Terceira edição do evento contou com a participação de 12 escolas, 38 equipes e mais de 300 atletas do Espírito Santo.
Publicado em Nacionais
Iniciativa contou com a participação de mais de 100 atletas, que participaram do campeonato nas modalidades Futsal e Basquete.
Publicado em Nacionais
Competição contará com a participação de mais de mil atletas integrantes das equipes das escolas católicas de Natal. Saiba mais no Boletim Salesiano!
Publicado em Nacionais
A imagem da Virgem de Fátima venerada na Capelinha das Aparições vai viajar até o Vaticano em outubro, para uma celebração de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria, a pedido do Papa.
Publicado em Internacionais
  O Instituto Dom Bosco Bom Retiro, em São Paulo, apresenta, no dia 22 de junho, o musical “ O Ciclo da Vida”, uma adaptação do conhecido filme da Walt Disney  “ O Rei Leão”. Idealizado e dirigido pelos educadores André Felipe da Silva e Larissa Gonçalves Borges, ex-alunos de cursos profissionalizantes do Instituto Dom Bosco, a peça visa a restauração de valores como responsabilidade, civilidade, vivência social e familiar, a importância do trabalho em equipe e o desenvolvimento intelectual e cultural associado à dança,  música e  expressão corporal.   A obra, que tem no elenco alguns alunos comunidade educativa, será exibida no teatro do Instituto Dom Bosco – Praça Cel. Fernando Prestes, 233 - Bom Retiro - próximo ao metrô Tiradentes, às 18h. Como entrada é pedido um quilo de alimento não perecível, que será revertido integralmente para as ações sociais da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.   “Temos os alunos envolvidos diretamente com a apresentação, mas os que não se identificaram com esse trabalho, atuam de outras formas”, comenta André. “Temos coreógrafo, maquiadores, cabeleireiros, figurinistas e até mãe de aluno que se propôs a costurar os figurinos”. Segundo Larissa, o empenho dos alunos vem surpreendendo todos os educadores. “Temos sido correspondidos com muito empenho e dedicação da parte dos adolescentes”, enfatiza. “Eles abraçam a causa e têm consciência de que toda a estrutura que estamos montando serve como aprendizado para a vida”.   Serviço O Ciclo da Vida Data: 22 de junho Horário: 18h Local: Instituto Dom Bosco Praça Cel. Fernando Prestes, 233 - Bom Retiro   Instituto Dom Bosco Bom Retiro
Publicado em Nacionais
A comunidade indígena Rouxinol, localizada no rio Caniço na Bacia do Tarumã-Açu recebeu, no dia 27 de abril, mais uma ação do projeto de preservação cultural organizado pela Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB) de Manaus, AM, em parceria com o hotel de selva Amazon Ecopark e Fundação Floresta Viva.   O projeto é desenvolvido desde 2007 e envolve ações educativas voltadas para a preservação da língua nativa dos indígenas. O encontro contou com uma missa em tucano, celebrada pelos padres Justino Sarmento e Reginaldo Cordeiro; danças típicas e rituais indígenas; visita à Central de Artesanato e atividades lúdicas junto às crianças da comunidade.   Cerca de 60 acadêmicos e voluntários da Fundação Floresta Viva (FFV) estão envolvidos na ação. Para o diretor de ações comunitárias da FSDB, padre Cânio Grimaldi, o aprendizado neste tipo de atividade é constante. “Há muito a aprender com os indígenas, são tradições milenares, culturas, ritos e mitos que ensinam. Haverá sempre a troca de aprendizagem, pois o branco aprende com o índio e vice-versa”.   Por meio do projeto a FSDB fomenta emprego e renda para a comunidade, pois proporciona visitas e a compra de artesanatos produzidos pelos próprios indígenas. A parceria com o hotel de selva Amazon Ecopark garante o transporte dos acadêmicos e colaboradores que organizam a programação e as ações educativas. O diretor-presidente da Fundação Floresta, David Israel, destaca as ações desenvolvidas pelo projeto e os benefícios levados não apenas à comunidade, mas a todos envolvidos no projeto. “Os indígenas nos mostram como viver com alegria e em harmonia com a natureza. É gratificante fazer parte desta ação e eu só tenho a agradecer a oportunidade de aprender com esse povo. Nós sempre nos achamos superiores, mas devemos ser humildes, pois a bagagem cultural que os indígenas possuem é fascinante”, declarou o diretor.   Um pouco da história   A Faculdade Salesiana Dom Bosco tem tradição na formação indígena no alto Rio Negro. São mais de 90 anos na Amazônia preservando a língua, a cultura, os ritos e mitos das várias etnias existentes em São Gabriel da Cachoeira como Tucanos, Dessanas, Baniwas e Paricatas. Além das línguas nativas, há o predomínio da linguagem Tucana e do Nheengatu. Muitos indígenas migraram para Manaus criando algumas comunidades, sendo uma delas a Comunidade Rouxinol, local onde a FSDB e a FFV desenvolvem ações e atividades que demonstram a consciência da importância da preservação não somente da natureza, mas da cultura desses povos.   Assessoria de Comunicação da FSDB                  
Publicado em Missões
Os Jogos Estudantis do Colégio São Paulo (JECSP), em Ascurra, SC, mobilizaram a comunidade educativa local entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro e contaram com a presença de José Alessandro Baggio, esportista da modalidade de marcha atlética, que representou o Brasil nas Olimpíadas de Atenas (2004) e Pequim (2008).    A cerimônia de abertura, realizada no dia 30 de outubro, no teatro da escola, reuniu todas as equipes participantes, além de educadores e pais. A convite do professor de Educação Física, Nielsi Fachini, e acompanhado pelo treinador da Comissão Técnica do Brasil, Carlos Morastoni, o atleta Baggio conversou com os alunos a respeito da dedicação ao esporte. O momento da entrada do fogo simbólico representou o passado e o presente do JECSP unindo o ex-aluno Cristian Tesser, participante da 1ª edição dos jogos (1993), e o aluno Matheus Berkembrock, de 5 anos, estreante no evento.   Durante os três dias de competição, foram disputadas diversas modalidades esportivas: futebol, vôlei, atletismo, futsal, corrida de aventura e tênis de mesa, entre outras. Na manhã de 1º de novembro, os jogos chegaram ao fim com a premiação das equipes vencedoras. Muita alegria e sensação de dever cumprido foram os sentimentos que alunos e educadores compartilharam no encerramento.   RSE Informa
Publicado em Internacionais
Terceira edição do evento contou com a participação de 12 escolas, 38 equipes e mais de 300 atletas do Espírito Santo.
Publicado em Nacionais
Iniciativa contou com a participação de mais de 100 atletas, que participaram do campeonato nas modalidades Futsal e Basquete.
Publicado em Nacionais
Competição contará com a participação de mais de mil atletas integrantes das equipes das escolas católicas de Natal. Saiba mais no Boletim Salesiano!
Publicado em Nacionais
A imagem da Virgem de Fátima venerada na Capelinha das Aparições vai viajar até o Vaticano em outubro, para uma celebração de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria, a pedido do Papa.
Publicado em Internacionais
  O Instituto Dom Bosco Bom Retiro, em São Paulo, apresenta, no dia 22 de junho, o musical “ O Ciclo da Vida”, uma adaptação do conhecido filme da Walt Disney  “ O Rei Leão”. Idealizado e dirigido pelos educadores André Felipe da Silva e Larissa Gonçalves Borges, ex-alunos de cursos profissionalizantes do Instituto Dom Bosco, a peça visa a restauração de valores como responsabilidade, civilidade, vivência social e familiar, a importância do trabalho em equipe e o desenvolvimento intelectual e cultural associado à dança,  música e  expressão corporal.   A obra, que tem no elenco alguns alunos comunidade educativa, será exibida no teatro do Instituto Dom Bosco – Praça Cel. Fernando Prestes, 233 - Bom Retiro - próximo ao metrô Tiradentes, às 18h. Como entrada é pedido um quilo de alimento não perecível, que será revertido integralmente para as ações sociais da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.   “Temos os alunos envolvidos diretamente com a apresentação, mas os que não se identificaram com esse trabalho, atuam de outras formas”, comenta André. “Temos coreógrafo, maquiadores, cabeleireiros, figurinistas e até mãe de aluno que se propôs a costurar os figurinos”. Segundo Larissa, o empenho dos alunos vem surpreendendo todos os educadores. “Temos sido correspondidos com muito empenho e dedicação da parte dos adolescentes”, enfatiza. “Eles abraçam a causa e têm consciência de que toda a estrutura que estamos montando serve como aprendizado para a vida”.   Serviço O Ciclo da Vida Data: 22 de junho Horário: 18h Local: Instituto Dom Bosco Praça Cel. Fernando Prestes, 233 - Bom Retiro   Instituto Dom Bosco Bom Retiro
Publicado em Nacionais
A comunidade indígena Rouxinol, localizada no rio Caniço na Bacia do Tarumã-Açu recebeu, no dia 27 de abril, mais uma ação do projeto de preservação cultural organizado pela Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB) de Manaus, AM, em parceria com o hotel de selva Amazon Ecopark e Fundação Floresta Viva.   O projeto é desenvolvido desde 2007 e envolve ações educativas voltadas para a preservação da língua nativa dos indígenas. O encontro contou com uma missa em tucano, celebrada pelos padres Justino Sarmento e Reginaldo Cordeiro; danças típicas e rituais indígenas; visita à Central de Artesanato e atividades lúdicas junto às crianças da comunidade.   Cerca de 60 acadêmicos e voluntários da Fundação Floresta Viva (FFV) estão envolvidos na ação. Para o diretor de ações comunitárias da FSDB, padre Cânio Grimaldi, o aprendizado neste tipo de atividade é constante. “Há muito a aprender com os indígenas, são tradições milenares, culturas, ritos e mitos que ensinam. Haverá sempre a troca de aprendizagem, pois o branco aprende com o índio e vice-versa”.   Por meio do projeto a FSDB fomenta emprego e renda para a comunidade, pois proporciona visitas e a compra de artesanatos produzidos pelos próprios indígenas. A parceria com o hotel de selva Amazon Ecopark garante o transporte dos acadêmicos e colaboradores que organizam a programação e as ações educativas. O diretor-presidente da Fundação Floresta, David Israel, destaca as ações desenvolvidas pelo projeto e os benefícios levados não apenas à comunidade, mas a todos envolvidos no projeto. “Os indígenas nos mostram como viver com alegria e em harmonia com a natureza. É gratificante fazer parte desta ação e eu só tenho a agradecer a oportunidade de aprender com esse povo. Nós sempre nos achamos superiores, mas devemos ser humildes, pois a bagagem cultural que os indígenas possuem é fascinante”, declarou o diretor.   Um pouco da história   A Faculdade Salesiana Dom Bosco tem tradição na formação indígena no alto Rio Negro. São mais de 90 anos na Amazônia preservando a língua, a cultura, os ritos e mitos das várias etnias existentes em São Gabriel da Cachoeira como Tucanos, Dessanas, Baniwas e Paricatas. Além das línguas nativas, há o predomínio da linguagem Tucana e do Nheengatu. Muitos indígenas migraram para Manaus criando algumas comunidades, sendo uma delas a Comunidade Rouxinol, local onde a FSDB e a FFV desenvolvem ações e atividades que demonstram a consciência da importância da preservação não somente da natureza, mas da cultura desses povos.   Assessoria de Comunicação da FSDB                  
Publicado em Missões
Os Jogos Estudantis do Colégio São Paulo (JECSP), em Ascurra, SC, mobilizaram a comunidade educativa local entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro e contaram com a presença de José Alessandro Baggio, esportista da modalidade de marcha atlética, que representou o Brasil nas Olimpíadas de Atenas (2004) e Pequim (2008).    A cerimônia de abertura, realizada no dia 30 de outubro, no teatro da escola, reuniu todas as equipes participantes, além de educadores e pais. A convite do professor de Educação Física, Nielsi Fachini, e acompanhado pelo treinador da Comissão Técnica do Brasil, Carlos Morastoni, o atleta Baggio conversou com os alunos a respeito da dedicação ao esporte. O momento da entrada do fogo simbólico representou o passado e o presente do JECSP unindo o ex-aluno Cristian Tesser, participante da 1ª edição dos jogos (1993), e o aluno Matheus Berkembrock, de 5 anos, estreante no evento.   Durante os três dias de competição, foram disputadas diversas modalidades esportivas: futebol, vôlei, atletismo, futsal, corrida de aventura e tênis de mesa, entre outras. Na manhã de 1º de novembro, os jogos chegaram ao fim com a premiação das equipes vencedoras. Muita alegria e sensação de dever cumprido foram os sentimentos que alunos e educadores compartilharam no encerramento.   RSE Informa
Publicado em Internacionais