Alguns representantes da ONG (Organização Não Governamental) salesiana “Don Bosco International” (DBI) participaram de um debate sobre o trabalho social e humanitário das congregações religiosas, intitulado “Finding the Spirit of Merciful Samaritan”  - Reencontrar o espírito do Bom Samaritano . O evento, realizado em Bruxelas, na Bélgica, no dia 27 de novembro, foi organizado pelo vice-presidente do parlamento Europeu e responsável pelo diálogo com as Igrejas, doutor  Laszlo Surjan.   O debate contou com a participação de membros do “Jesuit Refugee Service”, dos Frades Franciscanos, da Comissão das Conferências Episcopais Europeias (COMECE), e das “Missionary Sisters of the Queen of the Apostles” (Irmãs Missionárias da Rainha dos Apóstolos). O secretário executivo, Mattia Tosato, e o padre André Penninckx, SDB, representaram a ONG salesiana no evento, apresentando as atividades que a Congregação salesiana, as ONGS e as ‘Networks’ juvenis a ela ligadas, realizam  na Europa e em todo o mundo, em favor da juventude.   Na tentativa de favorecer um diálogo construtivo com os fóruns internacionais, para uma atenção maior aos jovens e suas necessidades por parte do mundo político compreendido em sua totalidade, o ‘Don Bosco International’ propõe-se como instrumento de auxílio para a difusão e a transmissão das boas práticas, experiências, reflexões da Congregação Salesiana e do mundo associativo ligados a ela.   O DBI pretende, por isso, ser um instrumento de educação, promoção e defesa dos valores que os Salesianos, em sintonia com a Igreja, há mais de 150 anos se empenham por viver em mais de 130 nações. Com um diálogo recíproco, ocupa-se também em informar os agentes e os Salesianos sobre as decisões tomadas em âmbito europeu e internacional sobre a juventude, além de comunicar a tais instituições as preocupações e as soluções que ,por meio da experiência dos voluntários, Salesianos e agentes, souberam captar e realizar.   A ONG DBI deseja ser uma plataforma de diálogo entre a Congregação e as organizações internacionais presentes na Europa – entre as quais a mesma União Europeia.  O trabalho da ONG salesiana é complementar ao trabalho cotidiano dos Salesianos e dos agentes do mundo associativo, segundo os princípios da fraternidade e da subsidiariedade.   Em muitas de suas falas, o reitor-mor dos Salesianos, padre Pascual Chávez, insiste na necessidade de colocar a juventude no centro de cada ação política. Grande é a preocupação de muitos agentes do mundo salesiano pelos efeitos da crise sobre os jovens e pelo grave problema do desemprego juvenil.   InfoANS
Publicado em Internacionais
No Brasil, a maioria das fundações privadas e associações sem fins lucrativos é religiosa. Em seguida, aparecem entidades voltadas à defesa de direitos e interesses do cidadão, como mostra o Perfil das Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos em 2010  divulgado ontem, 05 de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).   As entidades religiosas sediadas no Brasil passavam de 82 mil em 2010 ou 28,5% do total. Os números são ainda maiores, segundo a pesquisa, pelo fato de muitas instituições assistenciais, educacionais e de saúde de origem religiosa não estarem classificadas como tal.   Entre as instituições que trabalham na defesa dos direitos humanos (42,4 mil em 2010), a maioria era formada por centros e associações comunitárias (20 mil), seguida de associações de moradores (13 mil), de entidades de defesa de direitos de grupos e minorias (5 mil), de desenvolvimento rural (1,5 mil), emprego e treinamento (500) e outras instituições (2,1 mil).   Mais da metade das instituições religiosas (57,4%) está situada na região Sudeste. As entidades de defesa de direitos estão em maior número no Nordeste (37,7%), que concentra quase a metade dos centros e associações comunitárias (45,3%), subgrupo das fundações e associações voltadas a atender o cidadão.   Das entidades criadas na última década (118 mil), 27% eram religiosas (32 mil). Já as entidades mais duradouras, de acordo com o estudo, eram as da área da saúde, sobretudo, hospitais, pois mais da metade deles (53%) foi criada em 1980. Junto com o subgrupo outros serviços de saúde, os hospitais privados e sem fins lucrativos representavam mais da metade das entidades do setor de saúde (64,6%) e absorvem 16,6% dos profissionais da área.   ANEC
Publicado em Nacionais
Os irmãos Matheus Martins Camargo (10 anos) e Amanda Martins Camargo (12 anos), alunos, respectivamente, do 4º e 6º anos no Colégio São Paulo de Ascurra, SC, conseguiram excelentes resultados no Campeonato Brasileiro das Ligas de Judô, realizado na cidade de São José, SC nos dias 23 a 25 de novembro. Matheus conquistou o bicampeonato na categoria até 10 anos e Amanda conquistou seu tricampeonato na categoria até 12 anos. No dia 26 de novembro, os alunos foram recebidos na escola com uma homenagem pela grande conquista.   RSE Informa
Publicado em Nacionais
O projeto “Sem os números ficamos no escuro”, realizado por alunos do 2º ano do ensino fundamental do Colégio Dom Bosco de Rio do Sul, SC, foi indicado para a 2ª Feira Nacional de Matemática. A indicação aconteceu durante a 28ª edição da Feira Catarinense de Matemática, realizada entre os dias 21 e 23 de novembro, em Ibirama, SC. Dos 150 projetos de todo o Estado, apenas 40 receberam indicação para participar da exposição nacional. O trabalho do Colégio Dom Bosco foi desenvolvido em sala de aula por todos os alunos do 2º ano e apresentado pelos alunos Felipe Bet e Joana Hardt, sob orientação da professora Albertina Kuhlkamp Zeferino. A Feira Nacional será realiza em julho de 2013.   O trabalho A proposta do trabalho foi de apresentar os números de uma forma que os alunos pudessem ter contato com o sistema de numeração, mostrando para a turma as diferentes funções que os numerais assumem. Como, por exemplo, quantificar, ordenar e decodificar. Segundo a professora Albertina, “para as crianças, inicialmente, o que mais faz sentido na numeração são os aspectos relacionados à sua vida cotidiana, o que justificou o objetivo da pesquisa sobre diferentes lugares em que os números se encontram, como são organizados e para que servem”. O trabalho revelou a abundante presença dos números na vida moderna: nos telefones, placas de carro, camisetas, casas e em vários outros locais e objetos.   RSE Informa
Publicado em Nacionais
Entre os dias 9 e 15 de novembro madre Yvonne Reungoat, madre-geral das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), visita a Polônia, onde as FMA comemoram 90 anos de presença.   O ponto principal das celebrações do 90º aniversário da presença das FMA foi realizado dia 10 de novembro. Para iniciar as festividades foi escolhida a comunidade da beata Maria Romero em Ostrow Wielkopolski, onde as FMA administram uma escola para cerca de 800 alunos, desde o ensino fundamental até o ensino médio. No ginásio público João Paulo II foi realizada a primeira parte das celebrações com a presença de mais de 800 pessoas.    Durante a celebração foi apresentado um documentário, que conta a história do desenvolvimento do carisma salesiano, mesmo durante os tempos dramáticos da Segunda Guerra Mundial e do comunismo. O carisma das FMA, desde o início, tem raízes na santidade da madre Laura Meozzi, primeira missionária FMA na Polônia.   A última parte das festividades foi realizada no complexo escolar das FMA. No local, Madre Yvonne cumprimentou os diferentes grupos presentes: mais de 230 FMA, mais de 300 jovens e cerca de 200 leigos. Todos apresentavam a figura luminosa de madre Laura Meozzi, incentivando uma vida de santidade e vocação. Madre Yvonne concluirá sua visita dia 15 de novembro.   Leia a matéria na íntegra em Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais
Começa na próxima sexta-feira, dia 09 de novembro, a 17ª edição do Festival da Juventude Salesiana, que só termina no domingo (dia 11). O evento reunirá no Colégio Salesiano- Recife cerca de 1.000 jovens vindos dos vários estados da região nordeste do Brasil e terá como tema “Juventude e Vida”.  Os participantes são todos integrantes de experiências associativas, grupos jovens ou ligados à Articulação da Juventude Salesiana.   Com uma programação permeada de muita arte, a juventude salesiana terá a oportunidade de mostrar seus talentos nos Festivais de Teatro, Música e Coreografia. Como não poderiam faltar, também serão realizados momentos ricos de espiritualidade, como as celebrações eucarísticas e momento de adoração, além da palestra sobre o tema na manhã do sábado (10).   O evento foi tema da revista anual da Cogregação Salesiana do ano passado "SALESIANOS 2011", com um artigo especial sobre o evento e sua importância: http://issuu.com/sdb-pisana/docs/salesiani2011_pt_screen (páginas 22 e 23).  
Publicado em Nacionais
A comunidade salesiana e paroquial do Santuário do Sagrado Coração de Bolonha,  Itália, comemorou, no último dia 21 de outubro, o centenário da consagração do templo a partir do qual, ainda hoje, propaga-se a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. A celebração do centenário coincidiu com a Abertura Diocesana do Ano da Fé.   A Eucaristia foi presidida pelo vigário Bispo de Bolonha, padre Giovanni Silvagni. Estiveram presentes também o pároco, padre Antonio Rota, o diretor do instituto salesiano, padre Gianni Danesi, a comunidade salesiana e milhares de fiéis. Para a ocasião, foi reaberta a capela da pia batismal, totalmente restaurada, e os presentes renovaram suas promessas batismais.   Os salesianos chegaram a Bolonha por iniciativa do cardeal Domenico Svampa, que desejava fazer parte dos salesianos cooperadores e que, em 22 de fevereiro de 1897, no lançamento da pedra fundamental do Instituto Salesiano, na presença das autoridades civis, do beato Michele Rua, sucessor de Dom Bosco e de mais de 10 mil pessoas, disse: "Os Filhos de Dom Bosco cuidarão com zelo e amor a sábia educação dos filhos do povo, e preparando, para Bolonha, uma geração melhor."   O próprio cardeal Svampa, frente ao convite feito pelo Papa Leão XIII solicitando que consagrasse ao Sagrado Coração as dioceses e as nações, tomou a iniciativa de erigir, ao lado do Instituto Salesiano, este monumento artístico em nome de todos os católicos da Itália. O projeto foi confiado a um dos principais arquitetos da época, Collamarini, que inspirou-se nas grandes basílicas bizantinas, equipando-o com uma grande cúpula de 63 m de altura e, respeitando a tradição bolonhesa, quis que se parecesse com um bordado de tijolos vermelhos.   Em 16 de Outubro de 1912, o arcebispo de Bolonha, monsenhor Giacomo Della Chiesa, futuro Papa Bento XV, consagrou solenemente o novo templo dedicado ao Sagrado Coração, que logo se tornou, junto com a Madonna di San Luca, destino de peregrinações anuais para os bolonheses. Nos anos 30, o santuário foi renovado por um grande salesiano, o padre Antonio Gavinelli, que reconstruiu a cúpula destruída por um terremoto em 1929 e enriqueceu o santuário com pinturas, altares e 134 magníficos vitrais, projetados por Nardi consertando, enfim, os danos causados por um bombardeio em 1943.   No santuário, além dos serviços diários oferecidos aos fiéis, há também duas outras iniciativas que apoiam e difundem a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, tão querida a Dom Bosco. A primeira é a Obra Sacro Cuore (veja o site), uma associação fundada em 1930 que usa - e essa é a segunda iniciativa especial - a revista "Sacro Cuore" que envolve dezenas de milhares de pessoas na Itália e no mundo, incluindo também as comunidades religiosas de clausura, em particular, em uma "rede de pessoas que oram uns pelos outros", com um evento espiritual às 08h da manhã todos os dias, quando, para todos os membros, é celebrada a Eucaristia no altar do Sacro Cuore.   InfoANS
Publicado em Internacionais
  Em época de eleições, a reflexão política ganha destaque nas escolas. Na educação salesiana, entretanto, o incentivo à participação do jovem na política vai muito além de exercer o direito ao voto: trata-se de ter uma postura crítica, propositiva e atuante na sociedade.     No último dia 7 de outubro, cerca de 140 milhões de brasileiros, em 5.568 municípios, participaram do primeiro turno das eleições municipais. Os eleitores tiveram a tarefa de escolher os prefeitos e vereadores que vão representá-los pelos próximos quatro anos, e que deveriam exercer suas funções de administradores públicos e legisladores de forma ética, justa e em nome do bem comum. Embora o voto seja obrigatório apenas a partir dos 18 anos, quase três milhões de eleitores (2% do total) têm 16 ou 17 anos, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Só no mês de maio de 2012, cerca de 12 mil jovens nessa faixa etária procuraram os cartórios eleitorais no Estado de São Paulo para requerer o título de eleitor. Esses jovens, que foram às urnas pela primeira vez, mesmo sem ter a obrigação disso, representam um novo time de cidadãos que já entendeu a importância do seu papel no contexto político do país. O interesse dos jovens em fazer parte das eleições revela que é fundamental incentivá-los, desde cedo, a participar de ações que os coloquem como protagonistas na discussão política. O caminho pode ser desde a organização de debates políticos com a participação efetiva dos jovens, até a eleição de representantes de classe e lideranças escolares – uma atividade política que pode ser exercida inclusive por alunos do Ensino Fundamental.  
Publicado em Educação
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Publicado em Nacionais
Com Dom Bosco, construindo a civilização do amor”. Esse foi o tema do Encontro da Pastoral da Juventude Estudantil (PJE), realizado pela Inspetoria Salesiana de São Paulo (ISSP) no Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, em Campinas-SP, no dia 15 de setembro. Houve oficinas, dinâmicas e celebração eucarística, com a participação de dezenas de jovens líderes da PJE em São Paulo, todos eles alunos de 6º a 8º ano nos colégios salesianos de Campinas, Sorocaba, Americana e Piracicaba. O evento celebrou também os 30 anos da Pastoral da Juventude Estudantil Nacional. RSE Informa
Publicado em Nacionais
Página 12 de 13
Alguns representantes da ONG (Organização Não Governamental) salesiana “Don Bosco International” (DBI) participaram de um debate sobre o trabalho social e humanitário das congregações religiosas, intitulado “Finding the Spirit of Merciful Samaritan”  - Reencontrar o espírito do Bom Samaritano . O evento, realizado em Bruxelas, na Bélgica, no dia 27 de novembro, foi organizado pelo vice-presidente do parlamento Europeu e responsável pelo diálogo com as Igrejas, doutor  Laszlo Surjan.   O debate contou com a participação de membros do “Jesuit Refugee Service”, dos Frades Franciscanos, da Comissão das Conferências Episcopais Europeias (COMECE), e das “Missionary Sisters of the Queen of the Apostles” (Irmãs Missionárias da Rainha dos Apóstolos). O secretário executivo, Mattia Tosato, e o padre André Penninckx, SDB, representaram a ONG salesiana no evento, apresentando as atividades que a Congregação salesiana, as ONGS e as ‘Networks’ juvenis a ela ligadas, realizam  na Europa e em todo o mundo, em favor da juventude.   Na tentativa de favorecer um diálogo construtivo com os fóruns internacionais, para uma atenção maior aos jovens e suas necessidades por parte do mundo político compreendido em sua totalidade, o ‘Don Bosco International’ propõe-se como instrumento de auxílio para a difusão e a transmissão das boas práticas, experiências, reflexões da Congregação Salesiana e do mundo associativo ligados a ela.   O DBI pretende, por isso, ser um instrumento de educação, promoção e defesa dos valores que os Salesianos, em sintonia com a Igreja, há mais de 150 anos se empenham por viver em mais de 130 nações. Com um diálogo recíproco, ocupa-se também em informar os agentes e os Salesianos sobre as decisões tomadas em âmbito europeu e internacional sobre a juventude, além de comunicar a tais instituições as preocupações e as soluções que ,por meio da experiência dos voluntários, Salesianos e agentes, souberam captar e realizar.   A ONG DBI deseja ser uma plataforma de diálogo entre a Congregação e as organizações internacionais presentes na Europa – entre as quais a mesma União Europeia.  O trabalho da ONG salesiana é complementar ao trabalho cotidiano dos Salesianos e dos agentes do mundo associativo, segundo os princípios da fraternidade e da subsidiariedade.   Em muitas de suas falas, o reitor-mor dos Salesianos, padre Pascual Chávez, insiste na necessidade de colocar a juventude no centro de cada ação política. Grande é a preocupação de muitos agentes do mundo salesiano pelos efeitos da crise sobre os jovens e pelo grave problema do desemprego juvenil.   InfoANS
Publicado em Internacionais
No Brasil, a maioria das fundações privadas e associações sem fins lucrativos é religiosa. Em seguida, aparecem entidades voltadas à defesa de direitos e interesses do cidadão, como mostra o Perfil das Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos em 2010  divulgado ontem, 05 de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).   As entidades religiosas sediadas no Brasil passavam de 82 mil em 2010 ou 28,5% do total. Os números são ainda maiores, segundo a pesquisa, pelo fato de muitas instituições assistenciais, educacionais e de saúde de origem religiosa não estarem classificadas como tal.   Entre as instituições que trabalham na defesa dos direitos humanos (42,4 mil em 2010), a maioria era formada por centros e associações comunitárias (20 mil), seguida de associações de moradores (13 mil), de entidades de defesa de direitos de grupos e minorias (5 mil), de desenvolvimento rural (1,5 mil), emprego e treinamento (500) e outras instituições (2,1 mil).   Mais da metade das instituições religiosas (57,4%) está situada na região Sudeste. As entidades de defesa de direitos estão em maior número no Nordeste (37,7%), que concentra quase a metade dos centros e associações comunitárias (45,3%), subgrupo das fundações e associações voltadas a atender o cidadão.   Das entidades criadas na última década (118 mil), 27% eram religiosas (32 mil). Já as entidades mais duradouras, de acordo com o estudo, eram as da área da saúde, sobretudo, hospitais, pois mais da metade deles (53%) foi criada em 1980. Junto com o subgrupo outros serviços de saúde, os hospitais privados e sem fins lucrativos representavam mais da metade das entidades do setor de saúde (64,6%) e absorvem 16,6% dos profissionais da área.   ANEC
Publicado em Nacionais
Os irmãos Matheus Martins Camargo (10 anos) e Amanda Martins Camargo (12 anos), alunos, respectivamente, do 4º e 6º anos no Colégio São Paulo de Ascurra, SC, conseguiram excelentes resultados no Campeonato Brasileiro das Ligas de Judô, realizado na cidade de São José, SC nos dias 23 a 25 de novembro. Matheus conquistou o bicampeonato na categoria até 10 anos e Amanda conquistou seu tricampeonato na categoria até 12 anos. No dia 26 de novembro, os alunos foram recebidos na escola com uma homenagem pela grande conquista.   RSE Informa
Publicado em Nacionais
O projeto “Sem os números ficamos no escuro”, realizado por alunos do 2º ano do ensino fundamental do Colégio Dom Bosco de Rio do Sul, SC, foi indicado para a 2ª Feira Nacional de Matemática. A indicação aconteceu durante a 28ª edição da Feira Catarinense de Matemática, realizada entre os dias 21 e 23 de novembro, em Ibirama, SC. Dos 150 projetos de todo o Estado, apenas 40 receberam indicação para participar da exposição nacional. O trabalho do Colégio Dom Bosco foi desenvolvido em sala de aula por todos os alunos do 2º ano e apresentado pelos alunos Felipe Bet e Joana Hardt, sob orientação da professora Albertina Kuhlkamp Zeferino. A Feira Nacional será realiza em julho de 2013.   O trabalho A proposta do trabalho foi de apresentar os números de uma forma que os alunos pudessem ter contato com o sistema de numeração, mostrando para a turma as diferentes funções que os numerais assumem. Como, por exemplo, quantificar, ordenar e decodificar. Segundo a professora Albertina, “para as crianças, inicialmente, o que mais faz sentido na numeração são os aspectos relacionados à sua vida cotidiana, o que justificou o objetivo da pesquisa sobre diferentes lugares em que os números se encontram, como são organizados e para que servem”. O trabalho revelou a abundante presença dos números na vida moderna: nos telefones, placas de carro, camisetas, casas e em vários outros locais e objetos.   RSE Informa
Publicado em Nacionais
Entre os dias 9 e 15 de novembro madre Yvonne Reungoat, madre-geral das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), visita a Polônia, onde as FMA comemoram 90 anos de presença.   O ponto principal das celebrações do 90º aniversário da presença das FMA foi realizado dia 10 de novembro. Para iniciar as festividades foi escolhida a comunidade da beata Maria Romero em Ostrow Wielkopolski, onde as FMA administram uma escola para cerca de 800 alunos, desde o ensino fundamental até o ensino médio. No ginásio público João Paulo II foi realizada a primeira parte das celebrações com a presença de mais de 800 pessoas.    Durante a celebração foi apresentado um documentário, que conta a história do desenvolvimento do carisma salesiano, mesmo durante os tempos dramáticos da Segunda Guerra Mundial e do comunismo. O carisma das FMA, desde o início, tem raízes na santidade da madre Laura Meozzi, primeira missionária FMA na Polônia.   A última parte das festividades foi realizada no complexo escolar das FMA. No local, Madre Yvonne cumprimentou os diferentes grupos presentes: mais de 230 FMA, mais de 300 jovens e cerca de 200 leigos. Todos apresentavam a figura luminosa de madre Laura Meozzi, incentivando uma vida de santidade e vocação. Madre Yvonne concluirá sua visita dia 15 de novembro.   Leia a matéria na íntegra em Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais
Começa na próxima sexta-feira, dia 09 de novembro, a 17ª edição do Festival da Juventude Salesiana, que só termina no domingo (dia 11). O evento reunirá no Colégio Salesiano- Recife cerca de 1.000 jovens vindos dos vários estados da região nordeste do Brasil e terá como tema “Juventude e Vida”.  Os participantes são todos integrantes de experiências associativas, grupos jovens ou ligados à Articulação da Juventude Salesiana.   Com uma programação permeada de muita arte, a juventude salesiana terá a oportunidade de mostrar seus talentos nos Festivais de Teatro, Música e Coreografia. Como não poderiam faltar, também serão realizados momentos ricos de espiritualidade, como as celebrações eucarísticas e momento de adoração, além da palestra sobre o tema na manhã do sábado (10).   O evento foi tema da revista anual da Cogregação Salesiana do ano passado "SALESIANOS 2011", com um artigo especial sobre o evento e sua importância: http://issuu.com/sdb-pisana/docs/salesiani2011_pt_screen (páginas 22 e 23).  
Publicado em Nacionais
A comunidade salesiana e paroquial do Santuário do Sagrado Coração de Bolonha,  Itália, comemorou, no último dia 21 de outubro, o centenário da consagração do templo a partir do qual, ainda hoje, propaga-se a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. A celebração do centenário coincidiu com a Abertura Diocesana do Ano da Fé.   A Eucaristia foi presidida pelo vigário Bispo de Bolonha, padre Giovanni Silvagni. Estiveram presentes também o pároco, padre Antonio Rota, o diretor do instituto salesiano, padre Gianni Danesi, a comunidade salesiana e milhares de fiéis. Para a ocasião, foi reaberta a capela da pia batismal, totalmente restaurada, e os presentes renovaram suas promessas batismais.   Os salesianos chegaram a Bolonha por iniciativa do cardeal Domenico Svampa, que desejava fazer parte dos salesianos cooperadores e que, em 22 de fevereiro de 1897, no lançamento da pedra fundamental do Instituto Salesiano, na presença das autoridades civis, do beato Michele Rua, sucessor de Dom Bosco e de mais de 10 mil pessoas, disse: "Os Filhos de Dom Bosco cuidarão com zelo e amor a sábia educação dos filhos do povo, e preparando, para Bolonha, uma geração melhor."   O próprio cardeal Svampa, frente ao convite feito pelo Papa Leão XIII solicitando que consagrasse ao Sagrado Coração as dioceses e as nações, tomou a iniciativa de erigir, ao lado do Instituto Salesiano, este monumento artístico em nome de todos os católicos da Itália. O projeto foi confiado a um dos principais arquitetos da época, Collamarini, que inspirou-se nas grandes basílicas bizantinas, equipando-o com uma grande cúpula de 63 m de altura e, respeitando a tradição bolonhesa, quis que se parecesse com um bordado de tijolos vermelhos.   Em 16 de Outubro de 1912, o arcebispo de Bolonha, monsenhor Giacomo Della Chiesa, futuro Papa Bento XV, consagrou solenemente o novo templo dedicado ao Sagrado Coração, que logo se tornou, junto com a Madonna di San Luca, destino de peregrinações anuais para os bolonheses. Nos anos 30, o santuário foi renovado por um grande salesiano, o padre Antonio Gavinelli, que reconstruiu a cúpula destruída por um terremoto em 1929 e enriqueceu o santuário com pinturas, altares e 134 magníficos vitrais, projetados por Nardi consertando, enfim, os danos causados por um bombardeio em 1943.   No santuário, além dos serviços diários oferecidos aos fiéis, há também duas outras iniciativas que apoiam e difundem a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, tão querida a Dom Bosco. A primeira é a Obra Sacro Cuore (veja o site), uma associação fundada em 1930 que usa - e essa é a segunda iniciativa especial - a revista "Sacro Cuore" que envolve dezenas de milhares de pessoas na Itália e no mundo, incluindo também as comunidades religiosas de clausura, em particular, em uma "rede de pessoas que oram uns pelos outros", com um evento espiritual às 08h da manhã todos os dias, quando, para todos os membros, é celebrada a Eucaristia no altar do Sacro Cuore.   InfoANS
Publicado em Internacionais
  Em época de eleições, a reflexão política ganha destaque nas escolas. Na educação salesiana, entretanto, o incentivo à participação do jovem na política vai muito além de exercer o direito ao voto: trata-se de ter uma postura crítica, propositiva e atuante na sociedade.     No último dia 7 de outubro, cerca de 140 milhões de brasileiros, em 5.568 municípios, participaram do primeiro turno das eleições municipais. Os eleitores tiveram a tarefa de escolher os prefeitos e vereadores que vão representá-los pelos próximos quatro anos, e que deveriam exercer suas funções de administradores públicos e legisladores de forma ética, justa e em nome do bem comum. Embora o voto seja obrigatório apenas a partir dos 18 anos, quase três milhões de eleitores (2% do total) têm 16 ou 17 anos, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Só no mês de maio de 2012, cerca de 12 mil jovens nessa faixa etária procuraram os cartórios eleitorais no Estado de São Paulo para requerer o título de eleitor. Esses jovens, que foram às urnas pela primeira vez, mesmo sem ter a obrigação disso, representam um novo time de cidadãos que já entendeu a importância do seu papel no contexto político do país. O interesse dos jovens em fazer parte das eleições revela que é fundamental incentivá-los, desde cedo, a participar de ações que os coloquem como protagonistas na discussão política. O caminho pode ser desde a organização de debates políticos com a participação efetiva dos jovens, até a eleição de representantes de classe e lideranças escolares – uma atividade política que pode ser exercida inclusive por alunos do Ensino Fundamental.  
Publicado em Educação
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Publicado em Nacionais
Com Dom Bosco, construindo a civilização do amor”. Esse foi o tema do Encontro da Pastoral da Juventude Estudantil (PJE), realizado pela Inspetoria Salesiana de São Paulo (ISSP) no Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, em Campinas-SP, no dia 15 de setembro. Houve oficinas, dinâmicas e celebração eucarística, com a participação de dezenas de jovens líderes da PJE em São Paulo, todos eles alunos de 6º a 8º ano nos colégios salesianos de Campinas, Sorocaba, Americana e Piracicaba. O evento celebrou também os 30 anos da Pastoral da Juventude Estudantil Nacional. RSE Informa
Publicado em Nacionais
Página 12 de 13