Peru: salesianos tratam e salvam 720 pacientes

Friday, 20 November 2020 15:45 Written by  Agência Info Salesiana
Os salesianos conseguiram tratar e salvar 720 pessoas doentes, fornecendo-lhes um kit de medicamentos preparado de acordo com indicações de médicos especialistas.


Os salesianos do Peru, por meio da Fundação Dom Bosco e graças à colaboração das Procuradorias Missionárias Salesianas e à coordenação do projeto Don Bosco Solidarity vs Covid-19, vêm ajudando, há meses, pessoas provadas pela pandemia e por suas consequências. Com espírito prático, muito próprio dos Filhos de Dom Bosco, eles encaram as necessidades uma a uma, prontos para uma ação após a outra, com o único objetivo de testemunhar o amor de Deus aos irmãos necessitados.


No início da emergência da Covid-19, o projeto da fundação destinava-se a compra de alimentos para as pessoas que haviam perdido a renda devido às restrições impostas para evitar o contágio. Entretanto, quando a crise sanitária explodiu no país, foi solicitada uma autorização para redirecionar a ajuda humanitária para a saúde.


Assim, durante os meses mais difíceis da pandemia no Peru e com uma forte carência de atendimento médico e respiradores nos hospitais, os salesianos conseguiram tratar e salvar 720 pessoas doentes, fornecendo-lhes um kit de medicamentos preparado de acordo com indicações de médicos especialistas. Além disso, adquiriram e distribuíram 20 oxímetros de pulso, ferramentas muito importantes para observar a evolução da doença nos pacientes, e decidir o tratamento mais adequado.


A ajuda chegou a muitas comunidades do país: Pucallpa (200), São Lourenço (150), Piura (100) Caritas di Yurimaguas (100), Arequipa (50), Monte Salvado (50) e Lima (70).


María Luisa Maduell, responsável pela Paróquia São Tomás, no Rio Paranapura, uma região missionária de difícil acesso no Vicariato Apostólico de Yurimaguas, diz: "Graças aos medicamentos da fundação, distribuídos pela Caritas Yurimaguas, e a outros que havíamos arrecadado, pudemos preparar kits para os agentes de saúde, autoridades locais ou animadores, conforme o caso, que eles levaram após participarem de uma manhã de formação sobre a Covid-19.

 

Foram realizados diversos encontros com grupos pequenos, para ensinar a armazenar bem os medicamentos (protegendo-os de formigas, baratas, etc.)”. No final, todos os participantes receberam o 'kit de primeiros socorros' anti-Covid-19.


Rolando Nieto Zalasar é um dos beneficiários. Ele mora em Arequipa e, por ser uma pessoa vulnerável e sem condições de comprar remédios, recebeu um dos kits ao manifestar os primeiros sintomas da infecção.


Gloria Huancachoque, 41, também é moradora de Arequipa. Ela era a única fonte de renda de sua casa, mas perdeu o emprego durante a pandemia. Precisando sair para trabalhar com limpeza e poder sustentar a família, contraiu o vírus e acabou contaminando os filhos. Ela também se beneficiou do kit de medicamentos dos salesianos.


Atualmente, os salesianos das diversas comunidades solicitam o apoio de outras organizações, porque a pandemia persiste e a situação econômica ainda não se reestabeleceu completamente.


“Há ainda muita fome! Queremos ajudar! Mas os poucos recursos de que ainda dispomos estão se finando...”, diz o padre Raúl Acuña, SDB, vice-presidente da Fundação Dom Bosco.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 20 November 2020 15:52

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Peru: salesianos tratam e salvam 720 pacientes

Friday, 20 November 2020 15:45 Written by  Agência Info Salesiana
Os salesianos conseguiram tratar e salvar 720 pessoas doentes, fornecendo-lhes um kit de medicamentos preparado de acordo com indicações de médicos especialistas.


Os salesianos do Peru, por meio da Fundação Dom Bosco e graças à colaboração das Procuradorias Missionárias Salesianas e à coordenação do projeto Don Bosco Solidarity vs Covid-19, vêm ajudando, há meses, pessoas provadas pela pandemia e por suas consequências. Com espírito prático, muito próprio dos Filhos de Dom Bosco, eles encaram as necessidades uma a uma, prontos para uma ação após a outra, com o único objetivo de testemunhar o amor de Deus aos irmãos necessitados.


No início da emergência da Covid-19, o projeto da fundação destinava-se a compra de alimentos para as pessoas que haviam perdido a renda devido às restrições impostas para evitar o contágio. Entretanto, quando a crise sanitária explodiu no país, foi solicitada uma autorização para redirecionar a ajuda humanitária para a saúde.


Assim, durante os meses mais difíceis da pandemia no Peru e com uma forte carência de atendimento médico e respiradores nos hospitais, os salesianos conseguiram tratar e salvar 720 pessoas doentes, fornecendo-lhes um kit de medicamentos preparado de acordo com indicações de médicos especialistas. Além disso, adquiriram e distribuíram 20 oxímetros de pulso, ferramentas muito importantes para observar a evolução da doença nos pacientes, e decidir o tratamento mais adequado.


A ajuda chegou a muitas comunidades do país: Pucallpa (200), São Lourenço (150), Piura (100) Caritas di Yurimaguas (100), Arequipa (50), Monte Salvado (50) e Lima (70).


María Luisa Maduell, responsável pela Paróquia São Tomás, no Rio Paranapura, uma região missionária de difícil acesso no Vicariato Apostólico de Yurimaguas, diz: "Graças aos medicamentos da fundação, distribuídos pela Caritas Yurimaguas, e a outros que havíamos arrecadado, pudemos preparar kits para os agentes de saúde, autoridades locais ou animadores, conforme o caso, que eles levaram após participarem de uma manhã de formação sobre a Covid-19.

 

Foram realizados diversos encontros com grupos pequenos, para ensinar a armazenar bem os medicamentos (protegendo-os de formigas, baratas, etc.)”. No final, todos os participantes receberam o 'kit de primeiros socorros' anti-Covid-19.


Rolando Nieto Zalasar é um dos beneficiários. Ele mora em Arequipa e, por ser uma pessoa vulnerável e sem condições de comprar remédios, recebeu um dos kits ao manifestar os primeiros sintomas da infecção.


Gloria Huancachoque, 41, também é moradora de Arequipa. Ela era a única fonte de renda de sua casa, mas perdeu o emprego durante a pandemia. Precisando sair para trabalhar com limpeza e poder sustentar a família, contraiu o vírus e acabou contaminando os filhos. Ela também se beneficiou do kit de medicamentos dos salesianos.


Atualmente, os salesianos das diversas comunidades solicitam o apoio de outras organizações, porque a pandemia persiste e a situação econômica ainda não se reestabeleceu completamente.


“Há ainda muita fome! Queremos ajudar! Mas os poucos recursos de que ainda dispomos estão se finando...”, diz o padre Raúl Acuña, SDB, vice-presidente da Fundação Dom Bosco.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 20 November 2020 15:52

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.