A escola também ficou em 11º lugar entre as escolas privadas do Rio Grande do Sul.  
Published in Educação
Neste ano de comemoração, a escola traz como lema ‘Educação que Transforma’, ilustrado pelo selo dos 60 anos, que representa o elo aluno-comunidade escolar.
Published in Educação
Para a celebração, a instituição criou e passa a utilizar uma logomarca comemorativa em alusão ao aniversário das unidades de ensino.
Published in Nacionais
O Colégio Dom Bosco e o Centro Educacional Maria Auxiliadora (CEMA), duas escolas tradicionais de Brasília, DF, anunciaram, na quinta-feira, 3 de outubro, a criação da nova Escola Salesiana.
Published in Nacionais
Líderes das cinco procuradorias internacionais da Congregação Salesiana reuniram-se, entre os dias 7 e 9 de junho, na Casa Geral, em Roma, para a reunião anual dos chefes das grandes procuradorias. O encontro teve entre seus objetivos, refletir sobre os trabalhos desenvolvidos pelas procuradorias, de acordo com a programação estipulada pelo reitor-mor, padre Pascual Chávez, para os anos de 2008 e 2014.   O  reitor-mor iniciou a sua participação no encontro agradecendo aos chefes das procuradorias pelo trabalho realizado nos últimos seis anos e destacando o papel destas, como um meio, não apenas para angariar fundos, mas também para contribuir com a evangelização, em um mundo em que muitas vezes se aplica à cultura do lucro, negligenciando as necessidades dos mais pobres.   Ao longo do encontro, os participantes discutiram sobre a adoção de possíveis estratégias que podem melhorar a captação e distribuição de fundos para as missões e sobre a necessidade de criar novos métodos de comunicação com a sociedade e com os doadores, não só por meio das redes sociais, mas também por dinâmicas "P2P" - pessoas para as pessoas.   Na reunião também foi apontada a adoção de alguns processos e estratégias que podem fortalecer a solidariedade missionária, entre essas: motivar os salesianos a abrir novos escritórios da Missão em todas as inspetorias, mesmo nos países mais pobres da África, Ásia e América e investir na visibilidade da congregação e de seu trabalho para os jovens.   O encontro foi coordenado pelo padre Václav Klement, conselheiro para as Missões Salesianas, e pelo tesoureiro geral, Jean Paul Muller.   Clique aqui para ler a notícia na íntegra
Published in Internacionais
  A festa de Nossa Senhora Auxiliadora foi celebrada com alegria e fé em todas as escolas, paróquias e obras salesianas do Brasil na sexta-feira, 24 de maio. A data foi festejada em várias partes do país, demonstrando a devoção dos vários grupos da Família Salesiana a Virgem Auxiliadora, também conhecida como Virgem de Dom Bosco.   Na Paróquia Santa Teresinha, em São Paulo, a festa de Nossa Senhora Auxiliadora teve início com a tradicional queima das cartinhas de pedidos de intercessão à Nossa Senhora, seguida da procissão ao redor da praça, localizada perto da paróquia. Após o retono à igreja, foi iniciada a celebração eucarística solene festiva, presidida pelo pároco padre Camilo Silva, SDB, e realizada a coroação da imagem de Auxiliadora. Em sua homília, padre Camilo falou sobre as intenções de Dom Bosco para com seus jovens e contou os fatos que precederam a construção da Basílica de Maria Auxiliadora de Turim, na Itália.    No Centro da Criança e do Adolescente São José, pertencente à Obra Social Dom Bosco de Itaquera, em São Paulo, o dia de Nossa Senhora foi celebrado pelos alunos com orações nos períodos matutino e vespertino, junto com a tradicional queima das cartinhas a Nossa Senhora.   Em Viamão, Rio Grande do Sul, a festa de Nossa Senhora Auxiliadora foi comemorada antecipadamente pelos educadores e alunos da obra social salesiana Novo Lar. A celebração ocorreu no dia 21 de maio, com a missa em homenagem a Nossa Senhora e com a coroação a Santa. A missa, presidida pelo diretor da Obra Social, foi animada pelos grupos da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) e integrantes dos cursos e oficinas do Novo Lar. Na sexta-feira, 24 de maio, os educadores do Novo Lar se uniram novamente para celebrar o dia de Nossa Senhora Auxiliadora, em uma missa em homenagem à Santa.   No Pará, região Norte do país, os alunos e educadores do Colégio Nossa Senhora do Carmo de Ananindeua, celebraram com a participação em uma bonita procissão, acompanhados pela imagem de Nossa Senhora e com a animação do coral de vozes do Colégio do Carmo. Após a procissão, foi realizada uma celebração eucarística, presidida pelos padres Francisco Sadeck , Gilson, Luciano e Tiago. Após a benção, foi realizada  a coroação a Nossa Senhora Auxiliadora.   No Instituto Nossa Senhora da Glória – INSG/Castelo, em Macaé, Rio de Janeiro, a história de Dom Bosco, Madre Mazzarelo, a vinda das irmãs Salesianas para o Brasil e os 50 anos do colégio foram revividos na tradicional Festa de Nossa Auxiliadora, realizada anualmente no dia 24 de maio. Neste ano, a festa contou com uma estrutura exclusivamente montada para o evento, onde foi realizado um musical que mostrou ao público as raízes do Carisma Salesiano, que é cuidar para que os alunos sejam pessoas alegres, honestas e comprometidas em transformar o mundo em um lugar melhor.   A festa emocionou o público presente, sobretudo na coroação de Maria. Outro momento marcante foi a apresentação do coral, quando os estudantes entoaram cânticos de louvor a Nossa Senhora. Para o serralheiro aposentado José Virgílio, o espetáculo vai ficar na memória. “É a primeira vez que assisto. Vim por causa do meu neto que veio se apresentar, mas não imaginava que era tão bonito e comovente”, relatou o avô.   Paróquia Santa Teresinha, Inspetoria Salesiana de São Paulo, Inspetoria Salesiana São Pio X, INSG/Castelo, Inspetoria Salesiana do Amazonas
Published in Nacionais
    E aí, nós não vamos fazer nada? “Deixemo-nos guiar pelo amor que Deus tem pela vida.”   A Inspetoria São João Bosco (ISJB) é uma instituição da Congregação Salesiana, fundada por São João Bosco (Dom Bosco), e que tem como missão a educação e evangelização dos jovens, principalmente os mais empobrecidos.   Norteada pelo princípio básico do valor à vida, a Inspetoria sempre esteve presente na defesa dos direitos da criança e do adolescente. Por isso lutou pela inclusão do art. 227 na Constituição Federal de 1988, pela instituição do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e pela implantação e desenvolvimento dos Conselhos de Direitos. Os salesianos permanecem engajados para que a criança e o adolescente sejam prioridade absoluta no orçamento público. Também defendem e participam de ações em parceria com o Estado na execução das medidas socioeducativas aplicadas ao adolescente em conflito com a lei.   Como entidade cristã, a Inspetoria defende o valor de cada vida humana, assumindo a responsabilidade de cuidar, amar e desenvolver todas as potencialidades, especialmente, as potencialidades da juventude. É guiada por esse princípio que a ISJB sempre se pautou pelo respeito e pela aplicação das regras estabelecidas no ECA e em outras legislações vigentes, como a Lei Orgânica da Assistência Social e suas normas operativas. Isso porque entende ser a infância e a adolescência a oportunidade primordial de crescimento e desenvolvimento da pessoa.   Cada vida humana é preciosa e digna de respeito. Não só a vida dos que têm poder aquisitivo é preciosa, mas também a vida dos pobres e dos abandonados.   Os recentes fatos violentos que ainda comovem a sociedade brasileira mobilizam a opinião pública na busca de justiça e de paz. Retoma-se, então, a proposta da redução da idade penal como solução para violência e impunidade que imperam no Brasil.   A Inspetoria São João Bosco é veementemente contrária à redução da idade penal por compreender que essa medida reducionista não garante a diminuição da violência e consequentemente a valorização da vida humana.   A nossa experiência de atuação junto ao adolescente autor de ato infracional nos possibilita apontar algumas reflexões a partir de fatos concretos:   “Quando criança, ele foi abusado sexualmente e sofreu muita violência doméstica. Quando entrou na adolescência, abusou de uma criança de quatro anos. Quando a população tomou conhecimento, foi linchado e preso, recebendo medida socioeducativa de internação...”   Essa história é verídica e retrata o quanto a infância é desprotegida e violentada no Brasil, mas essa agressão não é divulgada na mídia, cai em um lugar comum que faz parte de um cenário de pobreza, desigualdade e exclusão social.   Diante dessa realidade, não podemos ficar indiferentes. A complexidade da questão do adolescente infrator exige uma análise diferenciada e uma articulação mais ampla entre os diferentes campos do saber. É necessário investimento nas políticas de educação, saúde, lazer, esporte, cultura, convivência familiar e comunitária e profissionalização, e que o Poder Público e a sociedade cumpram o Estatuto da Criança e do Adolescente.   Por fim, é muito mais necessário e urgente defender o valor inviolável e sagrado de toda vida humana, promovendo entre nós e nos jovens uma atitude positiva em relação ela.   Belo Horizonte, abril de 2013. Padre Nilson Faria dos Santos Inspetor   Inspetoria São João Bosco
Published in Juventude
A Comissão Inspetorial de Animação Missionária (CIAM) e Voluntariado da Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia (ISMA), animados pelo delegado inspetorial, padre Reginaldo Cordeiro, se reuniram nesta terça-feira, 02 de abril, no Colégio Dom Bosco - Leste, em Manaus, AM, para iniciar as atividades  relacionadas ao ano de 2013. A finalidade deste primeiro encontro foi conhecer a equipe que compõe a comissão e ter contato com as orientações do Plano Orgânico Inspetorial.   Como ponto de partida, foram apresentados e comentados os elementos do Plano de Ação em vista de um aprofundamento nas próximas reuniões da equipe. Foram refletidas também as possíveis estratégias para animar a missionariedade na inspetoria, dando continuidade aos trabalhos de animação nas comunidades educativas pastorais, visando refletir os fundamentos da Missão no Documento de Aparecida e nos documentos da Congregação Salesiana.   Ainda no encontro, foram lembrados os projetos inspetoriais  “VIVA”, Voluntariado Inspetorial pela Vida na Amazônia, e  “Projeto Rio Negro”.  Além disso, foi dada ênfase ao valor da participação dos salesianos missionários no CIMI (Conselho Indigenista Missionário),  COMIRE (Conselho Missionário Regional) e outros organismos.   A comissão é formada pelos padres Reginaldo Cordeiro, João Sucarrats, Justino, José Francisco, José Reginaldo; Tirocinante Dernival; Pós-noviço Wellington Abreu; e pelas leigas Taiane Amanda e Francilma Grana, ambas animadoras de pastoral dos colégios de Manaus.   Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia
Published in Nacionais
A banda de rock composta pelos alunos Arthur Nivaldo Manfredi, Bernardo Francalacci, Lucas Marafon e Wilson Primon Filho, estudantes do Colégio Auxiliadora, em Campos Novos, SC, destacou-se no Festival Interescolar de Música promovido pela Casa de Cultura da cidade no dia 17 de outubro. Disputando com jovens de diversas escolas da região, os alunos da RSE conseguiram o 2º lugar, com a apresentação da música Enter Sandman, do Metallica. Os shows foram realizados no Colégio Estadual Paulo Blasi. “O festival foi um momento importante de integração entre as escolas, apresentação dos talentos e possibilidade de mostrar um pouco do que os jovens sabem e gostam de fazer”, destaca a irmã salesiana Marcia Koffermann, coordenadora de pastoral do Colégio Auxiliadora.    RSE Informa    
Published in Nacionais
A escola também ficou em 11º lugar entre as escolas privadas do Rio Grande do Sul.  
Published in Educação
Neste ano de comemoração, a escola traz como lema ‘Educação que Transforma’, ilustrado pelo selo dos 60 anos, que representa o elo aluno-comunidade escolar.
Published in Educação
Para a celebração, a instituição criou e passa a utilizar uma logomarca comemorativa em alusão ao aniversário das unidades de ensino.
Published in Nacionais
O Colégio Dom Bosco e o Centro Educacional Maria Auxiliadora (CEMA), duas escolas tradicionais de Brasília, DF, anunciaram, na quinta-feira, 3 de outubro, a criação da nova Escola Salesiana.
Published in Nacionais
Líderes das cinco procuradorias internacionais da Congregação Salesiana reuniram-se, entre os dias 7 e 9 de junho, na Casa Geral, em Roma, para a reunião anual dos chefes das grandes procuradorias. O encontro teve entre seus objetivos, refletir sobre os trabalhos desenvolvidos pelas procuradorias, de acordo com a programação estipulada pelo reitor-mor, padre Pascual Chávez, para os anos de 2008 e 2014.   O  reitor-mor iniciou a sua participação no encontro agradecendo aos chefes das procuradorias pelo trabalho realizado nos últimos seis anos e destacando o papel destas, como um meio, não apenas para angariar fundos, mas também para contribuir com a evangelização, em um mundo em que muitas vezes se aplica à cultura do lucro, negligenciando as necessidades dos mais pobres.   Ao longo do encontro, os participantes discutiram sobre a adoção de possíveis estratégias que podem melhorar a captação e distribuição de fundos para as missões e sobre a necessidade de criar novos métodos de comunicação com a sociedade e com os doadores, não só por meio das redes sociais, mas também por dinâmicas "P2P" - pessoas para as pessoas.   Na reunião também foi apontada a adoção de alguns processos e estratégias que podem fortalecer a solidariedade missionária, entre essas: motivar os salesianos a abrir novos escritórios da Missão em todas as inspetorias, mesmo nos países mais pobres da África, Ásia e América e investir na visibilidade da congregação e de seu trabalho para os jovens.   O encontro foi coordenado pelo padre Václav Klement, conselheiro para as Missões Salesianas, e pelo tesoureiro geral, Jean Paul Muller.   Clique aqui para ler a notícia na íntegra
Published in Internacionais
  A festa de Nossa Senhora Auxiliadora foi celebrada com alegria e fé em todas as escolas, paróquias e obras salesianas do Brasil na sexta-feira, 24 de maio. A data foi festejada em várias partes do país, demonstrando a devoção dos vários grupos da Família Salesiana a Virgem Auxiliadora, também conhecida como Virgem de Dom Bosco.   Na Paróquia Santa Teresinha, em São Paulo, a festa de Nossa Senhora Auxiliadora teve início com a tradicional queima das cartinhas de pedidos de intercessão à Nossa Senhora, seguida da procissão ao redor da praça, localizada perto da paróquia. Após o retono à igreja, foi iniciada a celebração eucarística solene festiva, presidida pelo pároco padre Camilo Silva, SDB, e realizada a coroação da imagem de Auxiliadora. Em sua homília, padre Camilo falou sobre as intenções de Dom Bosco para com seus jovens e contou os fatos que precederam a construção da Basílica de Maria Auxiliadora de Turim, na Itália.    No Centro da Criança e do Adolescente São José, pertencente à Obra Social Dom Bosco de Itaquera, em São Paulo, o dia de Nossa Senhora foi celebrado pelos alunos com orações nos períodos matutino e vespertino, junto com a tradicional queima das cartinhas a Nossa Senhora.   Em Viamão, Rio Grande do Sul, a festa de Nossa Senhora Auxiliadora foi comemorada antecipadamente pelos educadores e alunos da obra social salesiana Novo Lar. A celebração ocorreu no dia 21 de maio, com a missa em homenagem a Nossa Senhora e com a coroação a Santa. A missa, presidida pelo diretor da Obra Social, foi animada pelos grupos da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) e integrantes dos cursos e oficinas do Novo Lar. Na sexta-feira, 24 de maio, os educadores do Novo Lar se uniram novamente para celebrar o dia de Nossa Senhora Auxiliadora, em uma missa em homenagem à Santa.   No Pará, região Norte do país, os alunos e educadores do Colégio Nossa Senhora do Carmo de Ananindeua, celebraram com a participação em uma bonita procissão, acompanhados pela imagem de Nossa Senhora e com a animação do coral de vozes do Colégio do Carmo. Após a procissão, foi realizada uma celebração eucarística, presidida pelos padres Francisco Sadeck , Gilson, Luciano e Tiago. Após a benção, foi realizada  a coroação a Nossa Senhora Auxiliadora.   No Instituto Nossa Senhora da Glória – INSG/Castelo, em Macaé, Rio de Janeiro, a história de Dom Bosco, Madre Mazzarelo, a vinda das irmãs Salesianas para o Brasil e os 50 anos do colégio foram revividos na tradicional Festa de Nossa Auxiliadora, realizada anualmente no dia 24 de maio. Neste ano, a festa contou com uma estrutura exclusivamente montada para o evento, onde foi realizado um musical que mostrou ao público as raízes do Carisma Salesiano, que é cuidar para que os alunos sejam pessoas alegres, honestas e comprometidas em transformar o mundo em um lugar melhor.   A festa emocionou o público presente, sobretudo na coroação de Maria. Outro momento marcante foi a apresentação do coral, quando os estudantes entoaram cânticos de louvor a Nossa Senhora. Para o serralheiro aposentado José Virgílio, o espetáculo vai ficar na memória. “É a primeira vez que assisto. Vim por causa do meu neto que veio se apresentar, mas não imaginava que era tão bonito e comovente”, relatou o avô.   Paróquia Santa Teresinha, Inspetoria Salesiana de São Paulo, Inspetoria Salesiana São Pio X, INSG/Castelo, Inspetoria Salesiana do Amazonas
Published in Nacionais
    E aí, nós não vamos fazer nada? “Deixemo-nos guiar pelo amor que Deus tem pela vida.”   A Inspetoria São João Bosco (ISJB) é uma instituição da Congregação Salesiana, fundada por São João Bosco (Dom Bosco), e que tem como missão a educação e evangelização dos jovens, principalmente os mais empobrecidos.   Norteada pelo princípio básico do valor à vida, a Inspetoria sempre esteve presente na defesa dos direitos da criança e do adolescente. Por isso lutou pela inclusão do art. 227 na Constituição Federal de 1988, pela instituição do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e pela implantação e desenvolvimento dos Conselhos de Direitos. Os salesianos permanecem engajados para que a criança e o adolescente sejam prioridade absoluta no orçamento público. Também defendem e participam de ações em parceria com o Estado na execução das medidas socioeducativas aplicadas ao adolescente em conflito com a lei.   Como entidade cristã, a Inspetoria defende o valor de cada vida humana, assumindo a responsabilidade de cuidar, amar e desenvolver todas as potencialidades, especialmente, as potencialidades da juventude. É guiada por esse princípio que a ISJB sempre se pautou pelo respeito e pela aplicação das regras estabelecidas no ECA e em outras legislações vigentes, como a Lei Orgânica da Assistência Social e suas normas operativas. Isso porque entende ser a infância e a adolescência a oportunidade primordial de crescimento e desenvolvimento da pessoa.   Cada vida humana é preciosa e digna de respeito. Não só a vida dos que têm poder aquisitivo é preciosa, mas também a vida dos pobres e dos abandonados.   Os recentes fatos violentos que ainda comovem a sociedade brasileira mobilizam a opinião pública na busca de justiça e de paz. Retoma-se, então, a proposta da redução da idade penal como solução para violência e impunidade que imperam no Brasil.   A Inspetoria São João Bosco é veementemente contrária à redução da idade penal por compreender que essa medida reducionista não garante a diminuição da violência e consequentemente a valorização da vida humana.   A nossa experiência de atuação junto ao adolescente autor de ato infracional nos possibilita apontar algumas reflexões a partir de fatos concretos:   “Quando criança, ele foi abusado sexualmente e sofreu muita violência doméstica. Quando entrou na adolescência, abusou de uma criança de quatro anos. Quando a população tomou conhecimento, foi linchado e preso, recebendo medida socioeducativa de internação...”   Essa história é verídica e retrata o quanto a infância é desprotegida e violentada no Brasil, mas essa agressão não é divulgada na mídia, cai em um lugar comum que faz parte de um cenário de pobreza, desigualdade e exclusão social.   Diante dessa realidade, não podemos ficar indiferentes. A complexidade da questão do adolescente infrator exige uma análise diferenciada e uma articulação mais ampla entre os diferentes campos do saber. É necessário investimento nas políticas de educação, saúde, lazer, esporte, cultura, convivência familiar e comunitária e profissionalização, e que o Poder Público e a sociedade cumpram o Estatuto da Criança e do Adolescente.   Por fim, é muito mais necessário e urgente defender o valor inviolável e sagrado de toda vida humana, promovendo entre nós e nos jovens uma atitude positiva em relação ela.   Belo Horizonte, abril de 2013. Padre Nilson Faria dos Santos Inspetor   Inspetoria São João Bosco
Published in Juventude
A Comissão Inspetorial de Animação Missionária (CIAM) e Voluntariado da Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia (ISMA), animados pelo delegado inspetorial, padre Reginaldo Cordeiro, se reuniram nesta terça-feira, 02 de abril, no Colégio Dom Bosco - Leste, em Manaus, AM, para iniciar as atividades  relacionadas ao ano de 2013. A finalidade deste primeiro encontro foi conhecer a equipe que compõe a comissão e ter contato com as orientações do Plano Orgânico Inspetorial.   Como ponto de partida, foram apresentados e comentados os elementos do Plano de Ação em vista de um aprofundamento nas próximas reuniões da equipe. Foram refletidas também as possíveis estratégias para animar a missionariedade na inspetoria, dando continuidade aos trabalhos de animação nas comunidades educativas pastorais, visando refletir os fundamentos da Missão no Documento de Aparecida e nos documentos da Congregação Salesiana.   Ainda no encontro, foram lembrados os projetos inspetoriais  “VIVA”, Voluntariado Inspetorial pela Vida na Amazônia, e  “Projeto Rio Negro”.  Além disso, foi dada ênfase ao valor da participação dos salesianos missionários no CIMI (Conselho Indigenista Missionário),  COMIRE (Conselho Missionário Regional) e outros organismos.   A comissão é formada pelos padres Reginaldo Cordeiro, João Sucarrats, Justino, José Francisco, José Reginaldo; Tirocinante Dernival; Pós-noviço Wellington Abreu; e pelas leigas Taiane Amanda e Francilma Grana, ambas animadoras de pastoral dos colégios de Manaus.   Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia
Published in Nacionais
A banda de rock composta pelos alunos Arthur Nivaldo Manfredi, Bernardo Francalacci, Lucas Marafon e Wilson Primon Filho, estudantes do Colégio Auxiliadora, em Campos Novos, SC, destacou-se no Festival Interescolar de Música promovido pela Casa de Cultura da cidade no dia 17 de outubro. Disputando com jovens de diversas escolas da região, os alunos da RSE conseguiram o 2º lugar, com a apresentação da música Enter Sandman, do Metallica. Os shows foram realizados no Colégio Estadual Paulo Blasi. “O festival foi um momento importante de integração entre as escolas, apresentação dos talentos e possibilidade de mostrar um pouco do que os jovens sabem e gostam de fazer”, destaca a irmã salesiana Marcia Koffermann, coordenadora de pastoral do Colégio Auxiliadora.    RSE Informa    
Published in Nacionais