“As Coisas de Dom Bosco” é o nome da mostra-museu, exibida no Instituto São João Bosco, de Valência, na Espanha, de 27 de janeiro a 2 de fevereiro, no contexto das celebrações ao fundador dos Salesianos.
Published in Internacionais
Dioceses e paróquias no Brasil realizarão a “Vigília pela Vida Nascente”, no dia 30 de novembro. O objetivo é inserir a vida no conteúdo da oração, para que seja reconhecido seu valor fundamentado na sua fonte divina. Esta proposta  foi feita em 2010, pelo papa Bento XVI.
Published in Nacionais
Neste mês de setembro, Mês da Bíblia, a Escola Salesiana São José, em Campinas, SP, promove o projeto “30 dias com a Palavra de Deus”, com o objetivo de estimular a leitura bíblica.  Todos os dias uma mensagem nova estará no site da escola (www.essj.com.br), com um trecho do Novo Testamento e dicas de reflexão.
Published in Nacionais
Nesta quarta-feira,  20 de março, a abertura do IV Fórum de IES Católicas realizou-se  com a reflexão do grão-chanceler da PUC Minas e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, ele citou que cada instituição de Ensino Superior católica é um instrumento indispensável para que a Igreja sirva, ensine o Evangelho e encontre caminhos.   O IV Fórum de IES Católicas, acontece até esta sexta-feira, 22 de março, no auditório 3 do prédio 43 do campus Coração Eucarístico da Universidade, com o tema central Fraternidade e Juventude Universitária. A ocasião foi aberta com a apresentação do Coral PUC Minas, sob a regência do maestro Marco Antônio Drumond. O evento é preparatório para o Congresso Mundial de Universidades Católicas, que a PUC Minas sediará de 18 a 21 de julho, com o tema Novos Tempos, Novos Sentidos.   Também participaram da abertura do evento, dirigentes de instituições e de entidades da área, o padre José Marinoni; o presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec, o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães; o diretor da Anec e reitor da Universidade Católica Dom Bosco, irmão Frederico Unterberger; e o presidente Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), do Conselho Superior da Anec e reitor da PUC Goiás, professor Wolmir Therezio Amado.   Leia a notícia na íntegra no portal da ANEC  
Published in Nacionais
No ano em que  a Jornada Mundial da Juventude é realizada no Brasil a Campanha da Fraternidade (CF) de 2013 vem com o tema: Fraternidade e Juventude e o lema: Eis-me aqui, envia-me (Is 6,8) e se propõe a olhar a realidade dos jovens, acolhendo-os com a riqueza de suas diversidades, propostas e potencialidades, para entendê-los e auxiliá-los neste contexto de profundo impacto cultural e de relações midiáticas, além de fazer-se solidária em seus sofrimentos e angústias, especialmente junto aos que mais sofrem com os desafios.   Nos dias 14 e 15 de fevereiro, a terra berço da Campanha da Fraternidade, recebeu autoridades da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o núncio apostólico no Brasil (representante do papa), Dom Giovanni D’Aniello, além de vários bispos da região Nordeste. No dia 14, toda a programação realizou-se em Nísia Floresta, RN, onde os bispos visitaram tanto o município como a comunidade Timbó. Já no dia 15 a programação foi em Natal, no Centro de Convenções, Via Costeira, onde foi realizado um seminário com a temática: “Igreja: fundamento de fraternidade”.   Cerca de 2.000 pessoas participaram do seminário; entre grupos, caravanas juvenis, não só de Natal, mas de cidades do Interior e estados vizinhos. A solenidade foi iniciada com o lançamento do Documentário dos 50 anos de CF e continuou com a programação durante todo o dia, com palestras que abordaram aspectos históricos da CF. Dunga, missionário da Canção Nova, foi um dos palestrantes do dia e abordou o tema da Campanha deste ano “Fraternidade e Juventude”. Em sua fala Dunga disse que a nossa igreja precisa acolher melhor os jovens, principalmente os que virão para a JMJ2013 No período da tarde padre Fábio de Melo falou sobre o lema da Campanha 2013: “Eis-me aqui, envia-me”. Após a palestra, ele realizou um show com sua banda, no encerramento celebrativo da programação, levando a todos muita emoção e fé.   Concelebração   Às 19h, do dia 15, ocorreu a Concelebração de abertura da Campanha da Fraternidade 2013 na Catedral Metropolitana de Natal. Logo no início os jovens da Pastoral da Juventude realizaram uma apresentação retratando a realidade dos jovens nos dias de hoje, trazendo um momento de reflexão para todos.   O celebrante, Dom Leonardo Steiner, disse em sua homilia, que somos todos aprendizes e fazedores da vontade do Pai, que somos protagonistas da civilização do amor e disse ainda: “Vivam com Jesus, Testemunhem o Jesus!” e incentivou todos a falarem: “Eis-me aqui, envia-me!”. Após a celebração todos continuaram na catedral para participar da vigília e adoração, que contou com a presença da cantora Eliana Ribeiro, da Comunidade Canção Nova.     Vários jovens participaram do momento inicial da vigília, trazendo para o altar, como oferta, o que representa a juventude católica. A palavra de Deus foi a primeira a entrar, com muita alegria, demonstrando que a juventude se firma cada vez mais na escritura bíblica, em seguida trouxeram as réplicas dos símbolos da JMJ, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora, em seguida entraram trazendo os símbolos de cada movimento, grupos de jovens, grupos de oração em que a juventude está inserida na cidade. Por fim, e mais importante, entrou o Santíssimo Sacramento, que ficou exposto no Altar para ser adorado diante de tantos jovens que, com muito fervor, clamavam por misericórdia, pela paz do mundo inteiro, pelo amor fraterno entre as nações e tantos outros motivos que existem.   Coletiva   Ao mesmo tempo em que as palestras eram realizadas no salão nobre do Centro de Convenções, em uma sala reservada, houve uma coletiva de imprensa com Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB e bispo auxiliar de Brasília, e também com Dom Eduardo Pinheiro, presidente da Comissão para a Juventude da CNBB e bispo auxiliar de Campo Grande, MS.   Assista à entrevista realizada com Dom Eduardo Pinheiro na Vigilia de lançamento da Campanha da Fraternidade.     Dom Leonardo Steiner, explicou que o objetivo geral da campanha é acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção de uma sociedade fraterna fundamentada na cultura da vida, da justiça e da paz..   O presidente da Comissão para a Juventude da CNBB, Dom Eduardo Pinheiro, destacou que a renovação da Igreja Católica está intrinsecamente ligada à juventude. “Temos que perceber o jovem cada vez mais engajado no processo de renovação da igreja. É bom pensarmos o jovem como presente, no sentido de dom, mas também como presente, no sentido temporal, pois o jovem não é o futuro e, sim, o presente da sociedade”.   Carta de Dom Giovan D’ Aniello   O vigário-geral da Arquidiocese de Natal, padre Edilson Nobre, durante a solenidade de lançamento da CF leu uma carta enviada pelo núncio apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’aniello, em razão dos 50 anos da CF. Na carta, Dom Giovani agradece pelo convite de participar do lançamento e  fala sobre este momento em que vivemos. “Além de ser um momento comemorativo, será também de revisão da Campanha da Fraternidade, frisando a necessidade de um aprimoramento do conteúdo da Campanha para que esta possa ser sempre mais um “forte poder de evangelização”.   O vigário-geral falou também sobre a importância da participação dos jovens na JMJ como testemunhas vivas do Cristo. “Esse tema é para ser refletido e meditado: fazer discípulos e chamar outras pessoas para a comunhão e o convívio com o Senhor. Esse mandato, essa missão já esta anunciada nos Evangelhos. E, na verdade, só faz discípulo quem já é discípulo, quem convive com o Senhor”.   História   A Campanha da fraternidade foi uma das primeiras ações realizadas pela Arquidiocese de Natal que rapidamente se expandiu e hoje é realizada, anualmente, por todas as Dioceses e Arquidioceses do Brasil. A primeira Campanha foi realizada no município de Nísia Floresta, na comunidade rural Timbó, no dia 8 de abril de 1962, por iniciativa do então Administrador Apostólico, Dom Eugênio de Araújo Sales.   Niely Silva  
Published in Igreja
  “Ninguém nasce odiando alguém por sua cor, raça ou religião. Se nós aprendemos a odiar, podemos também aprender a ensinar a amar” (Nelson Mandela).   O resgate que a Campanha da Fraternidade faz revela a riqueza de diferentes saberes que ajudam na formação da identidade dos indivíduos e das sociedades. A CF, durante os seus 50 anos de existência, abordou temas centrais da sociedade brasileira e de abrangência planetária. Por isso, é de extrema relevância que os espaços educacionais mergulhem nos temas propostos por cada CF e contribuam para que o mundo se torne cada vez melhor e a vida se efetive com qualidade para todos. O tema escolhido para 2013, ”Fraternidade e Juventude”, tem tudo a ver com a razão de ser da escola salesiana, que é prestar um serviço de excelência à juventude, centrado na missão de “evangelizar educando e educar evangelizando”. Tendo em vista a importância da prática da fraternidade nos processos educativos, esse texto analisa os desafios da sociedade na atualidade e a importância dos referenciais para a formação da identidade. Formação que, segundo a CF, se efetiva a partir de relações fraternas e que fortalece a esperança das juventudes.  
Published in Educação
No Brasil, a maioria das fundações privadas e associações sem fins lucrativos é religiosa. Em seguida, aparecem entidades voltadas à defesa de direitos e interesses do cidadão, como mostra o Perfil das Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos em 2010  divulgado ontem, 05 de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).   As entidades religiosas sediadas no Brasil passavam de 82 mil em 2010 ou 28,5% do total. Os números são ainda maiores, segundo a pesquisa, pelo fato de muitas instituições assistenciais, educacionais e de saúde de origem religiosa não estarem classificadas como tal.   Entre as instituições que trabalham na defesa dos direitos humanos (42,4 mil em 2010), a maioria era formada por centros e associações comunitárias (20 mil), seguida de associações de moradores (13 mil), de entidades de defesa de direitos de grupos e minorias (5 mil), de desenvolvimento rural (1,5 mil), emprego e treinamento (500) e outras instituições (2,1 mil).   Mais da metade das instituições religiosas (57,4%) está situada na região Sudeste. As entidades de defesa de direitos estão em maior número no Nordeste (37,7%), que concentra quase a metade dos centros e associações comunitárias (45,3%), subgrupo das fundações e associações voltadas a atender o cidadão.   Das entidades criadas na última década (118 mil), 27% eram religiosas (32 mil). Já as entidades mais duradouras, de acordo com o estudo, eram as da área da saúde, sobretudo, hospitais, pois mais da metade deles (53%) foi criada em 1980. Junto com o subgrupo outros serviços de saúde, os hospitais privados e sem fins lucrativos representavam mais da metade das entidades do setor de saúde (64,6%) e absorvem 16,6% dos profissionais da área.   ANEC
Published in Nacionais
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Published in Nacionais
Lideranças jovens representantes da Articulação Juvenil Salesiana (AJS), nas presenças da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), reuniram-se, em Campo Grande, MS, entre os dias 4 e 5 de agosto para instituir o conselho inspetorial da AJS. O encontro foi realizado na Casa de Retiros do Instituto São Vicente e possibilitou, além da instituição do conselho, a reflexão sobre as atividades realizadas, ao longo deste ano, e sobre futuros eventos, como, por exemplo, a preparação para a Jornada Salesiana da Juventude, em setembro. Confira no site da missão salesiana de Mato Grosso como foi composto o Conselho Inspetorial da AJS Conselho Nacional Entre os dias 24, 25 e 26 de agosto será realizado em Brasília, DF, no Centro de Convenções Israel Pinheiro, o encontro de lideranças juvenis e religiosas dos Salesianos de Dom Bosco (SDB) e Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), com o objetivo de instituir o Conselho Nacional da AJS. Participarão do encontro o delegado da Pastoral Juvenil da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), padre Tiago Figueiró, e o coordenador de pastoral e coordenador-geral do Conselho inspetorial da AJS, Gilmar Viera da Silva. 
Published in Nacionais
“As Coisas de Dom Bosco” é o nome da mostra-museu, exibida no Instituto São João Bosco, de Valência, na Espanha, de 27 de janeiro a 2 de fevereiro, no contexto das celebrações ao fundador dos Salesianos.
Published in Internacionais
Dioceses e paróquias no Brasil realizarão a “Vigília pela Vida Nascente”, no dia 30 de novembro. O objetivo é inserir a vida no conteúdo da oração, para que seja reconhecido seu valor fundamentado na sua fonte divina. Esta proposta  foi feita em 2010, pelo papa Bento XVI.
Published in Nacionais
Neste mês de setembro, Mês da Bíblia, a Escola Salesiana São José, em Campinas, SP, promove o projeto “30 dias com a Palavra de Deus”, com o objetivo de estimular a leitura bíblica.  Todos os dias uma mensagem nova estará no site da escola (www.essj.com.br), com um trecho do Novo Testamento e dicas de reflexão.
Published in Nacionais
Nesta quarta-feira,  20 de março, a abertura do IV Fórum de IES Católicas realizou-se  com a reflexão do grão-chanceler da PUC Minas e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, ele citou que cada instituição de Ensino Superior católica é um instrumento indispensável para que a Igreja sirva, ensine o Evangelho e encontre caminhos.   O IV Fórum de IES Católicas, acontece até esta sexta-feira, 22 de março, no auditório 3 do prédio 43 do campus Coração Eucarístico da Universidade, com o tema central Fraternidade e Juventude Universitária. A ocasião foi aberta com a apresentação do Coral PUC Minas, sob a regência do maestro Marco Antônio Drumond. O evento é preparatório para o Congresso Mundial de Universidades Católicas, que a PUC Minas sediará de 18 a 21 de julho, com o tema Novos Tempos, Novos Sentidos.   Também participaram da abertura do evento, dirigentes de instituições e de entidades da área, o padre José Marinoni; o presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec, o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães; o diretor da Anec e reitor da Universidade Católica Dom Bosco, irmão Frederico Unterberger; e o presidente Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), do Conselho Superior da Anec e reitor da PUC Goiás, professor Wolmir Therezio Amado.   Leia a notícia na íntegra no portal da ANEC  
Published in Nacionais
No ano em que  a Jornada Mundial da Juventude é realizada no Brasil a Campanha da Fraternidade (CF) de 2013 vem com o tema: Fraternidade e Juventude e o lema: Eis-me aqui, envia-me (Is 6,8) e se propõe a olhar a realidade dos jovens, acolhendo-os com a riqueza de suas diversidades, propostas e potencialidades, para entendê-los e auxiliá-los neste contexto de profundo impacto cultural e de relações midiáticas, além de fazer-se solidária em seus sofrimentos e angústias, especialmente junto aos que mais sofrem com os desafios.   Nos dias 14 e 15 de fevereiro, a terra berço da Campanha da Fraternidade, recebeu autoridades da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o núncio apostólico no Brasil (representante do papa), Dom Giovanni D’Aniello, além de vários bispos da região Nordeste. No dia 14, toda a programação realizou-se em Nísia Floresta, RN, onde os bispos visitaram tanto o município como a comunidade Timbó. Já no dia 15 a programação foi em Natal, no Centro de Convenções, Via Costeira, onde foi realizado um seminário com a temática: “Igreja: fundamento de fraternidade”.   Cerca de 2.000 pessoas participaram do seminário; entre grupos, caravanas juvenis, não só de Natal, mas de cidades do Interior e estados vizinhos. A solenidade foi iniciada com o lançamento do Documentário dos 50 anos de CF e continuou com a programação durante todo o dia, com palestras que abordaram aspectos históricos da CF. Dunga, missionário da Canção Nova, foi um dos palestrantes do dia e abordou o tema da Campanha deste ano “Fraternidade e Juventude”. Em sua fala Dunga disse que a nossa igreja precisa acolher melhor os jovens, principalmente os que virão para a JMJ2013 No período da tarde padre Fábio de Melo falou sobre o lema da Campanha 2013: “Eis-me aqui, envia-me”. Após a palestra, ele realizou um show com sua banda, no encerramento celebrativo da programação, levando a todos muita emoção e fé.   Concelebração   Às 19h, do dia 15, ocorreu a Concelebração de abertura da Campanha da Fraternidade 2013 na Catedral Metropolitana de Natal. Logo no início os jovens da Pastoral da Juventude realizaram uma apresentação retratando a realidade dos jovens nos dias de hoje, trazendo um momento de reflexão para todos.   O celebrante, Dom Leonardo Steiner, disse em sua homilia, que somos todos aprendizes e fazedores da vontade do Pai, que somos protagonistas da civilização do amor e disse ainda: “Vivam com Jesus, Testemunhem o Jesus!” e incentivou todos a falarem: “Eis-me aqui, envia-me!”. Após a celebração todos continuaram na catedral para participar da vigília e adoração, que contou com a presença da cantora Eliana Ribeiro, da Comunidade Canção Nova.     Vários jovens participaram do momento inicial da vigília, trazendo para o altar, como oferta, o que representa a juventude católica. A palavra de Deus foi a primeira a entrar, com muita alegria, demonstrando que a juventude se firma cada vez mais na escritura bíblica, em seguida trouxeram as réplicas dos símbolos da JMJ, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora, em seguida entraram trazendo os símbolos de cada movimento, grupos de jovens, grupos de oração em que a juventude está inserida na cidade. Por fim, e mais importante, entrou o Santíssimo Sacramento, que ficou exposto no Altar para ser adorado diante de tantos jovens que, com muito fervor, clamavam por misericórdia, pela paz do mundo inteiro, pelo amor fraterno entre as nações e tantos outros motivos que existem.   Coletiva   Ao mesmo tempo em que as palestras eram realizadas no salão nobre do Centro de Convenções, em uma sala reservada, houve uma coletiva de imprensa com Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB e bispo auxiliar de Brasília, e também com Dom Eduardo Pinheiro, presidente da Comissão para a Juventude da CNBB e bispo auxiliar de Campo Grande, MS.   Assista à entrevista realizada com Dom Eduardo Pinheiro na Vigilia de lançamento da Campanha da Fraternidade.     Dom Leonardo Steiner, explicou que o objetivo geral da campanha é acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção de uma sociedade fraterna fundamentada na cultura da vida, da justiça e da paz..   O presidente da Comissão para a Juventude da CNBB, Dom Eduardo Pinheiro, destacou que a renovação da Igreja Católica está intrinsecamente ligada à juventude. “Temos que perceber o jovem cada vez mais engajado no processo de renovação da igreja. É bom pensarmos o jovem como presente, no sentido de dom, mas também como presente, no sentido temporal, pois o jovem não é o futuro e, sim, o presente da sociedade”.   Carta de Dom Giovan D’ Aniello   O vigário-geral da Arquidiocese de Natal, padre Edilson Nobre, durante a solenidade de lançamento da CF leu uma carta enviada pelo núncio apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’aniello, em razão dos 50 anos da CF. Na carta, Dom Giovani agradece pelo convite de participar do lançamento e  fala sobre este momento em que vivemos. “Além de ser um momento comemorativo, será também de revisão da Campanha da Fraternidade, frisando a necessidade de um aprimoramento do conteúdo da Campanha para que esta possa ser sempre mais um “forte poder de evangelização”.   O vigário-geral falou também sobre a importância da participação dos jovens na JMJ como testemunhas vivas do Cristo. “Esse tema é para ser refletido e meditado: fazer discípulos e chamar outras pessoas para a comunhão e o convívio com o Senhor. Esse mandato, essa missão já esta anunciada nos Evangelhos. E, na verdade, só faz discípulo quem já é discípulo, quem convive com o Senhor”.   História   A Campanha da fraternidade foi uma das primeiras ações realizadas pela Arquidiocese de Natal que rapidamente se expandiu e hoje é realizada, anualmente, por todas as Dioceses e Arquidioceses do Brasil. A primeira Campanha foi realizada no município de Nísia Floresta, na comunidade rural Timbó, no dia 8 de abril de 1962, por iniciativa do então Administrador Apostólico, Dom Eugênio de Araújo Sales.   Niely Silva  
Published in Igreja
  “Ninguém nasce odiando alguém por sua cor, raça ou religião. Se nós aprendemos a odiar, podemos também aprender a ensinar a amar” (Nelson Mandela).   O resgate que a Campanha da Fraternidade faz revela a riqueza de diferentes saberes que ajudam na formação da identidade dos indivíduos e das sociedades. A CF, durante os seus 50 anos de existência, abordou temas centrais da sociedade brasileira e de abrangência planetária. Por isso, é de extrema relevância que os espaços educacionais mergulhem nos temas propostos por cada CF e contribuam para que o mundo se torne cada vez melhor e a vida se efetive com qualidade para todos. O tema escolhido para 2013, ”Fraternidade e Juventude”, tem tudo a ver com a razão de ser da escola salesiana, que é prestar um serviço de excelência à juventude, centrado na missão de “evangelizar educando e educar evangelizando”. Tendo em vista a importância da prática da fraternidade nos processos educativos, esse texto analisa os desafios da sociedade na atualidade e a importância dos referenciais para a formação da identidade. Formação que, segundo a CF, se efetiva a partir de relações fraternas e que fortalece a esperança das juventudes.  
Published in Educação
No Brasil, a maioria das fundações privadas e associações sem fins lucrativos é religiosa. Em seguida, aparecem entidades voltadas à defesa de direitos e interesses do cidadão, como mostra o Perfil das Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos em 2010  divulgado ontem, 05 de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).   As entidades religiosas sediadas no Brasil passavam de 82 mil em 2010 ou 28,5% do total. Os números são ainda maiores, segundo a pesquisa, pelo fato de muitas instituições assistenciais, educacionais e de saúde de origem religiosa não estarem classificadas como tal.   Entre as instituições que trabalham na defesa dos direitos humanos (42,4 mil em 2010), a maioria era formada por centros e associações comunitárias (20 mil), seguida de associações de moradores (13 mil), de entidades de defesa de direitos de grupos e minorias (5 mil), de desenvolvimento rural (1,5 mil), emprego e treinamento (500) e outras instituições (2,1 mil).   Mais da metade das instituições religiosas (57,4%) está situada na região Sudeste. As entidades de defesa de direitos estão em maior número no Nordeste (37,7%), que concentra quase a metade dos centros e associações comunitárias (45,3%), subgrupo das fundações e associações voltadas a atender o cidadão.   Das entidades criadas na última década (118 mil), 27% eram religiosas (32 mil). Já as entidades mais duradouras, de acordo com o estudo, eram as da área da saúde, sobretudo, hospitais, pois mais da metade deles (53%) foi criada em 1980. Junto com o subgrupo outros serviços de saúde, os hospitais privados e sem fins lucrativos representavam mais da metade das entidades do setor de saúde (64,6%) e absorvem 16,6% dos profissionais da área.   ANEC
Published in Nacionais
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Published in Nacionais
Lideranças jovens representantes da Articulação Juvenil Salesiana (AJS), nas presenças da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), reuniram-se, em Campo Grande, MS, entre os dias 4 e 5 de agosto para instituir o conselho inspetorial da AJS. O encontro foi realizado na Casa de Retiros do Instituto São Vicente e possibilitou, além da instituição do conselho, a reflexão sobre as atividades realizadas, ao longo deste ano, e sobre futuros eventos, como, por exemplo, a preparação para a Jornada Salesiana da Juventude, em setembro. Confira no site da missão salesiana de Mato Grosso como foi composto o Conselho Inspetorial da AJS Conselho Nacional Entre os dias 24, 25 e 26 de agosto será realizado em Brasília, DF, no Centro de Convenções Israel Pinheiro, o encontro de lideranças juvenis e religiosas dos Salesianos de Dom Bosco (SDB) e Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), com o objetivo de instituir o Conselho Nacional da AJS. Participarão do encontro o delegado da Pastoral Juvenil da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), padre Tiago Figueiró, e o coordenador de pastoral e coordenador-geral do Conselho inspetorial da AJS, Gilmar Viera da Silva. 
Published in Nacionais