Um jovem do VIDES no Conselho Consultivo Internacional da Juventude

Monday, 09 December 2019 20:29 Written by  Agência Info Salesiana
Além de Carina Baumgartner, da Áustria, outro jovem também representará a juventude salesiana no Conselho Consultivo Internacional da Juventude: Raphael Makoto Yamada.


Raphael é japonês, voluntário no VIDES (Voluntariado Internacional Mulher, Educação e Desenvolvimento) e, recentemente, falou sobre a sua nomeação à Agência Info Salesiana. Confira!


InfoANS: como foi realizada a eleição para o Conselho Consultivo?

Raphael: participei do ‘Fórum Internacional da Juventude’ por recomendação da Conferência Episcopal Católica do Japão e compartilhei a situação pastoral japonesa, especialmente da juventude católica. Também falei sobre as atividades salesianas e as iniciativas da ONG, de que faço parte e é muito ativa no Japão.

Em outubro, recebi uma carta do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida. Nela havia um convite para participar deste novo projeto, liderado pelo Papa Francisco, cujo objetivo é continuar promovendo o processo sinodal entre os jovens católicos depois do Sínodo sobre jovens de 2018 e a publicação da ‘Christus Vivit’.


InfoANS: qual foi o seu envolvimento no processo sinodal?

Raphael: no ‘Fórum Internacional da Juventude’, que contou com a participação de outros 100 jovens de todo o mundo, falei sobre o Japão, que se encontra atualmente numa encruzilhada, acolhendo muitos estrangeiros e vendo suas igrejas locais se tornarem multiculturais. No Japão, estamos caminhando em direção a uma nova dimensão de evangelização, com muitas informações difundidas nas redes sociais e muitas questões abertas em níveis local e global.

Este processo também foi comentado pelo Papa Francisco em vários momentos de sua recente visita ao Japão e nos ajudará a mudar a atitude da Igreja para uma abertura maior em relação à diversidade.


InfoANS: o que você pensa da ‘Christus Vivit’?

Raphael: eu li a ‘Christus Vivit’ e penso que se trate de um convite corajoso aos jovens, no sentido de que confiem mais e sejam mais criativos e proativos. O Papa Francisco escreve aos jovens que "sejam protagonistas da revolução da caridade e do serviço" (CV 174). Isso me marcou bastante e ouvi dizer, no fórum, que vários outros participantes assim se sentiram.


InfoANS: o que você espera da primeira reunião do Conselho Consultivo, prevista para abril de 2020?

Raphael: espero que possamos trabalhar nas questões pastorais de cada país, por meio de uma plataforma comum, um site, para compartilhar nossos diferentes desafios pastorais locais. Podemos realizar intercâmbios de voluntários e inspirar-nos, uns nos outros, em diversos pontos de vista. Este conselho permite que todos possamos fazer a experiência de "dar" às comunidades internacionais e estas experiências tornarão o Japão mais proativo, na caridade e na escuta do que Deus quer.

O Conselho Consultivo Internacional da Juventude será uma das sedes para discutir os pedidos dos jovens católicos e compartilhar suas opiniões com a Santa Sé.

 

Fonte: Agência Info Salesiana


Leia também: Juventude salesiana será representada no Conselho Consultivo Internacional da Juventude

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 09 December 2019 21:05

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Um jovem do VIDES no Conselho Consultivo Internacional da Juventude

Monday, 09 December 2019 20:29 Written by  Agência Info Salesiana
Além de Carina Baumgartner, da Áustria, outro jovem também representará a juventude salesiana no Conselho Consultivo Internacional da Juventude: Raphael Makoto Yamada.


Raphael é japonês, voluntário no VIDES (Voluntariado Internacional Mulher, Educação e Desenvolvimento) e, recentemente, falou sobre a sua nomeação à Agência Info Salesiana. Confira!


InfoANS: como foi realizada a eleição para o Conselho Consultivo?

Raphael: participei do ‘Fórum Internacional da Juventude’ por recomendação da Conferência Episcopal Católica do Japão e compartilhei a situação pastoral japonesa, especialmente da juventude católica. Também falei sobre as atividades salesianas e as iniciativas da ONG, de que faço parte e é muito ativa no Japão.

Em outubro, recebi uma carta do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida. Nela havia um convite para participar deste novo projeto, liderado pelo Papa Francisco, cujo objetivo é continuar promovendo o processo sinodal entre os jovens católicos depois do Sínodo sobre jovens de 2018 e a publicação da ‘Christus Vivit’.


InfoANS: qual foi o seu envolvimento no processo sinodal?

Raphael: no ‘Fórum Internacional da Juventude’, que contou com a participação de outros 100 jovens de todo o mundo, falei sobre o Japão, que se encontra atualmente numa encruzilhada, acolhendo muitos estrangeiros e vendo suas igrejas locais se tornarem multiculturais. No Japão, estamos caminhando em direção a uma nova dimensão de evangelização, com muitas informações difundidas nas redes sociais e muitas questões abertas em níveis local e global.

Este processo também foi comentado pelo Papa Francisco em vários momentos de sua recente visita ao Japão e nos ajudará a mudar a atitude da Igreja para uma abertura maior em relação à diversidade.


InfoANS: o que você pensa da ‘Christus Vivit’?

Raphael: eu li a ‘Christus Vivit’ e penso que se trate de um convite corajoso aos jovens, no sentido de que confiem mais e sejam mais criativos e proativos. O Papa Francisco escreve aos jovens que "sejam protagonistas da revolução da caridade e do serviço" (CV 174). Isso me marcou bastante e ouvi dizer, no fórum, que vários outros participantes assim se sentiram.


InfoANS: o que você espera da primeira reunião do Conselho Consultivo, prevista para abril de 2020?

Raphael: espero que possamos trabalhar nas questões pastorais de cada país, por meio de uma plataforma comum, um site, para compartilhar nossos diferentes desafios pastorais locais. Podemos realizar intercâmbios de voluntários e inspirar-nos, uns nos outros, em diversos pontos de vista. Este conselho permite que todos possamos fazer a experiência de "dar" às comunidades internacionais e estas experiências tornarão o Japão mais proativo, na caridade e na escuta do que Deus quer.

O Conselho Consultivo Internacional da Juventude será uma das sedes para discutir os pedidos dos jovens católicos e compartilhar suas opiniões com a Santa Sé.

 

Fonte: Agência Info Salesiana


Leia também: Juventude salesiana será representada no Conselho Consultivo Internacional da Juventude

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Monday, 09 December 2019 21:05

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.