Ação Social
  Entre os dias 5 e 7 de agosto, foi realizada em Goiânia, GO, a X Conferência Municipal de Assistência Social da cidade, com o tema “A Gestão e o Financiamento na efetivação do Serviço Único de Assistência Social (SUAS)”. O objetivo do encontro foi analisar, propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para gestão e financiamento do SUAS.   A Conferência contou a presença de educadores do CESAM e das jovens Kamila Araújo e Loriene Ribeiro atendidas pela unidade social. Demonstrando o protagonismo juvenil incentivado pelo Cesam-GO, Kamila foi eleita delegada titular da conferência, representando os jovens.   III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial   Nos dias 9 e 10 de agosto foi realizado, também em Goiânia, GO, a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial. Na ocasião, representantes do Cesam-GO participaram da reunião juntamente com outras entidades da sociedade civil e órgãos governamentais da cidade de Goiânia e municípios adjacentes.   O objetivo foi buscar a implementação de ações nos seguintes eixos das políticas públicas: comunidades tradicionais; diversidade cultural; Direitos Humanos e segurança pública; educação atualizada; juventude; saúde; segurança alimentar e desenvolvimento social; e trabalho, desenvolvimento econômico e urbano.   A educadora Rosana Cristiana Santana foi eleita delegada convidada para a Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que será realizada entre os dias 28 a 30 de agosto.   Inspetoria São João Bosco
O Cesam-MG comemora neste mês de agosto 40 anos de fundação. No dia 3 de agosto a unidade celebrou a data durante mais uma edição da Festa de Dom Bosco. Cerca de 2000 pessoas participaram da comemoração entre adolescentes, salesianos, jovens ex-Cesam e educadores.
Desde o mês de maio, o atendimento às crianças e adolescentes que se encontram em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos e necessitam de acolhimento e assistência provisória fora de seu núcleo familiar na região de São Carlos, está sendo realizado pelos Salesianos de São Carlos, na Casa de Acolhimento Institucional Cláudia Picchi Porto.
“A gestão e o financiamento na efetivação do Sistema Único da Assistência Social - SUAS”, foi o tema da X Conferência Municipal de Assistência Social realizada em Belo Horizonte, MG, nos dias 26 e 27 de julho.
  O último dia 10 de julho, aniversário de 23 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), foi marcado por uma celebração Ecumênica na Catedral de São Pedro em Cachoeiro de Itapemirim, ES. A celebração contou com a presença das instituições  da cidade que trabalham com crianças e adolescentes, dentre elas: o Cesam-ES; Grupo União, Casa de Passagem – IASEI; Caritas; Pastoral da Infância e da Adolescência; Projeto Molecada; Aprisco Rei Davi; APAAE, Villagindo e Recanto da Criança.
O VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (ENRESAS) foi realizado de 28 a 30 de junho, em Brasília – DF. É preciso continuar investindo na formação dos educadores e aprimorar a gestão sustentável das obras sociais, como caminho para fortalecer a identidade e a significatividade da presença salesiana nos espaços sociais. Essa é a principal conclusão do VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (VII ENRESAS), realizado em Brasília-DF nos dias 28 a 30 de junho. Cerca de 100 gestores de entidades pertencentes à RESAS participaram do Encontro e, após a reflexão realizada em palestras e grupos de estudo, tomaram como prioridade a tarefa de implementar ações efetivas nesse sentido em todas as regiões do País em que a ação social salesiana se faz presente. “Foi um encontro muito positivo, muito bem subsidiado e conduzido, e que resultou em propostas concretas que vão ressaltar a identidade de nosso trabalho social, para que a ação social salesiana seja ainda mais significativa”, considera o diretor-executivo da RESAS, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti. Ele explica que o ENRESAS teve dois grandes focos, sendo o primeiro a formação dos educadores das obras sociais: “Esse é um ponto fundamental para nós da RESAS, por isso temos investido e vamos dar continuidade nos cursos EAD em parceria com a Universidade Católica de Brasília e nos Diálogos de Formação, realizados online. Fizemos uma pesquisa, apresentada no Encontro, sobre como as obras locais organizam a formação e isso nos mostrou que a maioria das entidades sociais tem um plano de formação, o que também é muito positivo”. O segundo foco foi a sustentabilidade das obras sociais, reflexão feita durante todo o encontro, mas que teve como marco a palestra do Prof. Felippe Jorge Kopanakis Pacheco, sobre “Gestão, Significatividade e Sustentabilidade”. A partir deste tema, foram tomadas decisões importantes, como o posicionamento favorável à implementação das Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento. A implantação das Secretarias é uma orientação dos Salesianos de Dom Bosco em âmbito mundial, com a proposta de que cada Inspetoria salesiana tenha na SPD uma ferramenta para executar tarefas estratégicas, como a captação de recursos e a integração entre as diversas frentes de ação. “Vimos que isso será muito importante para a RESAS, inclusive no sentido de promover a interação com a Rede Salesiana de Escolas, com as paróquias etc”, finaliza Pe. Pessinatti.
Ação Social
  Entre os dias 5 e 7 de agosto, foi realizada em Goiânia, GO, a X Conferência Municipal de Assistência Social da cidade, com o tema “A Gestão e o Financiamento na efetivação do Serviço Único de Assistência Social (SUAS)”. O objetivo do encontro foi analisar, propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para gestão e financiamento do SUAS.   A Conferência contou a presença de educadores do CESAM e das jovens Kamila Araújo e Loriene Ribeiro atendidas pela unidade social. Demonstrando o protagonismo juvenil incentivado pelo Cesam-GO, Kamila foi eleita delegada titular da conferência, representando os jovens.   III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial   Nos dias 9 e 10 de agosto foi realizado, também em Goiânia, GO, a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial. Na ocasião, representantes do Cesam-GO participaram da reunião juntamente com outras entidades da sociedade civil e órgãos governamentais da cidade de Goiânia e municípios adjacentes.   O objetivo foi buscar a implementação de ações nos seguintes eixos das políticas públicas: comunidades tradicionais; diversidade cultural; Direitos Humanos e segurança pública; educação atualizada; juventude; saúde; segurança alimentar e desenvolvimento social; e trabalho, desenvolvimento econômico e urbano.   A educadora Rosana Cristiana Santana foi eleita delegada convidada para a Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que será realizada entre os dias 28 a 30 de agosto.   Inspetoria São João Bosco
O Cesam-MG comemora neste mês de agosto 40 anos de fundação. No dia 3 de agosto a unidade celebrou a data durante mais uma edição da Festa de Dom Bosco. Cerca de 2000 pessoas participaram da comemoração entre adolescentes, salesianos, jovens ex-Cesam e educadores.
Desde o mês de maio, o atendimento às crianças e adolescentes que se encontram em situação de abandono, ameaça ou violação de direitos e necessitam de acolhimento e assistência provisória fora de seu núcleo familiar na região de São Carlos, está sendo realizado pelos Salesianos de São Carlos, na Casa de Acolhimento Institucional Cláudia Picchi Porto.
“A gestão e o financiamento na efetivação do Sistema Único da Assistência Social - SUAS”, foi o tema da X Conferência Municipal de Assistência Social realizada em Belo Horizonte, MG, nos dias 26 e 27 de julho.
  O último dia 10 de julho, aniversário de 23 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), foi marcado por uma celebração Ecumênica na Catedral de São Pedro em Cachoeiro de Itapemirim, ES. A celebração contou com a presença das instituições  da cidade que trabalham com crianças e adolescentes, dentre elas: o Cesam-ES; Grupo União, Casa de Passagem – IASEI; Caritas; Pastoral da Infância e da Adolescência; Projeto Molecada; Aprisco Rei Davi; APAAE, Villagindo e Recanto da Criança.
O VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (ENRESAS) foi realizado de 28 a 30 de junho, em Brasília – DF. É preciso continuar investindo na formação dos educadores e aprimorar a gestão sustentável das obras sociais, como caminho para fortalecer a identidade e a significatividade da presença salesiana nos espaços sociais. Essa é a principal conclusão do VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (VII ENRESAS), realizado em Brasília-DF nos dias 28 a 30 de junho. Cerca de 100 gestores de entidades pertencentes à RESAS participaram do Encontro e, após a reflexão realizada em palestras e grupos de estudo, tomaram como prioridade a tarefa de implementar ações efetivas nesse sentido em todas as regiões do País em que a ação social salesiana se faz presente. “Foi um encontro muito positivo, muito bem subsidiado e conduzido, e que resultou em propostas concretas que vão ressaltar a identidade de nosso trabalho social, para que a ação social salesiana seja ainda mais significativa”, considera o diretor-executivo da RESAS, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti. Ele explica que o ENRESAS teve dois grandes focos, sendo o primeiro a formação dos educadores das obras sociais: “Esse é um ponto fundamental para nós da RESAS, por isso temos investido e vamos dar continuidade nos cursos EAD em parceria com a Universidade Católica de Brasília e nos Diálogos de Formação, realizados online. Fizemos uma pesquisa, apresentada no Encontro, sobre como as obras locais organizam a formação e isso nos mostrou que a maioria das entidades sociais tem um plano de formação, o que também é muito positivo”. O segundo foco foi a sustentabilidade das obras sociais, reflexão feita durante todo o encontro, mas que teve como marco a palestra do Prof. Felippe Jorge Kopanakis Pacheco, sobre “Gestão, Significatividade e Sustentabilidade”. A partir deste tema, foram tomadas decisões importantes, como o posicionamento favorável à implementação das Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento. A implantação das Secretarias é uma orientação dos Salesianos de Dom Bosco em âmbito mundial, com a proposta de que cada Inspetoria salesiana tenha na SPD uma ferramenta para executar tarefas estratégicas, como a captação de recursos e a integração entre as diversas frentes de ação. “Vimos que isso será muito importante para a RESAS, inclusive no sentido de promover a interação com a Rede Salesiana de Escolas, com as paróquias etc”, finaliza Pe. Pessinatti.