Para auxiliar os estudantes que se preparam para o vestibular, o Instituto Nossa Senhora da Glória (INSG Castelo), em Macaé, RJ, lançou o projeto ENEM-UERJ 2014. Com uma equipe de professores experientes e focados nas atuais modalidades de ingresso ao ensino superior, o projeto oferece conteúdo específico e ênfase na interdisciplinaridade. A iniciativa é aberta a alunos do INSG Castelo e de outras escolas.
Publicado em Nacionais
Tem início na terça-feira, 25 de fevereiro, em Roma, o Congresso Mundial da Associação Católica Mundial para a Comunicação 2014 (SIGNIS), da qual a Rádio Vaticano é um dos membros. O tema em debate é: “Mídias para uma cultura de paz: criar imagens com a nova geração".
Publicado em Internacionais
  A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo foi a Instituição de ensino mais lembrada pelos capixabas na pesquisa Marcas de Valor, realizada pela Rede Gazeta. No mês de julho, foram realizadas 2.019 entrevistas na Grande Vitória para conhecer as marcas que fazem a diferença e criam valores na vida e história dos capixabas (que estão na cabeça e no coração deles). Em 2013, foram pesquisadas 90 marcas em 13 segmentos empresariais.   O resultado da pesquisa foi divulgado na noite de segunda-feira, 9 de dezembro, em cerimônia realizada no Cerimonial Itamarati Hall. Dentre os 13 segmentos, a Católica foi considerada a segunda marca mais lembrada. Já no segmento Faculdade, a Católica foi a melhor instituição de ensino superior capixaba em todos os itens pesquisados.   “Esta excelente classificação é resultado dos 70 anos da presença dos salesianos na sociedade capixaba, investindo em uma educação baseada em princípios humanos e cristãos, formando pessoas qualificadas, através de métodos de ensino atualizados e eficazes”, destaca o diretor financeiro da Instituição, padre Rogério Calvi.   O trabalho da Faculdade Católica Salesiana vai muito além da sala de aula. Os projetos que envolvem alunos e professores, além de beneficiarem a comunidade como um todo, contribuem para o desenvolvimento do conhecimento. “A responsabilidade social faz parte do nosso trabalho. Nossa missão é formar profissionais comprometidos com a vida”, destaca o diretor executivo da Católica, Jolmar Luis Hawerroth.    A Instituição trabalha para alçar voos ainda mais altos. A proposta é transformar a Faculdade em Centro Universitário até o final do próximo ano. Um projeto de um novo prédio com três andares, previsto para ser entregue em 2015, vai ampliar o número de salas e laboratórios, aumentando, assim, a capacidade de atendimento, possibilitando à Instituição saltar de 4 mil para 7 mil estudantes matriculados.   Além da ampliação do espaço físico, já está em vias de ser implanto o curso de Direito. Outros cursos também serão oferecidos, como os de Engenharia Elétrica e Mecânica e Estética e Cosmetologia.   Atualmente, o corpo docente da Católica é formado por 80% de mestres e doutores; deste total, 50% atua tanto na sala de aula quanto em atividades extraclasse.   Leia a matéria sobre a Faculdade Católica do Espírito Santo publicada na Revista Marcas de Valor.   Assessoria de Comunicação – Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo
Publicado em Nacionais
O padre João Mendonça, sdb, acaba de lançar o livro “Páginas de Uma Vida: andar é preciso”. Publicado pela editora Palavra & Prece, a obra, narrada em primeira pessoa, aborda a história de um grupo de amigos e as “buscas” do ser humano para encontrar sua verdade e para o “existir”. O livro traz personagens jovens, bastante diferentes entre si, mas com algumas coisas em comum. São personagens inquietos, desejosos, curiosos, atraídos por uma amizade, mas distantes em suas crenças.
Publicado em Nacionais
Tem início nesta quinta-feira, 26 de setembro, e estende-se até sábado, dia 28, o X Encontro Nacional de Coordenadores de Polos da Rede Salesiana de Escolas (Encpolos). O Encontro será realizado no Centro de Convenções Israel Pinheiro, em Brasília, DF, com a presença dos gestores, animadores e lideranças dos seis polos da RSE (com sedes em Manaus, Recife, Campo Grande, Belo Horizonte, São Paulo e Porto Alegre).
Publicado em Nacionais
No último dia 13 de janeiro, na Festa do Batismo do Senhor, um grupo de cinco pessoas de diferentes regiões: irmã Zenilde Fontes (Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB), padres André Viana e Francisco Roberto (Diocese de Itapetininga, SP), o jovem Moisés Morais (Arquidiocese de Fortaleza) e o senhor  Osvaldo Tércio (Arquidiocese de Manaus, AM) realizaram um gesto histórico na preparação da Jornada Mundial da Juventude do Brasil. Eles levaram até o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, no Interior de São Paulo, as fitas que foram amarradas no andor do ícone de Nossa Senhora e aos pés da cruz peregrina, sinais da JMJ.   A história dessas fitas começou no estado do Amazonas, à medida que o ícone da mãe de Deus ia visitando as dioceses daquele lugar. Esta iniciativa religiosa dos jovens é uma tradição no interior daquela região. Em muitos altares das comunidades paroquiais, sobretudo no interior, a imagem dos santos padroeiros está envolta em muitas fitas contendo a oração dos fiéis.   Antes dos símbolos partirem para as dioceses do Paraguai, as fitas foram carinhosamente retiradas do ícone e guardadas pela equipe do Serviço de Evangelização da Juventude do Regional Sul 3, coordenado pela irmã Zenilde Fontes. A equipe teve a inspiração de deixar essas intenções da juventude-Igreja no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, lugar de grande devoção do povo brasileiro.   As fitas foram entregues ao padre Valdivino Guimarães, prefeito do Santuário Nacional, e serão parte da celebração de abertura da Campanha da Fraternidade de 2013 que abordará o tema: Fraternidade e Juventude, marcando assim, o ano da JMJ no Brasil. Após a celebração, as fitas serão colocadas em um recipiente de vidro, com informações sobre sua origem, na sala das promessas dentro do santuário e poderão ser vistas por todos os devotos da Mãe Aparecida.   Assim, tem-se a certeza de que Nossa Senhora Aparecida tomará sobre sua proteção todas as pessoas que ali depositaram suas preces e confiança em Deus.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
A Procuradoria Missionária Salesiana, de Madri, Espanha, produziu três documentários que buscam dois objetivos: mostrar a presença salesiana no Haiti e relembrar o terceiro triste aniversário do terremoto de 12 de janeiro de 2010. “Haiti: 75 anos de presença salesiana”, “O despertar do Haiti” e “Filhos do Haiti” são os títulos dos documentários, que recontam uma realidade ainda precária.   A história dos salesianos no Haiti foi iniciada em 1936, com o pedido do governo de uma escola de formação profissional para formar bons cristãos e honestos cidadãos. “Há hoje perto de 75 salesianos com um objetivo claro: ajudar os jovens a construir um mundo novo, afirma o padre Adriano Bregolin, vigário do reitor-mor, padre Pascual Chávez, num dos três vídeos. “É um momento muito importante: celebramos o nosso aniversário, 75 anos de sacrifício, de presença (...). Haiti é o país de Dom Bosco”. A ele se junta o padre Jacques Charles, ecônomo da visitadoria do Haiti: “Dom Bosco hoje iria se sentir muito à vontade aqui, porque este é o seu povo, Dom Bosco é desta terra, Dom Bosco é para o Haiti”.   O vídeo “Despertar do Haiti”, lançado no mês de outubro, mostra como bastaram 30 segundos para arruinar 90% das escolas, 60% dos hospitais, para que centenas de milhares de pessoas morressem, mais de 350.000 ficassem feridas e mais de um milhão de crianças se tornassem órfãs. Por causa dessa tragédia, também 75% das obras salesianas ficaram gravemente afetadas. O documentário recolhe aqueles segundos que deixaram o país em ruínas, e deixa clara a finalidade dos salesianos no país: “Nosso sonho é um Haiti melhor, para jovens em condições de tomar conta de si mesmos, jovens seguros”, diz o padre Pierre Lephène, conselheiro inspetorial.   “Os filhos do Haiti” foi publicado em 9 de janeiro do ano passado pela Procuradoria Missionária, de Madri, por ocasião do terceiro aniversário do terremoto de 2010. No DVD fala-se de Tissidor, apaixonado por canto e futebol; Jean Cerin, responsável pelo centro Lakou, que acolhe meninos de rua; Julius, que aprendeu a ler aos 14 anos e hoje é um soldador; e Joseph Wesner, professor de eletricidade. Apenas alguns dos “filhos do Haiti”, que, como muitos outros, desde muito pequenos, aprenderam a sobreviver pelas ruas, ameaçados e maltratados.   Foi enviado um exemplar de cada DVD para todas as circunscrições salesianas do mundo e a todas as escolas salesianas da Espanha. Nestes dias algumas passagens dos vídeos transitarão também pelas redes de TV espanholas. “O despertar do Haiti” e “Os filhos do Haiti” podem ser vistos também no canal YouTube, da Procuradoria Missionária Salesiana, de Madri.   InfoANS    
Publicado em Internacionais
A Teresa Valsé é a personagem do novo gibi lançado pela Rede Salesiana de Escolas com o apoio da Rede Salesiana de Ação Social e da Rede Salesiana de Comunicação. Sua história é um exemplo de como a riqueza espiritual supera aquela trazida pelos bens materiais. Nascida em uma família rica, Teresa deixou para trás uma vida de festas e alegrias superficiais para dedicar-se ao cuidado com o próximo. Como os demais gibis da série, que traz biografias de salesianos e salesianas, Teresa Valsé será distribuído gratuitamente aos alunos de escolas e obras sociais de todo país.
Publicado em Nacionais
O Colégio Salesiano Dom Bosco de Piracicaba, SP, instituição membro da Rede Salesiana de Escolas (RSE), inaugurou na noite de 26 de janeiro a unidade da pré-escola, o Dombosquinho. Da solenidade participaram membros da direção, colaboradores do Colégio e Faculdade Dom Bosco e Oratório São Mário, o ex-aluno Luiz Gonzaga Germano e Silva – representando os ex-alunos, vereador João Manoel dos Santos –, presidente da Câmara de Vereadores, Gabriel Ferrato os Santos –, o secretário municipal de Educação e representante do prefeito Barjas Negri, e padre Edson Donizetti Castilho, inspetor de São Paulo. “O Dombosquinho é um investimento que reúne as melhores condições para a educação das crianças, com projeto pensado e repensado por especialistas da construção civil e pedagogos, das calçadas aos jardins”, afirma o padre José Ailton Trindade, diretor.
Publicado em Nacionais
Para auxiliar os estudantes que se preparam para o vestibular, o Instituto Nossa Senhora da Glória (INSG Castelo), em Macaé, RJ, lançou o projeto ENEM-UERJ 2014. Com uma equipe de professores experientes e focados nas atuais modalidades de ingresso ao ensino superior, o projeto oferece conteúdo específico e ênfase na interdisciplinaridade. A iniciativa é aberta a alunos do INSG Castelo e de outras escolas.
Publicado em Nacionais
Tem início na terça-feira, 25 de fevereiro, em Roma, o Congresso Mundial da Associação Católica Mundial para a Comunicação 2014 (SIGNIS), da qual a Rádio Vaticano é um dos membros. O tema em debate é: “Mídias para uma cultura de paz: criar imagens com a nova geração".
Publicado em Internacionais
  A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo foi a Instituição de ensino mais lembrada pelos capixabas na pesquisa Marcas de Valor, realizada pela Rede Gazeta. No mês de julho, foram realizadas 2.019 entrevistas na Grande Vitória para conhecer as marcas que fazem a diferença e criam valores na vida e história dos capixabas (que estão na cabeça e no coração deles). Em 2013, foram pesquisadas 90 marcas em 13 segmentos empresariais.   O resultado da pesquisa foi divulgado na noite de segunda-feira, 9 de dezembro, em cerimônia realizada no Cerimonial Itamarati Hall. Dentre os 13 segmentos, a Católica foi considerada a segunda marca mais lembrada. Já no segmento Faculdade, a Católica foi a melhor instituição de ensino superior capixaba em todos os itens pesquisados.   “Esta excelente classificação é resultado dos 70 anos da presença dos salesianos na sociedade capixaba, investindo em uma educação baseada em princípios humanos e cristãos, formando pessoas qualificadas, através de métodos de ensino atualizados e eficazes”, destaca o diretor financeiro da Instituição, padre Rogério Calvi.   O trabalho da Faculdade Católica Salesiana vai muito além da sala de aula. Os projetos que envolvem alunos e professores, além de beneficiarem a comunidade como um todo, contribuem para o desenvolvimento do conhecimento. “A responsabilidade social faz parte do nosso trabalho. Nossa missão é formar profissionais comprometidos com a vida”, destaca o diretor executivo da Católica, Jolmar Luis Hawerroth.    A Instituição trabalha para alçar voos ainda mais altos. A proposta é transformar a Faculdade em Centro Universitário até o final do próximo ano. Um projeto de um novo prédio com três andares, previsto para ser entregue em 2015, vai ampliar o número de salas e laboratórios, aumentando, assim, a capacidade de atendimento, possibilitando à Instituição saltar de 4 mil para 7 mil estudantes matriculados.   Além da ampliação do espaço físico, já está em vias de ser implanto o curso de Direito. Outros cursos também serão oferecidos, como os de Engenharia Elétrica e Mecânica e Estética e Cosmetologia.   Atualmente, o corpo docente da Católica é formado por 80% de mestres e doutores; deste total, 50% atua tanto na sala de aula quanto em atividades extraclasse.   Leia a matéria sobre a Faculdade Católica do Espírito Santo publicada na Revista Marcas de Valor.   Assessoria de Comunicação – Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo
Publicado em Nacionais
O padre João Mendonça, sdb, acaba de lançar o livro “Páginas de Uma Vida: andar é preciso”. Publicado pela editora Palavra & Prece, a obra, narrada em primeira pessoa, aborda a história de um grupo de amigos e as “buscas” do ser humano para encontrar sua verdade e para o “existir”. O livro traz personagens jovens, bastante diferentes entre si, mas com algumas coisas em comum. São personagens inquietos, desejosos, curiosos, atraídos por uma amizade, mas distantes em suas crenças.
Publicado em Nacionais
Tem início nesta quinta-feira, 26 de setembro, e estende-se até sábado, dia 28, o X Encontro Nacional de Coordenadores de Polos da Rede Salesiana de Escolas (Encpolos). O Encontro será realizado no Centro de Convenções Israel Pinheiro, em Brasília, DF, com a presença dos gestores, animadores e lideranças dos seis polos da RSE (com sedes em Manaus, Recife, Campo Grande, Belo Horizonte, São Paulo e Porto Alegre).
Publicado em Nacionais
No último dia 13 de janeiro, na Festa do Batismo do Senhor, um grupo de cinco pessoas de diferentes regiões: irmã Zenilde Fontes (Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB), padres André Viana e Francisco Roberto (Diocese de Itapetininga, SP), o jovem Moisés Morais (Arquidiocese de Fortaleza) e o senhor  Osvaldo Tércio (Arquidiocese de Manaus, AM) realizaram um gesto histórico na preparação da Jornada Mundial da Juventude do Brasil. Eles levaram até o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, no Interior de São Paulo, as fitas que foram amarradas no andor do ícone de Nossa Senhora e aos pés da cruz peregrina, sinais da JMJ.   A história dessas fitas começou no estado do Amazonas, à medida que o ícone da mãe de Deus ia visitando as dioceses daquele lugar. Esta iniciativa religiosa dos jovens é uma tradição no interior daquela região. Em muitos altares das comunidades paroquiais, sobretudo no interior, a imagem dos santos padroeiros está envolta em muitas fitas contendo a oração dos fiéis.   Antes dos símbolos partirem para as dioceses do Paraguai, as fitas foram carinhosamente retiradas do ícone e guardadas pela equipe do Serviço de Evangelização da Juventude do Regional Sul 3, coordenado pela irmã Zenilde Fontes. A equipe teve a inspiração de deixar essas intenções da juventude-Igreja no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, lugar de grande devoção do povo brasileiro.   As fitas foram entregues ao padre Valdivino Guimarães, prefeito do Santuário Nacional, e serão parte da celebração de abertura da Campanha da Fraternidade de 2013 que abordará o tema: Fraternidade e Juventude, marcando assim, o ano da JMJ no Brasil. Após a celebração, as fitas serão colocadas em um recipiente de vidro, com informações sobre sua origem, na sala das promessas dentro do santuário e poderão ser vistas por todos os devotos da Mãe Aparecida.   Assim, tem-se a certeza de que Nossa Senhora Aparecida tomará sobre sua proteção todas as pessoas que ali depositaram suas preces e confiança em Deus.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
A Procuradoria Missionária Salesiana, de Madri, Espanha, produziu três documentários que buscam dois objetivos: mostrar a presença salesiana no Haiti e relembrar o terceiro triste aniversário do terremoto de 12 de janeiro de 2010. “Haiti: 75 anos de presença salesiana”, “O despertar do Haiti” e “Filhos do Haiti” são os títulos dos documentários, que recontam uma realidade ainda precária.   A história dos salesianos no Haiti foi iniciada em 1936, com o pedido do governo de uma escola de formação profissional para formar bons cristãos e honestos cidadãos. “Há hoje perto de 75 salesianos com um objetivo claro: ajudar os jovens a construir um mundo novo, afirma o padre Adriano Bregolin, vigário do reitor-mor, padre Pascual Chávez, num dos três vídeos. “É um momento muito importante: celebramos o nosso aniversário, 75 anos de sacrifício, de presença (...). Haiti é o país de Dom Bosco”. A ele se junta o padre Jacques Charles, ecônomo da visitadoria do Haiti: “Dom Bosco hoje iria se sentir muito à vontade aqui, porque este é o seu povo, Dom Bosco é desta terra, Dom Bosco é para o Haiti”.   O vídeo “Despertar do Haiti”, lançado no mês de outubro, mostra como bastaram 30 segundos para arruinar 90% das escolas, 60% dos hospitais, para que centenas de milhares de pessoas morressem, mais de 350.000 ficassem feridas e mais de um milhão de crianças se tornassem órfãs. Por causa dessa tragédia, também 75% das obras salesianas ficaram gravemente afetadas. O documentário recolhe aqueles segundos que deixaram o país em ruínas, e deixa clara a finalidade dos salesianos no país: “Nosso sonho é um Haiti melhor, para jovens em condições de tomar conta de si mesmos, jovens seguros”, diz o padre Pierre Lephène, conselheiro inspetorial.   “Os filhos do Haiti” foi publicado em 9 de janeiro do ano passado pela Procuradoria Missionária, de Madri, por ocasião do terceiro aniversário do terremoto de 2010. No DVD fala-se de Tissidor, apaixonado por canto e futebol; Jean Cerin, responsável pelo centro Lakou, que acolhe meninos de rua; Julius, que aprendeu a ler aos 14 anos e hoje é um soldador; e Joseph Wesner, professor de eletricidade. Apenas alguns dos “filhos do Haiti”, que, como muitos outros, desde muito pequenos, aprenderam a sobreviver pelas ruas, ameaçados e maltratados.   Foi enviado um exemplar de cada DVD para todas as circunscrições salesianas do mundo e a todas as escolas salesianas da Espanha. Nestes dias algumas passagens dos vídeos transitarão também pelas redes de TV espanholas. “O despertar do Haiti” e “Os filhos do Haiti” podem ser vistos também no canal YouTube, da Procuradoria Missionária Salesiana, de Madri.   InfoANS    
Publicado em Internacionais
A Teresa Valsé é a personagem do novo gibi lançado pela Rede Salesiana de Escolas com o apoio da Rede Salesiana de Ação Social e da Rede Salesiana de Comunicação. Sua história é um exemplo de como a riqueza espiritual supera aquela trazida pelos bens materiais. Nascida em uma família rica, Teresa deixou para trás uma vida de festas e alegrias superficiais para dedicar-se ao cuidado com o próximo. Como os demais gibis da série, que traz biografias de salesianos e salesianas, Teresa Valsé será distribuído gratuitamente aos alunos de escolas e obras sociais de todo país.
Publicado em Nacionais
O Colégio Salesiano Dom Bosco de Piracicaba, SP, instituição membro da Rede Salesiana de Escolas (RSE), inaugurou na noite de 26 de janeiro a unidade da pré-escola, o Dombosquinho. Da solenidade participaram membros da direção, colaboradores do Colégio e Faculdade Dom Bosco e Oratório São Mário, o ex-aluno Luiz Gonzaga Germano e Silva – representando os ex-alunos, vereador João Manoel dos Santos –, presidente da Câmara de Vereadores, Gabriel Ferrato os Santos –, o secretário municipal de Educação e representante do prefeito Barjas Negri, e padre Edson Donizetti Castilho, inspetor de São Paulo. “O Dombosquinho é um investimento que reúne as melhores condições para a educação das crianças, com projeto pensado e repensado por especialistas da construção civil e pedagogos, das calçadas aos jardins”, afirma o padre José Ailton Trindade, diretor.
Publicado em Nacionais