UNIFATEA comemora Santa Teresa D’Ávila

Wednesday, 16 October 2019 12:51 Written by  Assessoria de Imprensa UNIFATEA
O Dia de Santa Teresa D’Ávila, patrona do UNIFATEA, foi celebrado em 15 de outubro.


Canonizada no ano de 1622, Teresa D’Ávila viveu uma vida religiosa voltada à Ordem dos Carmelitas Descalços e foi proclamada “Doutora da Igreja” em 1970, pelo Papa Paulo VI.

Teresa D’Ávila nasceu em Ávila, na Espanha, em 1515, onde foi educada de modo cristão e rígido. Quando criança, Teresa era fascinada pela vida dos santos, chegando a fugir com seu irmão mais novo para pedir martírio entre os mouros. Mas foi aos 20 anos, mesmo com a resistência de seu pai, que conseguiu dedicar-se completamente a vida religiosa e, por fim, ingressou no Carmelo de Ávila, iniciando seus votos.

Descrita como simples, prudente, amável e caridosa, reformou o conceito do Carmelo feminino, e também de outros Carmelos existentes na época. Mesmo que provocasse um ressentimento por parte daqueles que não aceitava a sua visão sobre o comportamento resultante do relaxamento dos ingressos. Ocorrendo então, diversas perseguições e provocações contra Ela e seus amigos, vindo principalmente dos carmelitas de sua antiga observância.

Santa Teresa D’Ávila morreu no ano de 1582, durante uma viagem entre Burgos e Alba de Tormes, suplicando suas últimas palavras: "Meu Senhor, é hora de seguir adiante. Pois bem, que seja feita Tua vontade. Ó meu Senhor e meu Esposo, a hora que tanto esperei chegou. É hora de nos encontrarmos!"


Fonte: Assessoria de Imprensa UNIFATEA

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 16 October 2019 13:00

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


UNIFATEA comemora Santa Teresa D’Ávila

Wednesday, 16 October 2019 12:51 Written by  Assessoria de Imprensa UNIFATEA
O Dia de Santa Teresa D’Ávila, patrona do UNIFATEA, foi celebrado em 15 de outubro.


Canonizada no ano de 1622, Teresa D’Ávila viveu uma vida religiosa voltada à Ordem dos Carmelitas Descalços e foi proclamada “Doutora da Igreja” em 1970, pelo Papa Paulo VI.

Teresa D’Ávila nasceu em Ávila, na Espanha, em 1515, onde foi educada de modo cristão e rígido. Quando criança, Teresa era fascinada pela vida dos santos, chegando a fugir com seu irmão mais novo para pedir martírio entre os mouros. Mas foi aos 20 anos, mesmo com a resistência de seu pai, que conseguiu dedicar-se completamente a vida religiosa e, por fim, ingressou no Carmelo de Ávila, iniciando seus votos.

Descrita como simples, prudente, amável e caridosa, reformou o conceito do Carmelo feminino, e também de outros Carmelos existentes na época. Mesmo que provocasse um ressentimento por parte daqueles que não aceitava a sua visão sobre o comportamento resultante do relaxamento dos ingressos. Ocorrendo então, diversas perseguições e provocações contra Ela e seus amigos, vindo principalmente dos carmelitas de sua antiga observância.

Santa Teresa D’Ávila morreu no ano de 1582, durante uma viagem entre Burgos e Alba de Tormes, suplicando suas últimas palavras: "Meu Senhor, é hora de seguir adiante. Pois bem, que seja feita Tua vontade. Ó meu Senhor e meu Esposo, a hora que tanto esperei chegou. É hora de nos encontrarmos!"


Fonte: Assessoria de Imprensa UNIFATEA

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 16 October 2019 13:00

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.