Dez anos formando bons cristãos e honestos cidadãos

Saturday, 09 July 2016 19:51 Written by  Elisângela Mendes
A Escola Salesiana da Colônia, em Jaboatão dos Guararapes, PE, completa uma década dedicada à formação integral de jovens carentes da região.

A Escola Salesiana da Colônia comemora dez anos de atuação no campo da educação formal e informal. Sua fundação foi no dia 19 de março, dia de São José. A instituição é uma obra social de ensino regular mantida pela Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil e está situada naárea rural do município de Jaboatão dos Guararapes, PE. Em seu entorno, sobrevivem cerca de 9.000 habitantes que, na grande maioria, não têm emprego formal. Muitos trabalham exercendo funções de pedreiro, pintor, vendedor em comércio informal, faxina em casas de famílias etc. São famílias de baixa renda, compostas quase sempre por muitos membros.

Em sua fundação, em 2006, a Escola atendia 110 alunos da alfabetização à 4ª série, em horário integral. Os alunos pela manhã assistiam às aulas das disciplinas eletivas e, no horário da tarde, participavam de oficinas educativas, visando a formação integral e a ocupação das crianças, pois muitos deles estariam nas ruas se não estivessem na escola.

Gradativamente, ano a ano, as turmas e as séries foram aumentando. Em 2008, sentiu-se a necessidade de fortalecer a base pedagógica e a escola a aderiu ao material didático da Rede Salesiana de Escolas. Em 2009, concluía-se a primeira turma do 9º ano. Com isso, viram-se as primeiras sementes darem frutos.

O ex-aluno Rhaldney Felipe Santana foi concluinte da primeira turma do 9º ano, hoje tem 20 anos e está no 5º período do curso de Ciências Biológicas na Universidade Federal de Pernambuco. “A escola me proporcionou muitas coisas boas, desde o aprendizado para uma boa convivência com os amigos até a formação religiosa. É uma escola que não se preocupa só em ensinar, mas também em educar para a vida. O comprometimento dos professores e o esforço de cada um dos funcionários para que nós tivéssemos o melhor e aprendêssemos os conteúdos das aulas foram fundamentais para minha formação”, relata ele.

O sonho de Dom Bosco foi muito além: é o que se percebe no sucesso alcançado pelos ex-alunos e na alegria e gratidão que sentem quando retornam à escola para visitar os educadores. A ex-aluna Milena Lima José, de 16 anos, por exemplo, atualmente mora na Austrália. Está fazendo intercâmbio pelo projeto “Ganhe o mundo” e expõe o seu carinho pelos anos que viveu na Escola da Colônia: “Os quatro anos que estudei na escola foram muito especiais. Eu sinto orgulho de ter sido aluna do salesiano; essa é uma marca muito forte, que não sai da gente. Levo sempre comigo a frase de Dom Bosco, de sermos ‘bons cristãos e honestos cidadãos’. Assim aprendi a crescer servindo a Deus e em harmonia com o próximo”.

Mas a missão da Escola Salesiana na Colônia não para por aqui. Atualmente, há 245 alunos matriculados, com faixa etária de 6 a 14 anos, que são atendidos gratuitamente em nove turmas do ensino fundamental, seguindo-se as orientações da Lei de Diretrizes e Base (LDB) em sintonia com o carisma e a missão salesianas. O grande diferencial é a busca dos valores morais, que se unem à conquista da excelência intelectual. Motivados na perspectiva de uma excelência na educação, os alunos seguem e utilizam a proposta pedagógica do Material Didático impresso da Edebê e o corpo docente utiliza o material digital. A escola propõe, assim, não apenas atuar no campo da educação formal, mas também desenvolver um processo educativo que contemple a compreensão do ser humano nas suas dimensões espiritual, biológica e psicossocial, instigando os jovens a, de forma consciente, se tornarem sujeitos de sua história.

 

Fé na missão educativa

“Sou diretora pedagógica da Escola Salesiana da Colônia e estou muito feliz em trabalhar e fazer parte desta obra. Ainda mais que a escola está localizada na Colônia Salesiana, embaixo da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora, o que me remete a uma profunda gratidão. Aqui dei os meus primeiros passos de vida cristã: fui oratoriana, participei de grupos de perseverança, fiz a Primeira Eucaristia. Estar hoje à frente dessa obra, motivada pelo carisma de Dom Bosco, renova a cada dia minha fé na educação e na missão de seguir acreditando que as nossas crianças, adolescentes e jovens são a porção mais preciosa da sociedade, assim como dizia Dom Bosco. E é por meio da educação que eles estarãomais aptos e comprometidos na construção de uma sociedade nova e mais justa.”

Elisângela Mendes é diretora pedagógica da Escola Salesiana da Colônia e foi membro do Conselho Nacional da Articulação da Juventude Salesiana (AJS).

 

Escola e obra social

A escola Salesiana da Colônia (ESC) é uma das obras sociais da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil. Localizada em Jaboatão dos Guararapes, cidade da Região Metropolitana de Recife, a escola está situada numa área periférica, pobre e já considerada “zona rural” daquele município. Além de ser parte da Rede Salesiana Brasil de Ação Social, a ESC também integra a Rede Salesiana de Escolas. Assim, é a pedagogia salesiana oferecida no padrão da RSE de forma totalmente gratuita.

Nestes 10 anos de existência, a escola se tornou referência no bairro e vem afetando o desenvolvimento local, o que é percebido por pais, educadores, salesianos e pelo próprio poder público. Por exemplo, a linha de ônibus que atende a localidade passou a funcionar melhor, o número de casas mais próximas aumentou e principalmente as perspectivas das famílias cresceram. Muitos dos ex-alunos da ESC passaram em escolas estaduais ou federais de referência, outros conseguiram bolsas para seguir o ensino médio no Colégio Salesiano Recife, e muitos já estão, inclusive, na universidade, sendo na grande maioria os primeiros de suas famílias a ter acesso ao ensino superior.

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 22 July 2016 15:57

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Dez anos formando bons cristãos e honestos cidadãos

Saturday, 09 July 2016 19:51 Written by  Elisângela Mendes
A Escola Salesiana da Colônia, em Jaboatão dos Guararapes, PE, completa uma década dedicada à formação integral de jovens carentes da região.

A Escola Salesiana da Colônia comemora dez anos de atuação no campo da educação formal e informal. Sua fundação foi no dia 19 de março, dia de São José. A instituição é uma obra social de ensino regular mantida pela Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil e está situada naárea rural do município de Jaboatão dos Guararapes, PE. Em seu entorno, sobrevivem cerca de 9.000 habitantes que, na grande maioria, não têm emprego formal. Muitos trabalham exercendo funções de pedreiro, pintor, vendedor em comércio informal, faxina em casas de famílias etc. São famílias de baixa renda, compostas quase sempre por muitos membros.

Em sua fundação, em 2006, a Escola atendia 110 alunos da alfabetização à 4ª série, em horário integral. Os alunos pela manhã assistiam às aulas das disciplinas eletivas e, no horário da tarde, participavam de oficinas educativas, visando a formação integral e a ocupação das crianças, pois muitos deles estariam nas ruas se não estivessem na escola.

Gradativamente, ano a ano, as turmas e as séries foram aumentando. Em 2008, sentiu-se a necessidade de fortalecer a base pedagógica e a escola a aderiu ao material didático da Rede Salesiana de Escolas. Em 2009, concluía-se a primeira turma do 9º ano. Com isso, viram-se as primeiras sementes darem frutos.

O ex-aluno Rhaldney Felipe Santana foi concluinte da primeira turma do 9º ano, hoje tem 20 anos e está no 5º período do curso de Ciências Biológicas na Universidade Federal de Pernambuco. “A escola me proporcionou muitas coisas boas, desde o aprendizado para uma boa convivência com os amigos até a formação religiosa. É uma escola que não se preocupa só em ensinar, mas também em educar para a vida. O comprometimento dos professores e o esforço de cada um dos funcionários para que nós tivéssemos o melhor e aprendêssemos os conteúdos das aulas foram fundamentais para minha formação”, relata ele.

O sonho de Dom Bosco foi muito além: é o que se percebe no sucesso alcançado pelos ex-alunos e na alegria e gratidão que sentem quando retornam à escola para visitar os educadores. A ex-aluna Milena Lima José, de 16 anos, por exemplo, atualmente mora na Austrália. Está fazendo intercâmbio pelo projeto “Ganhe o mundo” e expõe o seu carinho pelos anos que viveu na Escola da Colônia: “Os quatro anos que estudei na escola foram muito especiais. Eu sinto orgulho de ter sido aluna do salesiano; essa é uma marca muito forte, que não sai da gente. Levo sempre comigo a frase de Dom Bosco, de sermos ‘bons cristãos e honestos cidadãos’. Assim aprendi a crescer servindo a Deus e em harmonia com o próximo”.

Mas a missão da Escola Salesiana na Colônia não para por aqui. Atualmente, há 245 alunos matriculados, com faixa etária de 6 a 14 anos, que são atendidos gratuitamente em nove turmas do ensino fundamental, seguindo-se as orientações da Lei de Diretrizes e Base (LDB) em sintonia com o carisma e a missão salesianas. O grande diferencial é a busca dos valores morais, que se unem à conquista da excelência intelectual. Motivados na perspectiva de uma excelência na educação, os alunos seguem e utilizam a proposta pedagógica do Material Didático impresso da Edebê e o corpo docente utiliza o material digital. A escola propõe, assim, não apenas atuar no campo da educação formal, mas também desenvolver um processo educativo que contemple a compreensão do ser humano nas suas dimensões espiritual, biológica e psicossocial, instigando os jovens a, de forma consciente, se tornarem sujeitos de sua história.

 

Fé na missão educativa

“Sou diretora pedagógica da Escola Salesiana da Colônia e estou muito feliz em trabalhar e fazer parte desta obra. Ainda mais que a escola está localizada na Colônia Salesiana, embaixo da Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora, o que me remete a uma profunda gratidão. Aqui dei os meus primeiros passos de vida cristã: fui oratoriana, participei de grupos de perseverança, fiz a Primeira Eucaristia. Estar hoje à frente dessa obra, motivada pelo carisma de Dom Bosco, renova a cada dia minha fé na educação e na missão de seguir acreditando que as nossas crianças, adolescentes e jovens são a porção mais preciosa da sociedade, assim como dizia Dom Bosco. E é por meio da educação que eles estarãomais aptos e comprometidos na construção de uma sociedade nova e mais justa.”

Elisângela Mendes é diretora pedagógica da Escola Salesiana da Colônia e foi membro do Conselho Nacional da Articulação da Juventude Salesiana (AJS).

 

Escola e obra social

A escola Salesiana da Colônia (ESC) é uma das obras sociais da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil. Localizada em Jaboatão dos Guararapes, cidade da Região Metropolitana de Recife, a escola está situada numa área periférica, pobre e já considerada “zona rural” daquele município. Além de ser parte da Rede Salesiana Brasil de Ação Social, a ESC também integra a Rede Salesiana de Escolas. Assim, é a pedagogia salesiana oferecida no padrão da RSE de forma totalmente gratuita.

Nestes 10 anos de existência, a escola se tornou referência no bairro e vem afetando o desenvolvimento local, o que é percebido por pais, educadores, salesianos e pelo próprio poder público. Por exemplo, a linha de ônibus que atende a localidade passou a funcionar melhor, o número de casas mais próximas aumentou e principalmente as perspectivas das famílias cresceram. Muitos dos ex-alunos da ESC passaram em escolas estaduais ou federais de referência, outros conseguiram bolsas para seguir o ensino médio no Colégio Salesiano Recife, e muitos já estão, inclusive, na universidade, sendo na grande maioria os primeiros de suas famílias a ter acesso ao ensino superior.

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 22 July 2016 15:57

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.