Estão abertas até o próximo dia 30 de junho as inscrições para a 13ª edição do Prêmio Escola Voluntária. Organizado pela Rádio Bandeirantes e pela Fundação Itaú Social, a iniciativa tem o objetivo de incentivar, divulgar e premiar as instituições de ensino, públicas e privadas, responsáveis por projetos sociais que promovam o trabalho voluntário entre os seus alunos. O trabalho voluntário deve ser em prol de uma comunidade com a participação de alunos do 9º ano do Ensino Fundamental (ou 8ª série) e/ou em qualquer série do Ensino Médio. O intuito do prêmio é estimular escolas voluntárias, que têm consciência do seu papel na formação de cidadãos conscientes, a ensinar que cidadania e solidariedade começam na sala de aula.   Escolas de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina e o Distrito Federal já participam do prêmio e, nessa edição, o Espírito Santo e Pará passaram a fazer parte dos estados participantes.   As inscrições podem ser feitas pela internet pelo site www.escolavoluntaria.com.br. Serão distribuídos 45 mil reais entre os vencedores e um notebook ao educador destaque. O primeiro lugar receberá o prêmio de 20 mil reais; o segundo lugar 15 mil reais; e o terceiro receberá 10 mil reais. As escolas vencedoras deverão aplicar o prêmio nos projetos, de acordo com o item 7 - Premiação, do Regulamento.     Com informações da ANEC
Publicado em Nacionais
No próximo dia 18 de maio, pessoas e entidades de todo o Brasil estarão mobilizadas pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data marca a luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes no país e será celebrada pelo 13º ano.   Serão realizadas caminhadas, audiências públicas, debates, seminários, oficinas temáticas, campanhas e uma série de outras ações, para atentar a população sobre a importância do assunto.   O dia 18 de maio foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em 2000, por meio da Lei Federal nº 9970/00. Tal data foi escolhida, porque no dia 18 de maio de 1973, em Vitória, ES, uma menina de oito anos foi abusada e assassinada por jovens de classe média alta da cidade. Apesar da natureza hedionda do crime, ele prescreveu sem que os culpados fossem responsabilizados.    A proposta da data é mobilizar, sensibilizar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. É fundamental que as pessoas participem das atividades realizadas em suas cidades e também entrem nessa batalha.   A Inspetoria São João Bosco (ISJB) participa nesta quinta-feira, 16 de maio, às 13h30, de uma audiência pública, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, representada pela articuladora institucional e conselheira do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Miriam Santos. A sessão discutirá medidas de enfrentamento à exploração sexual no estado durante os grandes eventos que serão realizados em Minas, como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo.    Inspetoria São João Bosco   Leia também: Educandos do Parque Dom Bosco realizam pedágio de conscientização ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes
Publicado em Nacionais
O responsável pelas viagens internacionais do Papa, Alberto Gasbarri, confirmou nesta quarta-feira, 24 de abril, a visita do Santo Padre ao Santuário Nacional em Aparecida, SP. Gasbarri, acompanhado pelo núncio apostólico, dom Giovanni D’ Aniello, e outros representantes da comitiva responsável pela visita do Pontífice ao Brasil, estiveram reunidos no Santuário Nacional para acertar detalhes dos possíveis itinerários da passagem do Papa Francisco ao santuário mariano.   O arcebispo de Aparecida, cardeal Raymundo Damasceno Assis, afirmou que o Santo Padre irá a Aparecida, mas ainda não há confirmação da data e da programação: “Podemos confirmar que o Santo Padre virá a Aparecida. A divulgação oficial da visita do Santo Padre, tanto no Rio de Janeiro como em Aparecida, será feita em maio, quando teremos essa informação oficial”.   O programa oficial da viagem do Papa ao Brasil será divulgado no dia 7 de maio.   Vaticano
Publicado em Internacionais
No dia 17 de abril, o diretor do Núcleo de Estudos e Pesquisas das Populações Indígenas da Universidade Católica Dom Bosco (NEPPI/UCDB), padre George Lachnitt, recebeu um prêmio na Câmara Municipal de Campo Grande durante a realização de Sessão Solene em homenagem ao Dia do Índio, comemorado em 19 de abril.   O Prêmio Domingos Veríssimo Marcos foi instituído no âmbito da Casa de Leis por meio do Decreto Legislativo n° 949/06 para homenagear personalidades que têm como principal trabalho a luta pela defesa dos povos indígenas no município de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.   Padre George Lachnitt, nasceu na Alemanha, em uma região que atualmente pertence à Polônia. Veio para o Brasil em 1958 e foi ordenado padre em 1968. Em 1972 foi para o Mato Grosso trabalhar com os índios Xavante pela missão salesiana, onde ficou durante 14 anos. Aprendeu o idioma Xavante e trabalha, até hoje, com a produção e correção de diversas publicações na língua. Desde 1987 vive em Campo Grande, MS.   Sacerdote salesiano, padre Jorge também é membro do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Foi nos eventos do Cimi, na década de 80, que conheceu o indigenista Antônio Brand, pesquisador dos povos indígenas de Mato Grosso do Sul, principalmente os Kaiowá e Guarani, que desenvolveu vários projetos junto a esses povos e fundou o Núcleo de Estudos e Pesquisas das Populações Indígenas (NEPPI).   NEPPI/UCDB O NEPPI é um órgão de natureza executiva que tem por finalidade coordenar programas e projetos de pesquisa e extensão voltados para as sociedades indígenas, bem como participar das discussões e encaminhamentos pertinentes a outras questões relacionadas às populações indígenas de Mato Grosso do Sul. Foi criado por Antônio Brand em 1995, congregando atividades de pesquisa e extensão direcionadas às populações indígenas.   Leia Também: Matéria na Agência ANS destaca trabalho salesiano realizado nas Missões Indígenas Imprensa nacional: padre indígena celebra missa nas aldeias em língua Xavante em MT   Missão Salesiana de Mato Grosso
Publicado em Nacionais
Na quarta-feira, 17 de abril, o Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA) do Rio de Janeiro, RJ, recebeu a irmã Chiara Cazzuola, conselheira visitadora do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA). Vinda da Itália, irmã Chiara está realizando vistas canônicas em comunidades FMA do Brasil com o objetivo de consolidar o vínculo da caridade, fortalecer a fidelidade às constituições do Instituto e favorecer o desenvolvimento das obras no espírito de Dom Bosco e de Madre Mazzarello. No INSA, irmã Chiara se reuniu e conversou com alunos e educadores.   Irmã Chiara Cazzuola Irmã Chiara nasceu em Campiglia Marittima, Livorno, Itália, em 1955. Pediu para fazer parte do Instituto das FMA e entrou na inspetoria toscana Santo Espírito. Viveu os primeiros anos da sua formação em Roma, e ali, no dia 5 de agosto de 1975, fez a primeira profissão. Foi animadora de comunidade e depois conselheira inspetorial. Com a unificação das três inspetorias (Emiliana, Ligúria e Toscana), inseriu-se no Conselho Inspetorial com a tarefa de conselheira da formação e ofereceu uma eficaz contribuição ao instituto privilegiando caminhos de comunhão e de espiritualidade. Em 2007, irmã Chiara foi nomeada inspetora da Inspetoria Nossa Senhora do Cenáculo, com sede em La Spezia, Itália. Em 2008, o Conselho Geral das FMA a elegeu conselheira visitadora.   RSE Informa   Notícia relacionada Irmã conselheira visita escola de Rio do Sul  
Publicado em Nacionais
O Sistema Salesiano de Comunicação Social (SSCS) iniciou, neste primeiro semestre, o primeiro encontro de animação e formação com as unidades educacionais. O evento ocorreu nos regionais Litorânea I e II, Planalto e Centro e contou com a presença dos profissionais de comunicação, gestores executivos das unidades educacionais e salesianos.   O objetivo deste projeto é possibilitar um apoio e assessoramento das unidades educacionais da Inspetoria São João Bosco (ISJB) para os assuntos de comunicação. Entre as atividades, constava na pauta um debate sobre a profissionalização das atividades de comunicação e marketing dos colégios, assim como o planejamento estratégico desta atividade e também a mensuração de resultados para a excelência da unidade. Durante os trabalhos, as equipes de comunicação tiveram a oportunidade de apresentar os trabalhos realizados, os projetos a serem desenvolvidos  e as perspectivas de futuro para a área de comunicação e para a unidade educacional.   Segundo o delegado do SSCS, irmão Cledson Rodrigues, “a comunicação, sob a perspectiva de uma atividade estratégica e essencial para toda e qualquer organização, precisa ser concebida sob o prisma profissional e alinhada com a missão e objetivos salesianos”.     O próximo encontro está marcado para o segundo semestre deste ano com o objetivo de fortalecer o planejamento de comunicação das unidades e discutir ferramentas e percepções da mensuração de resultados.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Nacionais
Representantes das cidades de Americana, Piracicaba, Sorocaba, Santa Bárbara e São Paulo participaram, no dia 24 de novembro, do Encontro Inspetorial Afro-Brasileiro, realizado pela Pastoral Juvenil Salesiana da Inspetoria de Nossa Senhora Auxiliadora com o apoio do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), no Instituto Teológico Pio XI, na capital.   Com o tema “Educar para a igualdade: ensino das relações étnico-raciais, história e cultura afro-brasileira e africana”, o encontro levantou questões e aprimorou discussões sobre a “presença negra na sociedade brasileira – diálogos e confrontos”.   O encontro teve como âncoras, Sandra Regina do Nascimento dos Santos e Rosangela Malachias, ambas jornalistas com doutorado em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP) e mestrado em Integração da América Latina pelo PROLAM-USP. Elas trabalharam os temas “África ancestral e mística” e “A trajetória do negro no Brasil”, respectivamente.   Os participantes realizaram dinâmicas e trabalhos de grupos, onde discutiram sobre textos com diferentes contextos e temáticas, como estereótipo e etnia, gênero e intolerância religiosa, eurocentrismo e contra enganadores no contexto histórico, preconceito e etnocentrismo, entre outros.   Inspetoria Salesiana de São Paulo    
Publicado em Nacionais
  A extraordinária “comunidade narrativa” que é a Família Salesiana nasce de um sonho que tem o sabor evangélico de Marcos 9,36-37: “Jesus pegou uma criança, colocou-a no meio deles e, abraçando-a, disse: ‘Quem acolher em meu nome uma destas crianças, estará acolhendo a mim mesmo. E quem me acolher, estará acolhendo, não a mim, mas Àquele que me enviou’”.   Os jovens não são apenas “destinatários”, mas elemento dinâmico essencial para a Família Salesiana. A história salesiana demonstra que o trabalho entre os jovens pobres e abandonados, destinatários privilegiados, atrai as bênçãos de Deus, é fonte de fecundidade carismática e religiosa, de fecundidade vocacional, de regeneração da fraternidade nas comunidades, é o segredo do frescor e do sucesso das obras.  
Publicado em Reitor-mor
O X Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (X ENARSE), realizado em Brasília nos dias 28 a 30 de março, reuniu cerca de 200 representantes de escolas da RSE, provenientes de todo o país sob o tema: “Dez anos de trabalho em rede: cooperação e desenvolvimento”.  
Publicado em Educação
Página 2 de 2
Estão abertas até o próximo dia 30 de junho as inscrições para a 13ª edição do Prêmio Escola Voluntária. Organizado pela Rádio Bandeirantes e pela Fundação Itaú Social, a iniciativa tem o objetivo de incentivar, divulgar e premiar as instituições de ensino, públicas e privadas, responsáveis por projetos sociais que promovam o trabalho voluntário entre os seus alunos. O trabalho voluntário deve ser em prol de uma comunidade com a participação de alunos do 9º ano do Ensino Fundamental (ou 8ª série) e/ou em qualquer série do Ensino Médio. O intuito do prêmio é estimular escolas voluntárias, que têm consciência do seu papel na formação de cidadãos conscientes, a ensinar que cidadania e solidariedade começam na sala de aula.   Escolas de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina e o Distrito Federal já participam do prêmio e, nessa edição, o Espírito Santo e Pará passaram a fazer parte dos estados participantes.   As inscrições podem ser feitas pela internet pelo site www.escolavoluntaria.com.br. Serão distribuídos 45 mil reais entre os vencedores e um notebook ao educador destaque. O primeiro lugar receberá o prêmio de 20 mil reais; o segundo lugar 15 mil reais; e o terceiro receberá 10 mil reais. As escolas vencedoras deverão aplicar o prêmio nos projetos, de acordo com o item 7 - Premiação, do Regulamento.     Com informações da ANEC
Publicado em Nacionais
No próximo dia 18 de maio, pessoas e entidades de todo o Brasil estarão mobilizadas pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data marca a luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes no país e será celebrada pelo 13º ano.   Serão realizadas caminhadas, audiências públicas, debates, seminários, oficinas temáticas, campanhas e uma série de outras ações, para atentar a população sobre a importância do assunto.   O dia 18 de maio foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em 2000, por meio da Lei Federal nº 9970/00. Tal data foi escolhida, porque no dia 18 de maio de 1973, em Vitória, ES, uma menina de oito anos foi abusada e assassinada por jovens de classe média alta da cidade. Apesar da natureza hedionda do crime, ele prescreveu sem que os culpados fossem responsabilizados.    A proposta da data é mobilizar, sensibilizar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. É fundamental que as pessoas participem das atividades realizadas em suas cidades e também entrem nessa batalha.   A Inspetoria São João Bosco (ISJB) participa nesta quinta-feira, 16 de maio, às 13h30, de uma audiência pública, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, representada pela articuladora institucional e conselheira do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Miriam Santos. A sessão discutirá medidas de enfrentamento à exploração sexual no estado durante os grandes eventos que serão realizados em Minas, como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo.    Inspetoria São João Bosco   Leia também: Educandos do Parque Dom Bosco realizam pedágio de conscientização ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes
Publicado em Nacionais
O responsável pelas viagens internacionais do Papa, Alberto Gasbarri, confirmou nesta quarta-feira, 24 de abril, a visita do Santo Padre ao Santuário Nacional em Aparecida, SP. Gasbarri, acompanhado pelo núncio apostólico, dom Giovanni D’ Aniello, e outros representantes da comitiva responsável pela visita do Pontífice ao Brasil, estiveram reunidos no Santuário Nacional para acertar detalhes dos possíveis itinerários da passagem do Papa Francisco ao santuário mariano.   O arcebispo de Aparecida, cardeal Raymundo Damasceno Assis, afirmou que o Santo Padre irá a Aparecida, mas ainda não há confirmação da data e da programação: “Podemos confirmar que o Santo Padre virá a Aparecida. A divulgação oficial da visita do Santo Padre, tanto no Rio de Janeiro como em Aparecida, será feita em maio, quando teremos essa informação oficial”.   O programa oficial da viagem do Papa ao Brasil será divulgado no dia 7 de maio.   Vaticano
Publicado em Internacionais
No dia 17 de abril, o diretor do Núcleo de Estudos e Pesquisas das Populações Indígenas da Universidade Católica Dom Bosco (NEPPI/UCDB), padre George Lachnitt, recebeu um prêmio na Câmara Municipal de Campo Grande durante a realização de Sessão Solene em homenagem ao Dia do Índio, comemorado em 19 de abril.   O Prêmio Domingos Veríssimo Marcos foi instituído no âmbito da Casa de Leis por meio do Decreto Legislativo n° 949/06 para homenagear personalidades que têm como principal trabalho a luta pela defesa dos povos indígenas no município de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.   Padre George Lachnitt, nasceu na Alemanha, em uma região que atualmente pertence à Polônia. Veio para o Brasil em 1958 e foi ordenado padre em 1968. Em 1972 foi para o Mato Grosso trabalhar com os índios Xavante pela missão salesiana, onde ficou durante 14 anos. Aprendeu o idioma Xavante e trabalha, até hoje, com a produção e correção de diversas publicações na língua. Desde 1987 vive em Campo Grande, MS.   Sacerdote salesiano, padre Jorge também é membro do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), vinculado à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Foi nos eventos do Cimi, na década de 80, que conheceu o indigenista Antônio Brand, pesquisador dos povos indígenas de Mato Grosso do Sul, principalmente os Kaiowá e Guarani, que desenvolveu vários projetos junto a esses povos e fundou o Núcleo de Estudos e Pesquisas das Populações Indígenas (NEPPI).   NEPPI/UCDB O NEPPI é um órgão de natureza executiva que tem por finalidade coordenar programas e projetos de pesquisa e extensão voltados para as sociedades indígenas, bem como participar das discussões e encaminhamentos pertinentes a outras questões relacionadas às populações indígenas de Mato Grosso do Sul. Foi criado por Antônio Brand em 1995, congregando atividades de pesquisa e extensão direcionadas às populações indígenas.   Leia Também: Matéria na Agência ANS destaca trabalho salesiano realizado nas Missões Indígenas Imprensa nacional: padre indígena celebra missa nas aldeias em língua Xavante em MT   Missão Salesiana de Mato Grosso
Publicado em Nacionais
Na quarta-feira, 17 de abril, o Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA) do Rio de Janeiro, RJ, recebeu a irmã Chiara Cazzuola, conselheira visitadora do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA). Vinda da Itália, irmã Chiara está realizando vistas canônicas em comunidades FMA do Brasil com o objetivo de consolidar o vínculo da caridade, fortalecer a fidelidade às constituições do Instituto e favorecer o desenvolvimento das obras no espírito de Dom Bosco e de Madre Mazzarello. No INSA, irmã Chiara se reuniu e conversou com alunos e educadores.   Irmã Chiara Cazzuola Irmã Chiara nasceu em Campiglia Marittima, Livorno, Itália, em 1955. Pediu para fazer parte do Instituto das FMA e entrou na inspetoria toscana Santo Espírito. Viveu os primeiros anos da sua formação em Roma, e ali, no dia 5 de agosto de 1975, fez a primeira profissão. Foi animadora de comunidade e depois conselheira inspetorial. Com a unificação das três inspetorias (Emiliana, Ligúria e Toscana), inseriu-se no Conselho Inspetorial com a tarefa de conselheira da formação e ofereceu uma eficaz contribuição ao instituto privilegiando caminhos de comunhão e de espiritualidade. Em 2007, irmã Chiara foi nomeada inspetora da Inspetoria Nossa Senhora do Cenáculo, com sede em La Spezia, Itália. Em 2008, o Conselho Geral das FMA a elegeu conselheira visitadora.   RSE Informa   Notícia relacionada Irmã conselheira visita escola de Rio do Sul  
Publicado em Nacionais
O Sistema Salesiano de Comunicação Social (SSCS) iniciou, neste primeiro semestre, o primeiro encontro de animação e formação com as unidades educacionais. O evento ocorreu nos regionais Litorânea I e II, Planalto e Centro e contou com a presença dos profissionais de comunicação, gestores executivos das unidades educacionais e salesianos.   O objetivo deste projeto é possibilitar um apoio e assessoramento das unidades educacionais da Inspetoria São João Bosco (ISJB) para os assuntos de comunicação. Entre as atividades, constava na pauta um debate sobre a profissionalização das atividades de comunicação e marketing dos colégios, assim como o planejamento estratégico desta atividade e também a mensuração de resultados para a excelência da unidade. Durante os trabalhos, as equipes de comunicação tiveram a oportunidade de apresentar os trabalhos realizados, os projetos a serem desenvolvidos  e as perspectivas de futuro para a área de comunicação e para a unidade educacional.   Segundo o delegado do SSCS, irmão Cledson Rodrigues, “a comunicação, sob a perspectiva de uma atividade estratégica e essencial para toda e qualquer organização, precisa ser concebida sob o prisma profissional e alinhada com a missão e objetivos salesianos”.     O próximo encontro está marcado para o segundo semestre deste ano com o objetivo de fortalecer o planejamento de comunicação das unidades e discutir ferramentas e percepções da mensuração de resultados.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Nacionais
Representantes das cidades de Americana, Piracicaba, Sorocaba, Santa Bárbara e São Paulo participaram, no dia 24 de novembro, do Encontro Inspetorial Afro-Brasileiro, realizado pela Pastoral Juvenil Salesiana da Inspetoria de Nossa Senhora Auxiliadora com o apoio do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), no Instituto Teológico Pio XI, na capital.   Com o tema “Educar para a igualdade: ensino das relações étnico-raciais, história e cultura afro-brasileira e africana”, o encontro levantou questões e aprimorou discussões sobre a “presença negra na sociedade brasileira – diálogos e confrontos”.   O encontro teve como âncoras, Sandra Regina do Nascimento dos Santos e Rosangela Malachias, ambas jornalistas com doutorado em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP) e mestrado em Integração da América Latina pelo PROLAM-USP. Elas trabalharam os temas “África ancestral e mística” e “A trajetória do negro no Brasil”, respectivamente.   Os participantes realizaram dinâmicas e trabalhos de grupos, onde discutiram sobre textos com diferentes contextos e temáticas, como estereótipo e etnia, gênero e intolerância religiosa, eurocentrismo e contra enganadores no contexto histórico, preconceito e etnocentrismo, entre outros.   Inspetoria Salesiana de São Paulo    
Publicado em Nacionais
  A extraordinária “comunidade narrativa” que é a Família Salesiana nasce de um sonho que tem o sabor evangélico de Marcos 9,36-37: “Jesus pegou uma criança, colocou-a no meio deles e, abraçando-a, disse: ‘Quem acolher em meu nome uma destas crianças, estará acolhendo a mim mesmo. E quem me acolher, estará acolhendo, não a mim, mas Àquele que me enviou’”.   Os jovens não são apenas “destinatários”, mas elemento dinâmico essencial para a Família Salesiana. A história salesiana demonstra que o trabalho entre os jovens pobres e abandonados, destinatários privilegiados, atrai as bênçãos de Deus, é fonte de fecundidade carismática e religiosa, de fecundidade vocacional, de regeneração da fraternidade nas comunidades, é o segredo do frescor e do sucesso das obras.  
Publicado em Reitor-mor
O X Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (X ENARSE), realizado em Brasília nos dias 28 a 30 de março, reuniu cerca de 200 representantes de escolas da RSE, provenientes de todo o país sob o tema: “Dez anos de trabalho em rede: cooperação e desenvolvimento”.  
Publicado em Educação
Página 2 de 2