Padre Wolfgang Gruen, SDB, faz parte da chamada “segunda geração” de salesianos. Doutor honoris causa em Ciências Teológicas e Bíblicas pela Università Pontificia Salesiana (UPS) de Roma e professor aposentado da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), padre Gruen, ao conceder essa entrevista ao Boletim Salesiano, não se limitou a reproduzir a história aprendida em livros. Na contagem do tempo e no resgate da história, seu relato traz como apêndice uma filigrana da riqueza salesiana, e que diz respeito à distância temporal entre nós e o Santo dos Jovens. “Há uma primeira geração de salesianos, que é a dos que conviveram com Dom Bosco. Aos 86 anos, eu sou sobrevivente da segunda geração, dos que conviveram com salesianos da primeira, ouviram suas experiências com o santo. Os demais são da terceira geração. Meu primeiro inspetor, quando eu ainda era menino, aluno do Salesian College de Londres, Battersea, foi o padre Eneias Tozzi, ex-aluno de Dom Bosco. Contou-me como se tornou aluno do Santo; mais tarde, no meu noviciado, em 1943, encontrei essa história nas Memórias Biográficas de Dom Bosco. Como aluno do Santa Rosa de Niterói, confessava-me religiosamente toda semana com o padre Frederico Gioia, também ex-aluno de Dom Bosco”, rememora padre Gruen. Segue a íntegra da entrevista concedida por padre Wolfgang Gruen ao Boletim Salesiano, a partir da questão: “Na sua visão e experiência, qual foi a importância da chegada dos salesianos no Brasil e, também, qual foi a grande contribuição dos salesianos para o país?”.  
Publicado em Salesianidade
Graças aos gestos concretos de solidariedade e doação, um momento histórico foi vivido durante o dia 7 de abril - Domingo da Misericórdia: o início das obras de edificação da Catedral Cristo Rei. A solenidade começou com Missa campal, presidida pelo núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, e concelebrada pelo arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo, bispos-auxiliares, além de sacerdotes da arquidiocese de Belo Horizonte. O evento estendeu-se até a tarde de domingo, com momentos de oração e atividades voltadas para as famílias, como brincadeiras para as crianças, exames de pressão arterial e salão de beleza.   Durante a Missa, Dom Giovanni D’Aniello, que pela primeira vez visitou a arquidiocese de Belo Horizonte, falou com alegria dessa experiência e agradeceu a Dom Walmor pela oportunidade. “Durante as visitas, testemunhei como esta Igreja oferece aos carentes a esperança de Cristo Ressuscitado”, sublinhou. O núncio disse que vai apresentar ao Papa Francisco a força das comunidades de fé da Arquidiocese de Belo Horizonte. “Contarei que aqui tem uma comunidade forte, viva, que vai sustentar com orações o seu ministério petrino”.   Ao recordar das importantes iniciativas de inclusão social e ajuda aos mais necessitados que conheceu na Arquidiocese, Dom Giovanni D’Aniello ressaltou que a Catedral Cristo Rei reunirá as diversas pastorais, os meios de comunicação e o Memorial Arquidiocesano. Lembrou que uma semana antes do Domingo da Misericórdia, os fiéis testemunham o nascimento da Igreja, por meio da Páscoa, para dizer, referindo-se à Catedral, que no dia 7 de abril de 2013 todos testemunharam o início de uma igreja, fonte de comunhão.   Inspirado pela Liturgia do Dia, o núncio Apostólico explicou que a comunhão e a solidariedade são leis universais e ensinou que Cristo é o ponto de referência. “Em Cristo, se constrói a comunhão, sacramento que coloca o homem em comunhão com Deus e, consequentemente, com outros homens”. Dom Giovanni concluiu sua homilia manifestando o desejo que de que a Catedral Cristo Rei, brevemente, torne-se lugar para a vivência da comunhão fraterna. “Que Nossa Senhora da Piedade nos ampare”, suplicou.   Ao se despedir dos fiéis, Dom Giovanni D’Aniello citou a seguinte frase de Santo Agostinho: “tarde te conheci, tarde te amei”. Em seguida, a adaptou para homenagear a capital mineira: “Belo Horizonte, tarde te conheci, tarde te amei”. Foi bastante aplaudido pelos cerca de 5 mil fiéis que acompanharam a celebração Eucarística.   Após a celebração, o arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo abençoou os operários que trabalharão nas obras da Catedral Cristo Rei e seus equipamentos. Dom Walmor afirmou que a Catedral Cristo Rei “será a casa de homens e mulheres de Deus”. Lembrou-se daqueles que ajudaram e ajudam a Arquidiocese de Belo Horizonte nesta caminhada rumo à Catedral. “São muitos nomes que estão no coração de Deus, da nossa Arquidiocese e no nosso”.   O arcebispo sublinhou que a Catedral Cristo Rei acolherá especialmente os pobres e sofredores, “para que a Igreja continue a importante tarefa de fazer, de todos, discípulos e discípulas de Deus”. Depois, pediu a proteção de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais, e a condução de São José, patrono das obras da Catedral, para os trabalhos de edificação.   Diversas autoridades participaram da solenidade. O governador de Minas, Antonio Anastasia, disse que a Catedral Cristo Rei será lugar de fé e esperança. Dirigindo-se ao núncio Apostólico, pediu que leve uma saudação especial ao Papa Francisco e o convide para que visite Minas Gerais. Já o prefeito da capital, Márcio Lacerda, ressaltou a importância da Catedral Cristo Rei “para que a fé, a solidariedade e a fraternidade sejam vividas de modo ainda mais intenso”.   CNBB
Publicado em Nacionais
  Em audiência pública em Brasília, a Câmara de Educação Superior (CES) do Conselho Nacional de Educação (CNE), em conjunto com o Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Anísio Teixeira (INEP) e a Secretaria de Regulação e Avaliação da Educação Superior (SERES/MEC), apresentou para debate o novo instrumento de credenciamento e recredenciamento das instituições de ensino superior.   Na ocasião, o conselho convocou a participação das entidades representativas para que colaborem com propostas de mudanças no referido documento, a serem recebidas até o dia 03 de abril.   Diante da importância do tema, o diretor presidente da ANEC, padre José Marinoni, reafirma o convite a todos os dirigentes de instituições superiores católicas a estarem presente no IV Fórum das IES Católicas, encontro a se realizar em Belo Horizonte entre os dias 20 e 22 de março, onde será feito o debate do novo instrumento.   ANEC
Publicado em Nacionais
O Instituto Dom Bosco de Comunicação Artes - Don Bosco Institute of Communication Arts’ (DBICA), da Inspetoria Salesiana da Índia-Madrasta promoveu, entre os dias 09 e 10 de março, no Teatro Abirami, de Chennai, o VII Festival Internacional de Curtas-Metragens, da Índia. O festival contou com a direção do padre Harris Pakkam, delegado para as Comunicações Sociais da Inspetoria Salesiana de Madrasta.   O festival contabilizou a inscrição de 624 curtas de 33 nações. Desses, foram selecionados 54, pelo júri, que foram projetados no festival. Desse total, 16 foram apresentados por diretores de vários estados de toda a Índia, enquanto que os demais 38 chegaram da Alemanha, Irã, Itália, Polônia, Espanha, Uzbequistão, Reino Unido, Nova Zelândia, República Tcheca e Estados Unidos.   O regulamento do festival subdividiu os curtas em quatro seções: internacionais, nacionais, prêmios nacionais de categoria e prêmios internacionais de categoria. Na seção internacional, o filme vencedor foi o espanhol “Abstenerse Agencias”, de Gaizka Urresti; na seção nacional venceu, “Rizwan”, de Deepti Khurana, premiado também com 25.000 rúpias em dinheiro.   Para os prêmios de categoria internacionais, o melhor curta estrangeiro de animação foi atribuído a “Beerbug”, de Ander Mendia, da Espanha. O curta estrangeiro de assunto mais criativo foi considerado o  “Working Day”, de Reanud Maire, da Nova Zelândia; enquanto que o prêmio do público foi para o curta-metragem “Love at First Sight”, de Mark Playne, do Reino Unido.   Entre os indianos, o prêmio de melhor filme animado foi atribuído a “Fulwanti & Slim-c” feito por Vaibhav Piwlatkar; enquanto que o prêmio do público foi para “Nós” (plural de nó), de Bhavanna YV.   O Instituto Dom Bosco de Comunicação Artes é a entidade promotora do festival, que está em sua sétima edição anual. Por meio do festival, o instituto salesiano oferece uma plataforma única para os produtores de curtas-metragens, para mostrar as suas obras e a própria criatividade. No decorrer dos anos o festival tornou-se conhecido por seu equilíbrio variado e cosmopolita, com curtas de todos os gêneros cinematográficos: drama, documentário, desenho animado em 2 e 3D, comédia, ficção científica, ‘thriller’, ação, horror.   InfoANS
Publicado em Internacionais
  A eleição do Papa Francisco repercutiu mundo afora por todos os meios de comunicação. Jornais, revistas, noticiários destacam, em suas manchetes principais, a eleição do novo Sumo Pontífice. Mas foi nas redes sociais que fotos, vídeos e curiosidades sobre a pessoa de Jorge Mario Bergoglio ganharam força e velocidade.   Logo depois do anúncio, o assunto mais comentado nos Trend Topics mundiais do Twitter era #HabemusPapam e Pope Francis. Brasil e Argentina seguiram a tendência mundial com o nome do Pontífice dominando quatro dos oito assuntos mais comentado na rede.   Autoridades mundiais postaram em seus Twitters frases de felicitações e força para o novo Pontífice, como é o caso do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama: “Estou ansioso para trabalhar com Sua Santidade para avançar na paz, na segurança e na dignidade de nossos companheiros seres humanos.” A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, postou uma carta de felicitação no Twitter com a frase: “A su Santidad Francisco”.   Um dos cardeais mais presentes nas redes sociais, Cardeal Timithy Dolan, arcebispo de Nova York, postou: “Neste dia feliz, nós temos um novo Santo Padre, o Papa Francisco. Com alegria em nossos corações, nós declaramos: “Ad Multos Annos!”.   O cardeal da Colômbia Rubem Salazar postou, em seu Twitter, duas horas depois do anúncio do Papa. “A Igreja foi abençoada com um novo Papa: Francisco. Bendigamos a Deus, porque foi grande conosco e estamos alegres”.   No Facebook, milhares de fotos do cardeal Bergoglio começaram a circular. Algumas mostravam a simpatia do cardeal beijando os pés de uma criança; noutras, Bergoglio em um trem na Argentina. O assunto mais falado, na rede social, foi a simplicidade do novo Pontífice.   Daniel Machado/Canção Nova
Publicado em Internacionais
Durante a reunião do Conselho Permanente da CNBB, na manhã desta quinta-feira, 07 de março, foi esclarecido que o prazo de inscrição  do episcopado para a Jornada Mundial da Juventude, que será realizada no próximo mês de julho no Rio de Janeiro (RJ)foi prorrogado até o dia 20 de março.   No último dia 8 de fevereiro, o secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, enviou carta aos bispos de todo o Brasil com orientações sobre as inscrições. Anexa à carta, foi enviada a ficha de inscrição, que deveria ter sido enviada para a sede do Comitê Organizador Local (COL/Rio), até o dia 28 de fevereiro passado. Entretanto, um pequeno número de bispos realizou a sua inscrição, muitos por não terem recebido a comunicação em tempo hábil.   A hospedagem dos bispos inscritos poderá ser feita em hotéis, casas religiosas ou casas de família, como explicou Dom Leonardo em carta enviada aos bispos. “Optando por hotéis, todas as despesas correrão por conta de cada bispo. Se a escolha for hotel, o COL/RIO entrará em contato para detalhamento. A hospedagem em casas religiosas será indicada pelo COL/RIO, todas sem custo para os bispos. A hospedagem em casas de família contará com a generosidade e o acolhimento. As famílias serão indicadas pelo COL/RIO. Os bispos que forem selecionados pelo Pontifício Conselho para catequistas ficarão hospedados em dois hotéis específicos, tendo seus gastos de hospedagem, alimentação e transporte assumidos pelo COL/RIO. Seus secretários poderão se hospedar nos mesmos hotéis, assumindo, no entanto, as próprias despesas de hospedagem e alimentação. Para cada bispo catequista, será disponibilizada uma vaga para secretário”.   Haverá também um serviço de receptivo nos aeroportos e traslado para os hotéis e outras acomodações. O transporte para as Catequeses e para os Atos Centrais também será providenciado pelo COL. “Desde já, no entanto, é conveniente recordar que as Jornadas são um evento envolvendo grande contingente de pessoas, com normas específicas de segurança e deslocamentos. Consequentemente, os bispos devem considerar, desde já, a efetiva possibilidade de largos períodos de espera e deslocamentos”, esclareceu dom Leonardo.   As fichas de inscrição dos bispos deverão ser enviadas, até o dia 20 de março, em uma das seguintes formas: e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.; correios: JMJ Rio2013 – BISPOS DO BRASIL Rua Benjamin Constant 23 – 7º andar 20241-250 – Glória, Rio de Janeiro, RJ; Fax: (21) 2253-5768.   CNBB
Publicado em Nacionais
Com o tema: A Juventude quer Viver! E o lema "Eis-me aqui, envia-me" foi realizado, no dia 11 de fevereiro, o IV CARNABOSCO. O evento integrou as atividades pastorais desenvolvidas pelo Centro Juvenil Salesiano e pela Paróquia Nossa Senhora das Dores de Manicoré, no Amazonas, e animou crianças, jovens e adultos das comunidades locais.    “Esta é uma festa de família e para as famílias, um carnaval diferente porque oferece diversão limpa, sem bebidas, sem confusão”, afirmou o padre Filipe Bauzière, pároco e diretor da obra.   A programação do CARNABOSCO contou com apresentações dos blocos das comunidades, brincadeiras, música católica no ritmo das marchinhas, executadas por jovens da comunidade, além de um desfile da rainha Carnabosco.   Por José Ivanildo de Melo, sdb
Publicado em Nacionais
Faleceu nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, o padre salesiano Mario Gosso. Padre Mario estava internado no Proncor Centro, em Campo Grande, MS, tinha complicações cardíacas, diabetes e não resistiu ao quadro de dengue que o atingiu. O sepultamento será realizado hoje no cemitério de Santo Antônio, no Jazigo dos Salesianos.   Padre Mario tinha 87 anos, 56 de vida religiosa salesiana e 47 anos de sacerdócio. Ele nasceu no dia 24 de março de 1925 na cidade de Bagnolo (Piemonte, Itália). Em 13 de março de 1957, aos 32 anos, fez sua primeira profissão religiosa, no Instituto São Vicente (Lagoa da Cruz), em Campo Grande. Foi ordenado sacerdote na cidade de São Paulo, em 1º de agosto de 1965. Passou por várias casas da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT). Antes de ser transferido para as dependências da Obra Social Paulo VI, era vigário da Paróquia Nossa Senhora da Salete, em Primavera do Leste, MT. Um de seus principais feitos foi no ano de 1977, como pároco em Corumbá, e deu início à construção da igreja que atualmente abriga a Paróquia São João Bosco.   Se for confirmada a dengue como causa da morte, é o sétimo caso este ano em Campo Grande e o 15º no Estado, segundo o boletim mais recente divulgado pela Secretaria de Saúde.   Missão Salesiana do Mato Grosso
Publicado em Nacionais
  As Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), que vivem na comunidade de Honiara, capital das Ilhas Salomão, no Pacífico Sul, enviaram notícias para informar sobre a situação no local, após o violento terremoto de magnitude 8 na escala Richter que atingiu o sudoeste das Ilhas Salomão, no dia 6 de fevereiro.   “A ilha de Temotu, onde ocorreu o terremoto e o tsunami, está devastada. Mesmo que a onda tivesse apenas 1,5 m de altura, todas as aldeias estão diretamente na costa e, portanto todas elas foram destruídas, 20 ao todo. Foram registradas nove mortes e muitas pessoas estão desaparecidas. Os primeiros socorros só chegaram depois de dois dias, mesmo assim, apenas dois navios puderam atracar e os dois aviões de socorro não puderam aterrissar por causa do estado da pista que, apesar de ter sido limpa pelo povo, para facilitar o socorro, foi rachada ao meio por um abalo de ajuste de sétimo grau. As pessoas estão nas partes altas, em refúgios improvisados e não querem descer para ver em que condições ficaram suas casas. Houve 115 abalos de ajuste entre quarto e sexto grau, e continuam ainda. Aqui todos estão se movimentando para o socorro, mas é difícil o acesso àquele pequeno arquipélago. Será preciso tempo para aliviar a extensão dos danos e dificuldades e existe ainda o temor de epidemias, porque a água potável foi contaminada pelo mar”.   Para as FMA é difícil ter acesso às notícias, pois os noticiários nacionais não oferecem adequadamente as informações. Há pessoas muito próximas das FMA entre os desaparecidos, e elas procuram cada dia encontrar informações nos jornais locais.   Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais
    Com o lema “Pela caridade, colocai-vos a serviço uns dos outros” (Gl 5, 13) foi realizada, recentemente, a ordenação diaconal de três salesianos da Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia. A celebração ocorreu na Paróquia Dom Bosco, na Lapa, em São Paulo, e foi presidida por Dom Julio Akamine, bispo Auxiliar da região Lapa.   Os novos diáconos são: Anderson Bizarria da Costa, Cláudio Andrade Mota, Edson Cardoso Caliman, Eduardo Pereira de Moura, Gaudêncio Gomes Campos, Hélio Ramos, João Marcos Araújo, Renato Tarcísio, Ronyvon da Conceição Batista, Volnei Sevenhani, Wilson Barros Ribeiro. Pertencentes a quatro das cinco inspetorias salesianas no Brasil.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
Página 16 de 18
  Padre Wolfgang Gruen, SDB, faz parte da chamada “segunda geração” de salesianos. Doutor honoris causa em Ciências Teológicas e Bíblicas pela Università Pontificia Salesiana (UPS) de Roma e professor aposentado da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), padre Gruen, ao conceder essa entrevista ao Boletim Salesiano, não se limitou a reproduzir a história aprendida em livros. Na contagem do tempo e no resgate da história, seu relato traz como apêndice uma filigrana da riqueza salesiana, e que diz respeito à distância temporal entre nós e o Santo dos Jovens. “Há uma primeira geração de salesianos, que é a dos que conviveram com Dom Bosco. Aos 86 anos, eu sou sobrevivente da segunda geração, dos que conviveram com salesianos da primeira, ouviram suas experiências com o santo. Os demais são da terceira geração. Meu primeiro inspetor, quando eu ainda era menino, aluno do Salesian College de Londres, Battersea, foi o padre Eneias Tozzi, ex-aluno de Dom Bosco. Contou-me como se tornou aluno do Santo; mais tarde, no meu noviciado, em 1943, encontrei essa história nas Memórias Biográficas de Dom Bosco. Como aluno do Santa Rosa de Niterói, confessava-me religiosamente toda semana com o padre Frederico Gioia, também ex-aluno de Dom Bosco”, rememora padre Gruen. Segue a íntegra da entrevista concedida por padre Wolfgang Gruen ao Boletim Salesiano, a partir da questão: “Na sua visão e experiência, qual foi a importância da chegada dos salesianos no Brasil e, também, qual foi a grande contribuição dos salesianos para o país?”.  
Publicado em Salesianidade
Graças aos gestos concretos de solidariedade e doação, um momento histórico foi vivido durante o dia 7 de abril - Domingo da Misericórdia: o início das obras de edificação da Catedral Cristo Rei. A solenidade começou com Missa campal, presidida pelo núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, e concelebrada pelo arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo, bispos-auxiliares, além de sacerdotes da arquidiocese de Belo Horizonte. O evento estendeu-se até a tarde de domingo, com momentos de oração e atividades voltadas para as famílias, como brincadeiras para as crianças, exames de pressão arterial e salão de beleza.   Durante a Missa, Dom Giovanni D’Aniello, que pela primeira vez visitou a arquidiocese de Belo Horizonte, falou com alegria dessa experiência e agradeceu a Dom Walmor pela oportunidade. “Durante as visitas, testemunhei como esta Igreja oferece aos carentes a esperança de Cristo Ressuscitado”, sublinhou. O núncio disse que vai apresentar ao Papa Francisco a força das comunidades de fé da Arquidiocese de Belo Horizonte. “Contarei que aqui tem uma comunidade forte, viva, que vai sustentar com orações o seu ministério petrino”.   Ao recordar das importantes iniciativas de inclusão social e ajuda aos mais necessitados que conheceu na Arquidiocese, Dom Giovanni D’Aniello ressaltou que a Catedral Cristo Rei reunirá as diversas pastorais, os meios de comunicação e o Memorial Arquidiocesano. Lembrou que uma semana antes do Domingo da Misericórdia, os fiéis testemunham o nascimento da Igreja, por meio da Páscoa, para dizer, referindo-se à Catedral, que no dia 7 de abril de 2013 todos testemunharam o início de uma igreja, fonte de comunhão.   Inspirado pela Liturgia do Dia, o núncio Apostólico explicou que a comunhão e a solidariedade são leis universais e ensinou que Cristo é o ponto de referência. “Em Cristo, se constrói a comunhão, sacramento que coloca o homem em comunhão com Deus e, consequentemente, com outros homens”. Dom Giovanni concluiu sua homilia manifestando o desejo que de que a Catedral Cristo Rei, brevemente, torne-se lugar para a vivência da comunhão fraterna. “Que Nossa Senhora da Piedade nos ampare”, suplicou.   Ao se despedir dos fiéis, Dom Giovanni D’Aniello citou a seguinte frase de Santo Agostinho: “tarde te conheci, tarde te amei”. Em seguida, a adaptou para homenagear a capital mineira: “Belo Horizonte, tarde te conheci, tarde te amei”. Foi bastante aplaudido pelos cerca de 5 mil fiéis que acompanharam a celebração Eucarística.   Após a celebração, o arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo abençoou os operários que trabalharão nas obras da Catedral Cristo Rei e seus equipamentos. Dom Walmor afirmou que a Catedral Cristo Rei “será a casa de homens e mulheres de Deus”. Lembrou-se daqueles que ajudaram e ajudam a Arquidiocese de Belo Horizonte nesta caminhada rumo à Catedral. “São muitos nomes que estão no coração de Deus, da nossa Arquidiocese e no nosso”.   O arcebispo sublinhou que a Catedral Cristo Rei acolherá especialmente os pobres e sofredores, “para que a Igreja continue a importante tarefa de fazer, de todos, discípulos e discípulas de Deus”. Depois, pediu a proteção de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais, e a condução de São José, patrono das obras da Catedral, para os trabalhos de edificação.   Diversas autoridades participaram da solenidade. O governador de Minas, Antonio Anastasia, disse que a Catedral Cristo Rei será lugar de fé e esperança. Dirigindo-se ao núncio Apostólico, pediu que leve uma saudação especial ao Papa Francisco e o convide para que visite Minas Gerais. Já o prefeito da capital, Márcio Lacerda, ressaltou a importância da Catedral Cristo Rei “para que a fé, a solidariedade e a fraternidade sejam vividas de modo ainda mais intenso”.   CNBB
Publicado em Nacionais
  Em audiência pública em Brasília, a Câmara de Educação Superior (CES) do Conselho Nacional de Educação (CNE), em conjunto com o Instituto Nacional de Pesquisas e Estudos Anísio Teixeira (INEP) e a Secretaria de Regulação e Avaliação da Educação Superior (SERES/MEC), apresentou para debate o novo instrumento de credenciamento e recredenciamento das instituições de ensino superior.   Na ocasião, o conselho convocou a participação das entidades representativas para que colaborem com propostas de mudanças no referido documento, a serem recebidas até o dia 03 de abril.   Diante da importância do tema, o diretor presidente da ANEC, padre José Marinoni, reafirma o convite a todos os dirigentes de instituições superiores católicas a estarem presente no IV Fórum das IES Católicas, encontro a se realizar em Belo Horizonte entre os dias 20 e 22 de março, onde será feito o debate do novo instrumento.   ANEC
Publicado em Nacionais
O Instituto Dom Bosco de Comunicação Artes - Don Bosco Institute of Communication Arts’ (DBICA), da Inspetoria Salesiana da Índia-Madrasta promoveu, entre os dias 09 e 10 de março, no Teatro Abirami, de Chennai, o VII Festival Internacional de Curtas-Metragens, da Índia. O festival contou com a direção do padre Harris Pakkam, delegado para as Comunicações Sociais da Inspetoria Salesiana de Madrasta.   O festival contabilizou a inscrição de 624 curtas de 33 nações. Desses, foram selecionados 54, pelo júri, que foram projetados no festival. Desse total, 16 foram apresentados por diretores de vários estados de toda a Índia, enquanto que os demais 38 chegaram da Alemanha, Irã, Itália, Polônia, Espanha, Uzbequistão, Reino Unido, Nova Zelândia, República Tcheca e Estados Unidos.   O regulamento do festival subdividiu os curtas em quatro seções: internacionais, nacionais, prêmios nacionais de categoria e prêmios internacionais de categoria. Na seção internacional, o filme vencedor foi o espanhol “Abstenerse Agencias”, de Gaizka Urresti; na seção nacional venceu, “Rizwan”, de Deepti Khurana, premiado também com 25.000 rúpias em dinheiro.   Para os prêmios de categoria internacionais, o melhor curta estrangeiro de animação foi atribuído a “Beerbug”, de Ander Mendia, da Espanha. O curta estrangeiro de assunto mais criativo foi considerado o  “Working Day”, de Reanud Maire, da Nova Zelândia; enquanto que o prêmio do público foi para o curta-metragem “Love at First Sight”, de Mark Playne, do Reino Unido.   Entre os indianos, o prêmio de melhor filme animado foi atribuído a “Fulwanti & Slim-c” feito por Vaibhav Piwlatkar; enquanto que o prêmio do público foi para “Nós” (plural de nó), de Bhavanna YV.   O Instituto Dom Bosco de Comunicação Artes é a entidade promotora do festival, que está em sua sétima edição anual. Por meio do festival, o instituto salesiano oferece uma plataforma única para os produtores de curtas-metragens, para mostrar as suas obras e a própria criatividade. No decorrer dos anos o festival tornou-se conhecido por seu equilíbrio variado e cosmopolita, com curtas de todos os gêneros cinematográficos: drama, documentário, desenho animado em 2 e 3D, comédia, ficção científica, ‘thriller’, ação, horror.   InfoANS
Publicado em Internacionais
  A eleição do Papa Francisco repercutiu mundo afora por todos os meios de comunicação. Jornais, revistas, noticiários destacam, em suas manchetes principais, a eleição do novo Sumo Pontífice. Mas foi nas redes sociais que fotos, vídeos e curiosidades sobre a pessoa de Jorge Mario Bergoglio ganharam força e velocidade.   Logo depois do anúncio, o assunto mais comentado nos Trend Topics mundiais do Twitter era #HabemusPapam e Pope Francis. Brasil e Argentina seguiram a tendência mundial com o nome do Pontífice dominando quatro dos oito assuntos mais comentado na rede.   Autoridades mundiais postaram em seus Twitters frases de felicitações e força para o novo Pontífice, como é o caso do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama: “Estou ansioso para trabalhar com Sua Santidade para avançar na paz, na segurança e na dignidade de nossos companheiros seres humanos.” A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, postou uma carta de felicitação no Twitter com a frase: “A su Santidad Francisco”.   Um dos cardeais mais presentes nas redes sociais, Cardeal Timithy Dolan, arcebispo de Nova York, postou: “Neste dia feliz, nós temos um novo Santo Padre, o Papa Francisco. Com alegria em nossos corações, nós declaramos: “Ad Multos Annos!”.   O cardeal da Colômbia Rubem Salazar postou, em seu Twitter, duas horas depois do anúncio do Papa. “A Igreja foi abençoada com um novo Papa: Francisco. Bendigamos a Deus, porque foi grande conosco e estamos alegres”.   No Facebook, milhares de fotos do cardeal Bergoglio começaram a circular. Algumas mostravam a simpatia do cardeal beijando os pés de uma criança; noutras, Bergoglio em um trem na Argentina. O assunto mais falado, na rede social, foi a simplicidade do novo Pontífice.   Daniel Machado/Canção Nova
Publicado em Internacionais
Durante a reunião do Conselho Permanente da CNBB, na manhã desta quinta-feira, 07 de março, foi esclarecido que o prazo de inscrição  do episcopado para a Jornada Mundial da Juventude, que será realizada no próximo mês de julho no Rio de Janeiro (RJ)foi prorrogado até o dia 20 de março.   No último dia 8 de fevereiro, o secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, enviou carta aos bispos de todo o Brasil com orientações sobre as inscrições. Anexa à carta, foi enviada a ficha de inscrição, que deveria ter sido enviada para a sede do Comitê Organizador Local (COL/Rio), até o dia 28 de fevereiro passado. Entretanto, um pequeno número de bispos realizou a sua inscrição, muitos por não terem recebido a comunicação em tempo hábil.   A hospedagem dos bispos inscritos poderá ser feita em hotéis, casas religiosas ou casas de família, como explicou Dom Leonardo em carta enviada aos bispos. “Optando por hotéis, todas as despesas correrão por conta de cada bispo. Se a escolha for hotel, o COL/RIO entrará em contato para detalhamento. A hospedagem em casas religiosas será indicada pelo COL/RIO, todas sem custo para os bispos. A hospedagem em casas de família contará com a generosidade e o acolhimento. As famílias serão indicadas pelo COL/RIO. Os bispos que forem selecionados pelo Pontifício Conselho para catequistas ficarão hospedados em dois hotéis específicos, tendo seus gastos de hospedagem, alimentação e transporte assumidos pelo COL/RIO. Seus secretários poderão se hospedar nos mesmos hotéis, assumindo, no entanto, as próprias despesas de hospedagem e alimentação. Para cada bispo catequista, será disponibilizada uma vaga para secretário”.   Haverá também um serviço de receptivo nos aeroportos e traslado para os hotéis e outras acomodações. O transporte para as Catequeses e para os Atos Centrais também será providenciado pelo COL. “Desde já, no entanto, é conveniente recordar que as Jornadas são um evento envolvendo grande contingente de pessoas, com normas específicas de segurança e deslocamentos. Consequentemente, os bispos devem considerar, desde já, a efetiva possibilidade de largos períodos de espera e deslocamentos”, esclareceu dom Leonardo.   As fichas de inscrição dos bispos deverão ser enviadas, até o dia 20 de março, em uma das seguintes formas: e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.; correios: JMJ Rio2013 – BISPOS DO BRASIL Rua Benjamin Constant 23 – 7º andar 20241-250 – Glória, Rio de Janeiro, RJ; Fax: (21) 2253-5768.   CNBB
Publicado em Nacionais
Com o tema: A Juventude quer Viver! E o lema "Eis-me aqui, envia-me" foi realizado, no dia 11 de fevereiro, o IV CARNABOSCO. O evento integrou as atividades pastorais desenvolvidas pelo Centro Juvenil Salesiano e pela Paróquia Nossa Senhora das Dores de Manicoré, no Amazonas, e animou crianças, jovens e adultos das comunidades locais.    “Esta é uma festa de família e para as famílias, um carnaval diferente porque oferece diversão limpa, sem bebidas, sem confusão”, afirmou o padre Filipe Bauzière, pároco e diretor da obra.   A programação do CARNABOSCO contou com apresentações dos blocos das comunidades, brincadeiras, música católica no ritmo das marchinhas, executadas por jovens da comunidade, além de um desfile da rainha Carnabosco.   Por José Ivanildo de Melo, sdb
Publicado em Nacionais
Faleceu nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, o padre salesiano Mario Gosso. Padre Mario estava internado no Proncor Centro, em Campo Grande, MS, tinha complicações cardíacas, diabetes e não resistiu ao quadro de dengue que o atingiu. O sepultamento será realizado hoje no cemitério de Santo Antônio, no Jazigo dos Salesianos.   Padre Mario tinha 87 anos, 56 de vida religiosa salesiana e 47 anos de sacerdócio. Ele nasceu no dia 24 de março de 1925 na cidade de Bagnolo (Piemonte, Itália). Em 13 de março de 1957, aos 32 anos, fez sua primeira profissão religiosa, no Instituto São Vicente (Lagoa da Cruz), em Campo Grande. Foi ordenado sacerdote na cidade de São Paulo, em 1º de agosto de 1965. Passou por várias casas da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT). Antes de ser transferido para as dependências da Obra Social Paulo VI, era vigário da Paróquia Nossa Senhora da Salete, em Primavera do Leste, MT. Um de seus principais feitos foi no ano de 1977, como pároco em Corumbá, e deu início à construção da igreja que atualmente abriga a Paróquia São João Bosco.   Se for confirmada a dengue como causa da morte, é o sétimo caso este ano em Campo Grande e o 15º no Estado, segundo o boletim mais recente divulgado pela Secretaria de Saúde.   Missão Salesiana do Mato Grosso
Publicado em Nacionais
  As Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), que vivem na comunidade de Honiara, capital das Ilhas Salomão, no Pacífico Sul, enviaram notícias para informar sobre a situação no local, após o violento terremoto de magnitude 8 na escala Richter que atingiu o sudoeste das Ilhas Salomão, no dia 6 de fevereiro.   “A ilha de Temotu, onde ocorreu o terremoto e o tsunami, está devastada. Mesmo que a onda tivesse apenas 1,5 m de altura, todas as aldeias estão diretamente na costa e, portanto todas elas foram destruídas, 20 ao todo. Foram registradas nove mortes e muitas pessoas estão desaparecidas. Os primeiros socorros só chegaram depois de dois dias, mesmo assim, apenas dois navios puderam atracar e os dois aviões de socorro não puderam aterrissar por causa do estado da pista que, apesar de ter sido limpa pelo povo, para facilitar o socorro, foi rachada ao meio por um abalo de ajuste de sétimo grau. As pessoas estão nas partes altas, em refúgios improvisados e não querem descer para ver em que condições ficaram suas casas. Houve 115 abalos de ajuste entre quarto e sexto grau, e continuam ainda. Aqui todos estão se movimentando para o socorro, mas é difícil o acesso àquele pequeno arquipélago. Será preciso tempo para aliviar a extensão dos danos e dificuldades e existe ainda o temor de epidemias, porque a água potável foi contaminada pelo mar”.   Para as FMA é difícil ter acesso às notícias, pois os noticiários nacionais não oferecem adequadamente as informações. Há pessoas muito próximas das FMA entre os desaparecidos, e elas procuram cada dia encontrar informações nos jornais locais.   Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais
    Com o lema “Pela caridade, colocai-vos a serviço uns dos outros” (Gl 5, 13) foi realizada, recentemente, a ordenação diaconal de três salesianos da Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia. A celebração ocorreu na Paróquia Dom Bosco, na Lapa, em São Paulo, e foi presidida por Dom Julio Akamine, bispo Auxiliar da região Lapa.   Os novos diáconos são: Anderson Bizarria da Costa, Cláudio Andrade Mota, Edson Cardoso Caliman, Eduardo Pereira de Moura, Gaudêncio Gomes Campos, Hélio Ramos, João Marcos Araújo, Renato Tarcísio, Ronyvon da Conceição Batista, Volnei Sevenhani, Wilson Barros Ribeiro. Pertencentes a quatro das cinco inspetorias salesianas no Brasil.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
Página 16 de 18