 

Outro subsídio importante é o cartaz. Para este ano, foi aprovada a arte elaborada pelo designer da Edições CNBB Leonardo Cardoso, sob a supervisão do bispo auxiliar do Rio de Janeiro, RJ, e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, e do secretário executivo de campanhas, padre Patriky Samuel Batista.

 

O cartaz remete à figura de Santa Irmã Dulce, canonizada em outubro do ano passado. Conforme explicou padre Patriky na época do lançamento, a mensagem é de que “vida doada é vida santificada. A vida é um intercâmbio de cuidado. Por isso que a irmã Dulce cuida. E seu modo de cuidar sinaliza uma Igreja em saída. Então é cuidar das pessoas que estão próximas a nós. Onde estou é lugar de cuidado da pessoa, do mundo, da ecologia. Depois, o cenário faz menção à questão do mundo urbano. Amar é fazer o bem!”

 

Clipe e vídeo da CF 2020

Santa Dulce dos Pobres é a grande inspiração do Hino da Campanha da Fraternidade 2020. A letra é de autoria do padre José Antônio de Oliveira, da paróquia São João Batista de Barão de Cocais, Arquidiocese de Mariana, MG. A música é de Gilson Celerino, que também fez o arranjo para coro a quatro vozes e órgão.

 

Esta, aliás, é uma das novidades deste ano, conforme explica o assessor do setor Música Litúrgica, que faz parte da Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o jesuíta irmão Fernando Benedito Vieira: “Pensando também nas igrejas onde existem corais e órgão, fizemos pela primeira vez uma versão para coro a quatro vozes e órgão”, ressalta.

A CNBB também preparou um videoclipe, que pode ser assistido no canal YouTube da entidade. Clique AQUI para assistir.

 

No mesmo canal também é possível assistir ao vídeo-documentário preparado pela CNBB para a CF 2020. O objetivo é facilitar o acesso e a realização da Campanha nas comunidades. “Além de uma abordagem fundamentada para cada um dos pilares: ‘Viu, Sentiu e Cuidou’, o vídeo auxiliará nossas comunidades na divulgação e aprofundamento do tema e do lema da Campanha, bem como na assimilação da relevância do assunto para a nossa sociedade”, lê-se na descrição do vídeo. Clique AQUI para assistir.

 

Os diversos materiais da Campanha da Fraternidade, como o Texto Base; Manual; Caderno de Partituras e Cifras; subsídios para a Via Sacra, Retiro Popular Quaresmal, Jovens na CF, Encontros Catequéticos para Crianças e Adolescentes; camisetas e cartazes, podem ser obtidos nas Edições CNBB: www.edicoescnbb.com.br

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


A vida como dom e compromisso

Tuesday, 21 January 2020 16:58 Written by  Com informações: CNBB
A Campanha da Fraternidade em 2020 traz como tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e, como lema, “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34).  

Uma das mais conhecidas frases atribuídas a Dom Bosco afirma que “a vida é dom de Deus, e o que fazemos dela é o nosso presente a Ele”. A próxima Campanha da Fraternidade (CF 2020), convocada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), traz um tema que vai no mesmo sentido: “Fraternidade e vida: dom e compromisso”. A proposta, segundo a CNBB, é justamente “conscientizar, à luz da palavra de Deus, para o sentido da vida como dom e compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, casa comum”.

 

A Campanha da Fraternidade é realizada há mais de cinco décadas, sempre durante a Quaresma, ou seja, entre a Quarta-feira de Cinzas (este ano, o dia 26 de fevereiro) e o Domingo de Ramos (o domingo anterior ao da Páscoa, que em 2020 será em 5 de abril). A cada ano, a CNBB convida os católicos e todas as pessoas de boa vontade a olharem de modo especial para um tema social, a analisarem esta questão à luz do Evangelho e a agirem efetivamente na superação do problema.

 

Em 2020, com o tema acima citado e sob o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34), o desafio, de acordo com a CNBB, é “olhar transversalmente as diversas realidades, interpelando a todos ao respeito do sentido que, na prática, se atribui à vida, nas suas diversas dimensões: pessoal, comunitária, social e ecológica”. “Não se pode viver a vida passando ao largo das dores dos irmãos e irmãs”, diz um trecho do Texto Base, o principal subsídio de preparação para viver a Campanha da Fraternidade.

 

Subsídios da Campanha da Fraternidade

A Campanha da Fraternidade concentra-se no período da Quaresma, mas perpassa todo o ano, nas reflexões e atividades propostas em centenas de paróquias, escolas, obras sociais e comunidades católicas. Para que todos possam vivenciar a CF, a Conferência dos Bispos do Brasil disponibiliza uma série de subsídios, produzidos pelas Edições CNBB.

 

O Texto Base é o documento que norteia a Campanha. Ele é dividido em três partes e “convida que cada pessoa, cada grupo pastoral, movimento, associação, Igreja Particular e o Brasil inteiro, motivados pela Campanha da Fraternidade, possam ver fortalecida a revolução do cuidado, do zelo, da preocupação mútua e, portanto, da fraternidade”.

 

Outro subsídio importante é o cartaz. Para este ano, foi aprovada a arte elaborada pelo designer da Edições CNBB Leonardo Cardoso, sob a supervisão do bispo auxiliar do Rio de Janeiro, RJ, e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, e do secretário executivo de campanhas, padre Patriky Samuel Batista.

 

O cartaz remete à figura de Santa Irmã Dulce, canonizada em outubro do ano passado. Conforme explicou padre Patriky na época do lançamento, a mensagem é de que “vida doada é vida santificada. A vida é um intercâmbio de cuidado. Por isso que a irmã Dulce cuida. E seu modo de cuidar sinaliza uma Igreja em saída. Então é cuidar das pessoas que estão próximas a nós. Onde estou é lugar de cuidado da pessoa, do mundo, da ecologia. Depois, o cenário faz menção à questão do mundo urbano. Amar é fazer o bem!”

 

Clipe e vídeo da CF 2020

Santa Dulce dos Pobres é a grande inspiração do Hino da Campanha da Fraternidade 2020. A letra é de autoria do padre José Antônio de Oliveira, da paróquia São João Batista de Barão de Cocais, Arquidiocese de Mariana, MG. A música é de Gilson Celerino, que também fez o arranjo para coro a quatro vozes e órgão.

 

Esta, aliás, é uma das novidades deste ano, conforme explica o assessor do setor Música Litúrgica, que faz parte da Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o jesuíta irmão Fernando Benedito Vieira: “Pensando também nas igrejas onde existem corais e órgão, fizemos pela primeira vez uma versão para coro a quatro vozes e órgão”, ressalta.

A CNBB também preparou um videoclipe, que pode ser assistido no canal YouTube da entidade. Clique AQUI para assistir.

 

No mesmo canal também é possível assistir ao vídeo-documentário preparado pela CNBB para a CF 2020. O objetivo é facilitar o acesso e a realização da Campanha nas comunidades. “Além de uma abordagem fundamentada para cada um dos pilares: ‘Viu, Sentiu e Cuidou’, o vídeo auxiliará nossas comunidades na divulgação e aprofundamento do tema e do lema da Campanha, bem como na assimilação da relevância do assunto para a nossa sociedade”, lê-se na descrição do vídeo. Clique AQUI para assistir.

 

Os diversos materiais da Campanha da Fraternidade, como o Texto Base; Manual; Caderno de Partituras e Cifras; subsídios para a Via Sacra, Retiro Popular Quaresmal, Jovens na CF, Encontros Catequéticos para Crianças e Adolescentes; camisetas e cartazes, podem ser obtidos nas Edições CNBB: www.edicoescnbb.com.br

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.