Exposição: Mãe Amazônia - O fundo respiro do mundo

Friday, 11 October 2019 14:07 Written by  Agência Info Salesiana
Exposição será realizada a partir de 18 de outubro, no Museu Etnológico Vaticano, em vista do Sínodo para a Amazônia, convocado pelo Papa Francisco.


Por ocasião do Sínodo Especial para a Amazônia, convocado pelo Papa Francisco, preparou-se – no Museu Etnológico Vaticano «Anima Mundi» (Museu Etnológico Vaticano «Alma do Mundo) – a Exposição : Mater Amazonia - The deep breath of the world (Mãe Amazônia - O fundo respiro do mundo). A inauguração está prevista para o dia 18 de outubro, podendo ser visitada até 11 de janeiro de 2020.

Trata-se de uma importante colaboração entre o Instituto Missionário da Consolata e os Salesianos de Dom Bosco: as duas congregações participam através do empréstimo de objetos das coleções dos dois respectivos museus: Museu Etnográfico e de Ciências Naturais Missioni Consolata, de Turim, e o Museu Etnológico Missionário, do Colle Don Bosco (ou Becchi, terra natal de Dom Bosco).

De acordo com o projeto científico traçado pela antropóloga Elisabetta Gatto, foi decidido contar a história do meio ambiente e das populações da Amazônia através de três grandes temas: o rio, a floresta, a maloca (casa da comunidade). Para cada um deles, foram selecionados objetos das coleções dos dois museus que melhor os representassem. São objetos que falam da vida cotidiana, da esfera ritual, mas que também testemunham o encontro com os missionários: uma vitrine foi dedicada ao tema da inculturação.

Emolduram a exposição rostos e nomes de apenas alguns dos missionários que viveram com os povos amazônicos. Para a Congregação Salesiana foram escolhidas as figuras da bem-aventurada irmã Maria Troncatti FMA, missionária entre os Shuar, do Equador, de 1922 a 1969; do padre Luigi Bolla, SDB, missionário desde 1953, por 30 anos com os Achuar, do Equador, e por 30 anos, no Peru; o padre Luigi Cocco, SDB, missionário, que viveu de 1951 a 1974 na Sierra Parima, na Venezuela.

Também colaboraram no empréstimo o Museu Missionário Índios Capuchinhos na Amazônia (MUMA), de Assis, e o Museu de Arte Chinesa e Etnografia, de Parma, sem esquecer os objetos do acervo do Museu Etnológico Vaticano «Anima Mundi», que abriga esta Mostra temporária.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 11 October 2019 14:15

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Exposição: Mãe Amazônia - O fundo respiro do mundo

Friday, 11 October 2019 14:07 Written by  Agência Info Salesiana
Exposição será realizada a partir de 18 de outubro, no Museu Etnológico Vaticano, em vista do Sínodo para a Amazônia, convocado pelo Papa Francisco.


Por ocasião do Sínodo Especial para a Amazônia, convocado pelo Papa Francisco, preparou-se – no Museu Etnológico Vaticano «Anima Mundi» (Museu Etnológico Vaticano «Alma do Mundo) – a Exposição : Mater Amazonia - The deep breath of the world (Mãe Amazônia - O fundo respiro do mundo). A inauguração está prevista para o dia 18 de outubro, podendo ser visitada até 11 de janeiro de 2020.

Trata-se de uma importante colaboração entre o Instituto Missionário da Consolata e os Salesianos de Dom Bosco: as duas congregações participam através do empréstimo de objetos das coleções dos dois respectivos museus: Museu Etnográfico e de Ciências Naturais Missioni Consolata, de Turim, e o Museu Etnológico Missionário, do Colle Don Bosco (ou Becchi, terra natal de Dom Bosco).

De acordo com o projeto científico traçado pela antropóloga Elisabetta Gatto, foi decidido contar a história do meio ambiente e das populações da Amazônia através de três grandes temas: o rio, a floresta, a maloca (casa da comunidade). Para cada um deles, foram selecionados objetos das coleções dos dois museus que melhor os representassem. São objetos que falam da vida cotidiana, da esfera ritual, mas que também testemunham o encontro com os missionários: uma vitrine foi dedicada ao tema da inculturação.

Emolduram a exposição rostos e nomes de apenas alguns dos missionários que viveram com os povos amazônicos. Para a Congregação Salesiana foram escolhidas as figuras da bem-aventurada irmã Maria Troncatti FMA, missionária entre os Shuar, do Equador, de 1922 a 1969; do padre Luigi Bolla, SDB, missionário desde 1953, por 30 anos com os Achuar, do Equador, e por 30 anos, no Peru; o padre Luigi Cocco, SDB, missionário, que viveu de 1951 a 1974 na Sierra Parima, na Venezuela.

Também colaboraram no empréstimo o Museu Missionário Índios Capuchinhos na Amazônia (MUMA), de Assis, e o Museu de Arte Chinesa e Etnografia, de Parma, sem esquecer os objetos do acervo do Museu Etnológico Vaticano «Anima Mundi», que abriga esta Mostra temporária.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 11 October 2019 14:15

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.