Entre os dias 2 e 19 de julho,  o segundo módulo do Mestrado em Educação foi ministrado,  promovido pela Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil e a Rede Salesiana de Escolas (RSE), em parceria com a Universidade de Santiago do Chile (USACH).  As aulas foram realizadas no Colégio Salesiano Dom Bosco de Salvador, BA.
Publicado em Nacionais
  A ONG salesiana “Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento” (VIS) iniciou oficialmente na segunda-feira, 17 de junho, em Meki, na Etiópia, mais precisamente nas vilas de Dodota e Denbel e Oromia Region, um projeto que visa o desenvolvimento rural integrado na região, começando pelo acesso à água potável. Nessa área, a cerca de 130 km ao sul de Adis-Abeba, capital da Etiópia, a maior parte das comunidades rurais sofre com a falta de água potável e se encontra em situação de grave insegurança alimentar.   O projeto está sendo realizado em colaboração com o Secretariado Católico de Meki, graças à contribuição conjunta das Onlus italianas “Água para a vida” e “Ampelos”. Trata-se de uma ação integrada, apta a melhorar as condições de saúde e vida para mais de 3000 pessoas, por meio da obtenção de diversos objetivos: o primeiro é garantir água potável às comunidades, furando um poço de 260 metros de profundidade, a meio caminho entre as duas vilas, providenciando a água diária para todas as pessoas; o outro objetivo é relativo à segurança alimentar, por meio do fornecimento de material técnico necessário ao cultivo dos campos agrícolas e à pesca no Lago de Ziway, além da organização da comunidade em grupos agrícolas e cooperativas de pescadores que serão oportunamente informados sobre técnicas de irrigação, pesca e marketing, para a venda de produtos.   Além desses dois objetivos, o projeto propõe-se a promover a sensibilização das comunidades envolvidas sobre normas de higiene de base e a estimular a conservação do território e dos recursos naturais existentes.   A intervenção prevê a participação ativa da população, com a formação de comissões, cooperativas e grupos que as dirigirão ciclicamente, ocupando-se por turno da gestão de cada uma das áreas de ação.   InfoANS
Publicado em Missões
Diversos grupos ligados à Articulação da Juventude Salesiana (AJS) estão em franca preparação para participar do Encontro Mundial do Movimento Juvenil Salesiano, que será realizado entre os dias 18 e 21 de julho em Niterói, RJ, e da Jornada Mundial da Juventude, na Capital fluminense, entre 22 e 28 de julho.   Espírito salesiano, criatividade e protagonismo juvenil têm sido as marcas das diversas atividades realizadas ao longo dos últimos meses pelas casas salesianas. Nas paróquias e colégios, grupos de jovens têm inserido o conteúdo da Jornada Mundial da Juventude na programação de seus encontros e estudado subsídios específico. Em alguns locais, novos grupos foram formados e espera-se uma continuidade após os dois eventos que serão realizados em julho. Onde não ocorrerão atividades específicas, a juventude salesiana tem participado dos eventos promovidos pelas dioceses.   A caminhada rumo à JMJ começou no mês de setembro de 2011 no evento Bote Fé, realizado na Base Aérea Campo de Marte, em São Paulo, SP, quando a Cruz da Jornada e o Ícone de Nossa Senhora chegaram ao Brasil, sendo recepcionados por mais de 100 mil pessoas, entre elas, centenas de jovens salesianos. Antes de ir para o evento e ser apresentada oficialmente, os símbolos da JMJ estiveram no colégio Liceu Coração de Jesus, de onde partiram acompanhados de uma carreata.   Neste ano a preparação para as atividades de julho começaram cedo, já com a Campanha da Fraternidade, que teve como tema Fraternidade e Juventude e o lema “Eis-me aqui, Senhor, envia-me” (Is 6,8).   Jornada na Academia   Como contribuição às reflexões da Campanha da Fraternidade e à preparação para a Jornada Mundial da Juventude, o Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL) realizou, entre os dias 6 e 8 de março, na Unidade São Paulo campus Pio XI, o Simpósio de Teologia que teve como tema “Jovens em foco: encontros e desencontros”.   O simpósio contou com as participações do professor Nei Sá, secretário-executivo do Setor Juventude da Arquidiocese de São Paulo, que falou sobre a diversidade da juventude; do padre Jorge Boran, presidente do Centro de Capacitação da Juventude  (CCJ), que abordou a teologia da juventude do ponto de vista do confronto; e de Dom Eduardo Pinheiro, SDB, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, que falou sobre as perspectivas e horizontes da pastoral juvenil no Brasil.   Dançando e anunciando   Outra forma de anunciar e se preparar para a Jornada Mundial da Juventude é por meio da música. Foi assim que os jovens de Campinas e de Lorena mostraram que já estão no espírito de comunhão com o Papa Francisco e com os juventude de todo o mundo.   No dia 24 de fevereiro, jovens missionários, do Crisma e estudantes do Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora (Liceu Campinas) apresentaram um flash mob da música Eu acredito na juventude, do cantor Nilton Junior, aos paroquianos da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.   Em abril foi a vez dos jovens da Articulação da Juventude de Lorena (AJS), junto com o Setor Juventude da diocese, promoverem a JMJ com o flash mob da mesma música. Cerca de 700 pessoas se reuniram na Praça Arnolfo Azevedo, na região central da cidade e fizeram uma grande manifestação dançante e sincronizada.   Acolhendo e carregando a Cruz   Algumas comunidades salesianas tiveram o privilégio de acolher a Cruz da Jornada Mundial da Juventude e o Ícone de Nossa Senhora. Esse foi o caso do Instituto Nossa Senhora do Carmo de Guaratinguetá, ligado às Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), e do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora – INSA/Oratório, de Cruzeiro.   Em Cruzeiro, a Cruz da JMJ e o Ícone de Nossa Senhora foram para o INSA/Oratório em caminhada com carro de som e lá foi celebrada uma missa com alunos, familiares e toda a comunidade. A quadra do colégio ficou lotada e as demonstrações de fé foram diversas.   Trabalho e criatividade   Nem todos aqueles que desejam ir aos eventos no Rio de Janeiro têm condições financeiras para tal. Para resolver esse problema, os diversos grupos salesianos estão se mobilizando de forma criativa, assim como praticamente toda a juventude católica.   Na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Campinas, os jovens se tornaram pasteleiros e estão vendendo pastéis na saída das missas. Em Itaquera, na Zona Leste da Capital, o grupo de jovens Luz do Mundo, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, está vendendo bolos, doces e bebidas na porta da igreja. Com isso já foi possível custear as inscrições da JMJ para os jovens que não tinham condições financeiras e os valores agora arrecadados serão convertidos no abatimento do valor de locação do ônibus para o Rio de Janeiro.   Atividade similar realizou a Escola Salesiana São José, de Campinas, juntamente com a Unidade Campinas São José do UNISAL e com os Salesianos Cooperadores, promoveram, no dia 19 de abril, a venda de pizzas beneficentes em prol da JMJ.   Formação e devoção   No dia 26 de março, um grande encontro no Liceu Coração de Jesus, em São Paulo, reuniu cerca de 400 jovens das inspetorias de Nossa Senhora Auxiliadora (Salesianos) e Santa Catarina de Sena (Filhas de Maria Auxiliadora). Durante todo o dia, eles tiveram conteúdos de formação, participaram de oficinas, cantaram e dançaram no Encontro SDB-FMA Pré-Jornada 2013, que também abordou a temática do Encontro Mundial do Movimento Juvenil Salesiano.   Em 14 de abril, os jovens da Paróquia Sagrada Família de São José dos Campos que vão à JMJ participaram do Kairós, encontro que teve como tema “O semeador saiu a semear” (Mt 3,13). Com o acompanhamento do pároco, padre Silvio Cesar, os presentes refletiram sobre o tempo da graça de Deus e vivenciaram a Lectio Divina.     Até julho, outras atividades deverão acontecer para que a juventude salesiana chegue ao Encontro Mundial do Movimento Juvenil Salesiano preparada, motivada e inspirada a promover a comunhão e a troca de experiência com a juventude mundial. Antes disso, entre os dias 16 e 20 de julho, as comunidades acolherão jovens peregrinos de diversas nacionalidades, que participarão da Semana Missionária, período de troca de experiências culturais, evangelização e trabalhos missionários.   Anderson Bueno
Publicado em Nacionais
O Centro Educacional Dom Bosco de Joinville acolheu, entre os dias 27 e 28 de outubro, a equipe de animação da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) do Estado de Santa Catariana. Estiveram presentes os assessores, articuladores e coordenadores da AJS do estado. O intuito do encontro foi celebrar o ano que passou, avaliando seus aspectos positivos e os que precisam de melhorias, e configurar a organização das atividades da AJS para o ano de 2013.   As atividades tiveram inicio na manhã do dia 27 de outubro. A primeira proposta foi avaliar as realizações da AJS em 2012 assim como as suas projeções. Durante este momento, cada obra salesiana, apresentou a sua avaliação, local, da caminhada que fez durante este ano, permitindo assim, uma pequena contemplação do que é a AJS no estado e deixando aos demais participantes ideias de atividades que poderão ser aproveitadas e desenvolvidas, localmente, para o próximo ano. Essas partilhas ajudaram na reestruturação dos Planos de Ação da AJS Estadual.   A equipe também participou da celebração Eucarística realizada na paróquia Santo Antonio, no dia 27 e no domingo, dia 28, foram estabelecidos os últimos encaminhamentos para a finalização do planejamento e a avaliação do encontro.   Inspetoria Salesiana São Pio X  
Publicado em Nacionais
Entre os dias 2 e 19 de julho,  o segundo módulo do Mestrado em Educação foi ministrado,  promovido pela Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil e a Rede Salesiana de Escolas (RSE), em parceria com a Universidade de Santiago do Chile (USACH).  As aulas foram realizadas no Colégio Salesiano Dom Bosco de Salvador, BA.
Publicado em Nacionais
  A ONG salesiana “Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento” (VIS) iniciou oficialmente na segunda-feira, 17 de junho, em Meki, na Etiópia, mais precisamente nas vilas de Dodota e Denbel e Oromia Region, um projeto que visa o desenvolvimento rural integrado na região, começando pelo acesso à água potável. Nessa área, a cerca de 130 km ao sul de Adis-Abeba, capital da Etiópia, a maior parte das comunidades rurais sofre com a falta de água potável e se encontra em situação de grave insegurança alimentar.   O projeto está sendo realizado em colaboração com o Secretariado Católico de Meki, graças à contribuição conjunta das Onlus italianas “Água para a vida” e “Ampelos”. Trata-se de uma ação integrada, apta a melhorar as condições de saúde e vida para mais de 3000 pessoas, por meio da obtenção de diversos objetivos: o primeiro é garantir água potável às comunidades, furando um poço de 260 metros de profundidade, a meio caminho entre as duas vilas, providenciando a água diária para todas as pessoas; o outro objetivo é relativo à segurança alimentar, por meio do fornecimento de material técnico necessário ao cultivo dos campos agrícolas e à pesca no Lago de Ziway, além da organização da comunidade em grupos agrícolas e cooperativas de pescadores que serão oportunamente informados sobre técnicas de irrigação, pesca e marketing, para a venda de produtos.   Além desses dois objetivos, o projeto propõe-se a promover a sensibilização das comunidades envolvidas sobre normas de higiene de base e a estimular a conservação do território e dos recursos naturais existentes.   A intervenção prevê a participação ativa da população, com a formação de comissões, cooperativas e grupos que as dirigirão ciclicamente, ocupando-se por turno da gestão de cada uma das áreas de ação.   InfoANS
Publicado em Missões
Diversos grupos ligados à Articulação da Juventude Salesiana (AJS) estão em franca preparação para participar do Encontro Mundial do Movimento Juvenil Salesiano, que será realizado entre os dias 18 e 21 de julho em Niterói, RJ, e da Jornada Mundial da Juventude, na Capital fluminense, entre 22 e 28 de julho.   Espírito salesiano, criatividade e protagonismo juvenil têm sido as marcas das diversas atividades realizadas ao longo dos últimos meses pelas casas salesianas. Nas paróquias e colégios, grupos de jovens têm inserido o conteúdo da Jornada Mundial da Juventude na programação de seus encontros e estudado subsídios específico. Em alguns locais, novos grupos foram formados e espera-se uma continuidade após os dois eventos que serão realizados em julho. Onde não ocorrerão atividades específicas, a juventude salesiana tem participado dos eventos promovidos pelas dioceses.   A caminhada rumo à JMJ começou no mês de setembro de 2011 no evento Bote Fé, realizado na Base Aérea Campo de Marte, em São Paulo, SP, quando a Cruz da Jornada e o Ícone de Nossa Senhora chegaram ao Brasil, sendo recepcionados por mais de 100 mil pessoas, entre elas, centenas de jovens salesianos. Antes de ir para o evento e ser apresentada oficialmente, os símbolos da JMJ estiveram no colégio Liceu Coração de Jesus, de onde partiram acompanhados de uma carreata.   Neste ano a preparação para as atividades de julho começaram cedo, já com a Campanha da Fraternidade, que teve como tema Fraternidade e Juventude e o lema “Eis-me aqui, Senhor, envia-me” (Is 6,8).   Jornada na Academia   Como contribuição às reflexões da Campanha da Fraternidade e à preparação para a Jornada Mundial da Juventude, o Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL) realizou, entre os dias 6 e 8 de março, na Unidade São Paulo campus Pio XI, o Simpósio de Teologia que teve como tema “Jovens em foco: encontros e desencontros”.   O simpósio contou com as participações do professor Nei Sá, secretário-executivo do Setor Juventude da Arquidiocese de São Paulo, que falou sobre a diversidade da juventude; do padre Jorge Boran, presidente do Centro de Capacitação da Juventude  (CCJ), que abordou a teologia da juventude do ponto de vista do confronto; e de Dom Eduardo Pinheiro, SDB, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB, que falou sobre as perspectivas e horizontes da pastoral juvenil no Brasil.   Dançando e anunciando   Outra forma de anunciar e se preparar para a Jornada Mundial da Juventude é por meio da música. Foi assim que os jovens de Campinas e de Lorena mostraram que já estão no espírito de comunhão com o Papa Francisco e com os juventude de todo o mundo.   No dia 24 de fevereiro, jovens missionários, do Crisma e estudantes do Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora (Liceu Campinas) apresentaram um flash mob da música Eu acredito na juventude, do cantor Nilton Junior, aos paroquianos da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.   Em abril foi a vez dos jovens da Articulação da Juventude de Lorena (AJS), junto com o Setor Juventude da diocese, promoverem a JMJ com o flash mob da mesma música. Cerca de 700 pessoas se reuniram na Praça Arnolfo Azevedo, na região central da cidade e fizeram uma grande manifestação dançante e sincronizada.   Acolhendo e carregando a Cruz   Algumas comunidades salesianas tiveram o privilégio de acolher a Cruz da Jornada Mundial da Juventude e o Ícone de Nossa Senhora. Esse foi o caso do Instituto Nossa Senhora do Carmo de Guaratinguetá, ligado às Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), e do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora – INSA/Oratório, de Cruzeiro.   Em Cruzeiro, a Cruz da JMJ e o Ícone de Nossa Senhora foram para o INSA/Oratório em caminhada com carro de som e lá foi celebrada uma missa com alunos, familiares e toda a comunidade. A quadra do colégio ficou lotada e as demonstrações de fé foram diversas.   Trabalho e criatividade   Nem todos aqueles que desejam ir aos eventos no Rio de Janeiro têm condições financeiras para tal. Para resolver esse problema, os diversos grupos salesianos estão se mobilizando de forma criativa, assim como praticamente toda a juventude católica.   Na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Campinas, os jovens se tornaram pasteleiros e estão vendendo pastéis na saída das missas. Em Itaquera, na Zona Leste da Capital, o grupo de jovens Luz do Mundo, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, está vendendo bolos, doces e bebidas na porta da igreja. Com isso já foi possível custear as inscrições da JMJ para os jovens que não tinham condições financeiras e os valores agora arrecadados serão convertidos no abatimento do valor de locação do ônibus para o Rio de Janeiro.   Atividade similar realizou a Escola Salesiana São José, de Campinas, juntamente com a Unidade Campinas São José do UNISAL e com os Salesianos Cooperadores, promoveram, no dia 19 de abril, a venda de pizzas beneficentes em prol da JMJ.   Formação e devoção   No dia 26 de março, um grande encontro no Liceu Coração de Jesus, em São Paulo, reuniu cerca de 400 jovens das inspetorias de Nossa Senhora Auxiliadora (Salesianos) e Santa Catarina de Sena (Filhas de Maria Auxiliadora). Durante todo o dia, eles tiveram conteúdos de formação, participaram de oficinas, cantaram e dançaram no Encontro SDB-FMA Pré-Jornada 2013, que também abordou a temática do Encontro Mundial do Movimento Juvenil Salesiano.   Em 14 de abril, os jovens da Paróquia Sagrada Família de São José dos Campos que vão à JMJ participaram do Kairós, encontro que teve como tema “O semeador saiu a semear” (Mt 3,13). Com o acompanhamento do pároco, padre Silvio Cesar, os presentes refletiram sobre o tempo da graça de Deus e vivenciaram a Lectio Divina.     Até julho, outras atividades deverão acontecer para que a juventude salesiana chegue ao Encontro Mundial do Movimento Juvenil Salesiano preparada, motivada e inspirada a promover a comunhão e a troca de experiência com a juventude mundial. Antes disso, entre os dias 16 e 20 de julho, as comunidades acolherão jovens peregrinos de diversas nacionalidades, que participarão da Semana Missionária, período de troca de experiências culturais, evangelização e trabalhos missionários.   Anderson Bueno
Publicado em Nacionais
O Centro Educacional Dom Bosco de Joinville acolheu, entre os dias 27 e 28 de outubro, a equipe de animação da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) do Estado de Santa Catariana. Estiveram presentes os assessores, articuladores e coordenadores da AJS do estado. O intuito do encontro foi celebrar o ano que passou, avaliando seus aspectos positivos e os que precisam de melhorias, e configurar a organização das atividades da AJS para o ano de 2013.   As atividades tiveram inicio na manhã do dia 27 de outubro. A primeira proposta foi avaliar as realizações da AJS em 2012 assim como as suas projeções. Durante este momento, cada obra salesiana, apresentou a sua avaliação, local, da caminhada que fez durante este ano, permitindo assim, uma pequena contemplação do que é a AJS no estado e deixando aos demais participantes ideias de atividades que poderão ser aproveitadas e desenvolvidas, localmente, para o próximo ano. Essas partilhas ajudaram na reestruturação dos Planos de Ação da AJS Estadual.   A equipe também participou da celebração Eucarística realizada na paróquia Santo Antonio, no dia 27 e no domingo, dia 28, foram estabelecidos os últimos encaminhamentos para a finalização do planejamento e a avaliação do encontro.   Inspetoria Salesiana São Pio X  
Publicado em Nacionais