Cem anos de presença salesiana em Kodeljevo (Eslovênia)

Terça, 08 Outubro 2019 14:01 Escrito por  Agência Info Salesiana
Uma celebração eucarística presidida pelo arcebispo de Belgrado, dom Stanislav Hočevar, no dia 6 de outubro, concluiu a semana de comemorações do centenário da presença salesiana na obra de Kodeljevo, em Liubliana, Eslovênia.


Durante a semana, foi apresentado o livro "Cem anos de presença salesiana em Kodeljevo", escrito pelo doutor Bogdan Kolar, SDB, e os jovens do Centro Juvenil apresentaram a peça Animatorio. Também foram abençoadas uma nova capela batismal e o centro Skala para crianças em situação de rua, que faz parte da obra de Kodeljevo.

Após a Primeira Guerra Mundial, os salesianos encontraram dezenas de jovens abandonados, perdidos no meio das barracas militares nos arredores da capital eslovena. Eles decidiram, então, construir o primeiro centro juvenil, depois da grande igreja dedicada a Santa Teresa do Menino Jesus, que mais tarde se tornou Santuário Nacional. Ao final da guerra, porém, o regime comunista os deixou sem nada, mas os salesianos criaram a comunidade paroquial que permanece ativa até hoje.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Terça, 08 Outubro 2019 14:17

Itens relacionados (por marcador)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


Cem anos de presença salesiana em Kodeljevo (Eslovênia)

Terça, 08 Outubro 2019 14:01 Escrito por  Agência Info Salesiana
Uma celebração eucarística presidida pelo arcebispo de Belgrado, dom Stanislav Hočevar, no dia 6 de outubro, concluiu a semana de comemorações do centenário da presença salesiana na obra de Kodeljevo, em Liubliana, Eslovênia.


Durante a semana, foi apresentado o livro "Cem anos de presença salesiana em Kodeljevo", escrito pelo doutor Bogdan Kolar, SDB, e os jovens do Centro Juvenil apresentaram a peça Animatorio. Também foram abençoadas uma nova capela batismal e o centro Skala para crianças em situação de rua, que faz parte da obra de Kodeljevo.

Após a Primeira Guerra Mundial, os salesianos encontraram dezenas de jovens abandonados, perdidos no meio das barracas militares nos arredores da capital eslovena. Eles decidiram, então, construir o primeiro centro juvenil, depois da grande igreja dedicada a Santa Teresa do Menino Jesus, que mais tarde se tornou Santuário Nacional. Ao final da guerra, porém, o regime comunista os deixou sem nada, mas os salesianos criaram a comunidade paroquial que permanece ativa até hoje.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Terça, 08 Outubro 2019 14:17

Itens relacionados (por marcador)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.