CG28: os jovens oferecem suas orientações

Wednesday, 04 March 2020 13:02 Written by  Agência Info Salesiana
Durante os trabalhos do CG28 do dia 3 de março, alguns jovens apresentaram as suas contribuições, orientações e reflexões. Confira!


O dia 3 de março começou com a partilha do trabalho realizado pelas quatro comissões do primeiro grupo: "prioridade da missão salesiana com os jovens". A abordagem seguida foi a proposta pelo Istrumentum Laboris, inspirada no caminho sinodal: reconhecer, interpretar, escolher.

A partilha entre religiosos que representam uma variedade tão grande de contextos juvenis e salesianos tem sido rica e sincera ao destacar os pontos fortes, as limitações e as fraquezas da Congregação Salesiana.

“Os jovens são nossos profetas e sua vida, tanto em seus esforços quanto em seu potencial, é uma profecia para nós. Nós salesianos, com sofrimento, observamos que nem sempre conhecemos e vivemos no mundo dos jovens e que existe uma distância emocional e efetiva entre nós e eles. Eles nos pedem 'tempo' e nós apenas damos 'espaço'.

A revolução é voltar ao primeiro amor, ser uma Congregação dos pobres para os pobres: isso nos pede que repensemos nosso modo de vida, nossa vida religiosa, mais simples, palpavelmente fraterna e mais pobre.

Amor e bondade como o DNA do salesiano que sabe viver a pedagogia da ternura: reabilitar o afetivo como elemento-chave na aliança entre adulto e jovem. 'As pessoas não se lembram do que você disse ou do que você fez, mas como você as fez sentir' (Maya Angelou).

As contribuições que realmente tocaram o coração de todos, no entanto, são as dos jovens. Pediram francamente que os salesianos fossem simples, sem temores e sem esperar que os jovens se adaptassem às horas religiosas e aos já pré-empacotados ‘pacotes’ de respostas e estruturas preparadas sem que fossem participantes. Eles não estão procurando companheiros do alto, mas do ‘Dom Bosco de hoje’, pronto para caminhar ao lado deles e construir amanhã com eles, como aconteceu com os primeiros jovens que em Turim, com Dom Bosco, deram à luz a Congregação.

Entre as referências mais fortes das quais foram porta-vozes: maior abertura ao dom que as mulheres têm na Igreja e na Família Salesiana; ecologia não como uma tarefa extra entre outras, mas como o único futuro para todos e especialmente para os jovens; estar com os jovens e ao lado dos jovens, começando por aqueles que se orientam para a vida salesiana: "Por favor, não os faça envelhecer e afastar-se rapidamente assim que entrarem em suas casas de formação!".

O tema do CG28 é: Que Salesianos para os jovens de hoje?”. Saiba mais aqui!

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Thursday, 12 March 2020 20:27

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


CG28: os jovens oferecem suas orientações

Wednesday, 04 March 2020 13:02 Written by  Agência Info Salesiana
Durante os trabalhos do CG28 do dia 3 de março, alguns jovens apresentaram as suas contribuições, orientações e reflexões. Confira!


O dia 3 de março começou com a partilha do trabalho realizado pelas quatro comissões do primeiro grupo: "prioridade da missão salesiana com os jovens". A abordagem seguida foi a proposta pelo Istrumentum Laboris, inspirada no caminho sinodal: reconhecer, interpretar, escolher.

A partilha entre religiosos que representam uma variedade tão grande de contextos juvenis e salesianos tem sido rica e sincera ao destacar os pontos fortes, as limitações e as fraquezas da Congregação Salesiana.

“Os jovens são nossos profetas e sua vida, tanto em seus esforços quanto em seu potencial, é uma profecia para nós. Nós salesianos, com sofrimento, observamos que nem sempre conhecemos e vivemos no mundo dos jovens e que existe uma distância emocional e efetiva entre nós e eles. Eles nos pedem 'tempo' e nós apenas damos 'espaço'.

A revolução é voltar ao primeiro amor, ser uma Congregação dos pobres para os pobres: isso nos pede que repensemos nosso modo de vida, nossa vida religiosa, mais simples, palpavelmente fraterna e mais pobre.

Amor e bondade como o DNA do salesiano que sabe viver a pedagogia da ternura: reabilitar o afetivo como elemento-chave na aliança entre adulto e jovem. 'As pessoas não se lembram do que você disse ou do que você fez, mas como você as fez sentir' (Maya Angelou).

As contribuições que realmente tocaram o coração de todos, no entanto, são as dos jovens. Pediram francamente que os salesianos fossem simples, sem temores e sem esperar que os jovens se adaptassem às horas religiosas e aos já pré-empacotados ‘pacotes’ de respostas e estruturas preparadas sem que fossem participantes. Eles não estão procurando companheiros do alto, mas do ‘Dom Bosco de hoje’, pronto para caminhar ao lado deles e construir amanhã com eles, como aconteceu com os primeiros jovens que em Turim, com Dom Bosco, deram à luz a Congregação.

Entre as referências mais fortes das quais foram porta-vozes: maior abertura ao dom que as mulheres têm na Igreja e na Família Salesiana; ecologia não como uma tarefa extra entre outras, mas como o único futuro para todos e especialmente para os jovens; estar com os jovens e ao lado dos jovens, começando por aqueles que se orientam para a vida salesiana: "Por favor, não os faça envelhecer e afastar-se rapidamente assim que entrarem em suas casas de formação!".

O tema do CG28 é: Que Salesianos para os jovens de hoje?”. Saiba mais aqui!

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Thursday, 12 March 2020 20:27

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.