O lançamento da Frente Parlamentar Mista de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente ocorreu em 23 de outubro, em Brasília.
Publicado em Ação Social
    “Vidas de Jovens” é o título do livro lançado neste ano pela Editora Dom Bosco. A obra apresenta as biografias de Domingos Sávio, Miguel Magone e Francisco Besucco, jovens que foram beneficiados pelo trabalho de Dom Bosco e se tornaram exemplos para as gerações seguintes. As histórias foras escritas a próprio punho por Dom Bosco, com quem eles conviveram de perto no Oratório de São Francisco Sales, na Itália.   Falecidos ainda antes de alcançarem a vida adulta, Domingos, Miguel e Francisco tiveram uma trajetória marcada pelo respeito aos valores cristãos, pela bondade e pela serenidade diante das graves doenças que os levaram à morte.   O livro, além de retratar a vida desses jovens, exemplos de fé e salesianidade, possibilita ao leitor conhecer as características do sistema educativo implantado por Dom Bosco, desde a religiosidade como centro do caminho formativo à eficácia da participação dos jovens na vida da comunidade.   O livro pode ser adquirido no site da Editora Dom Bosco: www.edbbrasil.org.br.   Sobre os jovens   Domingos Sávio - Nascido no dia 2 de abril de 1842, em San Giovanni di Riva, na Itália, entrou aos 12 anos para o Oratório de São Francisco Sales, sonhando torna-se padre. Demonstrou humildade, contentamento e empenho nos estudos e em servir aos colegas, ensinando o catecismo e cuidando dos doentes. Fundou em 1856, junto a colegas do Oratório, a Companhia da Imaculada, para uma ação apostólica de grupo. Doente, faleceu em nove de março de 1857, aos 15 anos. Não se tornou padre, mas alcançou a santidade, sendo proclamado santo em 1954.   Miguel Magone – Nasceu em 19 de setembro 1845. Órfão de pai, desde cedo trabalhava para ajudar no sustento da família. Aos 13 anos, um encontro com Dom Bosco mudou a sua vida. Miguel foi para Turim e entrou para o Oratório de São Francisco Sales. Pouco tempo depois, no dia 21 de janeiro de 1859, faleceu, aos 15 anos, vitimado por uma doença pulmonar. Porém, em seu curto tempo de convivência com Dom Bosco, percorreu um caminho de crescimento na fé e encontrou sentido em sua vida.   Francisco Besucco – Nascido na fronteira entre a Itália e a França, no dia 1º de março de 1850, ingressou no Oratório de São Francisco Sales em 1863, realizando o que há muito tempo era seu desejo. Destacou-se por sua veemência em agradar a Deus. Faleceu aos 14 anos, no dia 9 de maio de 1864. Apenas oito dias separaram o início da doença da data de sua morte. Ao longo de sua curta vida foi exemplo de virtude e coragem diante da morte.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Salesianidade
Será realizada no dia 7 de abril, a 2º edição da corrida e caminhada de rua “Bote Fé na Vida”. O projeto é de âmbito nacional para divulgação da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 e será realizado, em São Paulo, no Dia Mundial da Saúde, das 6h30 às 10h.   A concentração será na Praça da Sé, entre 6h30 e 7h30, quando os participantes receberão orientações, chips e outros materiais. Momentos antes da “largada”, que será às 8h, haverá uma bênção e oração conduzidas pelo cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo.   O percurso será no Centro de São Paulo, no Circuito Municipal de Corridas de Rua, caminho que passa pelos locais históricos e religiosos da cidade, como Praça da Sé, Páteo do Colégio, Mosteiro de São Bento, entre outros.   Todos os participantes, independente da modalidade (corrida ou caminhada) e da colocação que tiverem, ganharão medalhas, camisetas (com o logo do Setor juventude da Arquidiocese de São Paulo e da Jornada Mundial da Juventude), chips, barras de cereais e água, fornecidos gratuitamente pela Prefeitura Municipal de São Paulo.   O evento será realizado mesmo com chuva e terá um  total de cinco mil participantes.   Leia a notícia na íntegra no portal dos Jovens Conectados
Publicado em Nacionais
Mais de 100  pessoas participaram do encontro “ Juntos e na Contramão - 25 anos de voluntariado internacional”,  promovido, no dia 28 de setembro, pelo Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento (VIS). O encontro foi realizado no ‘Palazzo civico’, de Turim, Itália, onde foram acolhidos os jovens, voluntários, sócios fundadores, salesianos e salesianas, além de protetores e parceiros do VIS. O evento foi uma oportunidade para refletir sobre o voluntariado internacional, à luz das falas do prefeito de Turim, Piero Fassino, do reitor-mor dos Salesianos, padre Pascual Chávez Villanueva, da presidente do VIS, Carola Carazzone e do diretor responsável do secretariado Social da RAI, Carlo Romeo. O encontro teve também os depoimentos da psicóloga e voluntária internacional do VIS na República Democrática do Congo, Giovanna Bonvini, e de Paolo Inguaggiato, voluntário, recém a chegado da Serra Leoa. “Turim, cidade de grandíssimos santos sociais, representa para nós, salesianos e salesianas, um lugar único no mundo. Foi aqui de fato que Dom Bosco iniciou a sua obra com os meninos mais pobres. Justamente aqui, faz 25 anos, iniciava a atividade fecunda e significativa do VIS”, declarou o padre Pascual Chávez. “Hoje revemos os nossos 25 intensos anos de atividade em mais de 40 países do mundo. Mais de 300 os voluntários internacionais que partiram com o VIS”, sublinhou a presidente do VIS, Carola Carazzone. "Promover hoje o voluntariado internacional continua uma opção do VIS, que pretende promover, através do empenho individual e social dos nossos voluntários, uma cidadania mundial, ativa e responsável, necessária para construir junto com as crianças e os adolescentes mais vulneráveis, um mundo mais equitativo, sustentável e justo para todos”, completou Carazzone.   InfoANS  
Publicado em Internacionais
O lançamento da Frente Parlamentar Mista de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente ocorreu em 23 de outubro, em Brasília.
Publicado em Ação Social
    “Vidas de Jovens” é o título do livro lançado neste ano pela Editora Dom Bosco. A obra apresenta as biografias de Domingos Sávio, Miguel Magone e Francisco Besucco, jovens que foram beneficiados pelo trabalho de Dom Bosco e se tornaram exemplos para as gerações seguintes. As histórias foras escritas a próprio punho por Dom Bosco, com quem eles conviveram de perto no Oratório de São Francisco Sales, na Itália.   Falecidos ainda antes de alcançarem a vida adulta, Domingos, Miguel e Francisco tiveram uma trajetória marcada pelo respeito aos valores cristãos, pela bondade e pela serenidade diante das graves doenças que os levaram à morte.   O livro, além de retratar a vida desses jovens, exemplos de fé e salesianidade, possibilita ao leitor conhecer as características do sistema educativo implantado por Dom Bosco, desde a religiosidade como centro do caminho formativo à eficácia da participação dos jovens na vida da comunidade.   O livro pode ser adquirido no site da Editora Dom Bosco: www.edbbrasil.org.br.   Sobre os jovens   Domingos Sávio - Nascido no dia 2 de abril de 1842, em San Giovanni di Riva, na Itália, entrou aos 12 anos para o Oratório de São Francisco Sales, sonhando torna-se padre. Demonstrou humildade, contentamento e empenho nos estudos e em servir aos colegas, ensinando o catecismo e cuidando dos doentes. Fundou em 1856, junto a colegas do Oratório, a Companhia da Imaculada, para uma ação apostólica de grupo. Doente, faleceu em nove de março de 1857, aos 15 anos. Não se tornou padre, mas alcançou a santidade, sendo proclamado santo em 1954.   Miguel Magone – Nasceu em 19 de setembro 1845. Órfão de pai, desde cedo trabalhava para ajudar no sustento da família. Aos 13 anos, um encontro com Dom Bosco mudou a sua vida. Miguel foi para Turim e entrou para o Oratório de São Francisco Sales. Pouco tempo depois, no dia 21 de janeiro de 1859, faleceu, aos 15 anos, vitimado por uma doença pulmonar. Porém, em seu curto tempo de convivência com Dom Bosco, percorreu um caminho de crescimento na fé e encontrou sentido em sua vida.   Francisco Besucco – Nascido na fronteira entre a Itália e a França, no dia 1º de março de 1850, ingressou no Oratório de São Francisco Sales em 1863, realizando o que há muito tempo era seu desejo. Destacou-se por sua veemência em agradar a Deus. Faleceu aos 14 anos, no dia 9 de maio de 1864. Apenas oito dias separaram o início da doença da data de sua morte. Ao longo de sua curta vida foi exemplo de virtude e coragem diante da morte.   Inspetoria São João Bosco
Publicado em Salesianidade
Será realizada no dia 7 de abril, a 2º edição da corrida e caminhada de rua “Bote Fé na Vida”. O projeto é de âmbito nacional para divulgação da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 e será realizado, em São Paulo, no Dia Mundial da Saúde, das 6h30 às 10h.   A concentração será na Praça da Sé, entre 6h30 e 7h30, quando os participantes receberão orientações, chips e outros materiais. Momentos antes da “largada”, que será às 8h, haverá uma bênção e oração conduzidas pelo cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo.   O percurso será no Centro de São Paulo, no Circuito Municipal de Corridas de Rua, caminho que passa pelos locais históricos e religiosos da cidade, como Praça da Sé, Páteo do Colégio, Mosteiro de São Bento, entre outros.   Todos os participantes, independente da modalidade (corrida ou caminhada) e da colocação que tiverem, ganharão medalhas, camisetas (com o logo do Setor juventude da Arquidiocese de São Paulo e da Jornada Mundial da Juventude), chips, barras de cereais e água, fornecidos gratuitamente pela Prefeitura Municipal de São Paulo.   O evento será realizado mesmo com chuva e terá um  total de cinco mil participantes.   Leia a notícia na íntegra no portal dos Jovens Conectados
Publicado em Nacionais
Mais de 100  pessoas participaram do encontro “ Juntos e na Contramão - 25 anos de voluntariado internacional”,  promovido, no dia 28 de setembro, pelo Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento (VIS). O encontro foi realizado no ‘Palazzo civico’, de Turim, Itália, onde foram acolhidos os jovens, voluntários, sócios fundadores, salesianos e salesianas, além de protetores e parceiros do VIS. O evento foi uma oportunidade para refletir sobre o voluntariado internacional, à luz das falas do prefeito de Turim, Piero Fassino, do reitor-mor dos Salesianos, padre Pascual Chávez Villanueva, da presidente do VIS, Carola Carazzone e do diretor responsável do secretariado Social da RAI, Carlo Romeo. O encontro teve também os depoimentos da psicóloga e voluntária internacional do VIS na República Democrática do Congo, Giovanna Bonvini, e de Paolo Inguaggiato, voluntário, recém a chegado da Serra Leoa. “Turim, cidade de grandíssimos santos sociais, representa para nós, salesianos e salesianas, um lugar único no mundo. Foi aqui de fato que Dom Bosco iniciou a sua obra com os meninos mais pobres. Justamente aqui, faz 25 anos, iniciava a atividade fecunda e significativa do VIS”, declarou o padre Pascual Chávez. “Hoje revemos os nossos 25 intensos anos de atividade em mais de 40 países do mundo. Mais de 300 os voluntários internacionais que partiram com o VIS”, sublinhou a presidente do VIS, Carola Carazzone. "Promover hoje o voluntariado internacional continua uma opção do VIS, que pretende promover, através do empenho individual e social dos nossos voluntários, uma cidadania mundial, ativa e responsável, necessária para construir junto com as crianças e os adolescentes mais vulneráveis, um mundo mais equitativo, sustentável e justo para todos”, completou Carazzone.   InfoANS  
Publicado em Internacionais