Uma celebração eucarística, presidida pelo padre Sergio Ramos de Souza, marcou a Jornada Vocacional da Inspetoria Salesiana São Pio X . Saiba mais no portal do Boletim Salesiano.  
Publicado em Nacionais
O Programa Jovem Aprendiz traz para a atualidade os princípios apontados por Dom Bosco com o Sistema Preventivo e tem no Parque Dom Bosco, em Itajaí, SC, um de seus principais exemplos.   A qualificação profissional sempre foi uma das preocupações dos salesianos, além da inserção do jovem no mercado de trabalho. Dom Bosco intermediou o primeiro contrato de trabalho em aprendizagem que se tem conhecimento, em 1853. Nesse documento um marceneiro se prontifica a ser responsável pela formação de um jovem instruído no Oratório de Dom Bosco, para o período de dois anos. O contrato estipulava que o marceneiro deveria transmitir ao jovem uma formação não apenas técnica, mas também moral e cívica, permitindo, inclusive, a ida do jovem às celebrações e a outros compromissos no Oratório. O Programa Jovem Aprendiz, oferecido hoje em várias casas salesianas do Brasil, carrega a semente lançada por Dom Bosco. Traz consigo a essência pedagógica desse projeto, que consistia em uma formação integral do jovem, visando aos lados físico, psicológico e moral. Esse programa, como uma continuação do Sistema Preventivo, encarrega-se da importante missão de encaminhar muitos jovens a um futuro mais digno, em que serão capazes de viver em plenas condições o mercado de trabalho. Esse sonho continua atual, visto que o desafio do Programa Jovem Aprendiz é capacitar jovens, não só para o mercado de trabalho, mas para a vida, estimulando-os a se tornarem cidadãos e adultos dotados de responsabilidade social.
Publicado em Salesianidade
  A Faculdade de Ciências da Educação “Auxilium” de Roma participou do 24º Colóquio Internacional da rede ACISE (Association of Catholic Institutes of Education), realizado entre os dias de 3 a 6 de abril, na Universidade Católica Silva Henríquez, de Santiago do Chile. O Colóquio anual da ACISE, realizado pela primeira vez na América Latina, teve como tema “O Papel e desafios das Universidades Católicas na formação de profissionais da educação no cenário atual”.   O objetivo do encontro foi promover uma troca cultural sobre como as instituições acadêmicas, que se ocupam com a formação de profissionais da educação, projetam, organizam e executam caminhos formativos que respondam à busca atual de formação e às novas instâncias culturais.   Além da participação da Faculdade Auxilium, representada pela presidente da Instituição, irmã Pina Del Core, o encontro também contou com a participação de Instituições de ensino da Europa e América Latina, representando cerca de 25 Universidades/Faculdades Católicas de Ciências da Educação.   Segundo a irmã Pina, a participação da Faculdade Auxilium, que é associada à Federação Internacional de Universidades Católicas (FIUC), membro da ACISE, representou uma abertura significativa da Faculdade, para uma troca e um confronto sobre temas relativos às Ciências da Educação. “A educação hoje volta a ser considerada um dos vetores de transformação da sociedade, seja no rumo das mudanças e da inovação, seja na humanização de uma cultura altamente tecnológica e tecnocrática, como a de nossos dias”, afirmou a irmã.   A participação da irmã Pina no encontro foi marcada pela apresentação da palestra “A cultura da qualidade, recurso estratégico para a formação de ‘alto nível de profissionalidade’ no campo da educação”.   O Colóquio Internacional ACISE, realizado anualmente nas diversas sedes institucionais dos membros que a integram, se propõe  a convocar os responsáveis das instituições acadêmicas, docentes universitários, empresários e profissionais da educação para partilhar as linhas temáticas resultantes de suas pesquisas.   Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais
Uma celebração eucarística, presidida pelo padre Sergio Ramos de Souza, marcou a Jornada Vocacional da Inspetoria Salesiana São Pio X . Saiba mais no portal do Boletim Salesiano.  
Publicado em Nacionais
O Programa Jovem Aprendiz traz para a atualidade os princípios apontados por Dom Bosco com o Sistema Preventivo e tem no Parque Dom Bosco, em Itajaí, SC, um de seus principais exemplos.   A qualificação profissional sempre foi uma das preocupações dos salesianos, além da inserção do jovem no mercado de trabalho. Dom Bosco intermediou o primeiro contrato de trabalho em aprendizagem que se tem conhecimento, em 1853. Nesse documento um marceneiro se prontifica a ser responsável pela formação de um jovem instruído no Oratório de Dom Bosco, para o período de dois anos. O contrato estipulava que o marceneiro deveria transmitir ao jovem uma formação não apenas técnica, mas também moral e cívica, permitindo, inclusive, a ida do jovem às celebrações e a outros compromissos no Oratório. O Programa Jovem Aprendiz, oferecido hoje em várias casas salesianas do Brasil, carrega a semente lançada por Dom Bosco. Traz consigo a essência pedagógica desse projeto, que consistia em uma formação integral do jovem, visando aos lados físico, psicológico e moral. Esse programa, como uma continuação do Sistema Preventivo, encarrega-se da importante missão de encaminhar muitos jovens a um futuro mais digno, em que serão capazes de viver em plenas condições o mercado de trabalho. Esse sonho continua atual, visto que o desafio do Programa Jovem Aprendiz é capacitar jovens, não só para o mercado de trabalho, mas para a vida, estimulando-os a se tornarem cidadãos e adultos dotados de responsabilidade social.
Publicado em Salesianidade
  A Faculdade de Ciências da Educação “Auxilium” de Roma participou do 24º Colóquio Internacional da rede ACISE (Association of Catholic Institutes of Education), realizado entre os dias de 3 a 6 de abril, na Universidade Católica Silva Henríquez, de Santiago do Chile. O Colóquio anual da ACISE, realizado pela primeira vez na América Latina, teve como tema “O Papel e desafios das Universidades Católicas na formação de profissionais da educação no cenário atual”.   O objetivo do encontro foi promover uma troca cultural sobre como as instituições acadêmicas, que se ocupam com a formação de profissionais da educação, projetam, organizam e executam caminhos formativos que respondam à busca atual de formação e às novas instâncias culturais.   Além da participação da Faculdade Auxilium, representada pela presidente da Instituição, irmã Pina Del Core, o encontro também contou com a participação de Instituições de ensino da Europa e América Latina, representando cerca de 25 Universidades/Faculdades Católicas de Ciências da Educação.   Segundo a irmã Pina, a participação da Faculdade Auxilium, que é associada à Federação Internacional de Universidades Católicas (FIUC), membro da ACISE, representou uma abertura significativa da Faculdade, para uma troca e um confronto sobre temas relativos às Ciências da Educação. “A educação hoje volta a ser considerada um dos vetores de transformação da sociedade, seja no rumo das mudanças e da inovação, seja na humanização de uma cultura altamente tecnológica e tecnocrática, como a de nossos dias”, afirmou a irmã.   A participação da irmã Pina no encontro foi marcada pela apresentação da palestra “A cultura da qualidade, recurso estratégico para a formação de ‘alto nível de profissionalidade’ no campo da educação”.   O Colóquio Internacional ACISE, realizado anualmente nas diversas sedes institucionais dos membros que a integram, se propõe  a convocar os responsáveis das instituições acadêmicas, docentes universitários, empresários e profissionais da educação para partilhar as linhas temáticas resultantes de suas pesquisas.   Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais