Em comunhão com os marginalizados

Wednesday, 18 November 2020 12:30 Written by  RSB-Comunicação
Responsáveis inspetorias da ação social das FMA do Brasil se reúnem, virtualmente, para partilhar as iniciativas realizadas na pandemia.


Atendendo ao convite do Âmbito da Pastoral Juvenil em Roma, na pessoa da conselheira geral, irmã Runita Borja, estiveram reunidas, em 12 de novembro, as responsáveis inspetorias da ação social das FMA do Brasil para expressar a comunhão e a partilha das ações realizadas nesses tempos de pandemia. O encontro contou também com a presença da irmã Ivone Goular, Âmbito da Pastoral Juvenil – área de educação; irmã Silvia Aparecida da Silva, diretora executiva da Rede Salesiana Brasil de Ação Social; e das coordenadoras inspetorias de Pastoral Juvenil.


O objetivo deste momento foi definido pela irmã Runita: “o encontro visa fortalecer nossa comunhão como FMA Brasil e com o Instituto, compartilhando nossa experiência da pandemia e como ela está mudando e remodelando nossa missão em favor das crianças, dos jovens, das mulheres e famílias em situação de vulnerabilidade.”


Irmã Silvia falou em nome da Rede Salesiana Brasil de Ação Social. “Estamos vivendo momentos nunca imaginados em todo o mundo. Os países, os governos e a sociedade “em guerra” contra o inimigo invisível, a Covid-19. Uma pandemia que trouxe mudanças significativas no nosso modo de ser, de estar e de agir. Isolados(as) em nossas casas, impossibilitados(as) de trabalhar, de conviver e em alguns casos até de nos comunicar, pois mesmo com todo o avanço na área da comunicação, nem todos(as) temos acesso.


Uma pergunta nos vem a mente: o que fazer neste momento de um indefinido amanhã? Como filhos e filhas do “sonho e da audácia” de Dom Bosco e Madre Mazzarello temos uma certeza: vai passar! E precisamos estar preparados(as) para este novo tempo!


Posteriormente, foram apresentadas as ações realizadas pelas obras sociais salesianas das FMA em todo o Brasil, demonstrando a cada momento o grande esforço de se reinventar, superar e buscar novas estratégias para se fazerem presente em cada território, com a certeza de que essa ação faz a diferença para milhares de crianças, adolescentes e jovens que tiveram sua situação de vulnerabilidade agravada com os impactos da pandemia da Covid-19.


Alguns pontos foram evidenciados neste tempo de comunhão com os marginalizados: o crescimento da pobreza e da violência, o distanciamento entre o público atendidos e os meios digitais de formação, o desmanche das políticas públicas no Brasil, entre outros. Mas também sinais de vida e esperança como o despertar da criatividade para buscar sermos reposta as diferentes urgências, o crescimento da cultura da solidariedade, a aproximação com o mundo digital, o avanço das ações em rede – e de modo especial o apoio oferecido pela Rede Salesiana Brasil.

 


Fonte: RSB-Comunicaçãol

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 18 November 2020 14:11

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Em comunhão com os marginalizados

Wednesday, 18 November 2020 12:30 Written by  RSB-Comunicação
Responsáveis inspetorias da ação social das FMA do Brasil se reúnem, virtualmente, para partilhar as iniciativas realizadas na pandemia.


Atendendo ao convite do Âmbito da Pastoral Juvenil em Roma, na pessoa da conselheira geral, irmã Runita Borja, estiveram reunidas, em 12 de novembro, as responsáveis inspetorias da ação social das FMA do Brasil para expressar a comunhão e a partilha das ações realizadas nesses tempos de pandemia. O encontro contou também com a presença da irmã Ivone Goular, Âmbito da Pastoral Juvenil – área de educação; irmã Silvia Aparecida da Silva, diretora executiva da Rede Salesiana Brasil de Ação Social; e das coordenadoras inspetorias de Pastoral Juvenil.


O objetivo deste momento foi definido pela irmã Runita: “o encontro visa fortalecer nossa comunhão como FMA Brasil e com o Instituto, compartilhando nossa experiência da pandemia e como ela está mudando e remodelando nossa missão em favor das crianças, dos jovens, das mulheres e famílias em situação de vulnerabilidade.”


Irmã Silvia falou em nome da Rede Salesiana Brasil de Ação Social. “Estamos vivendo momentos nunca imaginados em todo o mundo. Os países, os governos e a sociedade “em guerra” contra o inimigo invisível, a Covid-19. Uma pandemia que trouxe mudanças significativas no nosso modo de ser, de estar e de agir. Isolados(as) em nossas casas, impossibilitados(as) de trabalhar, de conviver e em alguns casos até de nos comunicar, pois mesmo com todo o avanço na área da comunicação, nem todos(as) temos acesso.


Uma pergunta nos vem a mente: o que fazer neste momento de um indefinido amanhã? Como filhos e filhas do “sonho e da audácia” de Dom Bosco e Madre Mazzarello temos uma certeza: vai passar! E precisamos estar preparados(as) para este novo tempo!


Posteriormente, foram apresentadas as ações realizadas pelas obras sociais salesianas das FMA em todo o Brasil, demonstrando a cada momento o grande esforço de se reinventar, superar e buscar novas estratégias para se fazerem presente em cada território, com a certeza de que essa ação faz a diferença para milhares de crianças, adolescentes e jovens que tiveram sua situação de vulnerabilidade agravada com os impactos da pandemia da Covid-19.


Alguns pontos foram evidenciados neste tempo de comunhão com os marginalizados: o crescimento da pobreza e da violência, o distanciamento entre o público atendidos e os meios digitais de formação, o desmanche das políticas públicas no Brasil, entre outros. Mas também sinais de vida e esperança como o despertar da criatividade para buscar sermos reposta as diferentes urgências, o crescimento da cultura da solidariedade, a aproximação com o mundo digital, o avanço das ações em rede – e de modo especial o apoio oferecido pela Rede Salesiana Brasil.

 


Fonte: RSB-Comunicaçãol

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 18 November 2020 14:11

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.