Novos caminhos na Comunicação e na Ação Social

Monday, 15 September 2014 17:31 Written by  Editorial Boletim Salesiano
A partir da experiência exitosa de mais de 10 anos na Rede Salesiana de Escolas (RSE), Salesianos de Dom Bosco e Filhas de Maria Auxiliadora iniciam uma caminhada conjunta para a formação de redes também nas áreas da Comunicação e da Ação Social.

Somar forças; dar maior visibilidade às ações realizadas; consolidar a credibilidade salesiana já presente nos âmbitos da educação e da ação social; fortalecer o vínculo carismático a partir de Dom Bosco e Madre Mazzarello. Estes são alguns dos objetivos que levaram a Rede Salesiana Brasil – composta por Salesianos de Dom Bosco (SDB) e Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), a decidir pela implementação de redes conjuntas nas áreas de Ação Social e da Comunicação.

A Rede Salesiana Brasil (RSB) já possibilita a união dos SDB e das FMA na educação fundamental há mais de 10 anos, com a RSE, que atualmente congrega mais de 100 instituições de ensino em todo o território nacional. A proposta agora é estender essa experiência a outros campos. “Há anos já desenvolvemos ações conjuntas especialmente no âmbito da Pastoral Juvenil e Vocacional, no âmbito da Família Salesiana. Com essas novas redes, toda ação será fortalecida, tendo mais qualidade institucional, segurança, garantia de atualização permanente dos animadores das redes, mentalidade cultural e projetual, entre outros ganhos”, afirma a presidente da RSB e da Conferência das Inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora no Brasil (CIB), irmã Amélia de Assis Castro.

Para irmã Amélia, a RSB deu um passo corajoso e profético ao decidir pela criação da Rede Salesiana de Ação Social (RESAS) e da Rede Salesiana de Comunicação (RESCOM). “Há anos nós, as FMA e os SDB, sonhamos um projeto de qualidade para nossas obras sociais. Projetos significativos, autossustentáveis, que possam atender a um grande número de adolescentes e jovens. Cremos que tenha chegado o momento de somar forças, recursos, energias, projetos. Juntos, daremos maior visibilidade à missão”, afirma. Já a RESCOM vem da necessidade de responder de maneira cada vez mais eficiente aos desafios atuais da comunicação, partindo das experiências já existentes e, principalmente, dos ensinamentos do grande comunicador que foi o próprio Dom Bosco.

A importância desse novo momento é enfatizada também pelo vice-presidente da RSB e presidente da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco do Brasil (Cisbrasil), padre Edson Donizetti Castilho: “O já reconhecido trabalho realizado pelos Salesianos e pelas Salesianas, nas áreas da ação social e da comunicação, tende a se qualificar com a criação das redes: juntos, partilhando competências e amparados pela riqueza das experiências construídas, somos mais fortes!”.

A construção de redes conjuntas é importante ainda por ser um sinal de fidelidade ao carisma de educação da juventude, historicamente partilhado por Dom Bosco e Madre Mazzarello. “Quando hoje nos articulamos dessa forma, como ‘redes salesianas’, estamos testemunhando um claro esforço de fidelidade aos nossos fundadores e, ao mesmo tempo, revelando uma atenta sintonia com os nossos tempos e seus desafios”, considera padre Edson.

 

Colaboração e fortalecimento na Ação Social

“Os Salesianos e as Salesianas, há mais de 10 anos colaboram com grande sucesso na construção e no fortalecimento de uma rede de escolas, conhecida com a sigla RSE. Pareceu muito lógico estender a colaboração, na forma da rede, também à área da ação social. Na forma de rede o nosso serviço aos jovens mais vulneráveis poderá multiplicar sua eficácia”, considera o padre Diego Vanzetta, inspetor salesiano do Nordeste e coordenador da Ação Social dos Salesianos em âmbito nacional.

Os SDB já possuem uma rede de ação social, que celebrou recentemente seu 8º encontro nacional, o ENRESAS 2014. São dezenas de obras sociais que, em todo o Brasil, atendem crianças, adolescentes e suas famílias. As Filhas de Maria Auxiliadora também coordenam os trabalhos de outras tantas obras, voltadas igualmente à assistência e à educação dos jovens, especialmente os mais necessitados. “No ENRESAS foram dados passos gigantes na definição da identidade da Rede Salesiana Brasil de Ação Social em seus aspectos operacionais e, sobretudo, carismáticos. Foi lançada a proposta de um bloco de compromissos fundamentais, a serem assumidos por todas e cada uma das iniciativas de ação social dos salesianos e salesianas. Essas bandeiras são focadas em um arco de compromisso que parte dos direitos de crianças e adolescentes e chega à cooperação para o desenvolvimento com enfoque social. Foi trabalhada uma metodologia que une a competência técnica da gestão social com a riqueza da espiritualidade pastoral salesiana”, explica padre Vanzetta.

Para ele, a missão de trabalhar pela salvação da juventude – e especialmente dos jovens mais pobres –, para torná-los “bons cristãos e honestos cidadãos”, é conjunta e vem dos santos fundadores: “Juntar nossas forças é um apelo suave vindo da Comunhão dos Santos, que nos une misticamente, e um imperativo do imenso senso prático, característico de Dom Bosco e de Madre Mazzarello. Creio que a importância do nosso trabalho em conjunto nesta área se resuma em: Fidelidade, Graça Divina e Esperança”, considera.

 

Unidos para uma Rede de Comunicação

“É importante e necessário trabalhar em rede na sociedade midiática. Mas formar uma rede não é um objetivo em si mesmo. A proposta da rede vem com o sentido de comunicar: comunicar a Boa Nova, comunicar a serviço da ‘educação e da evangelização da juventude’. Também ressalto que não estamos começando hoje um trabalho: o que visamos é fortalecer cada vez mais o que já é realizado pelos SDB e pelas FMA, em um momento de grandes transformações”, afirmou o padre Gildásio Mendes, inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso e referente de Comunicação Social, durante a primeira reunião do grupo de trabalho para a formação da Rede Salesiana de Comunicação (RESCOM).

A reunião foi realizada nos dias 13 e 14 de agosto, em Brasília, DF. Participaram os inspetores referentes de Comunicação Social, padre Gildásio Mendes e irmã Ana Teresa Pinto; os membros da Comissão Nacional da Pastoral Juvenil Salesiana, padre Tiago Figueiró e irmã Solange Sánchez; os delegados e as delegadas de Comunicação das seis inspetorias SDB e das nove inspetorias FMA no Brasil, além de representantes do Boletim Salesiano. Importante ressaltar que, nesse grupo, estavam padres e irmãos salesianos, irmãs FMA e leigos.

Os participantes iniciaram a reflexão com o aprofundamento do projeto aprovado pela RSB e dos livros que subsidiaram a reunião: O Sistema Salesiano de Comunicação Social e Culturas Juvenis na ótica da Educomunicação. Em seguida, foi feita uma troca de experiências, com a apresentação de como é realizado o serviço de Comunicação em cada inspetoria.

O segundo dia foi dedicado a construir um Plano Estratégico inicial. Os participantes apontaram que “a RESCOM é o projeto integrado de comunicação da Rede Salesiana Brasil” e que tem como missão “animar e assessorar os processos relacionais e organizacionais na RSB, assegurando ecossistemas comunicacionais, sob a ótica educativo-pastoral”. Indicaram também, como objetivo geral da nova Rede, “fortalecer os processos de comunicação salesiana a serviço da evangelização e da educação da juventude a partir das perspectivas de orientação da RSB”. As indicações feitas pelo grupo de trabalho serão parâmetro para a elaboração de um projeto, a ser apresentado à RSB em novembro, para concretização da RESCOM a partir de 2015 – ano do bicentenário de Dom Bosco.

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 15 September 2014 19:25

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Novos caminhos na Comunicação e na Ação Social

Monday, 15 September 2014 17:31 Written by  Editorial Boletim Salesiano
A partir da experiência exitosa de mais de 10 anos na Rede Salesiana de Escolas (RSE), Salesianos de Dom Bosco e Filhas de Maria Auxiliadora iniciam uma caminhada conjunta para a formação de redes também nas áreas da Comunicação e da Ação Social.

Somar forças; dar maior visibilidade às ações realizadas; consolidar a credibilidade salesiana já presente nos âmbitos da educação e da ação social; fortalecer o vínculo carismático a partir de Dom Bosco e Madre Mazzarello. Estes são alguns dos objetivos que levaram a Rede Salesiana Brasil – composta por Salesianos de Dom Bosco (SDB) e Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), a decidir pela implementação de redes conjuntas nas áreas de Ação Social e da Comunicação.

A Rede Salesiana Brasil (RSB) já possibilita a união dos SDB e das FMA na educação fundamental há mais de 10 anos, com a RSE, que atualmente congrega mais de 100 instituições de ensino em todo o território nacional. A proposta agora é estender essa experiência a outros campos. “Há anos já desenvolvemos ações conjuntas especialmente no âmbito da Pastoral Juvenil e Vocacional, no âmbito da Família Salesiana. Com essas novas redes, toda ação será fortalecida, tendo mais qualidade institucional, segurança, garantia de atualização permanente dos animadores das redes, mentalidade cultural e projetual, entre outros ganhos”, afirma a presidente da RSB e da Conferência das Inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora no Brasil (CIB), irmã Amélia de Assis Castro.

Para irmã Amélia, a RSB deu um passo corajoso e profético ao decidir pela criação da Rede Salesiana de Ação Social (RESAS) e da Rede Salesiana de Comunicação (RESCOM). “Há anos nós, as FMA e os SDB, sonhamos um projeto de qualidade para nossas obras sociais. Projetos significativos, autossustentáveis, que possam atender a um grande número de adolescentes e jovens. Cremos que tenha chegado o momento de somar forças, recursos, energias, projetos. Juntos, daremos maior visibilidade à missão”, afirma. Já a RESCOM vem da necessidade de responder de maneira cada vez mais eficiente aos desafios atuais da comunicação, partindo das experiências já existentes e, principalmente, dos ensinamentos do grande comunicador que foi o próprio Dom Bosco.

A importância desse novo momento é enfatizada também pelo vice-presidente da RSB e presidente da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco do Brasil (Cisbrasil), padre Edson Donizetti Castilho: “O já reconhecido trabalho realizado pelos Salesianos e pelas Salesianas, nas áreas da ação social e da comunicação, tende a se qualificar com a criação das redes: juntos, partilhando competências e amparados pela riqueza das experiências construídas, somos mais fortes!”.

A construção de redes conjuntas é importante ainda por ser um sinal de fidelidade ao carisma de educação da juventude, historicamente partilhado por Dom Bosco e Madre Mazzarello. “Quando hoje nos articulamos dessa forma, como ‘redes salesianas’, estamos testemunhando um claro esforço de fidelidade aos nossos fundadores e, ao mesmo tempo, revelando uma atenta sintonia com os nossos tempos e seus desafios”, considera padre Edson.

 

Colaboração e fortalecimento na Ação Social

“Os Salesianos e as Salesianas, há mais de 10 anos colaboram com grande sucesso na construção e no fortalecimento de uma rede de escolas, conhecida com a sigla RSE. Pareceu muito lógico estender a colaboração, na forma da rede, também à área da ação social. Na forma de rede o nosso serviço aos jovens mais vulneráveis poderá multiplicar sua eficácia”, considera o padre Diego Vanzetta, inspetor salesiano do Nordeste e coordenador da Ação Social dos Salesianos em âmbito nacional.

Os SDB já possuem uma rede de ação social, que celebrou recentemente seu 8º encontro nacional, o ENRESAS 2014. São dezenas de obras sociais que, em todo o Brasil, atendem crianças, adolescentes e suas famílias. As Filhas de Maria Auxiliadora também coordenam os trabalhos de outras tantas obras, voltadas igualmente à assistência e à educação dos jovens, especialmente os mais necessitados. “No ENRESAS foram dados passos gigantes na definição da identidade da Rede Salesiana Brasil de Ação Social em seus aspectos operacionais e, sobretudo, carismáticos. Foi lançada a proposta de um bloco de compromissos fundamentais, a serem assumidos por todas e cada uma das iniciativas de ação social dos salesianos e salesianas. Essas bandeiras são focadas em um arco de compromisso que parte dos direitos de crianças e adolescentes e chega à cooperação para o desenvolvimento com enfoque social. Foi trabalhada uma metodologia que une a competência técnica da gestão social com a riqueza da espiritualidade pastoral salesiana”, explica padre Vanzetta.

Para ele, a missão de trabalhar pela salvação da juventude – e especialmente dos jovens mais pobres –, para torná-los “bons cristãos e honestos cidadãos”, é conjunta e vem dos santos fundadores: “Juntar nossas forças é um apelo suave vindo da Comunhão dos Santos, que nos une misticamente, e um imperativo do imenso senso prático, característico de Dom Bosco e de Madre Mazzarello. Creio que a importância do nosso trabalho em conjunto nesta área se resuma em: Fidelidade, Graça Divina e Esperança”, considera.

 

Unidos para uma Rede de Comunicação

“É importante e necessário trabalhar em rede na sociedade midiática. Mas formar uma rede não é um objetivo em si mesmo. A proposta da rede vem com o sentido de comunicar: comunicar a Boa Nova, comunicar a serviço da ‘educação e da evangelização da juventude’. Também ressalto que não estamos começando hoje um trabalho: o que visamos é fortalecer cada vez mais o que já é realizado pelos SDB e pelas FMA, em um momento de grandes transformações”, afirmou o padre Gildásio Mendes, inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso e referente de Comunicação Social, durante a primeira reunião do grupo de trabalho para a formação da Rede Salesiana de Comunicação (RESCOM).

A reunião foi realizada nos dias 13 e 14 de agosto, em Brasília, DF. Participaram os inspetores referentes de Comunicação Social, padre Gildásio Mendes e irmã Ana Teresa Pinto; os membros da Comissão Nacional da Pastoral Juvenil Salesiana, padre Tiago Figueiró e irmã Solange Sánchez; os delegados e as delegadas de Comunicação das seis inspetorias SDB e das nove inspetorias FMA no Brasil, além de representantes do Boletim Salesiano. Importante ressaltar que, nesse grupo, estavam padres e irmãos salesianos, irmãs FMA e leigos.

Os participantes iniciaram a reflexão com o aprofundamento do projeto aprovado pela RSB e dos livros que subsidiaram a reunião: O Sistema Salesiano de Comunicação Social e Culturas Juvenis na ótica da Educomunicação. Em seguida, foi feita uma troca de experiências, com a apresentação de como é realizado o serviço de Comunicação em cada inspetoria.

O segundo dia foi dedicado a construir um Plano Estratégico inicial. Os participantes apontaram que “a RESCOM é o projeto integrado de comunicação da Rede Salesiana Brasil” e que tem como missão “animar e assessorar os processos relacionais e organizacionais na RSB, assegurando ecossistemas comunicacionais, sob a ótica educativo-pastoral”. Indicaram também, como objetivo geral da nova Rede, “fortalecer os processos de comunicação salesiana a serviço da evangelização e da educação da juventude a partir das perspectivas de orientação da RSB”. As indicações feitas pelo grupo de trabalho serão parâmetro para a elaboração de um projeto, a ser apresentado à RSB em novembro, para concretização da RESCOM a partir de 2015 – ano do bicentenário de Dom Bosco.

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 15 September 2014 19:25

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.