Ação Social
“Na raiz desse mal, já nos alertava Dom Bosco no século XIX, está a deficiência no processo educativo. Precisamos ser educados para agir respeitosamente, com cordialidade, cuidado, diálogo e tolerância.”    
Publicado em Ação Social
  A obra social Salesianos Ampare, de Campo Grande, será uma das entidades das áreas de educação e assistência social beneficiadas com convênios assinados pelos deputados estaduais na manhã do dia 17 de dezembro. O recurso é proveniente do FIS (Fundo de Investimento Social) para convênios feitos com prefeituras e organizações da sociedade, originários de emendas parlamentares.   Uma parte deste recurso, que será destinado à Ampare, foi conquistado por meio da emenda parlamentar proposta pelo deputado estadual Cabo Almi (PT/MS). De acordo com o presidente da Salesianos Ampare, irmão Samuel do Caetano Gomes, o recurso destinado à instituição salesiana será utilizado para melhorar a infraestrutura do auditório e das salas de aula em que são oferecidos cursos profissionalizantes nas áreas administrativas, de oratória e de informática (básica e avançada) a 180 adolescentes.   “Com esse convênio vamos poder oferecer um serviço de maior qualidade, investir em equipamentos e no conforto das salas de aula com a instalação de data show, ar condicionado, computadores e cadeiras novas”, detalhou irmão Samuel.   Missão Salesiana de Mato Grosso com informações da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Publicado em Ação Social
O  Programa de Medidas Socioeducativas e o Centro Profissionalizante Dom Bosco desenvolveram uma oficina no último dia 21 de outubro, sobre sexualidade na adolescência a partir das demandas trazidas pelos adolescentes nos espaços de atendimento, principalmente em se tratando de questões de gênero e respeito à diversidade.
Publicado em Ação Social
  Entre os dias 5 e 7 de agosto, foi realizada em Goiânia, GO, a X Conferência Municipal de Assistência Social da cidade, com o tema “A Gestão e o Financiamento na efetivação do Serviço Único de Assistência Social (SUAS)”. O objetivo do encontro foi analisar, propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para gestão e financiamento do SUAS.   A Conferência contou a presença de educadores do CESAM e das jovens Kamila Araújo e Loriene Ribeiro atendidas pela unidade social. Demonstrando o protagonismo juvenil incentivado pelo Cesam-GO, Kamila foi eleita delegada titular da conferência, representando os jovens.   III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial   Nos dias 9 e 10 de agosto foi realizado, também em Goiânia, GO, a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial. Na ocasião, representantes do Cesam-GO participaram da reunião juntamente com outras entidades da sociedade civil e órgãos governamentais da cidade de Goiânia e municípios adjacentes.   O objetivo foi buscar a implementação de ações nos seguintes eixos das políticas públicas: comunidades tradicionais; diversidade cultural; Direitos Humanos e segurança pública; educação atualizada; juventude; saúde; segurança alimentar e desenvolvimento social; e trabalho, desenvolvimento econômico e urbano.   A educadora Rosana Cristiana Santana foi eleita delegada convidada para a Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que será realizada entre os dias 28 a 30 de agosto.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Ação Social
O Cesam-RJ (Centro Salesiano do Adolescente Trabalhador) participou, no último dia 18 de junho, do Programa Confronto Manchete, da Rádio Manchete AM 760, para falar sobre o tema “Exploração do Trabalho Infantil”. Para debater o assunto foram convidados, além do diretor executivo do Cesam, Antomylson Pimentel, a coordenadora do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Luciane da Cruz; o representante da Superintendência Regional do Trabalho do Rio de Janeiro Joaquim Travassos Leite; a coordenadora executiva da ONG “Centro de Estudos e Ação em Atenção às Drogas-EX-COLA”, Elizabeth Serra Oliveira; e integrantes do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e de Proteção ao Trabalhador Adolescente do Rio de Janeiro.   A abordagem ao assunto no programa deve-se à recente divulgação da notícia de que no Brasil existem mais de 260 mil crianças no trabalho doméstico. De acordo com o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), em 2011, dos 3,7 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, 57,5%, ou seja, 2,1 milhões de crianças e adolescentes trabalhavam e ainda eram responsáveis pelas tarefas domésticas em suas próprias casas.   No debate, a opinião contraria a exploração do trabalho infantil foi unanime entre os convidados. Eles afirmaram que a exploração prejudica o futuro da criança e adolescente, já que os coloca expostos a várias condições abusivas e acabam tendo o rendimento escolar prejudicado. Ressaltaram ainda que o Brasil necessita de urgência na melhoria da Educação, no combate efetivo da exploração, no trabalho do adolescente na condição de aprendiz conforme a Lei 10.097 (Lei do Aprendiz), e no aumento do salário mínimo para que dê condições dos responsáveis manterem seus lares.   Para ouvir o debate clique aqui.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Ação Social
Ação Social
“Na raiz desse mal, já nos alertava Dom Bosco no século XIX, está a deficiência no processo educativo. Precisamos ser educados para agir respeitosamente, com cordialidade, cuidado, diálogo e tolerância.”    
Publicado em Ação Social
  A obra social Salesianos Ampare, de Campo Grande, será uma das entidades das áreas de educação e assistência social beneficiadas com convênios assinados pelos deputados estaduais na manhã do dia 17 de dezembro. O recurso é proveniente do FIS (Fundo de Investimento Social) para convênios feitos com prefeituras e organizações da sociedade, originários de emendas parlamentares.   Uma parte deste recurso, que será destinado à Ampare, foi conquistado por meio da emenda parlamentar proposta pelo deputado estadual Cabo Almi (PT/MS). De acordo com o presidente da Salesianos Ampare, irmão Samuel do Caetano Gomes, o recurso destinado à instituição salesiana será utilizado para melhorar a infraestrutura do auditório e das salas de aula em que são oferecidos cursos profissionalizantes nas áreas administrativas, de oratória e de informática (básica e avançada) a 180 adolescentes.   “Com esse convênio vamos poder oferecer um serviço de maior qualidade, investir em equipamentos e no conforto das salas de aula com a instalação de data show, ar condicionado, computadores e cadeiras novas”, detalhou irmão Samuel.   Missão Salesiana de Mato Grosso com informações da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul
Publicado em Ação Social
O  Programa de Medidas Socioeducativas e o Centro Profissionalizante Dom Bosco desenvolveram uma oficina no último dia 21 de outubro, sobre sexualidade na adolescência a partir das demandas trazidas pelos adolescentes nos espaços de atendimento, principalmente em se tratando de questões de gênero e respeito à diversidade.
Publicado em Ação Social
  Entre os dias 5 e 7 de agosto, foi realizada em Goiânia, GO, a X Conferência Municipal de Assistência Social da cidade, com o tema “A Gestão e o Financiamento na efetivação do Serviço Único de Assistência Social (SUAS)”. O objetivo do encontro foi analisar, propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para gestão e financiamento do SUAS.   A Conferência contou a presença de educadores do CESAM e das jovens Kamila Araújo e Loriene Ribeiro atendidas pela unidade social. Demonstrando o protagonismo juvenil incentivado pelo Cesam-GO, Kamila foi eleita delegada titular da conferência, representando os jovens.   III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial   Nos dias 9 e 10 de agosto foi realizado, também em Goiânia, GO, a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial. Na ocasião, representantes do Cesam-GO participaram da reunião juntamente com outras entidades da sociedade civil e órgãos governamentais da cidade de Goiânia e municípios adjacentes.   O objetivo foi buscar a implementação de ações nos seguintes eixos das políticas públicas: comunidades tradicionais; diversidade cultural; Direitos Humanos e segurança pública; educação atualizada; juventude; saúde; segurança alimentar e desenvolvimento social; e trabalho, desenvolvimento econômico e urbano.   A educadora Rosana Cristiana Santana foi eleita delegada convidada para a Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial, que será realizada entre os dias 28 a 30 de agosto.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Ação Social
O Cesam-RJ (Centro Salesiano do Adolescente Trabalhador) participou, no último dia 18 de junho, do Programa Confronto Manchete, da Rádio Manchete AM 760, para falar sobre o tema “Exploração do Trabalho Infantil”. Para debater o assunto foram convidados, além do diretor executivo do Cesam, Antomylson Pimentel, a coordenadora do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Luciane da Cruz; o representante da Superintendência Regional do Trabalho do Rio de Janeiro Joaquim Travassos Leite; a coordenadora executiva da ONG “Centro de Estudos e Ação em Atenção às Drogas-EX-COLA”, Elizabeth Serra Oliveira; e integrantes do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e de Proteção ao Trabalhador Adolescente do Rio de Janeiro.   A abordagem ao assunto no programa deve-se à recente divulgação da notícia de que no Brasil existem mais de 260 mil crianças no trabalho doméstico. De acordo com o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), em 2011, dos 3,7 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, 57,5%, ou seja, 2,1 milhões de crianças e adolescentes trabalhavam e ainda eram responsáveis pelas tarefas domésticas em suas próprias casas.   No debate, a opinião contraria a exploração do trabalho infantil foi unanime entre os convidados. Eles afirmaram que a exploração prejudica o futuro da criança e adolescente, já que os coloca expostos a várias condições abusivas e acabam tendo o rendimento escolar prejudicado. Ressaltaram ainda que o Brasil necessita de urgência na melhoria da Educação, no combate efetivo da exploração, no trabalho do adolescente na condição de aprendiz conforme a Lei 10.097 (Lei do Aprendiz), e no aumento do salário mínimo para que dê condições dos responsáveis manterem seus lares.   Para ouvir o debate clique aqui.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Ação Social