Irmã Carmen Uribe é a nova delegada das FMA para os Salesianos Cooperadores

Wednesday, 20 May 2020 11:51 Written by  Agência Info Salesiana
"Como delegada mundial, empenho-me por acompanhar a associação, caminhando junto com os jovens para construir uma sociedade mais humana e cristã", afirmou a irmã Carmen após a nomeação.

 

A madre Yvonne Reungoat, superiora geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, nomeou a colombiana irmã Carmen Lucrecia Uribe como delegada mundial da Associação dos Salesianos Cooperadores (ASSCC) para o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora. A nomeação ocorreu no dia 9 de maio.

 

Após a nomeação, irmã Carmen falou sobre a sua trajetória no Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) e o que vislumbra para a Associação. Confira:

 

Formação como FMA

 

Sou Filha de Maria Auxiliadora desde 1982, ano da profissão religiosa na Inspetoria Maria Auxiliadora, da Colômbia (CMA). Desde o início, senti que "ser professora era a minha paixão". Tive a oportunidade de formar-me em Psicologia da Educação, na Faculdade de Ciências da Educação Auxilium, de Roma, e depois me especializei em Informática Educativa. Nos centros educativos trabalhei como professora, educadora, coordenadora e diretora, tanto em escolas particulares quanto estatais.

 

Acompanhar os jovens, estar perto deles e de suas famílias, foi um forte apelo que me ajudou a fortalecer a identidade salesiana, a aprofundar o sistema preventivo e a contextualizá-lo.

 

Experiência com a Família Salesiana

 

Em 1998, quando era vigária inspetorial, tive a oportunidade de fazer parte da Consultoria Inspetorial da Família Salesiana e de fazer uma abordagem concreta dos diferentes grupos da Família Salesiana, em nível local e nacional.

 

Como inspetora, entre 2005 a 2010, realizei um trabalho conjunto de animação, especialmente com o grupo de ex-alunas e Salesianos Cooperadores. A participação nos últimos três capítulos gerais do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora permitiu-me ampliar a visão e conhecer o caminho que a Família Salesiana percorreu nestes anos.

 

As raízes carismáticas estão bem fundamentadas sob a guia do Espírito e da mão de Maria no coração e na experiência vivida por Dom Bosco. Temos consciência de que o Espírito derrama o carisma entre muitos leigos, homens e mulheres, numa missão compartilhada, a serviço de crianças, adolescentes e jovens mais necessitados, em formas e expressões muito diferenciadas.

 

As linhas de futuro da Associação dos Salesianos Cooperadores

 

No Congresso Mundial de 2018, foram indicadas as principais opções que representam o trampolim de lançamento para estar onde o Senhor nos chama a "ser Dom Bosco hoje": fortalecer a fidelidade à promessa apostólica; aumentar o sentido de pertença à Igreja, à associação e à Família Salesiana; zelar pelo espírito de família e pela responsabilidade compartilhada.

 

Como delegada mundial, empenho-me por acompanhar a associação, caminhando junto com os jovens para construir uma sociedade mais humana e cristã.

 

Agradeço à madre Reungoat e ao Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, às delegadas que me precederam, especialmente à irmã Leslye Sándigo, que trabalhou em comunhão para difundir o carisma durante os últimos anos. Confio-me a Deus: que me sustente nesta nova missão; e peço a todos que me acompanhem com a oração e a fraternidade.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 20 May 2020 13:28

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Irmã Carmen Uribe é a nova delegada das FMA para os Salesianos Cooperadores

Wednesday, 20 May 2020 11:51 Written by  Agência Info Salesiana
"Como delegada mundial, empenho-me por acompanhar a associação, caminhando junto com os jovens para construir uma sociedade mais humana e cristã", afirmou a irmã Carmen após a nomeação.

 

A madre Yvonne Reungoat, superiora geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, nomeou a colombiana irmã Carmen Lucrecia Uribe como delegada mundial da Associação dos Salesianos Cooperadores (ASSCC) para o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora. A nomeação ocorreu no dia 9 de maio.

 

Após a nomeação, irmã Carmen falou sobre a sua trajetória no Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) e o que vislumbra para a Associação. Confira:

 

Formação como FMA

 

Sou Filha de Maria Auxiliadora desde 1982, ano da profissão religiosa na Inspetoria Maria Auxiliadora, da Colômbia (CMA). Desde o início, senti que "ser professora era a minha paixão". Tive a oportunidade de formar-me em Psicologia da Educação, na Faculdade de Ciências da Educação Auxilium, de Roma, e depois me especializei em Informática Educativa. Nos centros educativos trabalhei como professora, educadora, coordenadora e diretora, tanto em escolas particulares quanto estatais.

 

Acompanhar os jovens, estar perto deles e de suas famílias, foi um forte apelo que me ajudou a fortalecer a identidade salesiana, a aprofundar o sistema preventivo e a contextualizá-lo.

 

Experiência com a Família Salesiana

 

Em 1998, quando era vigária inspetorial, tive a oportunidade de fazer parte da Consultoria Inspetorial da Família Salesiana e de fazer uma abordagem concreta dos diferentes grupos da Família Salesiana, em nível local e nacional.

 

Como inspetora, entre 2005 a 2010, realizei um trabalho conjunto de animação, especialmente com o grupo de ex-alunas e Salesianos Cooperadores. A participação nos últimos três capítulos gerais do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora permitiu-me ampliar a visão e conhecer o caminho que a Família Salesiana percorreu nestes anos.

 

As raízes carismáticas estão bem fundamentadas sob a guia do Espírito e da mão de Maria no coração e na experiência vivida por Dom Bosco. Temos consciência de que o Espírito derrama o carisma entre muitos leigos, homens e mulheres, numa missão compartilhada, a serviço de crianças, adolescentes e jovens mais necessitados, em formas e expressões muito diferenciadas.

 

As linhas de futuro da Associação dos Salesianos Cooperadores

 

No Congresso Mundial de 2018, foram indicadas as principais opções que representam o trampolim de lançamento para estar onde o Senhor nos chama a "ser Dom Bosco hoje": fortalecer a fidelidade à promessa apostólica; aumentar o sentido de pertença à Igreja, à associação e à Família Salesiana; zelar pelo espírito de família e pela responsabilidade compartilhada.

 

Como delegada mundial, empenho-me por acompanhar a associação, caminhando junto com os jovens para construir uma sociedade mais humana e cristã.

 

Agradeço à madre Reungoat e ao Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, às delegadas que me precederam, especialmente à irmã Leslye Sándigo, que trabalhou em comunhão para difundir o carisma durante os últimos anos. Confio-me a Deus: que me sustente nesta nova missão; e peço a todos que me acompanhem com a oração e a fraternidade.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 20 May 2020 13:28

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.