ONU: salesianos e mundo olham para os desafios pós-pandêmico

Thursday, 16 July 2020 16:39 Written by  Agência Info Salesiana
Segundo informações do Programa Alimentar Mundial (PAM), a vida e o sustento de 265 milhões de pessoas em países de baixa e média renda serão seriamente ameaçados pela pandemia.


À margem do Fórum Político de Alto Nível das Nações Unidas (ONU) sobre Desenvolvimento Sustentável, realizado de 7 a 16 de julho, em Nova Iorque, EUA, a representação salesiana na ONU promoveu, no dia 14 de julho, o evento "Superar as vulnerabilidades sistemáticas e os desafios financeiros por um futuro mais equitativo e sustentável: iniciativas de colaboração planejadas para combater a fome, o desemprego e a assistência sanitária no contexto da Covid-19".

O evento foi realizado de forma on-line e contou com a participação de muitas outras entidades copatrocinadoras.

Durante o evento foram apresentados diversos dados preocupantes: de acordo com as informações mais atualizados do Programa Alimentar Mundial (PAM), a vida e o sustento de 265 milhões de pessoas em países de baixa e média renda serão seriamente ameaçados pela pandemia, com cerca de 25 milhões de pessoas que perderam ou irão perder seus empregos por causa da Covid-19.

Além disso, foi salientado que a pandemia trouxe à luz um sistema global em que as redes de segurança social, de assistência sanitária e social são deficientes, senão mesmo totalmente ausentes e os efeitos da pandemia só podem ampliar as desigualdades entre países e dentro das mesmas nações.

O debate analisou, em seguida, os problemas vividos pelos segmentos mais vulneráveis da sociedade como resultado da pandemia, as boas práticas implementadas por muitos organismos em seu favor e as opções de colaboração entre organizações públicas e particulares para dar respostas futuras aos crescentes desafios devidos à fome, ao desemprego e à assistência sanitária inadequada.

Neste sentido, o padre George Menamparampil, coordenador deputado pela Congregação a gerir a emergência da Covid-19, mostrou a solidariedade em nível global entre todas as instituições salesianas presentes em 134 países. Além de explicar o complexo, mas bem implantado mecanismo salesiano de resposta a emergências, o padre George ofereceu muitas informações interessantes: explicou, por exemplo, que, até à data, o coordenador da Emergência Covid-19 recebeu 243 pedidos de ajuda, que o valor dos auxílios prestados ascende a quase 4,5 milhões de dólares, que os países diretamente beneficiados foram 62 (31 na África, cinco na Ásia Sul, quatro na Ásia Oriental, 16 na América Latina e seis na Europa).

O tipo dos auxílios oferecidos é muito amplo: alimentos, equipamentos de proteção, campanhas de prevenção, transporte...), assim como o público, seja dos beneficiários ou dos organismos colaboradores.

"Os números em jogo são enormes. Só na Índia, por exemplo, alcançamos mais de 3,5 milhões de pessoas!", disse para concluir o padre Menamparampil, que também afirmou "Essa coordenação continuará por todo o tempo que for necessário".


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


ONU: salesianos e mundo olham para os desafios pós-pandêmico

Thursday, 16 July 2020 16:39 Written by  Agência Info Salesiana
Segundo informações do Programa Alimentar Mundial (PAM), a vida e o sustento de 265 milhões de pessoas em países de baixa e média renda serão seriamente ameaçados pela pandemia.


À margem do Fórum Político de Alto Nível das Nações Unidas (ONU) sobre Desenvolvimento Sustentável, realizado de 7 a 16 de julho, em Nova Iorque, EUA, a representação salesiana na ONU promoveu, no dia 14 de julho, o evento "Superar as vulnerabilidades sistemáticas e os desafios financeiros por um futuro mais equitativo e sustentável: iniciativas de colaboração planejadas para combater a fome, o desemprego e a assistência sanitária no contexto da Covid-19".

O evento foi realizado de forma on-line e contou com a participação de muitas outras entidades copatrocinadoras.

Durante o evento foram apresentados diversos dados preocupantes: de acordo com as informações mais atualizados do Programa Alimentar Mundial (PAM), a vida e o sustento de 265 milhões de pessoas em países de baixa e média renda serão seriamente ameaçados pela pandemia, com cerca de 25 milhões de pessoas que perderam ou irão perder seus empregos por causa da Covid-19.

Além disso, foi salientado que a pandemia trouxe à luz um sistema global em que as redes de segurança social, de assistência sanitária e social são deficientes, senão mesmo totalmente ausentes e os efeitos da pandemia só podem ampliar as desigualdades entre países e dentro das mesmas nações.

O debate analisou, em seguida, os problemas vividos pelos segmentos mais vulneráveis da sociedade como resultado da pandemia, as boas práticas implementadas por muitos organismos em seu favor e as opções de colaboração entre organizações públicas e particulares para dar respostas futuras aos crescentes desafios devidos à fome, ao desemprego e à assistência sanitária inadequada.

Neste sentido, o padre George Menamparampil, coordenador deputado pela Congregação a gerir a emergência da Covid-19, mostrou a solidariedade em nível global entre todas as instituições salesianas presentes em 134 países. Além de explicar o complexo, mas bem implantado mecanismo salesiano de resposta a emergências, o padre George ofereceu muitas informações interessantes: explicou, por exemplo, que, até à data, o coordenador da Emergência Covid-19 recebeu 243 pedidos de ajuda, que o valor dos auxílios prestados ascende a quase 4,5 milhões de dólares, que os países diretamente beneficiados foram 62 (31 na África, cinco na Ásia Sul, quatro na Ásia Oriental, 16 na América Latina e seis na Europa).

O tipo dos auxílios oferecidos é muito amplo: alimentos, equipamentos de proteção, campanhas de prevenção, transporte...), assim como o público, seja dos beneficiários ou dos organismos colaboradores.

"Os números em jogo são enormes. Só na Índia, por exemplo, alcançamos mais de 3,5 milhões de pessoas!", disse para concluir o padre Menamparampil, que também afirmou "Essa coordenação continuará por todo o tempo que for necessário".


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.