Opinião: Jovens voluntários, um amor sem medida!

Tuesday, 26 January 2016 09:15 Written by  Editorial Boletim Salesiano
O Boletim Salesiano convida você a escrever para a editoria “Opinião”. Este é um espaço para que os jovens possam opinar sobre temas importantes como: Educação, Juventude, Violência, Preconceito, Solidariedade, Voluntariado, Religiosidade, Cultura, entre outros. São aceitos artigos, entrevistas, redações, poesias e crônicas curtas. Você pode também sugerir temas para discussão. Participe e escreva já para a Redação do Boletim Salesiano: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Jovens voluntários, um amor sem medida!

A nossa juventude tem sede de ajudar o próximo, de acolher os que mais precisam. A Campanha da Fraternidade de 2015 veio selar essa nossa missão, que é servir o outro. O voluntariado é uma das melhores formas de demonstrar o amor, o servir ao próximo, pois nos dando vemos o que realmente o outro necessita.

Temos nosso oratório, onde a principal missão é evangelizar do modo salesiano, ou seja: evangelizar brincando, para que crianças e adolescentes aprendam a amar nossa Igreja.

E ao ver o sorriso estampado no rosto de cada um deles, sabemos que ali valeu a pena todo nosso trabalho.

O que mais me alegra é ver a diferença que faz o oratório na vida deles. Ao invés de estarem na rua, ou até mesmo fazendo coisas erradas, eles preferem acordar cedo para nos ver e participar conosco dessa linda celebração. Lá fazemos pinturas, jogamos bola, pulamos corda, realizamos gincanas, dentre outras brincadeiras, e finalizamos com o estudo (catequese) e o lanche. Temos o apoio da nossa Igreja, que sempre está disposta a nos auxiliar. O mais lindo é ver que o voluntariado é composto realmente por 90% de jovens que estão lá somente por amor, amor ao próximo.

 

Railane Lima Costa, 24 anos, Voluntária Salesiana, aspirante a Salesiana Cooperadora, catequista, serva (RCC) e professora.

 

Testemunho de uma voluntária

São João Bosco esteve presente em minha vida desde quando cheguei ao mundo. Acredito que não seja somente uma coincidência, e sim que meu destino já estava escrito para ser uma voluntária e fazer o bem assim como Dom Bosco fazia.

No meu primeiro dia de voluntariado fiquei apaixonada e percebi que era o que eu queria para a vida toda: continuar com muita perseverança, carinho, dedicação, motivação, amando sem medir idade, etnia, raça, classe.

Nesses 20 meses de Oratório, tive o prazer de participar de congressos, formações, da Jornada Salesiana da Juventude (JSJ) e de encontros da Articulação da Juventude Salesiana (AJS). Nesses eventos maravilhosos tive oportunidade de conhecer vários jovens com o mesmo pensamento que eu e meus colegas de Oratório.

Admiro muito São João Bosco pela iniciativa de amar os jovens que precisam de amor e por nos deixar a missão de evangelizar estes assim como ele. “Os jovens não só devem ser amados, mas devem saber que são amados. A primeira felicidade de um menino é saber-se amado”, dizia Dom Bosco.

 

Caroline Caioni, voluntária do Oratório Dom Bosco da cidade de Alta Floresta, MT.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Opinião: Jovens voluntários, um amor sem medida!

Tuesday, 26 January 2016 09:15 Written by  Editorial Boletim Salesiano
O Boletim Salesiano convida você a escrever para a editoria “Opinião”. Este é um espaço para que os jovens possam opinar sobre temas importantes como: Educação, Juventude, Violência, Preconceito, Solidariedade, Voluntariado, Religiosidade, Cultura, entre outros. São aceitos artigos, entrevistas, redações, poesias e crônicas curtas. Você pode também sugerir temas para discussão. Participe e escreva já para a Redação do Boletim Salesiano: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Jovens voluntários, um amor sem medida!

A nossa juventude tem sede de ajudar o próximo, de acolher os que mais precisam. A Campanha da Fraternidade de 2015 veio selar essa nossa missão, que é servir o outro. O voluntariado é uma das melhores formas de demonstrar o amor, o servir ao próximo, pois nos dando vemos o que realmente o outro necessita.

Temos nosso oratório, onde a principal missão é evangelizar do modo salesiano, ou seja: evangelizar brincando, para que crianças e adolescentes aprendam a amar nossa Igreja.

E ao ver o sorriso estampado no rosto de cada um deles, sabemos que ali valeu a pena todo nosso trabalho.

O que mais me alegra é ver a diferença que faz o oratório na vida deles. Ao invés de estarem na rua, ou até mesmo fazendo coisas erradas, eles preferem acordar cedo para nos ver e participar conosco dessa linda celebração. Lá fazemos pinturas, jogamos bola, pulamos corda, realizamos gincanas, dentre outras brincadeiras, e finalizamos com o estudo (catequese) e o lanche. Temos o apoio da nossa Igreja, que sempre está disposta a nos auxiliar. O mais lindo é ver que o voluntariado é composto realmente por 90% de jovens que estão lá somente por amor, amor ao próximo.

 

Railane Lima Costa, 24 anos, Voluntária Salesiana, aspirante a Salesiana Cooperadora, catequista, serva (RCC) e professora.

 

Testemunho de uma voluntária

São João Bosco esteve presente em minha vida desde quando cheguei ao mundo. Acredito que não seja somente uma coincidência, e sim que meu destino já estava escrito para ser uma voluntária e fazer o bem assim como Dom Bosco fazia.

No meu primeiro dia de voluntariado fiquei apaixonada e percebi que era o que eu queria para a vida toda: continuar com muita perseverança, carinho, dedicação, motivação, amando sem medir idade, etnia, raça, classe.

Nesses 20 meses de Oratório, tive o prazer de participar de congressos, formações, da Jornada Salesiana da Juventude (JSJ) e de encontros da Articulação da Juventude Salesiana (AJS). Nesses eventos maravilhosos tive oportunidade de conhecer vários jovens com o mesmo pensamento que eu e meus colegas de Oratório.

Admiro muito São João Bosco pela iniciativa de amar os jovens que precisam de amor e por nos deixar a missão de evangelizar estes assim como ele. “Os jovens não só devem ser amados, mas devem saber que são amados. A primeira felicidade de um menino é saber-se amado”, dizia Dom Bosco.

 

Caroline Caioni, voluntária do Oratório Dom Bosco da cidade de Alta Floresta, MT.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.