O Setor para a Pastoral Juvenil publica “Diamantes Ocultos”, 200 sonhos de jovens Destaque

Quarta, 15 Mai 2024 13:30 Escrito por  Agência Info Salesiana - ANS
Entre os jovens de todos os continentes que compartilharam seus sonhos estão também nove brasileiros.

 

Por ocasião do bicentenário do “sonho dos nove anos” de Dom Bosco, foi lançado o livro dos sonhos. “Queríamos fazer aos jovens do mundo uma pergunta muito simples, mas muito existencial: 'qual é o sonho da sua vida?'” explica o Conselheiro Geral para a Pastoral Juvenil, P. Miguel Angel García Morcuende. “E recebemos sonhos de crianças e jovens das casas das Filhas de Maria Auxiliadora e dos Salesianos de Dom Bosco de todos os continentes. São jovens de 94 países que contam como querem realizar o seu sonho e como pretendem ultrapassar as condições mais difíceis”.

 

Entre os jovens que compartilharam seus sonhos, estão nove brasileiros: Ana Caroline Nogueira Noleto, 18 anos, de Belo Horizonte, MG; Eduardo Andrade, 27 anos, de Recife, PE; Lucas Nistler, 22 anos; Maria Laís Sodré Juvenal, 20 anos, Manaus, AM; Marilia Guadalupe da Silva Melo, 21 anos, Paulo Afonso, BA; Nícolas Marson do Prado Frois Nícão, 24 anos, São José dos Campos, SP; Rafael Alexandre de Souza, 23 anos, São Paulo, SP; Sara Araújo Andrade, 16 anos, Ponte Nova, MG; e Wendel Bittencourt da Silva, 25 anos, Curitiba, PR.

 

Mais de 200 sonhos provenientes de todo o mundo salesiano enriquecem as páginas deste “tesouro”, que assumiu a forma de um “Livro de Mesa”, um volume para ser folheado e apreciado, como se essas histórias inspiradoras fossem diamantes a serem descobertos.

 

Os jovens expressaram alguns sonhos como: serem verdadeiramente ouvidos e compreendidos em suas expectativas de vida, em sua forma de ver o mundo e atuar nele; vivenciar um Deus próximo, verdadeiramente encarnado e vivo nas situações humanas; sentir-se acolhido pela Igreja e pelas presenças salesianas tal como são, sem precisar encaixar sua maneira de ser em estereótipos; seguir a própria vocação, os caminhos para descobri-la e a fé no essencial; construir o próprio projeto profissional, apesar das incertezas e questões das transformações sociais, políticas e tecnológicas; confiar no esforço pessoal e no apoio familiar como condições fundamentais para melhorar a vida e tornar-se adulto; tornar-se um adulto de referência, apaixonado, claro, determinado com a vida e guia de seu próprio processo; valorizar o contexto em que vivem com ações concretas, por meio de ações nobres como “poder ajudar os outros”.

 

As fotografias acompanham os sonhos e é emocionante olhar para os rostos dos jovens, seus sorrisos, suas expressões e até mesmo os sinais que alguns deles trazem na fotografia. “Os sonhos dos nossos jovens foram desenhados dentro das paredes de casa, dentro da família, desenhados na mesa do seu dia a dia. São sonhos maravilhosos que anunciam um mundo mais belo e mais humano. Tornemos nossos os sonhos dos jovens e teremos um mundo com aroma de verdadeira primavera”, afirma o P. Joebeth Vivo, membro do Setor para a Pastoral Juvenil dos Salesianos de Dom Bosco.

 

“Os jovens correm pelas ruas dos seus sonhos, perseguindo certezas que o mundo adulto muitas vezes não conseguiu propor. Mas os jovens estão aqui: corajosos e prontos. Sonhos, projetos, negócios, programas e aventuras: são coisas lindas, importantes, tão preciosas quanto diamantes!”, diz Antonella Sinagoga.

 

O P. García conclui: “O sonho é uma categoria antropológica e existencial que nos permite hoje redescobrir o interesse pela existência, a proximidade com os outros e a coragem para empreender o esforço de construir um mundo melhor. Nossos jovens expressaram a necessidade de alguém que os convide a olhar para além da janela do seu quarto ou da sala de aula, a levantar-se e a amarrar os sapatos. Paramos de fazer história porque paramos de sonhar."

 

A obra é enriquecida pelos prefácios do Reitor-Mor, Cardeal Ángel Fernández Artime, e da Madre Geral das Filhas de Maria Auxiliadora, Madre Chiara Cazzuola, bem como a apresentação do Conselheiro Geral para a Pastoral Juvenil, P. García Morcuende.

 

O livro também será produzido na versão impressa, mas já é possível admirá-lo na versão digital acessível AQUI

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


O Setor para a Pastoral Juvenil publica “Diamantes Ocultos”, 200 sonhos de jovens Destaque

Quarta, 15 Mai 2024 13:30 Escrito por  Agência Info Salesiana - ANS
Entre os jovens de todos os continentes que compartilharam seus sonhos estão também nove brasileiros.

 

Por ocasião do bicentenário do “sonho dos nove anos” de Dom Bosco, foi lançado o livro dos sonhos. “Queríamos fazer aos jovens do mundo uma pergunta muito simples, mas muito existencial: 'qual é o sonho da sua vida?'” explica o Conselheiro Geral para a Pastoral Juvenil, P. Miguel Angel García Morcuende. “E recebemos sonhos de crianças e jovens das casas das Filhas de Maria Auxiliadora e dos Salesianos de Dom Bosco de todos os continentes. São jovens de 94 países que contam como querem realizar o seu sonho e como pretendem ultrapassar as condições mais difíceis”.

 

Entre os jovens que compartilharam seus sonhos, estão nove brasileiros: Ana Caroline Nogueira Noleto, 18 anos, de Belo Horizonte, MG; Eduardo Andrade, 27 anos, de Recife, PE; Lucas Nistler, 22 anos; Maria Laís Sodré Juvenal, 20 anos, Manaus, AM; Marilia Guadalupe da Silva Melo, 21 anos, Paulo Afonso, BA; Nícolas Marson do Prado Frois Nícão, 24 anos, São José dos Campos, SP; Rafael Alexandre de Souza, 23 anos, São Paulo, SP; Sara Araújo Andrade, 16 anos, Ponte Nova, MG; e Wendel Bittencourt da Silva, 25 anos, Curitiba, PR.

 

Mais de 200 sonhos provenientes de todo o mundo salesiano enriquecem as páginas deste “tesouro”, que assumiu a forma de um “Livro de Mesa”, um volume para ser folheado e apreciado, como se essas histórias inspiradoras fossem diamantes a serem descobertos.

 

Os jovens expressaram alguns sonhos como: serem verdadeiramente ouvidos e compreendidos em suas expectativas de vida, em sua forma de ver o mundo e atuar nele; vivenciar um Deus próximo, verdadeiramente encarnado e vivo nas situações humanas; sentir-se acolhido pela Igreja e pelas presenças salesianas tal como são, sem precisar encaixar sua maneira de ser em estereótipos; seguir a própria vocação, os caminhos para descobri-la e a fé no essencial; construir o próprio projeto profissional, apesar das incertezas e questões das transformações sociais, políticas e tecnológicas; confiar no esforço pessoal e no apoio familiar como condições fundamentais para melhorar a vida e tornar-se adulto; tornar-se um adulto de referência, apaixonado, claro, determinado com a vida e guia de seu próprio processo; valorizar o contexto em que vivem com ações concretas, por meio de ações nobres como “poder ajudar os outros”.

 

As fotografias acompanham os sonhos e é emocionante olhar para os rostos dos jovens, seus sorrisos, suas expressões e até mesmo os sinais que alguns deles trazem na fotografia. “Os sonhos dos nossos jovens foram desenhados dentro das paredes de casa, dentro da família, desenhados na mesa do seu dia a dia. São sonhos maravilhosos que anunciam um mundo mais belo e mais humano. Tornemos nossos os sonhos dos jovens e teremos um mundo com aroma de verdadeira primavera”, afirma o P. Joebeth Vivo, membro do Setor para a Pastoral Juvenil dos Salesianos de Dom Bosco.

 

“Os jovens correm pelas ruas dos seus sonhos, perseguindo certezas que o mundo adulto muitas vezes não conseguiu propor. Mas os jovens estão aqui: corajosos e prontos. Sonhos, projetos, negócios, programas e aventuras: são coisas lindas, importantes, tão preciosas quanto diamantes!”, diz Antonella Sinagoga.

 

O P. García conclui: “O sonho é uma categoria antropológica e existencial que nos permite hoje redescobrir o interesse pela existência, a proximidade com os outros e a coragem para empreender o esforço de construir um mundo melhor. Nossos jovens expressaram a necessidade de alguém que os convide a olhar para além da janela do seu quarto ou da sala de aula, a levantar-se e a amarrar os sapatos. Paramos de fazer história porque paramos de sonhar."

 

A obra é enriquecida pelos prefácios do Reitor-Mor, Cardeal Ángel Fernández Artime, e da Madre Geral das Filhas de Maria Auxiliadora, Madre Chiara Cazzuola, bem como a apresentação do Conselheiro Geral para a Pastoral Juvenil, P. García Morcuende.

 

O livro também será produzido na versão impressa, mas já é possível admirá-lo na versão digital acessível AQUI

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.