Estreia 2020 em cordel

Wednesday, 15 April 2020 14:01 Written by  Pe. Valdemar Pereira dos Santos, SDB
O tema “Bons cristãos e honestos cidadãos” foi transformado em literatura de cordel pelo padre Valdemar Pereira dos Santos, SDB, do Colégio Dom Bosco de Salvador, BA. Confira!   

Quando pensei transformar

A Estreia em um cordel,

Primeiramente peguei

Numa caneta e papel.

E fui destrinchando o tema,

Embevecido no lema

Procurando ser fiel.

 

 

Que belo tema escolhido

Para a Estreia desde ano!

Enriquecido do lema

Tão concreto e soberano!

É uma Estreia bonita,

E a mensagem é tão rica

Pro mundo salesiano.

 

 

Essa Estreia oferece

Grande oportunidade

Para avizinhar Dom Bosco,

Com sua atualidade

À pastoral hodierna,

Clara, firme, forte e terna,

Com muita felicidade.

 

 

O Reitor-mor enfatiza:

“Precisamos estar atentos

Aos grandes desafios...

Deste mundo barulhento”.

Onde quer que o jovem esteja,

Ali está a Igreja

Em fase de crescimento.

 

 

Cultivar a honestidade,

Numa vida bem vivida,

Ser cristãos e ser cristãs,

Com a fé comprometida

É um apelo à virtude

Para a nossa juventude

Cheia de esperança e vida.

 

 

O cartaz dessa Estreia

Tão simples e tão singelo,

Remete-nos a Dom Bosco

E ao início tão belo

Da história salesiana

Que na força soberana

Nasceu do Evangelho.

 

 

Havia em Porta Polazzo

Uma velha escadaria

Onde os jovens costumavam

Reunir-se noite e dia.

Dom Bosco ao descobrir

Disse: “Eu também vou sorrir,

Com meus jovens, na alegria”!

 

 

É aí que o Evangelho

De fato é aplicado.

Dom Bosco lembra Jesus,

Num gesto concretizado:

“Vou acolher as crianças,

Elas são nossa esperança”

A porção de Deus amado.

 

 

A Estreia nos convida

Ir de cheio ao ideal:

Descobrir as condições

Lá no sociocultural

E onde estão inseridos

Os jovens pobres, feridos,

Pelo contexto atual.

 

 

Dom Bosco quando fundou

A sua Congregação

Pensou alto, pensou forte

Com a mente e o coração:

“Quero cidadãos honestos,

Em palavra, ações e gestos,

Sobretudo, bons cristãos”.

 

 

Nesta Estreia o Reitor-mor

Pretendendo resgatar

A essência educativa

Que Dom Bosco quis deixar

Para os seus adolescentes,

É necessário e urgente

Que saibamos cultivar.

 

 

A Estreia, como eu vejo,

Permite reconstruir

O que Dom Bosco pensava

No seu modo de agir

Com os jovens do seu tempo

Transferindo a contento,

Para o presente e o porvir.

 

 

O Reitor-mor nos convida

A resgatar a paixão

Que Dom Bosco sempre teve

Pela evangelização.

É a estrada que conduz

A juventude a Jesus.

Por meio da educação.

 

 

No seu vasto conteúdo

Aborda a necessidade

De formar cristãos honestos

Com virtude e lealdade.

Coisa rara, hoje em dia

Até parece utopia

Pensar nesta realidade.

 

 

Ness’empreitada inclui

Alunos e professores,

Pais, avós, catequistas,

Amigos, cooperadores.

Família Salesiana,

Bem unida e bem bacana

Todos somos construtores.  

 

 

O binômio educativo

“Bom cristão/honestidade”

Sempre foi muito querido,

Com particularidade,

Usado por São João Bosco,

Com realismo e bom gosto,

Com ternura e caridade.

 

 

No primitivo Oratório,

Um costume valioso

Foi levado muito a sério,

Como um dom mui precioso,

De “viver juntos a fé...”

Isso foi, será e é,

Hoje e sempre um tesouro.

 

 

Perambulei pela Estreia

Pra traduzi-la em cordel,

Diante do desafio

Implorei a luz do céu.

Me curvei com atenção,

Pedindo, em oração

A graça de ser fiel!

 

 

Não sei se consegui,

Talvez sim, talvez não!

A matéria é primorosa

Para um poeta do sertão.

Mesmo assim fiz o papel

De transformar em cordel

O que é SER BOM CRISTÃO!

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Estreia 2020 em cordel

Wednesday, 15 April 2020 14:01 Written by  Pe. Valdemar Pereira dos Santos, SDB
O tema “Bons cristãos e honestos cidadãos” foi transformado em literatura de cordel pelo padre Valdemar Pereira dos Santos, SDB, do Colégio Dom Bosco de Salvador, BA. Confira!   

Quando pensei transformar

A Estreia em um cordel,

Primeiramente peguei

Numa caneta e papel.

E fui destrinchando o tema,

Embevecido no lema

Procurando ser fiel.

 

 

Que belo tema escolhido

Para a Estreia desde ano!

Enriquecido do lema

Tão concreto e soberano!

É uma Estreia bonita,

E a mensagem é tão rica

Pro mundo salesiano.

 

 

Essa Estreia oferece

Grande oportunidade

Para avizinhar Dom Bosco,

Com sua atualidade

À pastoral hodierna,

Clara, firme, forte e terna,

Com muita felicidade.

 

 

O Reitor-mor enfatiza:

“Precisamos estar atentos

Aos grandes desafios...

Deste mundo barulhento”.

Onde quer que o jovem esteja,

Ali está a Igreja

Em fase de crescimento.

 

 

Cultivar a honestidade,

Numa vida bem vivida,

Ser cristãos e ser cristãs,

Com a fé comprometida

É um apelo à virtude

Para a nossa juventude

Cheia de esperança e vida.

 

 

O cartaz dessa Estreia

Tão simples e tão singelo,

Remete-nos a Dom Bosco

E ao início tão belo

Da história salesiana

Que na força soberana

Nasceu do Evangelho.

 

 

Havia em Porta Polazzo

Uma velha escadaria

Onde os jovens costumavam

Reunir-se noite e dia.

Dom Bosco ao descobrir

Disse: “Eu também vou sorrir,

Com meus jovens, na alegria”!

 

 

É aí que o Evangelho

De fato é aplicado.

Dom Bosco lembra Jesus,

Num gesto concretizado:

“Vou acolher as crianças,

Elas são nossa esperança”

A porção de Deus amado.

 

 

A Estreia nos convida

Ir de cheio ao ideal:

Descobrir as condições

Lá no sociocultural

E onde estão inseridos

Os jovens pobres, feridos,

Pelo contexto atual.

 

 

Dom Bosco quando fundou

A sua Congregação

Pensou alto, pensou forte

Com a mente e o coração:

“Quero cidadãos honestos,

Em palavra, ações e gestos,

Sobretudo, bons cristãos”.

 

 

Nesta Estreia o Reitor-mor

Pretendendo resgatar

A essência educativa

Que Dom Bosco quis deixar

Para os seus adolescentes,

É necessário e urgente

Que saibamos cultivar.

 

 

A Estreia, como eu vejo,

Permite reconstruir

O que Dom Bosco pensava

No seu modo de agir

Com os jovens do seu tempo

Transferindo a contento,

Para o presente e o porvir.

 

 

O Reitor-mor nos convida

A resgatar a paixão

Que Dom Bosco sempre teve

Pela evangelização.

É a estrada que conduz

A juventude a Jesus.

Por meio da educação.

 

 

No seu vasto conteúdo

Aborda a necessidade

De formar cristãos honestos

Com virtude e lealdade.

Coisa rara, hoje em dia

Até parece utopia

Pensar nesta realidade.

 

 

Ness’empreitada inclui

Alunos e professores,

Pais, avós, catequistas,

Amigos, cooperadores.

Família Salesiana,

Bem unida e bem bacana

Todos somos construtores.  

 

 

O binômio educativo

“Bom cristão/honestidade”

Sempre foi muito querido,

Com particularidade,

Usado por São João Bosco,

Com realismo e bom gosto,

Com ternura e caridade.

 

 

No primitivo Oratório,

Um costume valioso

Foi levado muito a sério,

Como um dom mui precioso,

De “viver juntos a fé...”

Isso foi, será e é,

Hoje e sempre um tesouro.

 

 

Perambulei pela Estreia

Pra traduzi-la em cordel,

Diante do desafio

Implorei a luz do céu.

Me curvei com atenção,

Pedindo, em oração

A graça de ser fiel!

 

 

Não sei se consegui,

Talvez sim, talvez não!

A matéria é primorosa

Para um poeta do sertão.

Mesmo assim fiz o papel

De transformar em cordel

O que é SER BOM CRISTÃO!

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.