Terminou nesta quinta-feira, 17 de janeiro, o Congresso Interamericano de Educação Católica. Organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), o evento, realizado desde o dia 15 de janeiro na cidade do Panamá, Capital do Panamá, aborda nesta edição o tema "Grandes desafios, uma mesma identidade".   Em sua 23 ª edição, o congresso chama a atenção para a necessidade de uma nova evangelização, que faça uso de meios, métodos, agentes e estruturas diferenciadas, para lidar com os desafios vividos pela educação católica em um mundo onde, cada vez mais, se privilegia as emoções e sentimentos à razão e o espírito.   O congresso, que contou com a participação de representantes de toda a América Latina e Caribe, também recebeu representantes da Rede Salesiana de Escolas (RSE) incluindo educadores, assessores e animadores de polos da RSE. Os padres Nivaldo Luiz Pessinatti, diretor executivo da RSE e José Marinoni, reitor da Universidade Católica Dom Bosco e presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC), também participam do evento.   Com o encontro, a Confederação pretende criar um espaço de debate e reflexão acadêmica à luz da análise e discussão de propostas governamentais e da Igreja; encontrar respostas adequadas para os diferentes desafios educacionais da região; assim como fomentar caminhos para a cooperação, fortalecendo os vínculos, integrando todos os membros da comunidade educativa, criando sinergias e expandindo redes.    Com informações da ANEC    
Publicado em Internacionais
Alessandra e Isabelle tiveram ótima participação no Campeonato Mundial de Karatê, na Austrália. Isabelle ficou entre as oito melhores atletas do torneio e Alessandra foi vice-campeã mundial. As gêmeas Alessandra e Isabelle Macedo, alunas do Ateneu Salesiano Dom Bosco de Goiânia, GO, representaram muito bem a Rede Salesiana de Escolas (RSE) e o Brasil no Campeonato Mundial de Karatê, realizado em Sydney, na Austrália, entre os dias 17 e 24 de novembro. Na categoria kumitê (luta), Alessandra conquistou a medalha de prata e Isabelle, o 8º lugar. Em kata (apresentação de movimentos), as gêmeas ficaram entre as 10 melhores karatecas. Participaram do torneio cerca de 1600 atletas de 60 países.   Os momentos marcantes e as lições do Mundial Isabelle e Alessandra falaram um pouco sobre a emoção de disputar o Mundial, os momentos marcantes e as lições trazidas pelo torneio.   Para Isabelle, o clima do Mundial é bem diferente das outras competições: “A sensação é de estar participando de um campeonato de um nível bem mais alto, com diferentes culturas e mais responsabilidade por ser representante do país”, conta a atleta. No torneio, Isabelle diz ter adquirido novos aprendizados para os próximos campeonatos: “O que trouxe de aprendizado foi nunca subestimar os adversários, pois enfrentei adversários bem mais fortes e subestimei uma adversária tecnicamente mais fraca, da qual acabei perdendo”. Com a experiência, ela observou o que precisa treinar e aprimorar para o próximo desafio. “No próximo campeonato internacional, que será o Pan-americano, em São Paulo, eu quero estar ainda mais preparada”, projeta.   Alessandra, que subiu ao pódio para receber a medalha de prata, não imaginava que seria a segunda melhor do mundo em sua categoria. “Não esperava chegar tão longe. Foi bom perceber que eu posso estar entre as melhores do mundo e que os treinos intensos valeram a pena”, comemora. Segundo Alessandra, os momentos mais marcantes  foram as lutas contra as favoritas internacionais. “O confronto inesquecível foi a semifinal contra a atleta sul-africana. Foi quando eu percebi que tinha potencial para chegar ao pódio”, relembra.   Planos para 2013   Para o ano de 2013, as gêmeas da RSE têm boas expectativas. Alessandra quer manter o desempenho e superar as adversárias mais difíceis. Isabelle também sonha com títulos importantes e pretende melhorar ainda mais seus resultados. Sobre os estudos, as gêmeas são unânimes: querem “manter as boas notas e seguir os ensinamentos de bom convívio aprendidos na escola salesiana”.   RSE Informa
Publicado em Internacionais
No dia 11 de cada mês é dedicado à oração e divulgação da Causa de Beatificação do Venerável P. Rodolfo Komórek, sacerdote salesiano que ficou conhecido como “padre santo” e tem mais de 12 mil graças atribuídas à sua intercessão. Após mais de uma década fechado, o quarto em que o sacerdote viveu seus últimos dias, será reaberto à visitação. O padre teve grande atuação na Paróquia Sagrada Família, localizada no Sanatório Vicentina Aranha, em São José dos Campos. No ambiente que fica em um pavilhão que outrora era utilizado para o isolamento de pacientes terminais, os devotos e visitantes encontrarão objetos pessoais como sua cama, um confessionário feito por ele, uma estola, um terço, fotos, radiografias de seu pulmão – P. Komórek morreu de tuberculose – além de relíquias dos ossos das pernas e pés do padre. Em preparação para a reabertura do quarto do P. Komórek,  um tríduo  foi realizado neste sábado, 8 de dezembro, com terço e missa na Capela Nossa Senhora de Fátima, na cidade de Jacareí, com a programação se repetindo no dia seguinte. No dia 10 de dezembro a preparação prosseguiu com a reza do terço na Capela Relicário P. Rodolfo Komórek, em São José dos Campos, e o encerramento ocorreu no dia 11 de dezembro, com terço e missa na Capela Sagrado Coração de Jesus do Parque Vicentina Aranha, e a reabertura do quarto do P. Komórek em seguida.   Serviço O Parque Vicentina Aranha fica na Rua Engenheiro Prudente Meirelles de Moraes, 302, Vila Adyana, São José dos Campos – SP. O horário de visitação do quarto de P. Rodolfo Komorék é de segunda-feira a domingo das 8h às 18h. Para outras informações o telefone é o (12) 3911-7090.  História Rodolfo Komorek nasceu em Bielsko, na Silésia polonesa, então austríaca, no dia 11 de agosto de 1890. Foi o terceiro de sete filhos de João e Inês Goch, pais verdadeiramente cristãos. Aos 19 anos entrou no seminário, e ali era comparado a São Luís. Aos 24 anos foi ordenado sacerdote na diocese de Breslavia. Durante a primeira guerra mundial trabalhou como capelão militar no hospital e, a seu pedido, também na frente de batalha. Exerceu por três anos o ofício de pároco em Frystak, onde testemunhou a pobreza, a oração e o zelo apostólico. O seu confessionário estava sempre cheio. P. Rodolfo foi amado e respeitado por todos, sobretudo pelas crianças. Com 32 anos pediu para entrar na Congregação Salesiana e, em 1922, iniciou o noviciado. Aspirava ser missionário. Por isso, em outubro de 1924 foi destinado a São Feliciano, no Brasil, para cuidar da pastoral dos poloneses imigrantes e sem assistência religiosa. Distinguiu-se como evangelizador e confessor de exceção. Chamavam-no "o padre santo". Foi exemplar na vivência do voto de pobreza tão amado por Dom Bosco. Vivia em união com Deus na presença do Senhor. Diziam dele: "Nunca se viu  um homem rezar tanto". E ainda: "A sua genuflexão valia por uma pregação e a sua compostura quando estava ajoelhado no chão persuadia-nos do seu extraordinário espírito de piedade e de mortificação". Passou por várias paróquias e comunidades salesianas. Foi enviado como confessor ao estudantado salesiano de Lavrinhas, onde se distinguiu pela santidade. Dava 28 aulas por semana. A casa de saúde de São José dos Campos foi a última etapa dos seus 25 anos de missão. Vivia contente, nos últimos oito anos de vida, por consumir-se lentamente e oferecer a Deus, até o fim, o respiro de seus pulmões doentes de tuberculose. Assistia aos demais doentes exercendo durante o dia todo o ministério sacerdotal. Dormia sobre três tábuas. Passou os últimos dias em contínua oração. Queria que os remédios, já inúteis, fossem dados aos pobres que não conseguiam comprá-los. Não quis aceitar nem oxigênio nem água. Morreu aos 59 anos, no dia 11 de dezembro de 1949. Está sepultado em São José dos Campos, onde a sua profunda piedade – sobretudo o amor pela Eucaristia –, o seu serviço incansável ao próximo e o seu espírito de contínua penitência formaram e continuam a formar gerações de crentes (sdb.org).
Publicado em Salesianidade
Nos dias 25 e 26 de outubro, a Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil promoveu o 2º Encontro Anual de Animação Pastoral, na Escola Salesiana da Colônia, em Jaboatão dos Guararapes, PE. O encontro contou com cerca de 80 participantes, dentre  os quais, educadores do Colégio Salesiano Dom Bosco de Parnamirim, RN e do Colégio Salesiano São José de Natal.   O encontro teve o objetivo de avaliar a caminhada das comissões inspetoriais (Pastoral Juvenil Salesiana, Comunicação, Animação Vocacional e Missionária, Ação Social, Educação, Gestão e Paróquias) em 2012 e pontuar ações para 2013. O evento também tratou de temas pertinentes para o próximo ano, como a Jornada Mundial da Juventude e o Repensamento Pastoral.   Segundo os organizadores do encontro, “além do planejamento, o intuito  foi fazer com que todos, em qualquer uma das comissões inspetoriais e equipes locais, se sentissem parte da missão salesiana, compreendendo que todos os âmbitos são transversais, importantes e inter-relacionados".   RSE Informa
Publicado em Nacionais
A Faculdade de Teologia da "Seton Hall University", em Nova Jersey, EUA, conferiu um doutorado honoris causa em Teologia ao arcebispo salesiano dom Savio Hon Tai-Fai, secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos. A cerimônia foi realizada no último dia 8 de novembro, na Capela da Imaculada Conceição, da Universidade  e contou com a presença de cerca de 200 seminaristas, entre os quais 11 salesianos.   Ao arcebispo foi reconhecida a dedicação à formação teológica de sacerdotes, sua tradução do catecismo da Igreja Católica para o chinês, o serviço prestado na Comissão Teológica Internacional e o compromisso como secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos.   O evento foi presidido por dom John J. Myers, arcebispo de Newark, e a cerimônia foi coordenada por dom Joseph Reilly, reitor da Faculdade de Teologia.    Após receber o doutorado, dom Hon Tai-Fai proferiu uma lectio intitulada "Amor e Sabedoria: a experiência do cardeal Costantini na China", na qual relatou a experiência do primeiro delegado apostólico para a China (1922-1933) como um exemplo da sabedoria que um missionário deve ter: "O anúncio de Cristo deve andar de mãos dadas com a cura das pessoas”. O arcebispo salesiano lembrou, também, os "4 F" que marcaram o serviço do cardeal Costantini: Formar o clero local; fomentar as artes religiosas; fazer amizade com todos e ter fé em Deus. Esses são os princípios baseados no respeito pela cultura e pelo caráter do povo chinês, a única maneira de conduzi-lo a Cristo.   InfoANS
Publicado em Internacionais
A Pastoral da Juventude da Diocese de São Gabriel, em parceria com o Conselho Municipal de Juventude e o Centro Juvenil Salesiano, realizaram nos dias 26 e 27 de outubro, o I Seminário Diocesano da Campanha Contra a Violência e Extermínio de Jovens. A iniciativa faz parte do projeto da Pastoral em buscar caminhos de compreensão dos altos índices de violência contra os jovens no Rio Negro e da necessidade de construir um itinerário formativo com orientações ao enfrentamento desta questão.   O seminário foi realizado com base no método Ver, Julgar e Agir. Ver: Olha a realidade – Análise de conjuntura; Refletir: Como somos atingidos pela violência e quais suas formas mais gritantes; Agir: Ações que deveremos assumir para a promoção da vida.   As diretrizes de enfrentamento foram elaboradas a partir das discussões nos grupos de trabalho, divididos em cinco temáticas consideradas urgências irrenunciáveis: 1- Exploração sexual infanto-juvenil; 2- Álcool e outras drogas; 3- Violência escolar; 4- Suicídio; 5- Saúde/esporte/cultura – Este último eixo surgiu nas rodas de conversas preparatórias ao seminário como elemento estratégico de prevenção a violência e qualidade de vida dos jovens.   O diálogo foi assessorado pelo jovem Jhonata Vicente, coordenador estadual da campanha, colaborador engajado da Pastoral da Juventude (PJ) e colaborador de movimentos sociais em Manaus. Participaram do seminário jovens representantes da paróquia de Barcelos, Santa Isabel, Cucuí, Taracuá, Iauareté, Pari Cachoeira, Dom Bosco e Catedral, movimentos estudantis e grupos juvenis de diversas vertentes.   Também foi significativa a presença dos salesianos e salesianas, entre eles, os padres José Jacinto, Reginaldo Cordeiro, Justino Sarmento e as irmãs Lidyane Viana, Regina Gomes, Justina e Firmina.   Leia mais em Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia
Publicado em Nacionais
A Jornada Mundial da Juventude – JMJ 2013 - recebeu, em apenas um dia, 4.400 inscrições de interessados em participar do evento. Os primeiros participantes são jovens de 28 países, divididos em 220 grupos, dos quais 112 são brasileiros. A Igreja católica espera atrair para o Brasil um total de 2 a 4 milhões de jovens do mundo todo. Na lista de participantes estrangeiros, que deve ser composta principalmente por latino-americanos, constam chineses e árabes. No primeiro dia, inscreveram-se grupos da Argentina, Equador, Colômbia, Chile, Venezuela, Paraguai e Uruguai. No continente, somente os argentinos sediaram o encontro, há 25 anos. A JMJ espera receber em seu site a inscrição de um milhão de pessoas - e avisa só se responsabilizar pelos grupos que comprarem os pacotes de estadia por meio deste canal oficial. Há 21 modalidades disponíveis, com preços que variam de 106 a 608 reais. Países pobres, principalmente os da África, terão descontos. Para não concentrar todos os católicos em um só espaço, os jovens serão divididos por idiomas e distribuídos pela cidade durante a semana da JMJ. Haverá 27 palcos para manifestações culturais perto de cada região que abrigará os peregrinos. Até outros municípios, como Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Niterói ajudarão nas acomodações.  Leia mais no site da CNBB http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/noticias/10159-jornada-mundial-da-juventude-tem-4-mil-inscritos-em-um-dia  
Publicado em Nacionais
Marcella Rocha, ex-aluna do Instituto Profissional Maria Auxiliadora, Recife, PE, é uma das convocadas pela seleção brasileira de basquetebol para a disputa do mundial de Basquete 3x3. Junto com a companheira de equipe Nathália Lobato, também convocada, ela é a mais nova jogadora da seleção, com 19 anos. O Mundial está sendo disputado em Atenas, na Grécia, entre os dias 23 e 26 de agosto.    O treinador Alan Glauco explicou o processo que levou as atletas à seleção brasileira e se mostrou orgulhoso de suas comandadas: “Nós disputamos as etapas estadual e brasileira de basquete 3 x 3 e conquistamos o vice-campeonato. Logo depois foi feita a convocação e tivemos a felicidade de ter duas atletas convocadas. Modéstia à parte, estamos falando de duas atletas de ponta do Brasil”, afirma o treinador.   Sobre a atleta Com apenas 1,60m, a pernambucana Marcella se transforma em uma gigante na quadra. No Rio de Janeiro há 4 anos, ela não esconde a felicidade de representar o Brasil no Mundial de Basquete 3 x 3: “Comecei a jogar basquete pelo Sport, com 12 anos. Fui observada pela comissão técnica e em 2010 tive a felicidade de vir jogar no Botafogo. Hoje estou feliz em poder disputar o 1º Mundial da categoria”, comemora.   A ex-aluna salesiana também sonha com uma carreira internacional: “Profissionalmente, pretendo dar continuidade no basquete e um dia atuar nos Estados Unidos e complementar meus estudos. Andar sempre no caminho correto e sempre fazer o bem para conquistar grandes feitos”.   O basquete 3x3 O Basquete 3 x 3 é realizado em meia quadra, com apenas uma tabela. Cada equipe é composta por quatro atletas, três na quadra e um na reserva. A partida tem duração de 10 minutos ou o limite de placar de 21 pontos.
Publicado em Nacionais
  A Articulação da Juventude Salesiana no Pará (AJS-PA) prepara encontrão anual com estudo sistemático sobre Dom Bosco. Experimente somar alegria mais euforia mais expectativa. No Pará, o resultado é igual a “Encontrão Anual da AJS”. Os jovens dos grupos que compõem a Articulação da Juventude Salesiana (AJS) no Pará estão super empolgados com a proximidade dos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2012, data em que será realizado o Retiro da AJS, como é conhecido o evento. E não é para menos. A experiência é mesmo inesquecível, que o diga Leonardo Cunha (17), animador do Oratório Festivo de Dom Bosco da Escola Salesiana do Trabalho – EST: “Eu sei que estou dando meu melhor, estou devorando o livro da ‘corda bamba, mas ainda não fui escolhido para representar meu grupo esse ano. Claro que aguardo com ansiedade minha indicação. Ano passado foi muito bom! Legal demais! Uma experiência que jamais esquecerei”.
Publicado em Juventude
Página 5 de 5
Terminou nesta quinta-feira, 17 de janeiro, o Congresso Interamericano de Educação Católica. Organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), o evento, realizado desde o dia 15 de janeiro na cidade do Panamá, Capital do Panamá, aborda nesta edição o tema "Grandes desafios, uma mesma identidade".   Em sua 23 ª edição, o congresso chama a atenção para a necessidade de uma nova evangelização, que faça uso de meios, métodos, agentes e estruturas diferenciadas, para lidar com os desafios vividos pela educação católica em um mundo onde, cada vez mais, se privilegia as emoções e sentimentos à razão e o espírito.   O congresso, que contou com a participação de representantes de toda a América Latina e Caribe, também recebeu representantes da Rede Salesiana de Escolas (RSE) incluindo educadores, assessores e animadores de polos da RSE. Os padres Nivaldo Luiz Pessinatti, diretor executivo da RSE e José Marinoni, reitor da Universidade Católica Dom Bosco e presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC), também participam do evento.   Com o encontro, a Confederação pretende criar um espaço de debate e reflexão acadêmica à luz da análise e discussão de propostas governamentais e da Igreja; encontrar respostas adequadas para os diferentes desafios educacionais da região; assim como fomentar caminhos para a cooperação, fortalecendo os vínculos, integrando todos os membros da comunidade educativa, criando sinergias e expandindo redes.    Com informações da ANEC    
Publicado em Internacionais
Alessandra e Isabelle tiveram ótima participação no Campeonato Mundial de Karatê, na Austrália. Isabelle ficou entre as oito melhores atletas do torneio e Alessandra foi vice-campeã mundial. As gêmeas Alessandra e Isabelle Macedo, alunas do Ateneu Salesiano Dom Bosco de Goiânia, GO, representaram muito bem a Rede Salesiana de Escolas (RSE) e o Brasil no Campeonato Mundial de Karatê, realizado em Sydney, na Austrália, entre os dias 17 e 24 de novembro. Na categoria kumitê (luta), Alessandra conquistou a medalha de prata e Isabelle, o 8º lugar. Em kata (apresentação de movimentos), as gêmeas ficaram entre as 10 melhores karatecas. Participaram do torneio cerca de 1600 atletas de 60 países.   Os momentos marcantes e as lições do Mundial Isabelle e Alessandra falaram um pouco sobre a emoção de disputar o Mundial, os momentos marcantes e as lições trazidas pelo torneio.   Para Isabelle, o clima do Mundial é bem diferente das outras competições: “A sensação é de estar participando de um campeonato de um nível bem mais alto, com diferentes culturas e mais responsabilidade por ser representante do país”, conta a atleta. No torneio, Isabelle diz ter adquirido novos aprendizados para os próximos campeonatos: “O que trouxe de aprendizado foi nunca subestimar os adversários, pois enfrentei adversários bem mais fortes e subestimei uma adversária tecnicamente mais fraca, da qual acabei perdendo”. Com a experiência, ela observou o que precisa treinar e aprimorar para o próximo desafio. “No próximo campeonato internacional, que será o Pan-americano, em São Paulo, eu quero estar ainda mais preparada”, projeta.   Alessandra, que subiu ao pódio para receber a medalha de prata, não imaginava que seria a segunda melhor do mundo em sua categoria. “Não esperava chegar tão longe. Foi bom perceber que eu posso estar entre as melhores do mundo e que os treinos intensos valeram a pena”, comemora. Segundo Alessandra, os momentos mais marcantes  foram as lutas contra as favoritas internacionais. “O confronto inesquecível foi a semifinal contra a atleta sul-africana. Foi quando eu percebi que tinha potencial para chegar ao pódio”, relembra.   Planos para 2013   Para o ano de 2013, as gêmeas da RSE têm boas expectativas. Alessandra quer manter o desempenho e superar as adversárias mais difíceis. Isabelle também sonha com títulos importantes e pretende melhorar ainda mais seus resultados. Sobre os estudos, as gêmeas são unânimes: querem “manter as boas notas e seguir os ensinamentos de bom convívio aprendidos na escola salesiana”.   RSE Informa
Publicado em Internacionais
No dia 11 de cada mês é dedicado à oração e divulgação da Causa de Beatificação do Venerável P. Rodolfo Komórek, sacerdote salesiano que ficou conhecido como “padre santo” e tem mais de 12 mil graças atribuídas à sua intercessão. Após mais de uma década fechado, o quarto em que o sacerdote viveu seus últimos dias, será reaberto à visitação. O padre teve grande atuação na Paróquia Sagrada Família, localizada no Sanatório Vicentina Aranha, em São José dos Campos. No ambiente que fica em um pavilhão que outrora era utilizado para o isolamento de pacientes terminais, os devotos e visitantes encontrarão objetos pessoais como sua cama, um confessionário feito por ele, uma estola, um terço, fotos, radiografias de seu pulmão – P. Komórek morreu de tuberculose – além de relíquias dos ossos das pernas e pés do padre. Em preparação para a reabertura do quarto do P. Komórek,  um tríduo  foi realizado neste sábado, 8 de dezembro, com terço e missa na Capela Nossa Senhora de Fátima, na cidade de Jacareí, com a programação se repetindo no dia seguinte. No dia 10 de dezembro a preparação prosseguiu com a reza do terço na Capela Relicário P. Rodolfo Komórek, em São José dos Campos, e o encerramento ocorreu no dia 11 de dezembro, com terço e missa na Capela Sagrado Coração de Jesus do Parque Vicentina Aranha, e a reabertura do quarto do P. Komórek em seguida.   Serviço O Parque Vicentina Aranha fica na Rua Engenheiro Prudente Meirelles de Moraes, 302, Vila Adyana, São José dos Campos – SP. O horário de visitação do quarto de P. Rodolfo Komorék é de segunda-feira a domingo das 8h às 18h. Para outras informações o telefone é o (12) 3911-7090.  História Rodolfo Komorek nasceu em Bielsko, na Silésia polonesa, então austríaca, no dia 11 de agosto de 1890. Foi o terceiro de sete filhos de João e Inês Goch, pais verdadeiramente cristãos. Aos 19 anos entrou no seminário, e ali era comparado a São Luís. Aos 24 anos foi ordenado sacerdote na diocese de Breslavia. Durante a primeira guerra mundial trabalhou como capelão militar no hospital e, a seu pedido, também na frente de batalha. Exerceu por três anos o ofício de pároco em Frystak, onde testemunhou a pobreza, a oração e o zelo apostólico. O seu confessionário estava sempre cheio. P. Rodolfo foi amado e respeitado por todos, sobretudo pelas crianças. Com 32 anos pediu para entrar na Congregação Salesiana e, em 1922, iniciou o noviciado. Aspirava ser missionário. Por isso, em outubro de 1924 foi destinado a São Feliciano, no Brasil, para cuidar da pastoral dos poloneses imigrantes e sem assistência religiosa. Distinguiu-se como evangelizador e confessor de exceção. Chamavam-no "o padre santo". Foi exemplar na vivência do voto de pobreza tão amado por Dom Bosco. Vivia em união com Deus na presença do Senhor. Diziam dele: "Nunca se viu  um homem rezar tanto". E ainda: "A sua genuflexão valia por uma pregação e a sua compostura quando estava ajoelhado no chão persuadia-nos do seu extraordinário espírito de piedade e de mortificação". Passou por várias paróquias e comunidades salesianas. Foi enviado como confessor ao estudantado salesiano de Lavrinhas, onde se distinguiu pela santidade. Dava 28 aulas por semana. A casa de saúde de São José dos Campos foi a última etapa dos seus 25 anos de missão. Vivia contente, nos últimos oito anos de vida, por consumir-se lentamente e oferecer a Deus, até o fim, o respiro de seus pulmões doentes de tuberculose. Assistia aos demais doentes exercendo durante o dia todo o ministério sacerdotal. Dormia sobre três tábuas. Passou os últimos dias em contínua oração. Queria que os remédios, já inúteis, fossem dados aos pobres que não conseguiam comprá-los. Não quis aceitar nem oxigênio nem água. Morreu aos 59 anos, no dia 11 de dezembro de 1949. Está sepultado em São José dos Campos, onde a sua profunda piedade – sobretudo o amor pela Eucaristia –, o seu serviço incansável ao próximo e o seu espírito de contínua penitência formaram e continuam a formar gerações de crentes (sdb.org).
Publicado em Salesianidade
Nos dias 25 e 26 de outubro, a Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil promoveu o 2º Encontro Anual de Animação Pastoral, na Escola Salesiana da Colônia, em Jaboatão dos Guararapes, PE. O encontro contou com cerca de 80 participantes, dentre  os quais, educadores do Colégio Salesiano Dom Bosco de Parnamirim, RN e do Colégio Salesiano São José de Natal.   O encontro teve o objetivo de avaliar a caminhada das comissões inspetoriais (Pastoral Juvenil Salesiana, Comunicação, Animação Vocacional e Missionária, Ação Social, Educação, Gestão e Paróquias) em 2012 e pontuar ações para 2013. O evento também tratou de temas pertinentes para o próximo ano, como a Jornada Mundial da Juventude e o Repensamento Pastoral.   Segundo os organizadores do encontro, “além do planejamento, o intuito  foi fazer com que todos, em qualquer uma das comissões inspetoriais e equipes locais, se sentissem parte da missão salesiana, compreendendo que todos os âmbitos são transversais, importantes e inter-relacionados".   RSE Informa
Publicado em Nacionais
A Faculdade de Teologia da "Seton Hall University", em Nova Jersey, EUA, conferiu um doutorado honoris causa em Teologia ao arcebispo salesiano dom Savio Hon Tai-Fai, secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos. A cerimônia foi realizada no último dia 8 de novembro, na Capela da Imaculada Conceição, da Universidade  e contou com a presença de cerca de 200 seminaristas, entre os quais 11 salesianos.   Ao arcebispo foi reconhecida a dedicação à formação teológica de sacerdotes, sua tradução do catecismo da Igreja Católica para o chinês, o serviço prestado na Comissão Teológica Internacional e o compromisso como secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos.   O evento foi presidido por dom John J. Myers, arcebispo de Newark, e a cerimônia foi coordenada por dom Joseph Reilly, reitor da Faculdade de Teologia.    Após receber o doutorado, dom Hon Tai-Fai proferiu uma lectio intitulada "Amor e Sabedoria: a experiência do cardeal Costantini na China", na qual relatou a experiência do primeiro delegado apostólico para a China (1922-1933) como um exemplo da sabedoria que um missionário deve ter: "O anúncio de Cristo deve andar de mãos dadas com a cura das pessoas”. O arcebispo salesiano lembrou, também, os "4 F" que marcaram o serviço do cardeal Costantini: Formar o clero local; fomentar as artes religiosas; fazer amizade com todos e ter fé em Deus. Esses são os princípios baseados no respeito pela cultura e pelo caráter do povo chinês, a única maneira de conduzi-lo a Cristo.   InfoANS
Publicado em Internacionais
A Pastoral da Juventude da Diocese de São Gabriel, em parceria com o Conselho Municipal de Juventude e o Centro Juvenil Salesiano, realizaram nos dias 26 e 27 de outubro, o I Seminário Diocesano da Campanha Contra a Violência e Extermínio de Jovens. A iniciativa faz parte do projeto da Pastoral em buscar caminhos de compreensão dos altos índices de violência contra os jovens no Rio Negro e da necessidade de construir um itinerário formativo com orientações ao enfrentamento desta questão.   O seminário foi realizado com base no método Ver, Julgar e Agir. Ver: Olha a realidade – Análise de conjuntura; Refletir: Como somos atingidos pela violência e quais suas formas mais gritantes; Agir: Ações que deveremos assumir para a promoção da vida.   As diretrizes de enfrentamento foram elaboradas a partir das discussões nos grupos de trabalho, divididos em cinco temáticas consideradas urgências irrenunciáveis: 1- Exploração sexual infanto-juvenil; 2- Álcool e outras drogas; 3- Violência escolar; 4- Suicídio; 5- Saúde/esporte/cultura – Este último eixo surgiu nas rodas de conversas preparatórias ao seminário como elemento estratégico de prevenção a violência e qualidade de vida dos jovens.   O diálogo foi assessorado pelo jovem Jhonata Vicente, coordenador estadual da campanha, colaborador engajado da Pastoral da Juventude (PJ) e colaborador de movimentos sociais em Manaus. Participaram do seminário jovens representantes da paróquia de Barcelos, Santa Isabel, Cucuí, Taracuá, Iauareté, Pari Cachoeira, Dom Bosco e Catedral, movimentos estudantis e grupos juvenis de diversas vertentes.   Também foi significativa a presença dos salesianos e salesianas, entre eles, os padres José Jacinto, Reginaldo Cordeiro, Justino Sarmento e as irmãs Lidyane Viana, Regina Gomes, Justina e Firmina.   Leia mais em Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia
Publicado em Nacionais
A Jornada Mundial da Juventude – JMJ 2013 - recebeu, em apenas um dia, 4.400 inscrições de interessados em participar do evento. Os primeiros participantes são jovens de 28 países, divididos em 220 grupos, dos quais 112 são brasileiros. A Igreja católica espera atrair para o Brasil um total de 2 a 4 milhões de jovens do mundo todo. Na lista de participantes estrangeiros, que deve ser composta principalmente por latino-americanos, constam chineses e árabes. No primeiro dia, inscreveram-se grupos da Argentina, Equador, Colômbia, Chile, Venezuela, Paraguai e Uruguai. No continente, somente os argentinos sediaram o encontro, há 25 anos. A JMJ espera receber em seu site a inscrição de um milhão de pessoas - e avisa só se responsabilizar pelos grupos que comprarem os pacotes de estadia por meio deste canal oficial. Há 21 modalidades disponíveis, com preços que variam de 106 a 608 reais. Países pobres, principalmente os da África, terão descontos. Para não concentrar todos os católicos em um só espaço, os jovens serão divididos por idiomas e distribuídos pela cidade durante a semana da JMJ. Haverá 27 palcos para manifestações culturais perto de cada região que abrigará os peregrinos. Até outros municípios, como Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Niterói ajudarão nas acomodações.  Leia mais no site da CNBB http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/noticias/10159-jornada-mundial-da-juventude-tem-4-mil-inscritos-em-um-dia  
Publicado em Nacionais
Marcella Rocha, ex-aluna do Instituto Profissional Maria Auxiliadora, Recife, PE, é uma das convocadas pela seleção brasileira de basquetebol para a disputa do mundial de Basquete 3x3. Junto com a companheira de equipe Nathália Lobato, também convocada, ela é a mais nova jogadora da seleção, com 19 anos. O Mundial está sendo disputado em Atenas, na Grécia, entre os dias 23 e 26 de agosto.    O treinador Alan Glauco explicou o processo que levou as atletas à seleção brasileira e se mostrou orgulhoso de suas comandadas: “Nós disputamos as etapas estadual e brasileira de basquete 3 x 3 e conquistamos o vice-campeonato. Logo depois foi feita a convocação e tivemos a felicidade de ter duas atletas convocadas. Modéstia à parte, estamos falando de duas atletas de ponta do Brasil”, afirma o treinador.   Sobre a atleta Com apenas 1,60m, a pernambucana Marcella se transforma em uma gigante na quadra. No Rio de Janeiro há 4 anos, ela não esconde a felicidade de representar o Brasil no Mundial de Basquete 3 x 3: “Comecei a jogar basquete pelo Sport, com 12 anos. Fui observada pela comissão técnica e em 2010 tive a felicidade de vir jogar no Botafogo. Hoje estou feliz em poder disputar o 1º Mundial da categoria”, comemora.   A ex-aluna salesiana também sonha com uma carreira internacional: “Profissionalmente, pretendo dar continuidade no basquete e um dia atuar nos Estados Unidos e complementar meus estudos. Andar sempre no caminho correto e sempre fazer o bem para conquistar grandes feitos”.   O basquete 3x3 O Basquete 3 x 3 é realizado em meia quadra, com apenas uma tabela. Cada equipe é composta por quatro atletas, três na quadra e um na reserva. A partida tem duração de 10 minutos ou o limite de placar de 21 pontos.
Publicado em Nacionais
  A Articulação da Juventude Salesiana no Pará (AJS-PA) prepara encontrão anual com estudo sistemático sobre Dom Bosco. Experimente somar alegria mais euforia mais expectativa. No Pará, o resultado é igual a “Encontrão Anual da AJS”. Os jovens dos grupos que compõem a Articulação da Juventude Salesiana (AJS) no Pará estão super empolgados com a proximidade dos dias 14, 15 e 16 de setembro de 2012, data em que será realizado o Retiro da AJS, como é conhecido o evento. E não é para menos. A experiência é mesmo inesquecível, que o diga Leonardo Cunha (17), animador do Oratório Festivo de Dom Bosco da Escola Salesiana do Trabalho – EST: “Eu sei que estou dando meu melhor, estou devorando o livro da ‘corda bamba, mas ainda não fui escolhido para representar meu grupo esse ano. Claro que aguardo com ansiedade minha indicação. Ano passado foi muito bom! Legal demais! Uma experiência que jamais esquecerei”.
Publicado em Juventude
Página 5 de 5