Seis unidades da Rede Salesiana de Escolas, situadas no Vale do Paraíba, SP, realizaram um encontro com seus professores da educação infantil ao 3º ano do ensino médio na abertura do segundo semestre, no dia 3 de agosto, no Instituto São José (ISJ), em São José dos Campos, SP. Além da escola anfitriã, fazem parte do grupo o Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA Oratório) de Cruzeiro, São Joaquim e Instituto Santa Teresa, de Lorena, Nossa Senhora do Carmo, de Guaratinguetá, e Colégio Maria Imaculada, de Jacareí. O encontro foi planejado nas reuniões bimestrais que vêm acontecendo nas escolas desde o início do ano. Divididos em grupos de acordo com seus segmentos, os educadores discutiram metodologia e atividades pedagógicas norteadas pelo material didático da RSE.
Published in Nacionais
Foi realizada na manhã do dia 26 de junho a terceira edição da Escola de Pais do Colégio Salesiano do Recife, em Pernambuco. O encontro trouxe como tema “Por uma educação sem preconceito” e convocou pais e alunos a refletirem sobre o preconceito e a discriminação na vida e no ambiente escolar.   O encontro teve início com a apresentação do documentário de mesmo nome do tema do encontro, orientado pela professora de Ensino Religioso, Ana Cristina Aureliano, e produzido pelo coordenador de Comunicação, Elton di Assis. Após exibição do filme, a professora chamou quatro alunos do 5º ano do Ensino Fundamental para definir para o público o que significa preconceito.   A palestra principal ficou a cargo da pedagoga Jeane Oliveira, do Conselho Tutelar do Recife, que explanou sobre seu trabalho, pontuou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e frisou quais são as obrigações da família na educação da criança e a sua importância para a não disseminação do preconceito e da discriminação. “Como sendo maior influência da educação de uma criança, a família e os pais devem moldar o caráter desse futuro adulto para que ele não cresça achando ‘o diferente’ errado, indigno de direitos e de convivência”, afirmou a pedagoga.   Ainda durante palestra, a pedagoga exibiu o curta-metragem “Preconceito Cega” e propôs uma reflexão sobre os preconceitos que o cidadão tem arraigado em si e o pratica sem perceber – como algo normal da educação.  Ela usou o exemplo para diferenciar os termos preconceito e discriminação: “Preconceito é o pensar o, tal como a raiz da palavra, o conceito antes de conhecer, contudo a discriminação é a prática da separação das pessoas com base nas diferenças”, conclui.   Depois da palestra, foi aberta a mesa de debates composta pela professora Ana Cristina Aureliano, o missionário da comunidade católica Boa Nova, José Honorato da Silva, a mãe de um dos alunos do colégio, Marinalva Santos, e o advogado, Leonardo Barbosa, que responderam perguntas feitas pelo público.   De acordo com a coordenadora da Escola de Pais, Roselis Alves, é importante esses momentos de debate que vão além do conteúdo dos livros. "Como ambiente educacional, a escola tem o dever de criar seres humanos cidadãos, ela precisa discutir tabus, chamar família e alunos à reflexão. No segundo semestre, teremos outros temas que convidarão todos a pensar e rever ideias", afirmou.   Nordeste Hoje/ Inspetoria Salesiana do Nordeste
Published in Nacionais
  Todos os meses, o reitor-mor escreve aos leitores do Boletim Salesiano um artigo para leitura e reflexão. No segundo ano de preparação para o bicentenário de Dom Bosco, a proposta é debruçar-se sobre a pedagogia do Santo dos Jovens, a partir de reflexões escritas em primeira pessoa. Veja o artigo de maio.   Graças também à presença materna de minha mãe na antiga casa Pinardi (onde teve início a obra salesiana), havia um estilo simples de relações humanas, feito de calor paciente, compreensão e correção, em perfeito estilo de família. Com tantos em casa, a disciplina era necessária para que tudo não acabasse em confusão incontrolável. Disciplina reduzida ao mínimo, mas “acordos claros e amizade longa” como ela, em sua inata sabedoria popular, condensava as suas conclusões.  
Published in Reitor-mor
Matheus Barreto, aluno do 9º ano no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA), no Rio de Janeiro, RJ, vem se destacando como atleta de jiu-jítsu e luta olímpica (wrestling). Recentemente, o aluno foi campeão da Taça Rio 2012 (Campeonato Carioca de Jiu-jítsu) e vice-campeão estadual de luta olímpica. “Essas conquistas significaram muito para mim porque eu não tinha certeza do que eu queria ser quando crescer. Quando eu entrei no tatame e senti aquela adrenalina, eu logo pensei: é isso que eu quero para minha vida”, declarou Matheus.   Matheus conta que começou a praticar o esporte para manter a forma e levar uma vida saudável, mas logo o seu professor percebeu que ele teria potencial para competir. “Foi isso que eu fiz, e acabei me apaixonando pela luta, me dedicando cada vez mais”, revela.   Ao falar de seus objetivos como atleta e estudante, Matheus apresenta uma única resposta: “Treinar, treinar, esse é o segredo para as vitórias. Quero me dedicar ao máximo para ter bons resultados nos campeonatos e no colégio”.   RSE Informa
Published in Nacionais
Seis unidades da Rede Salesiana de Escolas, situadas no Vale do Paraíba, SP, realizaram um encontro com seus professores da educação infantil ao 3º ano do ensino médio na abertura do segundo semestre, no dia 3 de agosto, no Instituto São José (ISJ), em São José dos Campos, SP. Além da escola anfitriã, fazem parte do grupo o Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA Oratório) de Cruzeiro, São Joaquim e Instituto Santa Teresa, de Lorena, Nossa Senhora do Carmo, de Guaratinguetá, e Colégio Maria Imaculada, de Jacareí. O encontro foi planejado nas reuniões bimestrais que vêm acontecendo nas escolas desde o início do ano. Divididos em grupos de acordo com seus segmentos, os educadores discutiram metodologia e atividades pedagógicas norteadas pelo material didático da RSE.
Published in Nacionais
Foi realizada na manhã do dia 26 de junho a terceira edição da Escola de Pais do Colégio Salesiano do Recife, em Pernambuco. O encontro trouxe como tema “Por uma educação sem preconceito” e convocou pais e alunos a refletirem sobre o preconceito e a discriminação na vida e no ambiente escolar.   O encontro teve início com a apresentação do documentário de mesmo nome do tema do encontro, orientado pela professora de Ensino Religioso, Ana Cristina Aureliano, e produzido pelo coordenador de Comunicação, Elton di Assis. Após exibição do filme, a professora chamou quatro alunos do 5º ano do Ensino Fundamental para definir para o público o que significa preconceito.   A palestra principal ficou a cargo da pedagoga Jeane Oliveira, do Conselho Tutelar do Recife, que explanou sobre seu trabalho, pontuou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e frisou quais são as obrigações da família na educação da criança e a sua importância para a não disseminação do preconceito e da discriminação. “Como sendo maior influência da educação de uma criança, a família e os pais devem moldar o caráter desse futuro adulto para que ele não cresça achando ‘o diferente’ errado, indigno de direitos e de convivência”, afirmou a pedagoga.   Ainda durante palestra, a pedagoga exibiu o curta-metragem “Preconceito Cega” e propôs uma reflexão sobre os preconceitos que o cidadão tem arraigado em si e o pratica sem perceber – como algo normal da educação.  Ela usou o exemplo para diferenciar os termos preconceito e discriminação: “Preconceito é o pensar o, tal como a raiz da palavra, o conceito antes de conhecer, contudo a discriminação é a prática da separação das pessoas com base nas diferenças”, conclui.   Depois da palestra, foi aberta a mesa de debates composta pela professora Ana Cristina Aureliano, o missionário da comunidade católica Boa Nova, José Honorato da Silva, a mãe de um dos alunos do colégio, Marinalva Santos, e o advogado, Leonardo Barbosa, que responderam perguntas feitas pelo público.   De acordo com a coordenadora da Escola de Pais, Roselis Alves, é importante esses momentos de debate que vão além do conteúdo dos livros. "Como ambiente educacional, a escola tem o dever de criar seres humanos cidadãos, ela precisa discutir tabus, chamar família e alunos à reflexão. No segundo semestre, teremos outros temas que convidarão todos a pensar e rever ideias", afirmou.   Nordeste Hoje/ Inspetoria Salesiana do Nordeste
Published in Nacionais
  Todos os meses, o reitor-mor escreve aos leitores do Boletim Salesiano um artigo para leitura e reflexão. No segundo ano de preparação para o bicentenário de Dom Bosco, a proposta é debruçar-se sobre a pedagogia do Santo dos Jovens, a partir de reflexões escritas em primeira pessoa. Veja o artigo de maio.   Graças também à presença materna de minha mãe na antiga casa Pinardi (onde teve início a obra salesiana), havia um estilo simples de relações humanas, feito de calor paciente, compreensão e correção, em perfeito estilo de família. Com tantos em casa, a disciplina era necessária para que tudo não acabasse em confusão incontrolável. Disciplina reduzida ao mínimo, mas “acordos claros e amizade longa” como ela, em sua inata sabedoria popular, condensava as suas conclusões.  
Published in Reitor-mor
Matheus Barreto, aluno do 9º ano no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA), no Rio de Janeiro, RJ, vem se destacando como atleta de jiu-jítsu e luta olímpica (wrestling). Recentemente, o aluno foi campeão da Taça Rio 2012 (Campeonato Carioca de Jiu-jítsu) e vice-campeão estadual de luta olímpica. “Essas conquistas significaram muito para mim porque eu não tinha certeza do que eu queria ser quando crescer. Quando eu entrei no tatame e senti aquela adrenalina, eu logo pensei: é isso que eu quero para minha vida”, declarou Matheus.   Matheus conta que começou a praticar o esporte para manter a forma e levar uma vida saudável, mas logo o seu professor percebeu que ele teria potencial para competir. “Foi isso que eu fiz, e acabei me apaixonando pela luta, me dedicando cada vez mais”, revela.   Ao falar de seus objetivos como atleta e estudante, Matheus apresenta uma única resposta: “Treinar, treinar, esse é o segredo para as vitórias. Quero me dedicar ao máximo para ter bons resultados nos campeonatos e no colégio”.   RSE Informa
Published in Nacionais