Carta do Reitor-mor pelos 150 anos de fundação da ADMA

Friday, 12 July 2019 13:46 Written by  Agência Info Salesiana
“Entrega-te, confia, sorri!” é o título da Carta do Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, aos Salesianos (SDB) e a toda a Família Salesiana (FS) por ocasião dos 150 anos de fundação da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA), promovida por Dom Bosco em 18 de abril de 1869, a um ano de distância da dedicação da Basílica de Maria Auxiliadora, em Valdocco.


O Reitor-mor deseja renovar a dimensão mariana da vocação salesiana; levar tanto a rever as próprias convicções subjacentes quanto a fazer uma atenta avaliação da própria devoção à Auxiliadora, como SDBs. Isto, certamente, pode tornar-se uma sugestão útil para toda a FS esparsa pelo mundo, de modo que se verifique também hoje o apelo feito, em seu tempo (de pós-concílio) pelo padre Egídio Viganó, quando convidou a “trazer novamente Nossa Senhora para casa”.

Com o desejo de conservar cada vez mais em casa Maria Auxiliadora, propõe-se uma reflexão simples sobre a adesão salesiana à eucaristia e a Nossa Senhora Auxiliadora, sobre a caminhada feita nestes 150 anos de fundação da ADMA, sobre o caráter popular do carisma salesiano entregue no tempo como tesouro de se custodiar e sobre o caminho a ser percorrido “da casa da Auxiliadora às nossas casas”.

Em sintonia com a Estreia deste ano, se relembra que não há caminho para a santidade sem a eucaristia. A eucaristia é a chave de abóbada para uma radical conversão do coração ao amor de Deus. A entrega a Maria é a condição para se viver a graça batismal e amadurecê-la através do caminho da fé, convencidos de que Ela nos toma ‘pela mão’ e nos leva ao encontro do seu Filho, Jesus.

“A devoção a Maria Auxiliadora foi entendida e promovida por Dom Bosco justamente numa perspectiva de ajuda e defesa da fé no povo de Deus, tentado por ideologias que esvaziavam o sentido cristão da vida e por muitos movimentos que atacavam a fé e a unidade da igreja fundada na rocha sólida da profissão de fé de Pedro”. Com a ADMA, Dom Bosco desejou oferecer ao povo cristão um itinerário de santificação e de apostolado simples e acessível a todos, visando defender e promover a fé do povo e valorizar os conteúdos da religiosidade popular.

Para concluir Reitor-mor diz: “enquanto damos graças pelos 150 anos de vida da Associação de Maria Auxiliadora, fiéis ao carisma do nosso santo Fundador da Família Salesiana, empenhemo-nos em deixar-nos guiar pelo Espírito Santo para um renovado impulso evangelizador e educativo… O essencial desse estímulo evangelizador consiste em renovar a Associação com atenção privilegiada à família e às novas gerações”.

Seguindo estes traços, manter-nos-emos fiéis à rota indicada por Dom Bosco: de fato a devoção à Mãe de Deus caracterizou e marcou profundamente toda a sua espiritualidade e toda a sua ação educativo-pastoral.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 12 July 2019 13:54

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Carta do Reitor-mor pelos 150 anos de fundação da ADMA

Friday, 12 July 2019 13:46 Written by  Agência Info Salesiana
“Entrega-te, confia, sorri!” é o título da Carta do Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, aos Salesianos (SDB) e a toda a Família Salesiana (FS) por ocasião dos 150 anos de fundação da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA), promovida por Dom Bosco em 18 de abril de 1869, a um ano de distância da dedicação da Basílica de Maria Auxiliadora, em Valdocco.


O Reitor-mor deseja renovar a dimensão mariana da vocação salesiana; levar tanto a rever as próprias convicções subjacentes quanto a fazer uma atenta avaliação da própria devoção à Auxiliadora, como SDBs. Isto, certamente, pode tornar-se uma sugestão útil para toda a FS esparsa pelo mundo, de modo que se verifique também hoje o apelo feito, em seu tempo (de pós-concílio) pelo padre Egídio Viganó, quando convidou a “trazer novamente Nossa Senhora para casa”.

Com o desejo de conservar cada vez mais em casa Maria Auxiliadora, propõe-se uma reflexão simples sobre a adesão salesiana à eucaristia e a Nossa Senhora Auxiliadora, sobre a caminhada feita nestes 150 anos de fundação da ADMA, sobre o caráter popular do carisma salesiano entregue no tempo como tesouro de se custodiar e sobre o caminho a ser percorrido “da casa da Auxiliadora às nossas casas”.

Em sintonia com a Estreia deste ano, se relembra que não há caminho para a santidade sem a eucaristia. A eucaristia é a chave de abóbada para uma radical conversão do coração ao amor de Deus. A entrega a Maria é a condição para se viver a graça batismal e amadurecê-la através do caminho da fé, convencidos de que Ela nos toma ‘pela mão’ e nos leva ao encontro do seu Filho, Jesus.

“A devoção a Maria Auxiliadora foi entendida e promovida por Dom Bosco justamente numa perspectiva de ajuda e defesa da fé no povo de Deus, tentado por ideologias que esvaziavam o sentido cristão da vida e por muitos movimentos que atacavam a fé e a unidade da igreja fundada na rocha sólida da profissão de fé de Pedro”. Com a ADMA, Dom Bosco desejou oferecer ao povo cristão um itinerário de santificação e de apostolado simples e acessível a todos, visando defender e promover a fé do povo e valorizar os conteúdos da religiosidade popular.

Para concluir Reitor-mor diz: “enquanto damos graças pelos 150 anos de vida da Associação de Maria Auxiliadora, fiéis ao carisma do nosso santo Fundador da Família Salesiana, empenhemo-nos em deixar-nos guiar pelo Espírito Santo para um renovado impulso evangelizador e educativo… O essencial desse estímulo evangelizador consiste em renovar a Associação com atenção privilegiada à família e às novas gerações”.

Seguindo estes traços, manter-nos-emos fiéis à rota indicada por Dom Bosco: de fato a devoção à Mãe de Deus caracterizou e marcou profundamente toda a sua espiritualidade e toda a sua ação educativo-pastoral.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 12 July 2019 13:54

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.