Os seminaristas salesianos do Colégio Dom Bosco de Rio do Sul, em Santa Catarina, Rivaldo Dionízio Cândido e Gabriel Mateus de Oliveira, foram sorteados para participar de uma missa com o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude.
Publicado em Nacionais
Foi realizada na manhã do dia 26 de junho a terceira edição da Escola de Pais do Colégio Salesiano do Recife, em Pernambuco. O encontro trouxe como tema “Por uma educação sem preconceito” e convocou pais e alunos a refletirem sobre o preconceito e a discriminação na vida e no ambiente escolar.   O encontro teve início com a apresentação do documentário de mesmo nome do tema do encontro, orientado pela professora de Ensino Religioso, Ana Cristina Aureliano, e produzido pelo coordenador de Comunicação, Elton di Assis. Após exibição do filme, a professora chamou quatro alunos do 5º ano do Ensino Fundamental para definir para o público o que significa preconceito.   A palestra principal ficou a cargo da pedagoga Jeane Oliveira, do Conselho Tutelar do Recife, que explanou sobre seu trabalho, pontuou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e frisou quais são as obrigações da família na educação da criança e a sua importância para a não disseminação do preconceito e da discriminação. “Como sendo maior influência da educação de uma criança, a família e os pais devem moldar o caráter desse futuro adulto para que ele não cresça achando ‘o diferente’ errado, indigno de direitos e de convivência”, afirmou a pedagoga.   Ainda durante palestra, a pedagoga exibiu o curta-metragem “Preconceito Cega” e propôs uma reflexão sobre os preconceitos que o cidadão tem arraigado em si e o pratica sem perceber – como algo normal da educação.  Ela usou o exemplo para diferenciar os termos preconceito e discriminação: “Preconceito é o pensar o, tal como a raiz da palavra, o conceito antes de conhecer, contudo a discriminação é a prática da separação das pessoas com base nas diferenças”, conclui.   Depois da palestra, foi aberta a mesa de debates composta pela professora Ana Cristina Aureliano, o missionário da comunidade católica Boa Nova, José Honorato da Silva, a mãe de um dos alunos do colégio, Marinalva Santos, e o advogado, Leonardo Barbosa, que responderam perguntas feitas pelo público.   De acordo com a coordenadora da Escola de Pais, Roselis Alves, é importante esses momentos de debate que vão além do conteúdo dos livros. "Como ambiente educacional, a escola tem o dever de criar seres humanos cidadãos, ela precisa discutir tabus, chamar família e alunos à reflexão. No segundo semestre, teremos outros temas que convidarão todos a pensar e rever ideias", afirmou.   Nordeste Hoje/ Inspetoria Salesiana do Nordeste
Publicado em Nacionais
  Os alunos do Ensino Médio dos colégios salesianos do Vale do Paraíba receberam na última semana, 17 a 21 de junho, os resultados obtidos no segundo Simuladão conjunto do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).   As provas foram realizadas nos dias 28 e 29 de maio no Colégio São Joaquim, em Lorena, São Paulo, e participaram alunos do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA-Oratório) de Cruzeiro, Colégio São Joaquim e Instituto Santa Teresa de Lorena e Instituto Nossa Senhora do Carmo, de Guaratinguetá. Os alunos do Instituto São José, de São José dos Campos, também participaram do simulado, mas por causa da distância, realizaram os exames no próprio colégio.     Os exercícios das provas foram no estilo do ENEM. Entregues em caderno de questões, elaborados pelos professores das próprias escolas envolvidas, cada uma se encarregando de uma ou duas matérias, contemplavam os conteúdos programados até o final do primeiro trimestre do terceiro ano do material da Rede Salesiana de Escolas (RSE).   No primeiro dia de avaliação foram aplicadas 90 questões das disciplinas “Ciências Humanas e Suas Tecnologias” e de “Ciências da Natureza e Suas Tecnologias”. No segundo dia, outras 90 questões de “Linguagem e Matemática” e uma redação. As respostas às questões objetivas, respondidas em cartão para leitura ótica, foram corrigidas pela Unidade Lorena do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL). As correções das redações foram realizadas por professores de um colégio externo, para que o aluno se prepare para ser analisado por um corretor desconhecido.   O Simuladão foi obrigatório para os alunos do terceiro ano. Já os alunos do primeiro e segundo anos foram apenas convidados a participarem das provas. Para eles, as provas representaram um desafio, já que foram baseadas em conteúdos que só verão no último ano do Ensino Médio. A participação desse público, porém, superou os 90%. O resultado obtido nesse Simuladão será incorporado à nota do segundo trimestre conforme os critérios internos de cada escola.   Essa é a segunda vez que essas escolas realizam esse tipo de simulado. A primeira foi no ano de 2012. A avaliação é de que fazer um Simuladão conjunto na forma presencial acrescenta uma descarga de adrenalina diferente, que não se assemelha aos simulados que realizados nas próprias escolas. Além disso, ajuda polarizar os alunos da Rede Salesiana de Escolas para os vestibulares, questão em torno da qual a concorrência insiste com toda a força e dá visibilidade aos alunos e professores para a grandeza da RSE, muito maior que cada escola em particular.    Fruto dessa avaliação, diretores, ecônomos e coordenadores dessas escolas, já no ano passado, decidiram fazer um simulado semelhante no segundo semestre deste ano também para os alunos do oitavo e nono anos do ensino fundamental.   O Simuladão não redunda em um ranqueamento entre as escolas, mas os resultados de cada escola são cotejados e discutidos nas reuniões conjuntas entre as diretorias e as coordenações dos colégios.   Com informações do padre Ailton dos Santos
Publicado em Nacionais
Os jovens que estão em processo de discernimento vocacional acompanhados pelo Serviço de Animação Vocacional da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora participaram no dia 23 de junho, no Centro de Espiritualidade Juvenil Salesiana, em São Paulo, do encontro Evangelho e Vida.   Objetivando um aprofundamento religioso dentro do carisma salesiano, os 31 jovens que estiveram na segunda edição do encontro realizada neste ano, oriundos das presenças salesianas de Americana, Araras, Campinas (São José), Lorena, São Paulo (Mooca e Bom Retiro) e Sorocaba, trabalharam o tema “Os jovens e os conselhos evangélicos”, assessorado pelo salesiano Alexandro Santana.   Após o almoço, os vocacionados assistiram a um vídeo sobre testemunhos de vida consagrada religiosa, do padre Ugo de Censi (salesiano italiano que atua como missionário na América do Sul, na região dos Andes), juntamente com o testemunho do irmão Rodrigo Tarcha.   Terminando o dia, os jovens participaram da celebração eucarística no Santuário Sagrado Coração de Jesus onde, ao final, foi realizada uma oração de entrega da própria vocação junto ao altar de Dom Bosco no santuário, onde se encontra a urna com as suas relíquias.   Inspetoria Salesiana de São Paulo   Leia também: Comunidades acolhem as Convivências Vocacionais
Publicado em Nacionais
A juventude salesiana do Nordeste toma a frente em diversas atividades  e mostra na prática, como exercer o protagonismo juvenil. Em maio, duas atividades demonstraram a veracidade dessa afirmação: a intensa participação nas Romarias Jovens, eventos que já se tornaram uma das maiores expressões de fé juvenil nos estados nordestinos, e a realização do segundo Encontro de Jovens Líderes das escolas salesianas. As Romarias Jovens, organizadas pela Articulação da Juventude Salesiana (AJS), reúnem jovens de várias partes do Nordeste e são realizadas tradicionalmente no mês de maio. Incluem momentos de oração, caminhadas e, normalmente, são animadas por bandas católicas que ajudam a expressar a fé juvenil por meio da música.
Publicado em Juventude
  A partir da pergunta: “Qual é, em sua opinião, a maior contribuição da Família Salesiana ao Brasil nestes 130 anos de presença no País?”, jovens e educadores; religiosos e leigos falam sobre como percebem e propagam o carisma salesiano:   Boa Nova “É ter oportunizado chegar aos lugares com a Boa Nova do Evangelho, traduzida em um sistema educacional cujos pilares: razão, religião e amorevolezza (bondade) perpassam toda a vida da criança e do jovem, ajudando-os a abrir-se para Deus, para si e para o outro. Isso implica em pessoas muito mais felizes, seguras e conscientes de seu papel na sociedade. Percebo isso quando ex-alunos deixam claro que, além do aprendizado acadêmico de qualidade, as experiências vividas deixaram marcas profundas em suas vidas. Não consigo imaginar a educação sem a proposta salesiana.” Ilza Léa Nascimento Professora do 5º ano no Instituto Maria Imaculada, Barbacena, MG   Juventude “O foco na juventude é, sem sombra de dúvida, o maior legado da Família Salesiana, inspirado nos valores cristãos e marcado pelo paradigma de educar pelo amor. Consiste, pois, em oferecer aos jovens o evangelho da alegria mediante a pedagogia da bondade. A presença da Família Salesiana é a esperança de termos na juventude, porção mais delicada e preciosa da sociedade humana, um futuro onde as pessoas sejam “sempre jovens” exatamente por estar e viver no meio deles.” Beatriz Lopes Prudente Professora de Língua Portuguesa no Instituto Maria Auxiliadora, Goiânia, GO  
Publicado em Salesianidade
Com a presença de cerca de 30 adolescentes, todos alunos participantes da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) do Colégio São Paulo de Ascurra, Santa Catarina, foi realizado, no dia  8 de maio, o primeiro Encontro preparatório à Jornada Vocacional. O encontro teve como tema “Sentido da Vida: A busca da felicidade” e foi organizado pelo padre Lino Fistarol, inspetor salesiano de Porto Alegre.   Também participaram do encontro o diretor do Colégio São Paulo, padre Paulo Marconcini, a assessora da Articulação da Juventude Salesiana, Rose Mary Agostini, e o responsável pela Comunicação e Marketing, Rafaello Destéfani.   Durante todo o encontro os jovens interagiram por meio de diversas atividades e discutiram sobre vários assuntos como, por exemplo, a passagem bíblica do Jovem Rico, que é convidado a seguir os ensinamentos de Jesus, mas se vê decepcionado ao saber que deve deixar tudo o que tem para trás.   Ao final do encontro o padre Lino Fistarol lançou um desafio/ convite para que os jovens comecem a planejar os seus projetos de vida e a encontrar as suas verdadeiras vocações. O segundo encontro será realizado em junho.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Publicado em Nacionais
    O Vaticano divulgou na manhã do dia 7 de maio, a agenda do Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. A programação inclui o tradicional encontro do Papa com os voluntários, dia 28 de julho na Cidade da Fé, no Riocentro. O evento realizado pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) em parceria com a Promocat Marketing Integrado, começa antes da Jornada, a partir de 20 de julho e conta com uma vasta programação reunida nos eventos paralelos que serão realizados no Riocentro.   De acordo com a agenda divulgada, o Papa Francisco deverá chegar à Cidade da Fé (Riocentro) por volta das 16h, onde milhares de voluntários esperarão por ele. Nos dias anteriores a esse encontro, o local será palco da ExpoCatólica – Feira de Livros e Artigos Religiosos, do Festival Internacional de Turismo Religioso – Festival do Bote Fé Brasil, evento que marcará a última passagem da Cruz e do ícone de Nossa Senhora antes de ser levada para os Atos Centrais da Jornada e de outros eventos simultâneos.   Os voluntários da JMJ são pessoas que se inscrevem antecipadamente e, por meio de uma seleção, foram escolhidos para serem integrantes das equipes de infraestrutura da Jornada. As funções desenvolvidas dentro do trabalho voluntário irão atuar nas frentes de hospedagem, receptivo nos aeroportos e pontos de informação e também, servir de apoio nos atos centrais, equipes de liturgia entre outros.   Para saber mais sobre a Cidade da Fé e o Riocentro acesse www.cidadedafe.com   Jovens Conectados    
Publicado em Nacionais
Nos dias 4 e 5 de maio foi realizado o segundo encontro vocacional na área do Pará. O encontro contou com a presença de dois jovens do Colégio Nossa Senhora do Carmo de Belém, quatro jovens do município de Quatipuru e dois jovens do município de Ananindeua.   Antes de seguirem para o local do encontro – o Colégio Nossa Senhora do Carmo, na cidade velha, em Belém - os jovens se hospedaram na Casa Salesiana de Ananindeua, onde participaram dos momentos comunitários dos salesianos e das celebrações nas comunidades.   No dia 5, o grupo seguiu para o Colégio Nossa Senhora, sendo recebidos pelo padre  Amiraldo de Sousa Soares. Seguindo a programação proposta para o dia, os jovens se uniram para um momento de entrosamento e partilha e, após um breve momento de descontração, o grupo se voltou para a reflexão sobre o significado de doação, amor, missão, sofrimento e vida.   O encontro foi encerrado com a celebração Eucaristica, presidida pelo padre Amiraldo de Sousa Soares, e  um almoço de confraternização.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
  Todos os meses, o reitor-mor escreve aos leitores do Boletim Salesiano um artigo para leitura e reflexão. No segundo ano de preparação para o bicentenário de Dom Bosco, a proposta é debruçar-se sobre a pedagogia do Santo dos Jovens, a partir de reflexões escritas em primeira pessoa. Veja o artigo de maio.   Graças também à presença materna de minha mãe na antiga casa Pinardi (onde teve início a obra salesiana), havia um estilo simples de relações humanas, feito de calor paciente, compreensão e correção, em perfeito estilo de família. Com tantos em casa, a disciplina era necessária para que tudo não acabasse em confusão incontrolável. Disciplina reduzida ao mínimo, mas “acordos claros e amizade longa” como ela, em sua inata sabedoria popular, condensava as suas conclusões.  
Publicado em Reitor-mor
Página 5 de 8
Os seminaristas salesianos do Colégio Dom Bosco de Rio do Sul, em Santa Catarina, Rivaldo Dionízio Cândido e Gabriel Mateus de Oliveira, foram sorteados para participar de uma missa com o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude.
Publicado em Nacionais
Foi realizada na manhã do dia 26 de junho a terceira edição da Escola de Pais do Colégio Salesiano do Recife, em Pernambuco. O encontro trouxe como tema “Por uma educação sem preconceito” e convocou pais e alunos a refletirem sobre o preconceito e a discriminação na vida e no ambiente escolar.   O encontro teve início com a apresentação do documentário de mesmo nome do tema do encontro, orientado pela professora de Ensino Religioso, Ana Cristina Aureliano, e produzido pelo coordenador de Comunicação, Elton di Assis. Após exibição do filme, a professora chamou quatro alunos do 5º ano do Ensino Fundamental para definir para o público o que significa preconceito.   A palestra principal ficou a cargo da pedagoga Jeane Oliveira, do Conselho Tutelar do Recife, que explanou sobre seu trabalho, pontuou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e frisou quais são as obrigações da família na educação da criança e a sua importância para a não disseminação do preconceito e da discriminação. “Como sendo maior influência da educação de uma criança, a família e os pais devem moldar o caráter desse futuro adulto para que ele não cresça achando ‘o diferente’ errado, indigno de direitos e de convivência”, afirmou a pedagoga.   Ainda durante palestra, a pedagoga exibiu o curta-metragem “Preconceito Cega” e propôs uma reflexão sobre os preconceitos que o cidadão tem arraigado em si e o pratica sem perceber – como algo normal da educação.  Ela usou o exemplo para diferenciar os termos preconceito e discriminação: “Preconceito é o pensar o, tal como a raiz da palavra, o conceito antes de conhecer, contudo a discriminação é a prática da separação das pessoas com base nas diferenças”, conclui.   Depois da palestra, foi aberta a mesa de debates composta pela professora Ana Cristina Aureliano, o missionário da comunidade católica Boa Nova, José Honorato da Silva, a mãe de um dos alunos do colégio, Marinalva Santos, e o advogado, Leonardo Barbosa, que responderam perguntas feitas pelo público.   De acordo com a coordenadora da Escola de Pais, Roselis Alves, é importante esses momentos de debate que vão além do conteúdo dos livros. "Como ambiente educacional, a escola tem o dever de criar seres humanos cidadãos, ela precisa discutir tabus, chamar família e alunos à reflexão. No segundo semestre, teremos outros temas que convidarão todos a pensar e rever ideias", afirmou.   Nordeste Hoje/ Inspetoria Salesiana do Nordeste
Publicado em Nacionais
  Os alunos do Ensino Médio dos colégios salesianos do Vale do Paraíba receberam na última semana, 17 a 21 de junho, os resultados obtidos no segundo Simuladão conjunto do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).   As provas foram realizadas nos dias 28 e 29 de maio no Colégio São Joaquim, em Lorena, São Paulo, e participaram alunos do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA-Oratório) de Cruzeiro, Colégio São Joaquim e Instituto Santa Teresa de Lorena e Instituto Nossa Senhora do Carmo, de Guaratinguetá. Os alunos do Instituto São José, de São José dos Campos, também participaram do simulado, mas por causa da distância, realizaram os exames no próprio colégio.     Os exercícios das provas foram no estilo do ENEM. Entregues em caderno de questões, elaborados pelos professores das próprias escolas envolvidas, cada uma se encarregando de uma ou duas matérias, contemplavam os conteúdos programados até o final do primeiro trimestre do terceiro ano do material da Rede Salesiana de Escolas (RSE).   No primeiro dia de avaliação foram aplicadas 90 questões das disciplinas “Ciências Humanas e Suas Tecnologias” e de “Ciências da Natureza e Suas Tecnologias”. No segundo dia, outras 90 questões de “Linguagem e Matemática” e uma redação. As respostas às questões objetivas, respondidas em cartão para leitura ótica, foram corrigidas pela Unidade Lorena do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL). As correções das redações foram realizadas por professores de um colégio externo, para que o aluno se prepare para ser analisado por um corretor desconhecido.   O Simuladão foi obrigatório para os alunos do terceiro ano. Já os alunos do primeiro e segundo anos foram apenas convidados a participarem das provas. Para eles, as provas representaram um desafio, já que foram baseadas em conteúdos que só verão no último ano do Ensino Médio. A participação desse público, porém, superou os 90%. O resultado obtido nesse Simuladão será incorporado à nota do segundo trimestre conforme os critérios internos de cada escola.   Essa é a segunda vez que essas escolas realizam esse tipo de simulado. A primeira foi no ano de 2012. A avaliação é de que fazer um Simuladão conjunto na forma presencial acrescenta uma descarga de adrenalina diferente, que não se assemelha aos simulados que realizados nas próprias escolas. Além disso, ajuda polarizar os alunos da Rede Salesiana de Escolas para os vestibulares, questão em torno da qual a concorrência insiste com toda a força e dá visibilidade aos alunos e professores para a grandeza da RSE, muito maior que cada escola em particular.    Fruto dessa avaliação, diretores, ecônomos e coordenadores dessas escolas, já no ano passado, decidiram fazer um simulado semelhante no segundo semestre deste ano também para os alunos do oitavo e nono anos do ensino fundamental.   O Simuladão não redunda em um ranqueamento entre as escolas, mas os resultados de cada escola são cotejados e discutidos nas reuniões conjuntas entre as diretorias e as coordenações dos colégios.   Com informações do padre Ailton dos Santos
Publicado em Nacionais
Os jovens que estão em processo de discernimento vocacional acompanhados pelo Serviço de Animação Vocacional da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora participaram no dia 23 de junho, no Centro de Espiritualidade Juvenil Salesiana, em São Paulo, do encontro Evangelho e Vida.   Objetivando um aprofundamento religioso dentro do carisma salesiano, os 31 jovens que estiveram na segunda edição do encontro realizada neste ano, oriundos das presenças salesianas de Americana, Araras, Campinas (São José), Lorena, São Paulo (Mooca e Bom Retiro) e Sorocaba, trabalharam o tema “Os jovens e os conselhos evangélicos”, assessorado pelo salesiano Alexandro Santana.   Após o almoço, os vocacionados assistiram a um vídeo sobre testemunhos de vida consagrada religiosa, do padre Ugo de Censi (salesiano italiano que atua como missionário na América do Sul, na região dos Andes), juntamente com o testemunho do irmão Rodrigo Tarcha.   Terminando o dia, os jovens participaram da celebração eucarística no Santuário Sagrado Coração de Jesus onde, ao final, foi realizada uma oração de entrega da própria vocação junto ao altar de Dom Bosco no santuário, onde se encontra a urna com as suas relíquias.   Inspetoria Salesiana de São Paulo   Leia também: Comunidades acolhem as Convivências Vocacionais
Publicado em Nacionais
A juventude salesiana do Nordeste toma a frente em diversas atividades  e mostra na prática, como exercer o protagonismo juvenil. Em maio, duas atividades demonstraram a veracidade dessa afirmação: a intensa participação nas Romarias Jovens, eventos que já se tornaram uma das maiores expressões de fé juvenil nos estados nordestinos, e a realização do segundo Encontro de Jovens Líderes das escolas salesianas. As Romarias Jovens, organizadas pela Articulação da Juventude Salesiana (AJS), reúnem jovens de várias partes do Nordeste e são realizadas tradicionalmente no mês de maio. Incluem momentos de oração, caminhadas e, normalmente, são animadas por bandas católicas que ajudam a expressar a fé juvenil por meio da música.
Publicado em Juventude
  A partir da pergunta: “Qual é, em sua opinião, a maior contribuição da Família Salesiana ao Brasil nestes 130 anos de presença no País?”, jovens e educadores; religiosos e leigos falam sobre como percebem e propagam o carisma salesiano:   Boa Nova “É ter oportunizado chegar aos lugares com a Boa Nova do Evangelho, traduzida em um sistema educacional cujos pilares: razão, religião e amorevolezza (bondade) perpassam toda a vida da criança e do jovem, ajudando-os a abrir-se para Deus, para si e para o outro. Isso implica em pessoas muito mais felizes, seguras e conscientes de seu papel na sociedade. Percebo isso quando ex-alunos deixam claro que, além do aprendizado acadêmico de qualidade, as experiências vividas deixaram marcas profundas em suas vidas. Não consigo imaginar a educação sem a proposta salesiana.” Ilza Léa Nascimento Professora do 5º ano no Instituto Maria Imaculada, Barbacena, MG   Juventude “O foco na juventude é, sem sombra de dúvida, o maior legado da Família Salesiana, inspirado nos valores cristãos e marcado pelo paradigma de educar pelo amor. Consiste, pois, em oferecer aos jovens o evangelho da alegria mediante a pedagogia da bondade. A presença da Família Salesiana é a esperança de termos na juventude, porção mais delicada e preciosa da sociedade humana, um futuro onde as pessoas sejam “sempre jovens” exatamente por estar e viver no meio deles.” Beatriz Lopes Prudente Professora de Língua Portuguesa no Instituto Maria Auxiliadora, Goiânia, GO  
Publicado em Salesianidade
Com a presença de cerca de 30 adolescentes, todos alunos participantes da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) do Colégio São Paulo de Ascurra, Santa Catarina, foi realizado, no dia  8 de maio, o primeiro Encontro preparatório à Jornada Vocacional. O encontro teve como tema “Sentido da Vida: A busca da felicidade” e foi organizado pelo padre Lino Fistarol, inspetor salesiano de Porto Alegre.   Também participaram do encontro o diretor do Colégio São Paulo, padre Paulo Marconcini, a assessora da Articulação da Juventude Salesiana, Rose Mary Agostini, e o responsável pela Comunicação e Marketing, Rafaello Destéfani.   Durante todo o encontro os jovens interagiram por meio de diversas atividades e discutiram sobre vários assuntos como, por exemplo, a passagem bíblica do Jovem Rico, que é convidado a seguir os ensinamentos de Jesus, mas se vê decepcionado ao saber que deve deixar tudo o que tem para trás.   Ao final do encontro o padre Lino Fistarol lançou um desafio/ convite para que os jovens comecem a planejar os seus projetos de vida e a encontrar as suas verdadeiras vocações. O segundo encontro será realizado em junho.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Publicado em Nacionais
    O Vaticano divulgou na manhã do dia 7 de maio, a agenda do Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. A programação inclui o tradicional encontro do Papa com os voluntários, dia 28 de julho na Cidade da Fé, no Riocentro. O evento realizado pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) em parceria com a Promocat Marketing Integrado, começa antes da Jornada, a partir de 20 de julho e conta com uma vasta programação reunida nos eventos paralelos que serão realizados no Riocentro.   De acordo com a agenda divulgada, o Papa Francisco deverá chegar à Cidade da Fé (Riocentro) por volta das 16h, onde milhares de voluntários esperarão por ele. Nos dias anteriores a esse encontro, o local será palco da ExpoCatólica – Feira de Livros e Artigos Religiosos, do Festival Internacional de Turismo Religioso – Festival do Bote Fé Brasil, evento que marcará a última passagem da Cruz e do ícone de Nossa Senhora antes de ser levada para os Atos Centrais da Jornada e de outros eventos simultâneos.   Os voluntários da JMJ são pessoas que se inscrevem antecipadamente e, por meio de uma seleção, foram escolhidos para serem integrantes das equipes de infraestrutura da Jornada. As funções desenvolvidas dentro do trabalho voluntário irão atuar nas frentes de hospedagem, receptivo nos aeroportos e pontos de informação e também, servir de apoio nos atos centrais, equipes de liturgia entre outros.   Para saber mais sobre a Cidade da Fé e o Riocentro acesse www.cidadedafe.com   Jovens Conectados    
Publicado em Nacionais
Nos dias 4 e 5 de maio foi realizado o segundo encontro vocacional na área do Pará. O encontro contou com a presença de dois jovens do Colégio Nossa Senhora do Carmo de Belém, quatro jovens do município de Quatipuru e dois jovens do município de Ananindeua.   Antes de seguirem para o local do encontro – o Colégio Nossa Senhora do Carmo, na cidade velha, em Belém - os jovens se hospedaram na Casa Salesiana de Ananindeua, onde participaram dos momentos comunitários dos salesianos e das celebrações nas comunidades.   No dia 5, o grupo seguiu para o Colégio Nossa Senhora, sendo recebidos pelo padre  Amiraldo de Sousa Soares. Seguindo a programação proposta para o dia, os jovens se uniram para um momento de entrosamento e partilha e, após um breve momento de descontração, o grupo se voltou para a reflexão sobre o significado de doação, amor, missão, sofrimento e vida.   O encontro foi encerrado com a celebração Eucaristica, presidida pelo padre Amiraldo de Sousa Soares, e  um almoço de confraternização.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
  Todos os meses, o reitor-mor escreve aos leitores do Boletim Salesiano um artigo para leitura e reflexão. No segundo ano de preparação para o bicentenário de Dom Bosco, a proposta é debruçar-se sobre a pedagogia do Santo dos Jovens, a partir de reflexões escritas em primeira pessoa. Veja o artigo de maio.   Graças também à presença materna de minha mãe na antiga casa Pinardi (onde teve início a obra salesiana), havia um estilo simples de relações humanas, feito de calor paciente, compreensão e correção, em perfeito estilo de família. Com tantos em casa, a disciplina era necessária para que tudo não acabasse em confusão incontrolável. Disciplina reduzida ao mínimo, mas “acordos claros e amizade longa” como ela, em sua inata sabedoria popular, condensava as suas conclusões.  
Publicado em Reitor-mor
Página 5 de 8