A Rede Salesiana de Ação Social (RESAS) realizou na Vila Dom Bosco, em Campos do Jordão, SP, seu primeiro Encontro de Gestão do ano de 2014. O nos dias 24 e 25 de fevereiro, teve a participação de cerca de 50 pessoas, entre salesianos e leigos, e marcou a despedida do padre Sérgio Augusto Baldín Junior e a chegada do padre Renato Tarcísio de Moraes Rocha, como novo diretor executivo da RESAS.
Publicado em Ação Social
Nesta segunda, 23 de dezembro, o Reitor Mor e o seu Conselho nomearam os dois novos Inspetores da Espanha: o P. Ángel Fernández Artime, para a Inspetoria Maria Auxiliadora, com sede em Sevilha; e o P. Juan Carlos Pérez Godoy, para a Inspetoria de São Tiago Maior, com sede em Madri. As duas Inspetorias são fruto do processo de reconfiguração e os dois Inspetores tomarão posse depois do Capítulo Geral 27, em maio de 2014.
Publicado em Internacionais
No dia 29 de setembro foi realizado simultaneamente nas regiões Paulista, Vale do Paraíba e São Paulo, Capital, da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, o Encontro de Oratórios, promovido pela Pastoral Juvenil Salesiana com o objetivo de oferecer momentos de integração, recreação e aprofundamento da vivência dentro do carisma educativo-pastoral salesiano. Cerca de 1300 crianças e jovens participaram das atividades.
Publicado em Ação Social
Os salesianos padre Vicente Rigolon e padre Geraldo Magella Carvalho Chaves estão de volta ao Instituto São José, retomando a comunidade salesiana em Resende, RJ, após dois anos. Também vão para a escola dois jovens aspirantes que irão fazer uma experiência vocacional: Marcellus, de Belo Horizonte, MG, e Victor, do Rio de Janeiro, RJ, completando quatro pessoas, mínimo exigido pela Inspetoria São João Bosco para a formação de uma comunidade. Eles vêm com a missão de movimentar a pastoral da escola, com a força do carisma salesiano entre os jovens e a animação das missas na capela.   Padre Vicente deve chegar ainda nesta semana. Ele foi diretor do Instituto São José de 1987 a 1992 e estava dirigindo a Casa Inspetorial de Belo Horizonte. Ele confessa que mesmo antes de receber a notícia, havia comunicado à inspetoria o desejo de voltar. "Eu já tinha conversado com o meu superior sobre a vontade de retornar a Resende, mas achei que seria só no ano que vem. Estou muito feliz, as malas já estão prontas. É um lugar em que me sinto querido e acolhido”, disse padre Vicente, que destacou ainda a estrutura e a organização da escola, onde esteve em maio de 2012 para a novena de Nossa Senhora Auxiliadora e em outubro para comemorar o aniversário de 80 anos. Ele aproveitou para rever antigos amigos. Na ocasião, ficou hospedado na residência dos salesianos, sua nova casa a partir de agora. Padre Vicente está ansioso para conhecer os filhos dos ex-alunos que estudaram no colégio no período em que era o diretor, e já faz planos para 2013: “Nossa missão é reforçar o clima salesiano entre os jovens. Pais, alunos e educadores podem contar com a gente para qualquer assunto pastoral. Já tenho algumas ideias, mas vamos discutir tudo com a direção da escola nas reuniões de planejamento do início do ano".   Padre Geraldo Magella morou em Resende entre 1998 e 2003, quando fez parte da comunidade salesiana, marcando presença entre os alunos e ajudando no grupo de "Casais com Cristo" da Paróquia São Sebastião. No ano passado, também visitou o Instituto São José, onde celebrou uma missa como parte das comemorações pelos 25 anos de sacerdócio. Hoje com 72 anos, volta para servir aos jovens. "Como não ficar contente? Resende sempre me acolheu de braços abertos e o tempo em que fiquei no Instituto São José foi muito importante para mim. Retorno com alegria e estarei à disposição para o quer der e vier", afirmou o religioso. Padre Geraldo deve chegar à escola na segunda quinzena de janeiro e promete trazer os "joguinhos" que faziam a alegria dos estudantes nos intervalos das aulas. "Alguns a gente deixa pelo caminho, como presente para amigos, mas ainda tenho muitos, eles podem esperar que vão brincar bastante comigo".   Padre Nilson Farias, provincial da Inspetoria São João Bosco, explica que a decisão de retomar a comunidade salesiana em Resende amadureceu depois de perceber que era possível enviar dois religiosos para a obra. "Me pareceu ser desejo da direção e de toda a comunidade educativa uma presença salesiana mais fixa, já que para o padre Emidio era difícil acompanhar de perto por causa do trabalho no colégio de Riachuelo, no Rio de Janeiro. Quando vimos que o remanejamento do padre Vicente e do padre Geraldo era viável, providenciamos mais dois jovens para completar a comunidade e retomar essa presença salesiana em Resende", afirmou o inspetor, acreditando que o trabalho pastoral tem papel fundamental na formação dos alunos. "O serviço que eles vão desenvolver é, sem dúvida, muito significativo".   Para o diretor executivo do Instituto São José, professor Roberto Barbosa de Oliveira, o retorno da comunidade salesiana é um presente para pais, alunos e educadores. “É uma alegria e uma conquista expressiva. Apesar de todos nós procurarmos no dia a dia vivenciar a filosofia de São João Bosco, a presença de religiosos reforça e muito esse carisma e a espiritualidade salesiana", disse o diretor. Roberto destaca ainda a importância do trabalho pastoral. "A missão dos padres e dos aspirantes será essencial no nosso jeito de educar. Além disso, eles vão organizar e tomar a frente das missas na capela, o que vai nos dar mais tranquilidade e permitir uma comunhão ainda maior com a comunidade. Eu, particularmente, estou muito feliz e tenho certeza de que esse é o sentimento de todos por aqui. Estamos preparando tudo com muito carinho para a chegada deles, para que se sintam mais uma vez amados e acolhidos no Instituto São José", concluiu o diretor.   RSE Informa  
Publicado em Nacionais
Salesianos de Dom Bosco e Filhas de Maria Auxiliadora na França orientam juntos, há sete anos, uma semana de missão, indo a uma escola e vivendo com os jovens e adultos vários momentos de animação. Neste ano, a missão foi realizada em Wittenheim, Alsácia, sobre o tema: “Aprendamos a colorir as nossas vidas!”. A Associação dos Ex-alunos de Dom Bosco e os Salesianos Cooperadores também participaram das atividades.A orientação dada aos missionários antes de partirem foi a de ajudar os jovens a superarem as barreiras entre grupos e clãs. Para isso, foi preparado um grande campeonato que permitiu subdividir e misturar entre si todos os estudantes. Depois, por meio de várias atividades lúdicas, favoreceram-se o intercâmbio e a partilha. Os alunos de Wittenheim, cerca de 500, carregando com frequência situações de falência escolar, acolheram os missionários com grande curiosidade e entusiasmo sincero.
Publicado em Internacionais
A Rede Salesiana de Ação Social (RESAS) realizou na Vila Dom Bosco, em Campos do Jordão, SP, seu primeiro Encontro de Gestão do ano de 2014. O nos dias 24 e 25 de fevereiro, teve a participação de cerca de 50 pessoas, entre salesianos e leigos, e marcou a despedida do padre Sérgio Augusto Baldín Junior e a chegada do padre Renato Tarcísio de Moraes Rocha, como novo diretor executivo da RESAS.
Publicado em Ação Social
Nesta segunda, 23 de dezembro, o Reitor Mor e o seu Conselho nomearam os dois novos Inspetores da Espanha: o P. Ángel Fernández Artime, para a Inspetoria Maria Auxiliadora, com sede em Sevilha; e o P. Juan Carlos Pérez Godoy, para a Inspetoria de São Tiago Maior, com sede em Madri. As duas Inspetorias são fruto do processo de reconfiguração e os dois Inspetores tomarão posse depois do Capítulo Geral 27, em maio de 2014.
Publicado em Internacionais
No dia 29 de setembro foi realizado simultaneamente nas regiões Paulista, Vale do Paraíba e São Paulo, Capital, da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, o Encontro de Oratórios, promovido pela Pastoral Juvenil Salesiana com o objetivo de oferecer momentos de integração, recreação e aprofundamento da vivência dentro do carisma educativo-pastoral salesiano. Cerca de 1300 crianças e jovens participaram das atividades.
Publicado em Ação Social
Os salesianos padre Vicente Rigolon e padre Geraldo Magella Carvalho Chaves estão de volta ao Instituto São José, retomando a comunidade salesiana em Resende, RJ, após dois anos. Também vão para a escola dois jovens aspirantes que irão fazer uma experiência vocacional: Marcellus, de Belo Horizonte, MG, e Victor, do Rio de Janeiro, RJ, completando quatro pessoas, mínimo exigido pela Inspetoria São João Bosco para a formação de uma comunidade. Eles vêm com a missão de movimentar a pastoral da escola, com a força do carisma salesiano entre os jovens e a animação das missas na capela.   Padre Vicente deve chegar ainda nesta semana. Ele foi diretor do Instituto São José de 1987 a 1992 e estava dirigindo a Casa Inspetorial de Belo Horizonte. Ele confessa que mesmo antes de receber a notícia, havia comunicado à inspetoria o desejo de voltar. "Eu já tinha conversado com o meu superior sobre a vontade de retornar a Resende, mas achei que seria só no ano que vem. Estou muito feliz, as malas já estão prontas. É um lugar em que me sinto querido e acolhido”, disse padre Vicente, que destacou ainda a estrutura e a organização da escola, onde esteve em maio de 2012 para a novena de Nossa Senhora Auxiliadora e em outubro para comemorar o aniversário de 80 anos. Ele aproveitou para rever antigos amigos. Na ocasião, ficou hospedado na residência dos salesianos, sua nova casa a partir de agora. Padre Vicente está ansioso para conhecer os filhos dos ex-alunos que estudaram no colégio no período em que era o diretor, e já faz planos para 2013: “Nossa missão é reforçar o clima salesiano entre os jovens. Pais, alunos e educadores podem contar com a gente para qualquer assunto pastoral. Já tenho algumas ideias, mas vamos discutir tudo com a direção da escola nas reuniões de planejamento do início do ano".   Padre Geraldo Magella morou em Resende entre 1998 e 2003, quando fez parte da comunidade salesiana, marcando presença entre os alunos e ajudando no grupo de "Casais com Cristo" da Paróquia São Sebastião. No ano passado, também visitou o Instituto São José, onde celebrou uma missa como parte das comemorações pelos 25 anos de sacerdócio. Hoje com 72 anos, volta para servir aos jovens. "Como não ficar contente? Resende sempre me acolheu de braços abertos e o tempo em que fiquei no Instituto São José foi muito importante para mim. Retorno com alegria e estarei à disposição para o quer der e vier", afirmou o religioso. Padre Geraldo deve chegar à escola na segunda quinzena de janeiro e promete trazer os "joguinhos" que faziam a alegria dos estudantes nos intervalos das aulas. "Alguns a gente deixa pelo caminho, como presente para amigos, mas ainda tenho muitos, eles podem esperar que vão brincar bastante comigo".   Padre Nilson Farias, provincial da Inspetoria São João Bosco, explica que a decisão de retomar a comunidade salesiana em Resende amadureceu depois de perceber que era possível enviar dois religiosos para a obra. "Me pareceu ser desejo da direção e de toda a comunidade educativa uma presença salesiana mais fixa, já que para o padre Emidio era difícil acompanhar de perto por causa do trabalho no colégio de Riachuelo, no Rio de Janeiro. Quando vimos que o remanejamento do padre Vicente e do padre Geraldo era viável, providenciamos mais dois jovens para completar a comunidade e retomar essa presença salesiana em Resende", afirmou o inspetor, acreditando que o trabalho pastoral tem papel fundamental na formação dos alunos. "O serviço que eles vão desenvolver é, sem dúvida, muito significativo".   Para o diretor executivo do Instituto São José, professor Roberto Barbosa de Oliveira, o retorno da comunidade salesiana é um presente para pais, alunos e educadores. “É uma alegria e uma conquista expressiva. Apesar de todos nós procurarmos no dia a dia vivenciar a filosofia de São João Bosco, a presença de religiosos reforça e muito esse carisma e a espiritualidade salesiana", disse o diretor. Roberto destaca ainda a importância do trabalho pastoral. "A missão dos padres e dos aspirantes será essencial no nosso jeito de educar. Além disso, eles vão organizar e tomar a frente das missas na capela, o que vai nos dar mais tranquilidade e permitir uma comunhão ainda maior com a comunidade. Eu, particularmente, estou muito feliz e tenho certeza de que esse é o sentimento de todos por aqui. Estamos preparando tudo com muito carinho para a chegada deles, para que se sintam mais uma vez amados e acolhidos no Instituto São José", concluiu o diretor.   RSE Informa  
Publicado em Nacionais
Salesianos de Dom Bosco e Filhas de Maria Auxiliadora na França orientam juntos, há sete anos, uma semana de missão, indo a uma escola e vivendo com os jovens e adultos vários momentos de animação. Neste ano, a missão foi realizada em Wittenheim, Alsácia, sobre o tema: “Aprendamos a colorir as nossas vidas!”. A Associação dos Ex-alunos de Dom Bosco e os Salesianos Cooperadores também participaram das atividades.A orientação dada aos missionários antes de partirem foi a de ajudar os jovens a superarem as barreiras entre grupos e clãs. Para isso, foi preparado um grande campeonato que permitiu subdividir e misturar entre si todos os estudantes. Depois, por meio de várias atividades lúdicas, favoreceram-se o intercâmbio e a partilha. Os alunos de Wittenheim, cerca de 500, carregando com frequência situações de falência escolar, acolheram os missionários com grande curiosidade e entusiasmo sincero.
Publicado em Internacionais